Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

VIVER É UMA FESTA!




Começar é difícil. Dar o primeiro passo exige coragem, determinação e vontade, mas permanecer no caminho é o desafio mais supremo. Para isso, é preciso algo a mais, é preciso ter fé no caminho escolhido. Foram um passo de cada vez, algumas vezes uns trotes, outras uma lesma se arrastando. Mas cheguei a dezembro 17 quilos emagrecidos. Feliz demais!
Digo que na minha casa há espaço de sobra para o novo entrar e que já posso sonhar. Aí, fico pensando: Com que sonha esta mulher? Resolvi responder para mim mesma e para o mundo.
Sonho com liberdade e todos que me conhecem sabem bem do que falo. É um sonho grande, que acalento todos os dias e noites. Eu, que sempre escolhi meus próprios caminhos, que me responsabilizei pelos meus passos, eu que sempre quis voar um pouco mais alto, não me contento com menos do que isso para todos os que amo. E cada um de vocês sabe que são amaaados meus! Então, que sejam livres, que todos sejam capazes de andar por aí e ir fazendo seu caminho, concretizando uma história mais
bonita.
Sonho em andar mais leve. Não quero carregar mágoas, lembranças tristes, remorsos... Isso pesa bem mais que quilos acumulados. Sonho com uma casa no campo. A moça da cidade agora quer roça. Cansei do asfalto e da correria. Quero quietude para um ótimo recomeço. É só. Por enquanto. Até o dia primeiro de janeiro a lista pode aumentar ou mudar um tanto. Fiz limpezas, joguei fora papéis, doei o que não estava usando mais e agora nas gavetas armários e prateleiras há espaços de sobra para o novo entrar. Então, sim, eu posso sonhar.  E daí? Eu posso. Eu sonho!
Movida pelo desejo de simplificar a vida, resolvi também que, novamente, neste final de ano, não vou fazer listas para guardar na gaveta.  Estas só servem para revelar minha incompetência todas as vezes que abro e vejo que não cumpri nem 10% dos itens. Não, este ano, vou cair no ridículo e dar uma de boba. Não vou relacionar o que quero, vou viver cada momento como uma conquista. Serei ridiculamente Poliana. Aquela capaz de ficar feliz até nos piores momentos. Porque, no final das contas, é assim mesmo que eu sou.
Tudo bem, confesso, existe uma lista mental e que começa assim: serei mais feliz! Com isso, todos os outros itens passam a integrar a lista do coração. Ah, como isso é deliciosamente ridículo, não acham? Um Natal abençoado, repleto de paz e Luz e um Ano Novo ridiculamente feliz para vocês!!!

11 comentários:

  1. Isso mesmo Regina, nada de listas, argh!
    Viver o dia a dia, realizando aos poucos, seja com muita força de vontade ou aos trancos e barrancos, como der. A recompensa é o que vale!

    Feliz Natal querida e muitas realizações neste ano novinho que teima em começar logo!

    beijinhos

    Bia <º(((<

    ResponderExcluir
  2. Rê, minha querida irmiga, vim retribuir o carinho.
    Também eu mudei muita coisa, inclusive de casa, e deitei fora ou dei tanta outra.
    Comecei uma nova etapa que, desde há 4 anos, lutava dentro de mim para nascer. Foram 4 anos sofridos, mas que valeram a pena. Tal qual a sua dieta ehehe.
    Vamos juntas entrar nesse Ano, novinho em folha, e Viver o presente. Amor nunca nos faltará,pois ele habita nos nossos corações. Liberdade também não, porque ela começa dentro de nós e vai criando nossos caminhos.
    Jinhos
    Te

    ResponderExcluir
  3. Re,

    Nunca fiz listas, já tem tempo que aprendi que muitas vezes não é viável nem mágico conseguir que certas coisas sejam cumpridas. Eu já simplifiquei minha vida e assim foi mais facil viver.

    Obrigada querida amiga, por sua sempre amavel atenção, especialmente ao dizer: fada_maaada, coisa mais fofa que somente vc sabe expressar. É como ouvir.

    Boas Festas.

    ResponderExcluir
  4. Pois é, Rê... a gente aumenta muito as chances de frustração gerando expectativas ou se impondo sonhos que sabemos grandiosos demais - pelo menos para o momento. A gente planeja e Deus vem e muda tudo. A gente se compromete mas se afasta do caminho por "n"razões, então, descobri um botão que diz SIGA O FLUXO e é o que tenho feito, com o coração mais leve e os ombros menos pesados (infelizmente o resto do corpo nem tanto...kkkkkkk)

    Uma vitória que acompanhei essa tua, coisa boa te saber feliz, que nosso brinde em 2016 seja de imensa alegria e gratidão, viu??

    Que sejam felizes os festejos todos, e que muita paz te envolva, todo amor te aconchegue e Deus unja teu SER e reserve as melhores surpresas e oportunidades para o ano que está chegando, irmiga!
    Bjãozão meu, com imenso amor e gratidão!!!!

    ResponderExcluir
  5. Ah, querida Rê, como te entendo bem!
    Há já um tempo que, aos poucos, conforme a disponibilidade, me liberto de tudo o que já não preciso...
    Parabéns pelos resultados do teu esforço. Continua caminhando, nessa liberdade que tanto amas.
    Tudo de bom, RÊ! :) :)

    ResponderExcluir
  6. Minha amada amiga!
    Obrigada por compartilhar comigo o ano de 2015, por me visitar e derramar por lá o seu carinho. Que 2016 a gente possa trocar muito mais ideias nesse delicio divã, a onde eu cresço a cada visita...

    Bora comer a leitoa e ser feliz perto de quem a gente ama...

    Feliz Natal!!!

    ResponderExcluir
  7. Já o fiz no Face mas nunca é demais desejar Boas Festas aos amigos!! Ser feliz dizes!! Buscas! Bom ... eu penso que estarás no caminho certo ;-) pelo que li e gostei muito, tens o principal que é a vontade e o crer. Não me surpreende então em breve a felicidade a calmaria te encontrar, Eu ainda não arrumei as minhas gavetas ... ainda tenho nelas assuntos do passado que tento resolver!! Quando libertar esse espaço, aí sim creio conseguir seguir os teus passos. Fica bem, próximo ano cá estarei !!

    ResponderExcluir
  8. Já não vinha aqui faz muito tempo, mas já vi que continua a escrever melhor que nunca!
    Um beijinho e bom ano!

    ResponderExcluir
  9. Olá Re,

    Passando para desejar um excelente 2016.

    Beijo carinhoso

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget