Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

quinta-feira, 11 de abril de 2013

DO QUE TODOS SENTEM




Não sei como e nem quando foi que nos encontramos nessa blogosfera. Mas, asseguro que foi paixão a primeira visita. A delicadeza de suas postagens, imagens, vídeos, frases escolhidas com o dedo da alma me cativaram. E cativa de tanta beleza uso e abuso, em minhas postagens e lá no face, da arte que minha amaaada minina Karin Izumi faz. Provavelmente muitos de vocês têm PPS formatados por ela. Um capricho que só! Quando quero ilustrar algo vou em busca lá no índice de seu blog. De saudade não encontrei, e assim, com a cara de jacarandá que D’us me deu, fiz a encomenda. De imediato a minina Ká me questionou: Rê é saudade ou falta? E demonstrou sua questão com uma frase da Tati Bernadi: “Sentir falta é diferente de sentir saudade. A saudade bate, agonia, estremece. A falta congela, chora, entristece. A saudade é a certeza que a pessoa vai voltar. A falta é o querer ter de volta, mas saber que não vai ter”.
E eu repliquei em discordância: Saudade Ká e falta tb… dentro do que a Tati escreveu. E que não concordo com a definição dela de saudade (certeza que a pessoa vai voltar!?) não sentimos saudades só de pessoas, pelo menos euzinha não rsrs. E quando são delas e elas não estão mais nesse plano? Volta não! Aí é somente falta?!
E ela triplicou: Reee… Concordo com você. A frase não expressou de fato o que eu estava tentando dizer! Pense comigo, se a saudade sempre está relacionada com uma alegria passada, e quando é lembrada pode-se dizer, ‘Ah que saudade daquele tempo’ (com alegria) e no mesmo instante pensar, `mas não tenho mais isso’, e logo em seguida se sentir triste… A saudade acompanhada da falta e consequentemente dor, não é chamada de apego? Eu não consigo entender saudade relacionada com dor ou carência porque acho que sempre está relacionada com momentos felizes, mas entendi o que você quis dizer!
Bem tênue essa linha divisória, se é que há, entre esses substantivos. Falta é privação, deficiência, falha. Mas pode sim significar ausência, carência de algo ou alguém. Saudade é mesmo um trem... Como falamos por aqui nas minhas Gerais, quando a definição nos escapa. Não é à toa que em muitas línguas não existe correlata e somente o sentir falta. Sua origem é dos tempos dos escravos... Que ficavam com "banzo". Geralmente usavam esta palavra quando sentiam saudades ou falta muito dolorosa, de seu lugar de origem ou de uma pessoa em especial. Muitos morriam de banzo, ou melhor, durante o período do banzo. Nunca senti saudades de algo ou alguém que fosse desprazeroso, evocasse tristeza ou lamentação. Eu hein?! Só mesmo se baixasse minha porção Madame – totalmente - SurtÔ (saudades dela). Que ela doa é bem verdade. Com o tempo amansa, fica assim domesticado esse trem que, a princípio, corre desgovernado dentro da gente. Ou quem sabe a alma cria calo?! De abstrata só mesmo sua classificação. Minhas saudades são bem concretas! Remetem-me às pessoas, situações, lugares, onde vivi alegrias. Bom demais pagar esse preço! E você? Sente falta ou saudade? Conta pra mim?!
(Imagem: Karin Izumi)

19 comentários:

  1. Acredito que sentimos as duas por vezes...

    Lindo te ler, adorei esse envolvimento com as amigas! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Sinto a falta, porque a saudade está sempre omnipresente na minha alma.
    Bj.

    ResponderExcluir
  3. "Saudade é o perfume que fica quando quem amamos se ausenta."
    (Comentando Vera Lúcia, em 2/11/12)
    É por aí...
    "Saudade é o eco das canções que a vida já nos cantou".
    (Comentando você, aqui e agora)

    Beijos de saudade, minha querida.

    ResponderExcluir
  4. Rê, eu sinto saudade, falta de tantas coisas....Mas o que mais doi é sentir saudades de quem partiu e que amamos tanto. No início achamos que nem vamos sobreviver, mas tenho certeza que sobrevivemos porque Nosso Pai nos dá uma força sabe. Eu sinto muita saudades da Marina, de meus pais.....de dias simples, aconchego em família, enfim sou muito saudosista.....Concordo com a frase já dita aqui..saudade é o amor que fica!!!! Bjsss minha amiga!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Regina!
    Acho que dá pra sentir saudades e falta ao mesmo tempo.
    Sinto boas saudades, mas em algumas vezes a saudade foi tão grande que chegou a doer.
    Ah, eu sou muito saudosa!
    Bom final de semana
    Xeros

    ResponderExcluir
  6. Rê, eu acho que já abordei uma vez esse assunto...
    É complicado definir com exatidão coisas meio indefinidas e vagas como os sentimentos...
    Eu só sinto saudades de coisas agradáveis que já ocorreram, e de pessoas queridas que estão longe.
    Estas lembranças são gratas e a falta que sinto destes momentos e pessoas é apenas um componente da saudade...
    Mas, valeu o seu questionamento!
    Bjs, Leoa das Alterosas!
    P.S.: Estou roubando tuas fotos de comidas para um álbum de "comes e bebes" no meu HD...

    ResponderExcluir
  7. Olá, RÊ!

    Nem sempre se consegue descrever por palavras aquilo que são sentimentos - por muito que nos esmeremos na escrita...

    Uma amigo meu, ao contrário da tendência da maioria, diz que não tem saudades nenhumas dos tempos quando era mais novo: porque, simplesmente, agora é mais feliz do que então foi.E eu acho que, em boa parte, ele terá dito o essencial...

    Este é daqueles temas que dava para mangas...

    Bom Fim de Semana; beijinhos amigos.
    Vitor

    ResponderExcluir
  8. Dá pra sentir os dois ao mesmo tempo e normalmente quando isso acontece todos os efeitos ocorrem em nível máximo! Mas também há momentos em que só a falta é sentida ou onde a saudade é predominante. Adorei o texto, Regina. Bjs

    ResponderExcluir
  9. Venha para minha festa ok?rs
    Te espero no meu cantinho
    Beijos
    Sol

    ResponderExcluir
  10. Acredito que um puxa o outro...a falta muitas vezes vasculha na saudade razões para dar sentido...a falta tem mais a ver com vazios daquilo que não foi preenchido, como os sonhos que não realizamos, os ciclos que se fecham à revelia, alheios aos secretos desejos de permanência...ausência do que não existe mais...talvez por isso seja fácil confundir com a saudade por isso, pq embora seja um reflexo natural de tudo de bom que foi vivido, associamos à falta de pessoas que amamos e se foram de nossas vidas, viagens maravilhosas, recordações de toda natureza de situações felizes, eventos marcantes, pessoas especiais que cruzam nossas vidas, enfim...se eu fosse te contar minhas saudades, todas, levaria tempo, muito tempo, são muitas e preciosas as razões pelas quais a saudade é um sentimento que eu gosto de ter!

    Já ausências...se a gente descuidar, se tornam as maiores presenças em nossas mentes, e disso tôfora, minha amada...tékinfim! ;)

    Bjãozão procê, com saudade, afeto, carinho, chamego, ê trem bão!

    ResponderExcluir
  11. Sentimos falta de algo que não temos mais e a saudade esta mata a cada dia pois não se explica apenas se sente...
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  12. Saudade... eta palavrinha carregada de sentimento que cada um tem em si tantos significados. Faz rir, faz chorar, faz bater o coração aceleradamente.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Sinto saudades das coisas bacaninhas, das pessoas inesquecíveis. Sinto falta do que ainda não vivi... Sei lá,complexo isso. No fundo a gente sente o que nem sabe explicar.

    Só sei que achei essa sua misturação com a moça uma delícia de ler e refletir. Talvez chegue a alguma conclusão. Saudade ou falta? Os dois ou nenhum? Te conto.

    Beijo!
    SAUDADES de ti!

    ResponderExcluir
  14. OI REGINA!
    FIQUEI A PENSAR, SAUDADES, FALTA, ACHO QUE RELACIONO, SAUDADES COM ALGO QUE FOI BOM E PASSOU, E FALTA, TAMBÉM RELACIONO COM ALGO SEM SOLUÇÃO, SEM VOLTA.
    MAS, QUE É COMPLEXO SE CHEGAR A UMA CONCLUSÃO, ISTO É.
    BOM TEXTO PARA SE PENSAR A RESPEITO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Querida amiga

    Sentir saudade
    para mim
    é mais poético.
    Disfarça-se melhor
    a solidão...

    Acorda a alegria em ti,
    como quem acorda uma pessoa muito amada...

    ResponderExcluir
  16. Saudade é a marca de água da língua e do sentimento em português.

    Tenha feliz dia.

    ResponderExcluir
  17. achei mto interessante esse questionamento. tb acredito que falta é privação, algo que não tá completo...q não tá pleno. já a saudade marca algo que talvez seja livre da falta, que sim tem plenitude. por isso é meio bom de sentir e meio doído tb.

    adorei o texto. especial
    bjs e bom dia

    ResponderExcluir
  18. Querida Rê!
    Gostei da reflexão que nos fez debruçar sobre os dois substantivos, ainda não tinha pensado sobre os dois antes.
    Eu sinto realmente falta de algumas coisas na vida e saudade, principalmente de gente, pessoas que convivi e não voltam mais.
    À propósito, você sabia que a palavra saudade não tem plural? Descobri isto noutro dia.
    Mega beijo carioca


    ResponderExcluir
  19. Sempre textos que me levam a ser ainda mais precisa em relação à semântica de algumas palavras. Nunca me havia questionado sobre a divisória "ténue" entre a saudade (o fado é a música exponencial da saudade em Portugal)e a falta. Concordo com o ponto de vista da sua amiga mas, de facto um sentir acarreta o outro. Eu posso sentir saudade de momentos/pessoas mais ligados a estados de alegria; contudo, resvalando para "a falta", parece que o sentir se torna mais palpável, parece que algo de nós ficou amputado...

    Bjuzz, querida Rê

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget