Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

“LINFONODIPOSO”


E não é?!

A turma que tem que fazer controle semestral pós-batalha/guerra vencida (de qualquer tipo de ca) sabe que somos tomados por certa ansiedade. Fazer os exames, aguardar os resultados e tomar as providências cabíveis, não é fácil. E isso é, para todo o sempre, enquanto formos inscritos no Livro dessa Vida!
Se fazer hambúrguer de nossas mamas (mamografia) poderia, antes, ter até um certo sabor de politicamente cumpridora dos deveres femininos, hoje é obrigação sem direito a outra escolha no cardápio do dia. Aguardar numa sala de espera lotada – pois os médicos se acham no direito de atrasar o quanto querem – numa tarde, que o inferno baixou por aqui, de tanto calor, é prova de resistência.
Passei por ela sem muito louvor e já numa outra sala, essa gelada, estava eu com os peitos à mostra aguardando o doutor da ultrassonografia. Com os braços abaixo da cabeça, imaginei estar numa praia fazendo um top-less básico. Passam cinco, dez, quinze minutos e nada do doutor entrar. Fui ficando com frio e minha praia, mar azul, se desfez em irritação. Quando, finalmente, dá o ar de sua presença, mal tínhamos iniciado o exame e ele acabara de localizar linfonodos* na mama direita (que não foi a operada), a máquina pifa (só comigo). Oi??? Como assim??? Calma, diz ele, continuaremos o exame em outra sala. Ah tá, mas e essa informação?! Recomeço as etapas da nudez – parcial - já rezando para não ser castigada! Você engordou? Pergunta-me ele. Mentir nessas horas? Sim, muito. Talvez uns 15 a 20 quilos... Não ouso subir numa balança faz tempo! Ele ri e continua: esses linfonodos são de gordura. Observe: quando apertados (oi?) eles se contraem e depois voltam ao tamanho original que cresceu, junto com seus quilos, desde seu último exame. Não precisa se preocupar... está tudo bem. A não ser com seu sobrepeso, não é mesmo?! Oi???!!! É doutor, ando preocupada faz tempo e reunindo ânimo perdido para encarar os exercícios físicos e uma reeducação alimentar. Claro que os resultados normais - tanto na mamografia quanto na ultrassonografia – me deixaram tranquila até fevereiro de 2013. Mas, descobrir que minha exuberância de ser está também instalada nas mamas não foi fácil. Linfonodos adiposos! Acho que agora posso me apoderar da expressão Mulher de Peito. E haja peitos, ânimo e disciplina, para enfrentar essa outra luta. Que Nossa Senhora do Corpão Perdido me ajude!
*Linfonodos: “Os linfonodos ou gânglios linfáticos são pequenos órgãos perfurados por canais que existem em diversos pontos da rede linfática, uma rede de ductos que faz parte do sistema linfático. Atuam na defesa do organismo humano e produzem anticorpos”

20 comentários:

  1. Querida Rê!
    Só você Pra escrever um tema sério com tanto bom humor.
    Eu vou te contar, tem horas que dá vontade de esganar um médico, pois todos hoje em dia, demoram horrores para nos atender, até quando de consulta marcada. Isso sempre me faz lembrar um filme do William Hurt, medico também, mas quando ficou doente é que percebeu o tratamento que ele oferecia a seus pacientes, sempre achando que o outro não sentia nada ao esperar tanto em salas de espera ou de exames, quase sempre assim, frias, sem humanidade.
    As pessoas só sabem quando estão vivenciado o mesmo problema ou quando é com alguém bem próximo.
    Essa coisa da espera absurda, tem sido praxe em quase todo território nacional, como se mais ninguém trabalhasse ou tivesse assuntos a resolver no dia.
    Que maravilha seu exame ter sido excelente!
    A gordurinha em breve vai derreter, principalmente sem a ansiedade ou stress gerados pela espera.
    Tô feliz por você nesta luta ganhada.
    Bis cariocas




    ResponderExcluir
  2. Então, Regina!
    Tantos jovens querendo fazer medicina, e o governo não libera mais vagas.
    A população necessita de médicos em demasia: seja no serviço público ou privado.
    Fico muito feliz pelos bons resultados...
    Um abraço,
    Cri.

    ResponderExcluir
  3. Nossa... eu não sabia que sobrepeso causava isso também.
    Ainda bem que é apenas isso, pois isso se resolve. Resolve né?
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Re, toda vez que faço mamografia me lembro dos inúmeros textos que descrevem esse exame, tipo ter os seio esmagados pela porta do freezer e etc. Seu texto me lembrou o que passei o mês passado, boas notícias quando a saúde e não tão boas quanto a peso e fazer exercícios, oh horror! Agora bora malhar,comer menos sal e etc. Esses médicos se formaram na mesma cartilha?
    Agora você me assustou com o título
    "linfonodiposo"? Que que é isso, pensei eu!
    bjs e bom fm de semana
    Jussara

    ResponderExcluir
  5. Com toda certeza a vida não simplesmente acontece,,,temos que fazer acontecer....beijos amiga querida,,,bom final de semana com flores....

    ResponderExcluir
  6. Antes os meus problemas fossem apenas linfonodos acima do peso... kkkkkkkk. O bom é que o seu resultado tem esse suspiro de alívio no final do papel. É o que eu espero a cada seis meses, mesmo com um baita medão. O tempo acelerando e pedindo pressa e eu me recusando e indo na valsa, como quer Lenine... Beijão, Angelinha.

    ResponderExcluir
  7. Sabe as vezes só rindo para não chorar, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  8. Que bom que esta tudo bem com vc minha amiga tão querida.
    Sobrepeso? Eu nasci assim, eu cresci assim e tá indo tudo muito bem!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Hahaha... lembrei de uma amiga que encontrou o rapaz responsável por apertar os peitos dela numa máquina de mamografia e constrangeu-se toda supondo que o rapaz, cansando de ver peito todo dia, lembraria logo dos dela.

    Adoro quando você conta essas passagens deliciosamente malucas.

    Se a exuberância de ser ficasse só nos peitos, não tava ruim, né? Silicone natural, sem pormenores cirúrgicos.

    Beijo, peituda.

    ResponderExcluir
  10. Olha, Regina, uma amiga da minha mãe também enfrentou esse mesmo problema de quebrar a máquina na hora do exame. Só que ela teve que voltar no dia seguinte mesmo. Ainda bem que está tudo ok com você, e sobrepeso se perde ou não, pois ninguém é obrigado caso não esteja afetando a saúde. Beijos e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  11. Olá minha querida amiga ! Felizmente que foi só um susto ! :)) Uns kilitos a mais não é que são o problema ! Isso resolve-se com uma dietinha e exercício !
    Para mim este ano, foi para esquecer ! Em 12 Março, uma substituição da mitral por prótese, muito complicado no pós operatório imediato, ligado à máquina ! Em 6 de Junho uma prostectomia parcial, suprapúbica que sangrou (hematúria vivinha da Silva), durante 3 meses, talvez pela hipocoagulação !
    Só há uns 15 dias normalizou, mas já aguardo por 31 de Outubro para retirar uma catarata e esperar pela marcação da data da outra !
    Faltou muito ânimo e fui-me "distraindo" com o meu blog apenas ! :((
    Por isso minha querida, tenho faltado às minhas obrigações de visitar os amigos ! :)))

    Beijoquinha, Rê !
    .

    ResponderExcluir
  12. Putz, esses exames são chatos, mas necessários. A cada vez, me sinto uma vaca em exposição! Detesto. Há também os outros, com pose de galinhas no espeto,sr.. Detesto também. Enfim, detesto mais ainda quando somos medidas pelas gordurinhas a mais. E o meu médico,(já ex) a cada consulta está mai faniquento, um horror. Parece um palito.Por isso, qq coisinha a mais é um escândalo. Mandei longe ele e suas recomendações. Procurei um médico novo, que nada sabia de mim, não contei da missa a metade e me dei bem! Foi a melhor coisa. Ele descobriu apenas as coisas do tempo que me viu pra cá e já são muitas! beijos,tudo de bom! chica

    ResponderExcluir
  13. Benditas gordurinhas!
    Melhor que sejam só elas!
    Parabéns, Rê!

    ResponderExcluir
  14. Rê, você não tem jeito mesmo hein, to aqui rindo...rs seu humor e sua escrita são de uma inteligência e criatividade. Graças à Deus que é só gordura amiga, isso com esforço..rs sei que não é fácil, se dá conta e vou torcer para que vc consiga. Quanto a esses exames é fod.... mesmo. E aqueles que a gente fica com um avental bunda de fora kkkk meu Deus é muito constrangedor, mas tem que fazer então tamo dentro né? Força aí, ânimo e vamos em frente!!! Fica com Deus e ótimo fim de semana!!!! Bjsssss

    ResponderExcluir
  15. Pelo menos as gordurinhas não estão se acumulando nos pneus... silicone natural não é pra qualquer uma.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Ainda bem que desse problema eu não sofro...rs
    Gordurinha extra eu frito e como.
    E peito eu não tenho mesmo.
    Beijos
    Bom final de semana.
    Wilma
    www.cancerdemamamulherdepito@blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Darling quérida, só mesmo um disfuso total as 3 da matina completamente acesa, me faz feliz por poder ler e reler você. No último mes foi uma correria só. Agora, de volta pra Índia, apesar de muito trabalho a vida será bem mais calma. Amei seu texto cheio de humor, coragem e boas noticias...bjos bjos e vamos voltar a nos falar por imeio. Sinto saudades

    ResponderExcluir
  18. Que sorte a tua, querida!
    Eu ganho peso mas é bem visível...e não só nas mamas!
    Ainda bem que não passou de um susto, minha querida.
    mil beijinhos na tua alma.:)

    ResponderExcluir
  19. Teu blog é lindo! Parabéns!

    Vem conhecer o meu:
    leiakarine.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Sempre fico com um sorriso bailando entre lábios ao ler teus textos. Bem escritos e com o humor que lhe é característico...

    Pronto, passou o susto (e a irritação pela espera que desespera...)

    Bjoss, querida Rê :)

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget