Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

HOJE É DIA




Desde ontem, estou pensando nisto: viver é uma questão de dias. 
Não de minutos, porque é pouco.
Não de instantes, difíceis de captar. Para saber do instante é preciso ser zen (isso eu ainda não sou).
Também não é questão de horas. Estas, às vezes, não fazem o menor sentido. Quando estou dormindo, por exemplo.
Mas um dia, um dia inteirinho, dá para mudar uma vida. Cismei com isso.  Então, hoje, minhas escolhas se processaram a partir de uma pergunta: "o que fazer para tornar este dia importante, como de fato é?" E não dei conta de desperdiçar meu tempo. É nisso que dá ser consciente. 
Talvez amanhã eu chute o balde – o que também é válido – mas, hoje, o que há, é este dia que não vai passar em vão!
Vou abrir um vinho chileno, fazer um belo arranjo floral, uma fritada de abobrinha (agora, finalmente, eu sei!) colocar o CD com suas músicas prediletas – de quando fez 80 anos - e celebrar à sua vida. Le Chaim!!! Feliz aniversário mãe! Saudades eternas...

11 comentários:

  1. De onde se encontra, celebrará com você.! Prepare-se para sentir um soprinho suave na fronte. É um beijo dela. Feliz Natal, mãezinha da Rê! Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo ,Regina ! Faça isso mesmo ,ela ficará feliz. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá, Regina!
    Minha avó que se foi no ano passado (aos 92), era paraceda com sua Mamãe: O cabelo, o colar, o sorriso cheio de personalidade!
    Com certeza ela está se gabando de ti por lá!

    Beijos saudosos

    ResponderExcluir
  4. Essa saudade é infinita.... só quem vive essa perda sabe. Receba meu abraço com muito carinho.

    ResponderExcluir
  5. Vamos comemorar a alegria sublime de ter tido e amado Regina.
    A minha foi até aos 95 em 2013 haja saudades.
    Um bom fim de semana com paz e luz em seus dias amiga.
    Carinhoso abraço e bjus de paz.

    ResponderExcluir
  6. Amadaaaaaaaaaaaaaaaaa qtas saudades de vc!!!

    Mesmo eu achando que a vida não faz muito sentido o que vale a pena são amores que colecionamos nesta passagem. Presente de Deus ter nascido nessa família, neste ventre abençoado! A saudade fica e muitas vezes ainda dói, mas a alegria de um convívio tão intenso faz toda diferença!

    E amanhã? Amanhã chute o balde mesmo!

    Bjos te adoro muitão!

    ResponderExcluir
  7. Linda homenagem amiga!! Muito lindo esse pensamento!! Estou contigo num grande abraço.

    ResponderExcluir
  8. Linda homenagem amiga!! Muito lindo esse pensamento!! Estou contigo num grande abraço.

    ResponderExcluir
  9. Estou em prantos, porque minha mae vai fazer 80 anos, mora longe e eu morro de saudades.... muitas.....
    voce é um amor de pessoa!
    Beijos querida amiga.

    ResponderExcluir
  10. Elas são eternas...
    Sinto falta da minha que já está bem de idade e mora em outra cidade, mas tento acompanhá-la daqui ao máximo e vamos seguindo assim...

    Grande abraço, seu blog continua muito legal!

    ResponderExcluir
  11. Penso que devia ser assim, celebrar a memória como se ela fosse presença... Oxalá eu consiga pôr em prática o que penso quando, um dia, já não tiver a minha.
    BJO

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget