Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

QUEM ESPERA SEMPRE ALCANÇA?!

 
  "Ninguém irá conceder seus sonhos. É melhor você fazê-los acontecer!"

Liberdade? Que liberdade? Você está preso(a) às suas circunstâncias e compromissos. Você tem responsabilidades. Há pessoas e lugares que você ama e de que precisa. Há pessoas e lugares que o(a) amam e precisam de você (será???).Como você pode ter liberdade e manter o que lhe é essencial? O que vem a ser liberdade, afinal?  Amor e liberdade são a mesma coisa... Um não pode existir sem o outro! A sensação de ser parte de algo é um fator essencial na qualidade de qualquer relação. Se você achar que está no lugar errado, ainda que não saiba precisamente onde quer estar (não, não sei mesmo!),saiba que essa incerteza faz parte do movimento evolutivo atual da humanidade. Ah é?! Finalmente, vamos todos acabar num lugar que vai parecer correto para nós,desde que tenhamos a intenção firme de encontrá-lo.Mas, de boas intenções dizem que aquele lugar também está lotado! Então, vamos combinar? Não é só intenção. Isso poderá acontecer neste ano, se não se deixar guiar na direção errada pela impulsividade e o medo! Vou ali, então, em busca de um GPS...Enquanto isso me dê sua mão?!(RR)
Dias, semanas, bem difíceis mesmo. Então, conto com o carinho, a paciência amiga  e compreensão amorosa, de cada um de vocês, nesses tempos de ausência compulsória.

36 comentários:

  1. Amiga.
    se vc encontrar o GPS me indica pelo menos o rumo dele viu?!!!!
    Muitos bjs!
    Estou sempre com vc!

    ResponderExcluir
  2. Tudo que essa letra miudinha quer dizer, eu bem conheço...e a falta de chão, de direção, em momentos como esse, parecem não rimar bem com evolução...essa que asseguram que a gente sofre quando tanta mudança vem...pois combina, minha querida, tudo faz parte desta vida, das expervivências que nos fazem cruzar fronteiras que são muros de sentimentos e mares de sensações novas...

    Ainda que hj não te faça sentido, ontem eu disse pra Mi qie Gibran tinha razão: "A tristeza é um muro entre dois jardins"...o que eqüivale a pensar nos dias do retorno de nossas flores viçosas, nos apresentando a uma fase diferente...eles vão, Rê, e voltamos majestosas, certamente regadas pelo dilúvio salgado da dor da travessia...me dê a mão, vem...estou prestes a cruzar outra ventania também, quer fazer junto de mim esta travessia??

    Amo tu, não estás só!
    Bjãozão, amada minha!

    ResponderExcluir
  3. Rêzinha amada, pode ir à caça do seu GPS. Se precisar de uma equipe de busca, conte comigo. Caso contrário, estou aqui, esperando que encontre o que procura. Sei pelo que você está passando, porque estou na mesma sintonia, em um momento de transição - que sempre traz uma certa desestabilização. Não adianta muito, mas vou recomendar: calma! Difícil, né? Mas o tempo de Deus nem sempre é o mesmo nosso. Há que ter muita, muita, muita paciência. Temos consciência das mudanças ocorrendo no planeta, que se reproduzem em nós, por sermos sensitivas. Esperança, sempre. O que virá é melhor, tenha cereza. beijos, Angelinha

    ResponderExcluir
  4. Voa, gaivota. Tuas asas estão mais fortes, e a tempestade não te derrubará. E as penugenzinhas que soltares... serão como uma trilha de migalhas marcando teu voo. Eu as seguirei até te encontrar acima das nuvens negras, lá onde brilha o sol, lá onde o céu é azul. Voa.

    ResponderExcluir
  5. Minha mão estará sempre disponível para te guiar, se precisares...
    Minha compreensão também, mas só peço que não demores, pois tua falta será sentida!
    Abraços, Rê!

    ResponderExcluir
  6. Regina,
    ...tá tudo aí linda, o acaso acontece e se você quiser vai ter, não falha !!
    Querer profundamente te dá o engenho para chegar lá, só precisa não ficar desencantada com seu próprio querer
    Eu acredito e vou lá, corro atrás e tropeço, me levanto, pulo, me deito e vou vivendo intensamente cada momento dessa viajem...isso já é chegar um bocadinho...
    beijinho n.a.

    ResponderExcluir
  7. Na visão deturpada do símio peludo..

    O G.P.S. de nada adianta sem essas personalidades acima comentantes, que cada um deles é seu "software navegador", "Mapa Atualizado", "Aviso sonoro e visual de radares" e "Baterias para manter o PARÊIO ligado".. rss

    Conte cum nóis, muié quêu amo pra carái... rsss

    Deusssssssssssskiajude
    Beijo
    Tatto/Xipan

    ResponderExcluir
  8. Estás desculpada, amiga Regina ^_^

    Vamos ver se o GPS te ajuda, mas não creio!!! Desculpa a franqueza.

    Estamos sempre presos, dum jeito ou do outro.
    Sinceramente, penso que nascemos presos ao cordão umbilical e mesmo após o seu corte, ficamos sempre presos; 1º à mãe, depois aos pais, depois à família, depois ao companheiro, depois ao patrão, aos padrões, às porcarias todas deste mundo.
    Acho que é castigo :)))
    Mas não liga muito, que eu hoje também estou com neura!

    Beijão

    ResponderExcluir
  9. Querida, nesse instante não quero ter a pretensão de TRADUZIR-TE, não tenho essa capacidade, mas deixo a cargo do poeta Ferreira Gullar.
    Uma parte de mim
    é todo mundo:
    outra parte é ninguém:
    fundo sem fundo.

    uma parte de mim
    é multidão:
    outra parte estranheza
    e solidão.

    Uma parte de mim
    pesa, pondera:
    outra parte
    delira.

    Uma parte de mim
    é permanente:
    outra parte
    se sabe de repente.

    Uma parte de mim
    é só vertigem:
    outra parte,
    linguagem.

    Traduzir-se uma parte
    na outra parte
    - que é uma questão
    de vida ou morte -
    será arte?
    Um Abraço
    Wilma
    www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Coloca lá as minhas coordenadas.
    Tou cá prá você viu!!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  11. A gente se perde, mas lá na frente acaba se encontrando, lembra? E depois se perde de novo, e assim é essa ciranda maluca chamada vida.

    Beijos meio xoxos hoje, mas não menos amorosos.

    ResponderExcluir
  12. Bom dia Regina!
    Eu sei bem como é ficar sem o tal GPS, mas muitas vezes as palavras amigas nos ajudam a encontrar o caminho, além da força espiritual que cada um passa pra nós.
    Por isso também estou aqui, para de longe, mesmo sem conhecê-la pessoalmente, demonstrar e reforçar a você que somos todos iguais neste mundo e que precisamos muitas vezes, somente isso, o carinho e atenção de amigos.
    um abraço apertado, carioca

    ResponderExcluir
  13. Olá, Regina!
    Precisamos mesmo é de um GPS, pois às vezes nossa visão falha - e o coração é qe sente!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  14. Rê Amiga,
    A mim, bastam-me as coordenadas do ponto de partida e orientar o Azimute rumo a "O DIVÃ NOSSO DE CADA DIA" transmitir-lhe um pouco de amizade e carinho, ao mesmo tempo pedir desculpa pela minha falta de assiduidade em "O DIVÃ...", para me sentir melhor e um pouco mais livre.
    Um xião,
    J

    ResponderExcluir
  15. Ô!! Num fica siscundida não... Vem cá quêu quero te abraçá muié... hehehe

    Deusssssssssssssssskiajude
    Um CarnAvAcAgÁ nota 10 de comessão de frente... kkkk

    Beijo
    Tatto/Xipan

    ResponderExcluir
  16. Regina, será que o GPS vai adiantar nesse momento?!!!
    Amor e liberdade é isso mesmo, andam juntos.
    Aliás, o amor tem que andar junto de muitos.
    Estou aqui, deixando um forte abraço, viu?
    Xerossss

    ResponderExcluir
  17. Só acredito na liberdade com responsabilidade amiga, mas mudar é sempre bom...kkk

    Beijos e bom carnaval!!

    ResponderExcluir
  18. Olá; RÊ!

    Dum Aladino com esta cara, também não seria de esperar que ele desse alguma coisa de boa a alguém ...

    Quanto à vida, ela será sempre um compromisso; sempre dependente de alguém ou alguma coisa. A menos que se faça como aquele filósofo grego Diogenes , e se vá para eremita...

    Beijinhos, e bom Carnaval, se for caso disso.
    Vitor

    ResponderExcluir
  19. Huum...
    Demasiado confuso para uma cabeça cansada como a minha.
    Posso deitar-me no teu divã e pedir uma sessão de terapia, Rê?:)

    bji gde

    ResponderExcluir
  20. OLÁ QUERIDA! VIM DESEJAR UM CARNAVAL DE PAZ...FALAR QUE SENTI SAUDADES DE VC NO MEU CANTINHO...POIS O BLOGUEIRO VIVE DE VISITAS E COMENTÁRIOS,KKKKKKKKKKK
    PRECISO DEMAIS DE UM GPS,POIS AS COISAS ESTÃO ME LEVANDO PARA OUTRO CAMINHO!
    BJS MINHA LINDA!

    ResponderExcluir
  21. Regininha,
    Então vamos juntas nos guiar.. te pego pela mão e caminhemos juntas... Obrigada pelas palavras lindas que você me deixou pelo meu niver, valeu!!Gostaria tanto de te conhecer.
    Um grande beijo, bom carnaval
    mil beijos, sua linda
    Sheyla.

    ResponderExcluir
  22. Querida amiga

    Para mim,
    a certeza de encontrar
    alguém que estenda
    a mão,
    é também uma imensa
    dúvida...


    Que sempre existam
    sonhos a habitar teu coração.

    ResponderExcluir
  23. Querida Rê
    Dá-me a tua mão para eu apertar com muito carinho e dizer-te: estou contigo com GPS ou sem ele porque, o caminho para os corações, não precisa de mais nada a não ser, de amor e carinho.
    Volta com a primavera que está quase aí, florida, cheirosa e...tão prometedora!
    Mil beijos.
    Graça

    ResponderExcluir
  24. Amiga depois de ler o comentário da amiga (Graça) faço das palavras dela as minhas.
    Quanta sinceridade e amor !!!
    Uma feliz semana beijos no coração.
    Evanir..

    ResponderExcluir
  25. Acabei de ler os últimos posts...
    Sempre me fazem reflectir em algo...
    Seja o que for que te esteja a preocupar, para tudo há um tempo, pode é esse tempo demorar mais a passar...
    Bjoss :)

    ResponderExcluir
  26. Querida e amada Rê.

    Prestenção:
    GPS, é coisa que pode estar com software desactualizado e te convidar a entrar em contra mão. Não confia, tá?

    Já essa linda roda de amigos, de mãos dadas contigo, é seguro que não falha em circunstância alguma. Muito bom e nunca é demais.

    Óptimo Carnaval saúde e muita alegria.

    Beijo e kandandos a atravessar tanto mar... Inté

    ResponderExcluir
  27. Oi Regina,

    vi seu comentário no blog da Lu e vim conhecer você e seu espaço. Me desculpe se cheguei numa hora difícil. Gostei de você, das suas palavras e do seu blog. Gosto de autenticidade e vejo que isto você tem de sobra.
    Que dias melhores cheguem muito mais depressa que imaginas!

    Grande abraço

    Leila Rodrigues

    ResponderExcluir
  28. Somente as crianças são livres!
    Amadurecer é assumir responsabilidades, reza a cartilha.
    Nem tanto o céu, nem tanto a terra! Cuide um pouquinho das coisas, mas cuide um pouquinho também de você!
    Bom restinho de carnaval!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  29. Olá, RÊ!

    Faça do seu instinto GPS, junte-lhe as pessoas que gostam de si, e vai ver que encontrará o caminho; nós os amigos, ficamos por aqui à espera.

    Beijinho amigo; fique bem!
    Vitor

    ResponderExcluir
  30. Rê, não tenho tido muito tempo, de vários géneros e não tinha visto esta sua postagem. Mas, ainda hoje de manhã o seu nome queria falar na minha cabeça, Por isso vim agora aqui. Eu entendo mais do que supõe. Respira profundamente, várias vezes, minha irmã siamesa, chora todas as lágrimas velhas e novas. Confie que não está sozinha nesta "aventura que é a vida" Há degraus muito, muito difíceis de subir. Mas nenhum impossível de subir. Confia em ti. Confia em Deus. Faz as pazes contigo e com os outros, com o passado e com o presente. Faz um pouco de silêncio e deixa o teu coração falar. Não há magia. Não se vai resolver tudo com um estalar de dedos, mas, a pouco e pouco, tudo começará a fazer sentido. Eu estou aqui torcendo por si. Abreijão Tê

    ResponderExcluir

  31. Não sei pelo que está passando, mas saiba que eu torço muito por você, esses momentos em nossas vidas não são fáceis, mas infelizmente é através deles que como vc mesma diz vamos atrás de nosso GPS. Espero que vc fique bem e que esse momento passe. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  32. Se não chegar minha mão até aí, meu coração chega tá ....posso também esperar sua volta por cima claro!!!!

    Bjs

    Zu

    ResponderExcluir
  33. Querida Rê.
    Gostaria de deixar registrado meu apoio a você.
    Não se esqueça, "Deus não lhe dá uma carga que não consiga carregar".
    Tenha fé e confie no Pai.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  34. Regina, acabei de deixar recado no Xipan, perguntando por ti.


    Daí resolvi, passar pelos post dele até te achar,sr...
    Cadê tu que não aparece mais na minha lista?

    Teu blog não atualiza.Saco,heim?

    beijos,chica

    ResponderExcluir
  35. SABE QUE VOCE ME TIROU UM PESO DAS IDEIAS ??
    EU SEMPRE ACHO QUE ESTOU SEMPRE NO LUGAR QUE NAO QUERIA ESTAR ENTENDEU?
    SE ESTOU LA QUERO ESTAR AQUI SE ESTOU AQUI QUERO ESTAR LA ..OU ALI...SE ESTOU ALI NÃO QUERO ESTAR ALI NEM AQUI NEM LÁ ...DEUS DU CÉU ONDE É QUE EU QUERO ESTAR ?? AINDA NÃO DESCOBRI ..POR VEZES ACHO QUE NÃO EXISTE AINDA O LUGAR QUE EU DEVERIA ESTAR ..SEMPRE TENHO A SENSAÇÃO QUE A NAVE DE ONDE EU CAI AINDA ME ENCONTRE E EU FINALMENTE CHEGO NA MINHA CASA COMO O E.T.
    ENGRAÇADO COMO SOMOS INCOMPLETOS ...AQUI NESTE PLANO TALEZ SEJA POR QUE O REAL LUGAR NÃO SEJA AQUI..ACREDITO QUE ELE EXISTA E QUE LOGO O ENCONTRAREI
    BEIJOS RE

    OTILIA

    ResponderExcluir
  36. Regina,

    Se ficarmos esperando, nada alcançaremos. Eu, por exemplo, nunca ganhei nada facil.

    Concordo que amor e liberdade precisam um do outro.

    Deu para reparar, atraves de suas linhas, que as semanas estão sendo dificeis. Então, coloque no seu GPS o destino chamado "O Divã nosso de cada dia", ótimo lugar para levantar animo e astral. Nos meus momentos mais complexos, foram as palavras que me resgataram e me sacolejaram para voltar.

    Eu lhe dou a minha mão, porque muitos amigos virtuais me deram um dia. Somos todos um!

    BEIJINHOS e adorei os comentarios dos amigos.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget