Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

domingo, 15 de novembro de 2015

ALIMENTANDO A ALMA ou GRAMAS DE CONFORTO



Triste é comer salada quando o estômago e o coração pedem carne moída, com quiabo. O angu? Dispenso. Triste é comer pão integral, quando a alma precisa do alento de um prato de mingau, daqueles que só a mãe da gente sabia preparar, devorado em generosas colheradas. Não é todo dia, é de vez em quando, mas todo mundo merece um dia de descompromisso com a dieta, reeducação alimentar, nutrição correta, ou seja, lá o que se coloca como meta, modismo, politicamente correto.
Está difícil de engolir? Vai aí uma receita: coloque uma xícara de leite para ferver com uma colher de sopa de aveia em flocos. Acrescente mel a gosto e uma pitada de canela. Mexa até engrossar. Sirva numa tigelinha (bowl é muita frescura).  Sente-se num canto aconchegante, coloque uma música boa e curta o seu momento. Isso sim é bem viver! Proclamei meu dia.

10 comentários:

  1. Amada Minina:

    Kibon que você sinal de vida deu, folgo por estar bem e se não me engano,amando,huhuuuuuuuuuuuuu!
    Euzinho tô aqui a vida vivendo,com um câncer de prostata,embora nunca nunquinha tenha deixado de me cuidar,o proctologista sempre visitando!Ui!Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!mas fazer o que? não é verdade?Mas afora um precoce envelheciimento, e uma injeção a cada mês, até que dá para a vida celebrar!
    Huhuuuuuuu,Viva La Vida!

    ResponderExcluir
  2. Hoje, só por hoje é preciso uma tigela de mingau. Amanhã é outro dia e aí veremos.
    Beijão

    ResponderExcluir
  3. Dia de folga ao " regime" ... Acho muito bem ;-) e deve ser bom essa receita mesmo!!

    ResponderExcluir
  4. Dia de folga ao " regime" ... Acho muito bem ;-) e deve ser bom essa receita mesmo!!

    ResponderExcluir
  5. Vale a pena pecar só por um dia em cada mês! Vai fundo, Rê!
    Anotei sua receita!
    Bj!

    ResponderExcluir
  6. Um dia vou ser um passarinho, cada vez como menos e menos gula eu sinto! Apesar de ser carnívora, amo uma salada. Sabe, nunca tive boa mão para fazer um minguau inesquecivel.

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. E o meu também.....adoro aveia, viva o mingau!!!!

    <°((((< Bia

    ResponderExcluir
  8. Sempre achei que a vida é coisa demasiado preciosa para a deixarmos ao acaso. Ainda bem que sabe "adornar" a sua.
    Gostei do que vi e li, por aqui.

    Um bom final de domingo :)

    ResponderExcluir
  9. DE vez em quando, todos precisamos de doçuras...
    Bjo grande, querida Rê :)

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget