Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

MACACOS ME MORDERAM



São Sebastião das Águas Claras, mais conhecido por Macacos, é um lugarejo bem pertinho de Beagá. Foi lá, no sítio de mamita Raquel, que passei esses dias de carnaval. Família reunida, nenhuma obrigação, a não ser desfrutar dos momentos. Ainda me impressiono com a capacidade de nossa mente se desligar dos pensamentos chatos e recorrentes do dia-a-dia. Antidepressor assim é baum dimais da conta, sÔ! Pela manhã, caminhadas pelas trilhas, na ilusão de minimizar o aporte calórico que viria ao longo do dia. Muitas delícias (mesa grande e farta) regadas ao gosto de cada hóspede: cerveja gelada, vinho, espumante, caipi, refri, sucos e água. Um dó que a máquina de retrato ainda está com o filhote (recém-chegado da Bélgica... êêêba) e não pude assim registrar: cada orquídea florida no mato, as joaninhas - que da cidade desapareceram e lá estava em profusão - trazendo com elas lembranças doces do jardim da casa de mamãe, o descanso do sol, à tardinha, pintando o céu de cores lindas, o trisquinho que sobrou de lua da terça-feira à noite (foi eclipse?), as risadas soltas por conta de qualquer bobagem... A besteira de se estar vivo e aconchegado.  E na janela de uma casa bem simples, a cortina bordada em ponto atrás, ensinamento em forma de verso:
“Os pássaros perdem as penas,                                
Os peixes as escamas,
Eu perco meu tempo,
Gostando de quem não me ama.”
Gostava de saber fazer aquelas lindezas (né Dê, Mi, Beth, Graça e cia ltda?) artísticas imortalizando esse bordado aqui. Mas, ainda, não aprendi. Então, fica desse jeitim... alinhavado nesse coração aprendiz. 
(Imagens: google)

24 comentários:

  1. Rêzininha da Grória...

    "Que sejê intaUm a minha a primeira mordida...
    Que num machuca e nem fais firida...
    Mas deixa a marca de uma amizade muito querida...."

    DeussssssssssssssKiajude
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Ô delícia sô!
    Deu pra sentir direitinho o sabor desse aconchego que aqui descrevestes, eu bem sei o que é isso.
    Acabo que estou gostando do feriadão de carnaval, assim ele nos propicia dias e mais dias de desfrutes com família e amigos queridos.
    Desse jeito você ter voltado novinha em folha, né amiga?
    E que bom o filhote de volta, quanta novidade boa heim!
    um super abraço, carioca


    ResponderExcluir
  3. Olá RÊ!

    Amizade a rodos, mesa posta a gosto, mais arzinho bom do campo: bem se lhe poderia chamar de bocadinho do paraíso na terra...De Carnaval assim, também eu gostava...

    Beijinhos amigos, e boa semana.
    Vitor

    ResponderExcluir
  4. Olá Regina,
    Isso é um pedaço do paraíso.
    Belos momentos deve ter sido.

    Depois de um tempinho ausente do blog estou de volta.
    Deixo um grande abraço!
    Ótima semana!

    Refletindo com a Smareis---Clique Aqui----

    ResponderExcluir
  5. Que delícia de mordida essa. Lugar maravilhoso esse e só por ter joaninhas, já me atrai! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  6. OI REGINA!
    PASSEIO DOS SONHOS MESMO. PRINCIPALMENTE PARA QUEM O CARNAVAL É SÓ UM BOM FERIADO PARA SE FUGIR DA LOUCURA DAS GRANDES CIDADES.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI

    ResponderExcluir
  7. O pássaro troca as penas
    O peixe troca as escamas
    De amor eu troco apenas
    Se disseres que não me amas.


    Beijos, menina linda!

    ResponderExcluir
  8. Regina, ainda não conheço Macacos, acredita?! rs Não sou muito de passeios, ou até sou, mas marido é pacato que só e fica entre BH e o sítio, próximo a Betim. Também um pequeno paraíso, que curto pouco, por preguiça de só ir pra lá. rs
    Devem ter sido dias perfeitos por lá, você e sua família.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  9. Que bom, sô! Fugiu da bobagem dos dias comuns e relaxou. Precisamos de mais carnavais, pra fugir da folia e curtir só a vida!
    Beijinhos, Angelinha

    ResponderExcluir
  10. Re... eu me senti lá tambem!
    Voce narrou de maneira tão natural e clara que visualizei cada detalhe que descreveu.

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Rê, Que "inveja" desde aqui de Portugal. Estou precisando assim duns 3 dias bem passados, sem ter o que fazer e ficar apenas na calma do olhar que repousa nas belezas todas do mundo.
    Que bom vc teve. Quase me sinto aí.

    Jinhos

    ResponderExcluir
  12. Que lindo passeio Rê!
    E eu que estava preocupado ...
    Pudera partilhar também desses momentos.
    Fica bem.

    ResponderExcluir
  13. Rê, Energizante Amiga,
    Maravilhosos momentos deveriam ter sido esses que reabilitam a alma, o coração e... o estômago [com um maná desses à mesa], acrescido ainda do aconchego familiar...
    Foi bom ter partilhado Macacos connosco.
    Obrigado pela sua presença no Azimute.
    O meu xião,
    Jorge

    ResponderExcluir
  14. Minha querida

    Que lugar maravilhoso que descreve que até dá vontade de conhecer.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  15. Que delícia! Depois dos dias de descanso voltastes afiada!
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  16. Mi sou euzinha?

    "Máquina de retrato" foi ótimo!

    "A besteira de se estar vivo e aconchegado"... O que há melhor que isso? Todas as vezes que você conta dessas suas fugas,eu viajo também, como,bebo e sorrio tudo isso. Fico feliz à beça quando tu estás contentezinha.

    Beijo, galêga.

    ResponderExcluir
  17. Parece ter sido maravilhoso, e com certeza faz um bem esses lugares, ar puro, natureza.
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Hehehe gostei mais dos versinhos do R. R. Barcellos! Gosto de finais felizes!!
    Pelo menos para isso está servindo o feriado do carnaval - por ter mais dias, podemos viajar para mais longe e na maioria das vezes, para o aconchego da família!!
    Um post já cheio de saudades! :)
    Beijus,

    ResponderExcluir
  19. E na janela de uma casa bem simples, a cortina bordada em ponto atrás..... e aí notamos o quanto queremos o que é simples....o quanto essa simplicidade nos relaxa, nos deixa ser quem somos.

    hummmm........... (suspiro)

    beijinhos amadinha

    ResponderExcluir
  20. Essa leoa acha cada refúgio bonito...
    Mas,como é que o macaco teve coragem de se aproximar para morder, sem virar lanche de felina?
    Só se foi o Xipan!
    Bjs, Rê!

    ResponderExcluir
  21. Que gostoso, hein Regina? Não conhecia, confesso. Mas fiquei com inveja. Bjsssss

    ResponderExcluir
  22. Olá, RÊ!

    Só para desejar um bom fim de semana, já que não há nada de novo.

    Beijinhos amigos.
    Vitor

    ResponderExcluir
  23. Adorei este lugar pela sua bela descrição em pura poesia...

    Bjo, querida RÊ :)

    ResponderExcluir
  24. Esse lugar é o paraíso. Eu moro perto de lá e eu muitas vezes porque eu usá-lo como uma estação de trabalho como o meu trabalho é a adestramento de cães. Eu levei os cães lá e eles realizaram o treinamento porque há muito espaço para correr.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget