Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

quinta-feira, 22 de março de 2012

DI MAIOR


Eternamente minina da mãe
Antigamente, nem tanto tempo assim, maior_idade não era termo usado para minimizar os cabelos brancos. Fazer 18 anos era atingir a maioridade e com ela a conquista dos direitos e dos deveres. Dos deveres nem nos ocupávamos, pois eram tantos os tais direitos ansiados: podíamos aprender a dirigir e tirar carteira; ir para as boates sem precisar rezar para não ter que mostrar a carteira de identidade e ser barrada; tomar um coquetel de frutas com álcool, viajar desacompanhada dos pais/responsáveis ou de autorização, assistir a filmes ou peças para maiores de 18 sem ser com carteirinha falsificada ou surrupiada da irmã mais velha... Era maravilhoso passar a ter esses números. Sentíamo-nos gente GRANDE e cheia de importância. Atualmente tudo isso são histórias... Agora é simplesmente resumido em “18 anos: idade de se fazer, legalmente, tudo aquilo que você já fazia desde os 15”. A não ser para as mães, quando veem que seus filhos estão completando essa idade. Susto do tipo: mas já???!!! É com susto, recheado de saudades e confeitado de memórias que lhes conto: minha caçulinha, minha Preta, minha Daniela, minha Dani está estalando 18 hoje. Longe de casa, dos pais, irmão, família, amigos daqui, mas agarrada a concretização de um sonho. Sonho de uma jovem com o mundo descortinando-se a cada instante, recheado de vivências intensas. Meus desejos para ela? Que a partir desse shnat (ano de...) e para muito além dele, todas as reticências sejam preenchidas com decisões sábias, abençoadas com saúde, equilíbrio, alegrias e muiiito amor. Seja feliz filha, aos 18, 19, 20, 21... E isso é uma ordem de sua mãe que te ama. FELIZ ANIVERSÁRIO!!!
 

20 comentários:

  1. Nada como o Amor de Mãe.
    Parabéns às duas.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Rê, Parabéns por este dia, para si e para sua filhota. Embora longe,ela está junto de si, pois, para o Amor não há tempo,nem distância...
    Um Abraço daqueles....E. como vocês dizem por aí "temos que ir levando". Tê

    ResponderExcluir
  3. Quando falar com a Dani 'transmita' o meu beijo distaaaaaaaaaaaaante pela 'emancipação' e as conquistas.
    E babe, babe muito, que a cria merece. Beijinhos, Angelinha

    ResponderExcluir
  4. Muitas felicidades e saúde pra sua minininha!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Feliz Aniversário para esta moça bonita que, para a mãe, será sempre criança!
    Agora, pinguins cantando parabéns em ritmo de reggae, só você mesmo pra arranjar!
    Bjs, Rê!

    ResponderExcluir
  6. Tal mãe tal filha: duas louras classudas! rs

    Rê , lindeza, olha eu aqui a cantar o parabéns contigo pra essa gatinha que tem muito (ainda) que descobrir,experenciar, crescer como ser humano e ser FELIZ!

    É isso que desejo a ela, com muita saúde!
    bacios cara mia!
    :)

    ResponderExcluir
  7. Regina querida!
    Que sua filha seja abençoada neste dia e sempre para que seus caminhos fluam com facilidade e felicidade.
    Parabéns a você pela linda filha e parabéns a ela por esta data tão linda.
    beijinhos cariocas

    ResponderExcluir
  8. Olá, Regina!
    Parabéns para as duas!!!!!!!!!!!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  9. Tua ordem será atendida, e a Dani trará pra essa família todo orgulho que vai sentir por todas as conquistas dela que vai aplaudir, mãe_leoa apaixonada!!!

    É assim de estalo que eles crescem, antes a gente observava pela barra das roupas que ficavam curtas, hj, eles emparelham a gente em altura, pegam as chaves e se sentam no banco do condutor - dirigem mais cedo suas vidas, escolhem os caminhos, sonham mais livres - mas Deus nos livre ficar sem as inúmeras orações a protegê-los, e o que mais dóis é escassear as mimagens que aceitavam de bom grado de dentro de seu quadrado (o cercado que a gente os punha quando bebês e as cercas que erguíamos, crentes que os livrava de todo mal, amém!!

    Cresceu tua Dani, Rê_zinha querida, sinal de que tudo que estava ao teu alcance, ela teve de ti...agora ela anda com a firmeza das pernas que vc ensinou a ter...ela vai longe, mas nunca, nunca, pra longe de ti!!!

    Bjo bem grande, pelo natal da tua Preta!
    Amo tu!!

    ResponderExcluir
  10. Sábios, os antigos que observavam uma "pré-maioridade" aos 13 anos... Parabéns à jovem leoa Dani-Preta e à leoa-mãe Rê, e que fiquem perdidos, nalgum canto esquecido do picadeiro, o chicote, a cadeira e o cadeado da jaula. Alvíssaras!

    ResponderExcluir
  11. Aposto que ela não vai ser besta de desobedecer a uma ordem bacaninha dessas. Vai ser feliz sim, aos montes, nessa vida que só começa e já ganha o mundo. Que maravilha!

    Feliz amor, vocês duas.
    Feliz aniversário, preta da Rê!

    Beijooooo.

    ResponderExcluir
  12. Ei Rê!
    Parabéns para sua pequena grande notável!
    Gd beijo

    ResponderExcluir
  13. Parabéns "maninha"!
    18 anos e uma vida pela frente, uma vida de sonhos para cumprir...Tudo de bom para ela!

    (engraçado, meu sobrinho fez ontem anos e enviei-lhe exactamente o mesmo vídeo de parabéns!!:) coincidências? Há quem diga que elas não existem, "mamae" ;) beijooooo)

    ResponderExcluir
  14. Olá, RÊ!

    Está muito bem dada essa ordem; que ela vai de certeza cumprir para não desobedecer à mãe, apesar de já ter atingido a maioridade...

    E eu, com atraso, também lhe desejo um feliz aniversário; que saiba aproveitar a bonita idade que é ter dezoito aninhos.
    Filhos, aos olhos dos pais são sempre meninos; só eles vão ficando mais velhos...

    Beijinhos amigos; bom fim de semana.

    Vitor

    ResponderExcluir
  15. Que linda a sua bebe.
    E que experiência fantástica essa do Shnat.
    Mãe é só um aninho, passa rápido, fico só imaginando a bagagem que isso acrescentará a vida dessa linda menina.
    Deus a abençoe por poder proporcionar isso a ela.
    bjs.
    Wilma
    www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Muitos parabéns ... às duas!!
    Sejam sempre tão unidas e felizes.
    Grande beijinhos para voçês.
    Fiquem bem.

    ResponderExcluir
  17. Regina, mãe só tem uma e quando é assim linda e doce só tem a crescer.
    Tudo de bom para sua filha.
    Xeros

    ResponderExcluir
  18. Parabéns a sua filha linda! Linda como a mãe! Que Deus as abençoe muito! Bjssssssss

    ResponderExcluir
  19. Estou sorrindo de orelha a orelha.... no seu breve relato do que era ter 18 anos no meu tempo... suspiros... e hoje tudo e diferente. Só que eu acho que todas as gerações sempre apresentarão ao mundo novidades que as diferem.

    Parabens à mãe e filha.

    A minha tem 11 anos e já cheia de idéias... o tempo voa mesmo

    BEIJOS

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget