Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

COINCIDENTEMENTE (?) CONECTADOS



Muito antes de iniciar minha caminhada pela espiritualidade já não acreditava em acasos. Você já passou por alguma situação de excepcional coincidência? Já conheceu alguém por acaso – ou encontrou-se em uma situação inesperada – que o/a fez pensar sobre a existência de um Poder Supremo? A maioria das pessoas já passou por esse tipo de vivência alguma vez, e para algumas delas esses episódios são verdadeiramente transformadores. Eles podem nos trazer um novo romance, uma amizade ou ainda criar uma oportunidade inesperada para o sucesso pessoal. Vários filmes de Hollywood já celebraram o poder das coincidências. Escrito nas Estrelas, com John Cusack, e Os Agentes do Destino, estrelado por Matt Damon e Emily Blunt, estão entre eles.
Mas será que o Universo tem, de fato, alguma influência sobre esses acontecimentos?
A cabala enfaticamente afirma que sim. De acordo com esses antigos ensinamentos, existe um plano divino para cada um de nós e as coincidências nos ajudam a ver tal plano em ação. As mensagens de vida advindas desses episódios são destinadas a nos guiar – exemplo do que os cabalistas chamam de Divina Providência. Esses eventos são misteriosos, surpreendentes ou espantosamente coincidentes. Quanto mais receptivos estivermos, maiores as possibilidades de crescimento espiritual. E o termo sincronicidade? Já ouviu falar? Ele foi criado pelo psiquiatra suíço Carl Jung para explicar o fenômeno das “coincidências significativas”. Assim como os cabalistas, Jung acreditava que o Cosmo é permeado por uma harmonia divina e que eventos como esses revelam que tudo está conectado. Como terapeuta, ele descobriu que as pessoas começam a vivenciar momentos mais repletos de coincidências quando estão em um período de transformação e crescimento pessoal. Jung estudou cabala e pode ter sido influenciado pelos ensinamentos desse fenômeno.
Portanto, na próxima vez que você tiver uma coincidência surpreendente, preste atenção. Essa pode muito bem ser uma mensagem sagrada para guiar sua vida em uma direção nova e benéfica. Eu estou atenta!  E você?
(Imagem: google)
Os links acima foram textos escritos sobre o tema em 2010. Muitos de vocês ainda não estavam por aqui. Para aqueles que se interessam pelo tema, penso que vale a leitura. Inté. 

domingo, 24 de fevereiro de 2013

QUE PIADA!!!



Acho que está tudo mesmo de cabeça pra baixo. E faz tempo. Ouço queixas - em profusão - de comerciantes, empresários, head hunters, sobre mão de obra desqualificada. Dificuldade em encontrar "O" candidato que preencha todos os pré e pós requisitos do perfil. Esse tal de perfil...nem vou falar a respeito. Na outra ponta muitos profissionais, não tão jovens, não tão cheios de titulações, mas com experiência, responsabilidade e fidelidade (aqueles que vestem mesmo a camisa do empregador) em busca de uma oportunidade, um trabalho digno e justo. Mas isso não é suficiente. Alguém aí pode me explicar essa fenda?! Meu tico e teco, nem tão jovens, nem super titulados, por mais empenhados em... não está conseguindo! Enquanto aguardo, partilho com vocês um email que recebi. Deve ser antigo, talvez você já conheça, mas ironicamente, continua atualíssimo.
O filho termina o segundo grau e não tem vontade de fazer uma faculdade, a realidade Brasileira.
O pai, meio mão de ferro, dá um apertão:
- Ahh, não quer estudar? Bem, perfeito. Vadio dentro de casa eu não mantenho, então vai trabalhar...
O velho, que tem muitos amigos, fala com um deles, que fala com outro até que ele consegue uma audiência com um político que foi seu colega lá na época de muito tempo atrás:
- Rodriguez!!!! Meu velho amigo!!! Tu te lembras do meu filho? Pois é, terminou o segundo grau e anda meio à toa, não quer estudar. Será que tu não consegue nada pro rapaz não ficar em casa vagabundando?
 Após três dias Rodriguez liga:
- Zé, já tenho. Assessor na Comissão de Saúde no Congresso, R$13.700,00 por mês, prá começar.
- Tu tá loco!!!!! O guri recém terminou o colégio, não vai querer estudar mais, consegue algo mais abaixo...
 Dois dias depois:
- Zé, secretário de um deputado, salário modesto, R$ 9.800,00, tá bom assim?
Nãooooo, Rodriguez, algo com um salário menor, eu quero que o guri tenha vontade de estudar depois. Consegue outra coisa.
- Zé, não sei se ele vai aceitar, mas tem um de assessor da câmara, que é só de R$.6.500,00.
- Não, não, ainda é muito, aí que ele não estuda mais mesmo.
Olha Zé, a única coisa que eu posso conseguir é um carguinho de ajudante de arquivo, alguma coisa de informática, mas aí o salário é uma merreca, R$ 3.800,00 por mês e nada mais.
- Rodriguez, isso não, por favor, alguma coisa de R$1.200,00 a R$1.500,00 no máximo.
- Isso é impossível Zé!
- Mas, por quê?
- PORQUE com este salário aí eu só tenho vaga pra professor. E aí é difícil, precisa de CURSO  SUPERIOR, MESTRADO, DOUTORADO e tem mais, precisa passar em concurso!

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

MACACOS ME MORDERAM



São Sebastião das Águas Claras, mais conhecido por Macacos, é um lugarejo bem pertinho de Beagá. Foi lá, no sítio de mamita Raquel, que passei esses dias de carnaval. Família reunida, nenhuma obrigação, a não ser desfrutar dos momentos. Ainda me impressiono com a capacidade de nossa mente se desligar dos pensamentos chatos e recorrentes do dia-a-dia. Antidepressor assim é baum dimais da conta, sÔ! Pela manhã, caminhadas pelas trilhas, na ilusão de minimizar o aporte calórico que viria ao longo do dia. Muitas delícias (mesa grande e farta) regadas ao gosto de cada hóspede: cerveja gelada, vinho, espumante, caipi, refri, sucos e água. Um dó que a máquina de retrato ainda está com o filhote (recém-chegado da Bélgica... êêêba) e não pude assim registrar: cada orquídea florida no mato, as joaninhas - que da cidade desapareceram e lá estava em profusão - trazendo com elas lembranças doces do jardim da casa de mamãe, o descanso do sol, à tardinha, pintando o céu de cores lindas, o trisquinho que sobrou de lua da terça-feira à noite (foi eclipse?), as risadas soltas por conta de qualquer bobagem... A besteira de se estar vivo e aconchegado.  E na janela de uma casa bem simples, a cortina bordada em ponto atrás, ensinamento em forma de verso:
“Os pássaros perdem as penas,                                
Os peixes as escamas,
Eu perco meu tempo,
Gostando de quem não me ama.”
Gostava de saber fazer aquelas lindezas (né Dê, Mi, Beth, Graça e cia ltda?) artísticas imortalizando esse bordado aqui. Mas, ainda, não aprendi. Então, fica desse jeitim... alinhavado nesse coração aprendiz. 
(Imagens: google)

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

SÃO SÓ TRÊS DIAS



Pirulito Praça Sete/ Campanha Carnaval 2013
Então é carnaval. Não vou por meu bloco na rua. Meu ritmo será bem tranquilo e com o cuidado devido para não ocorrer atravessamentos. É uma época que fico sempre apreensiva com os números de acidentes e mortes que ocorrerão pelas estradas desse Brasil. Mesmo com as campanhas educativas no trânsito e tolerância zero para o álcool, quando quarta-feira de cinzas chegar, estarão lá - para quem quiser ver - as consequências da imprudência, irresponsabilidade e total falta de educação nossa. Nunca dirigi embriagada, mas já fui irresponsável, na juventude, sendo passageira com motorista que se dizia estar numa boa. Só na maturidade percebi o quanto meu anjo da guarda trabalhou! Também me incomodo outro tanto com os ensinamentos carnavalescos para o uso da camisinha. É só nesses dias que a prevenção às doenças sexualmente transmissíveis e ao vírus HIV deve ocorrer? Com certeza são dias de mais festa, de “tá tudo liberado”, pegação geral, irrestrita, etc. e tal... Mas nos outros 360 dias todo mundo entra para um convento/seminário e faz votos de castidade?! Não carecem de informação e proteção? Os números, sempre eles, não me deixam cair nessa esparrela. De qualquer maneira o que desejo e torço, para cada um de vocês, é que sejam dias de folia e alegria com responsabilidade... pela vida sua, minha, nossa de cada dia! Façamos valer a história de sermos um povo hospitaleiro, solidário e trabalhador, que cura suas feridas, com música, samba e amor. Amor pela vida!!! Bom carnaval e inté.
(imagem: google/g1.com.br)


“Custei a compreender que a fantasia
  É um troço que o cara tira no carnaval
  E usa nos outros dias por toda a vida.”
(Aldir Blanc e João Bosco)

"Brasileiro sofre, mas arrasa na felicidade, né?
Fudidos e mal pagos mas pelados no carnaval...genial."
(Rita Lee)

"Vamos sair pela cidade
 Cada um com cada qual
 São só três dias
 De felicidade
 Vamos, porque hoje
 É carnaval."
(Vinicius de Moraes e Francisco Enoé)
 
Ocorreu um erro neste gadget