Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

quarta-feira, 20 de julho de 2016

OS INCOMODADOS QUE SE RETIREM




Sempre fui uma pessoa alegre. A descoberta de uma fotografia- tirada pelo meu primeiro chefe- e a dedicatória nela contida, reafirma esse meu estado de ser. Nunca precisei lançar mão de álcool para me soltar e ficar “alegrinha”. Aliás, só aprendi a beber, socialmente, bem mais velha. Geralmente as pessoas, que convivem conosco, acham estranho você estar - às sete da manhã - de bom humor e alegre. Há que se ter um motivo! De graça não pode. A imaginação corre solta... Vai desde uma noitada de sexo selvagem, aumento de salário, promoção, até ter ganhado na loteria. Perguntas do que você anda tomando também acontecem. E eu respondo: “tóchico” na veia. Pois vou dizer: não mudarei meu jeito de ser. Falo alto, sorrio solto, enrubesço diante a maravilha do amanhecer e me escandalizo com a descoberta do nascimento de uma florzinha miúda no meu vasinho predileto. Fico alegre assim... Com o simples despertar para mais um dia. Claro que tenho chateações, instantes de raiva, indignação, revolta, problemas, como qualquer mortal. Mas há seis anos, depois de descobrir uma doença mamária e lutar pela minha saúde e vida, refiz e renovei meu contrato com ela. A partir daí revi meus valores e decidi que, sendo merecedora de estar nesse plano, não desperdiçaria a alegria de estar viva por nada nem ninguém! E assim tem sido e assim será. Alegria não contagia?! Pura balela. Já a tristeza é vírus de imensurável solidariedade. Alegria incomoda, incomoda, incomoda muita gente! É mesmo um “tóchico”.  Com tantos disponíveis decido por ela! O máximo que pode acontecer é ter que conviver com seus efeitos colaterais.
Então, se você se incomoda, é difícil, não é tranqüilo nem favorável em conviver com a alegria alheia, retire-se... Simples assim!

15 comentários:

  1. Quem viveu o que você e muitos viveram, o susto, o medo, a incógnita, a espera e a alegria de ter dado a volta por cima, sabe e deve celebrar todos os dias a alegria de viver. Amo pessoas alegres assim como você!
    Que Deus a mantenha sempre assim e retire de sua vida quem não curte isso!
    love, amiga <3
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Bethita, mas tinha que escrever algo assim...pq ultimamente há pessoas se incomodando por demais com esse meu jeito, desde sempre, de ser.
      Beijão

      Excluir
    2. Regina, é que as pessoas adoram ler as que estão em dificuldades, as que estão tristes e amarguradas, talvez para terem a falsa impressão de que suas vidas são maravilhosas. Coitadas! beijo

      Excluir
    3. Falou pouco Bethita e falou tudim!
      Beijuuss nesse coração lindo

      Excluir
  2. Muito bem amiga ;-)
    Realmente e nem sei também o porquê, a alegria parece incomodar os ... " não alegres " ;-)
    Azar !!! Como dizemos por cá!!
    Bjinho, fica bem e ... Continua sempre a ser a Rê contagiante até do outro lado do mundo ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah meu amaaado amigo de além mar...é isso mesmo: azar desse povo "amargurado" de ser né?! E isso já é decisão tomada faz tempo: não mudo mesmo!
      Beijão

      Excluir
  3. Estou contigo e não abro Regina!!!
    Viver assim é o meu lema, e olha que tem dado certo até agora, rs. Quem não gosta da alegria de viver geralmente fica bem longe daqui, e acho bom!
    Beijocas mil!!!

    <°(((< Bia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí Bia, que esse povo fique beeem longe da gente!
      Beijuuss

      Excluir
  4. Isso aí amiga, tô dentro!!
    ...Beijinho no ombro pro recalque passar longe
    Beijinho no ombro só pras invejosas de plantão
    Beijinho no ombro só quem fecha com o bonde
    Beijinho no ombro só quem tem disposição...
    E haja disposição pra estar contigo!!Até doentinha é incansável!!!!Adoro sua alegria, me contagia!Bjoooooss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maricota minha ídola triatleta, tamujunta! Obrigada por vir aqui ler meus devaneios rsrs Vc é já é uma amaaada!
      Beijão

      Excluir
  5. Minha Irmiga querida, pois é, a alegria incomoda quem vive para o voyeurismo da tristeza, quem sabe, talvez porque falar em coisas tristes os faz parecer interessantes ou os defende de olhar-se a si próprios de frente, procurando reais soluções para os seus problemas ou aceitando as coisas menos agradáveis que não podem ser alteradas.
    Estamos as duas cada vez mais perto de um novo aniversário, com ele daremos mais um passo em direção aos sessenta. Em breve, passaremos a ser chamadas de sexagenárias, mas, minha Irmiga, ambas sabemos que seremos Mulheres, de 60 anos, interessantes, alegres e cheias de riqueza interior e não sexagenárias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Terê...esse aniversário ainda tá loooonge rsrs. E quando chegar euzinha vou me tornar é uma SEXIgenária, pode apostar!
      Beijuusss para além mar

      Excluir
  6. Não me incomoda em nada seu jeito d ser, Regina! Aliás, adoro, pena que nos vemos pouco! Beijos! Marcia Roizenbruch

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô Márcia, que delícia ver vc por aqui, no nosso divã, e receber esse seu carinho. Apesar de não nos vermos com frequência tb te acompanho e admiro demais! Beijão

      Excluir
  7. Saudade de te ler! Mas tem sido tão pouco o tempo!
    Parei nesta postagem (voltarei para a s outras, claro) porque era imperativo dizer: como não ser assim, se a vida nos atraiçoa quando menos esperamos?
    BJUZZZ, querida! :)

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget