Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

segunda-feira, 24 de março de 2014

A(s) Saudade(s)




O tempo não para! Só a saudade é faz as coisas pararem no tempo”. (Mário Quintana)

Teve um dia que minha amada Beth Lilás me corrigiu lembrando que saudade é no singular. Substantivos que nomeiam sentimentos, em geral, não são usados no plural. Mas há exceções, como a palavra saudade, diz o professor Pasquale. Mas eu - sem me importar com as regras do português - respondi de imediato, que a minha é sempre no plural. Não economizo mesmo! Nesses cinco anos de ausência sinto saudades: do seu cheiro, das risadas, do colo, afago, comidas, das brigas na tranca, telefonemas sem hora marcada, constante “a vida é para ser celebrada filha!”, alegria, determinação, garra, resiliência (muito antes dos teóricos criarem o termo), sabedoria, avisos gritados (leva uma bluuuusa minina, a sombrinha que vai chover – e o sol rachando moringa, mas de repente caía um toró!), preocupação com cada filha, dedicação amorosa com netos e bisnetos e AMOR!!! A lista é enorme das minhas saudades, mas é melhor parar por aqui. No congelamento desse tempo que guardo na alma. MÃE: AMO VOCÊ DE VIVERRR!
 

19 comentários:

  1. Rê, eu também não sinto saudade, sinto saudadesss.
    E você pelo visto, está cheia de saudades, hein!
    É bom sentir saudade e poder re-lembrar, ainda mais se forem boas lembranças.
    Boa semana de muita paz pra você e os seus.
    Xeros

    ResponderExcluir
  2. Olá,RÊ!

    De todas as saudades possíveis, a de mãe é certamente a maior - e que por uns momentos tem o condão de tornar o passado presente.E também é coisa que dói...

    Beijinhos amigos.
    Vitor

    ResponderExcluir
  3. As minhas também são muitas,portanto, no plural! Linda tua saudade ! beijos,tuuuuuuuudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  4. Dessa saudade eu (ainda) não sei dizer, mas acho que toda saudade é essa soma de um todo que nunca vai morrer dentro de nós!
    E toda saudade é de coisa boa que a gente viveu... é justa essa saudade, né Rê... e no plural, como tem que ser!!
    Bjãozão amada!

    ResponderExcluir
  5. É verdade, querida amiga, não dá pra falar de uma saudade assim apenas no singular, ela é plural demais, porque a todo dia lembramo-nos e sofremos a ausência da mais querida em nossas vidas, nossa mãe. Você tá certíssima, é saudades demais da conta.
    um beijo grande carioca

    ResponderExcluir
  6. Jamais nos esqueceremos. A dor aguda passa, mas fica uma dor crônica, um buraco. uma falta que nunca é preenchida. O jeito é sentir, chorar o que ainda não foi chorado, permitir que a saudade venha e vá e tocar a vida. Beijos. Angelinha

    ResponderExcluir
  7. Rê Querida,
    Saudade, por mais dolorosa que seja, é Bom, quer dizer que vivemos e gostámos do que vivemos.
    Abreijos
    Te

    ResponderExcluir
  8. Apesar das regras, eu concordo que podemos sentir saudades, cada uma de um alguém ou de algo diferente...
    No seu caso, tem uma que se sobrepõe às demais...
    Com razão!
    Bjs, Rê!

    ResponderExcluir
  9. Singulares as saudades
    Que nos chegam no plural
    Vêm de virtualidades
    Construir o que é real...

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo Bruxo! Obriagada por mais essa lindeza.
      Beijuuss

      Excluir
  10. Não é à toa que não existe tradução desse sentimento em idioma algum.
    Saudade mesmo esse amor que fica é que doe somente a nossa língua mãe para nomeá lo.
    Bjs e fique bem, apesar da temporária ausência.
    wilma

    ResponderExcluir
  11. Estive ausente do meu blogue mas...voltei e estou matando "SAUDADES (porque são muitas...) dos meus amigos...Adorei como sempre o teu modo de escrever...sorrio do princípio ao fim....
    Que bom ver-te tão bonita... Mil beijos
    Graça

    ResponderExcluir
  12. Regina, eu também sinto essa saudade plural! É saudade de tanta coisa, principalmente do cheiro e do olhar!
    Saudades que doem! É o dó que sentimos de nós mesmas, mas nenhuma dor é igual e ao mesmo tempo não parecem diferentes. Saudade de mãe, é saudade da pessoa que fomos um dia, daquele dia em que ela disse: "eu não te falei?"
    Beijus,

    ResponderExcluir
  13. Ai, que a minha parece que aumenta a cada dia. Pode isso! Pode sim!. Eu sinto.. .e a minha é no plural também.
    Beijinhos Re

    ResponderExcluir
  14. Olá! Saudade ou ... saudades, cá os portugas têem tradição nisso, resolvemos chamar-lhe ... FADO, e olha, é realmente o "fado" de cada um de nós, ela vai e volta e a cada volta ...
    Bj, fica bem.

    ResponderExcluir
  15. Tenho minha mãe e desejo que por muitos anos ainda. Por vezes, penso como me irei sentir quando ela já não estiver (se eu não for antes)...E não consigo ter noção. Talvez seja bom, pois ao ler tuas postagens, parece que esse teu sentir também será meu...
    E, sabe, até parece que eu conheci sua mãe, tal a forma como escreve sobre ela...
    BJO, querida Rê

    ResponderExcluir
  16. Rê Amiga,
    Venho aqui matar saudadese e agradecer o comentário na "CASA DO MÉDICO". Também acho que é inédito o protocolo celebrado pela Ordem dos Médicos e a Câmara Municipal de Sines. Exemplo a seguir por esse mundo fora. Os médicos [e outras classes] merecem.
    Há qualquer problema nos meus seguidores. Não é actualizada a publicacação das postagens em alguns. Vou tentar corrigir.
    Deixo aqui o meu xião de agradecimento.
    Jorge

    ResponderExcluir
  17. Deixei um carinho aqui!
    http://lugarescoloridos.blogspot.com.br/2014/05/dia-das-maes-e-sinopse-semanal.html

    Lindo e feliz dia das mães! bjs,chica

    ResponderExcluir
  18. Oi Regina!!
    O carinho da Chica me trouxe até vc!!
    Bjs Carmen

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget