Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

quinta-feira, 27 de junho de 2013

CASA BRANCA

Olhe bem as montanhas!
E a gente aprecia sem moderação!

Não é preciso ser mineiro para saber da beleza de nossas montanhas. É bem verdade que já não são mais as mesmas. As mineradoras deram cabo de muitas as transformando em lucro líquido e certo. Na década de oitenta veiculava um adesivo que dizia: Olhe bem as montanhas! Eu olhava e não entendia o teor da mensagem. Hoje compreendo com um saudosismo entristecido. Mas ainda há locais que elas persistem a despeito da ganância humana. Casa Branca, na região de Brumadinho, é um desses cantinhos de resistência. Foi para lá, na casa da amiga Maria Clara, que verdejamos nesse final de semana para comemorarmos o aniversário da amada Júnia. Estava acontecendo o Festival Arte & Gastrô de Brumadinho, mas fizemos o nosso, particular, nessa casa energeticamente colorida e Clara!
Vinho, cerveja, espumante. Tortinha de frango, lombo mineiro, frango com quiabo, angu, broa caseira e cafezim coado na hora. Tudo deliciosamente preparado por Marli, a fiel escudeira de Clara. A alegria da partilha, generosidade na arte de receber, risadas e até mesmo a seriedade nas discussões do assunto do(s) dia(s) deram o ritmo desses dias. As montanhas estavam lá para serem admiradas, seja na luz do sol ou iluminadas por uma lua deslumbrante! As fotos não capturam o sentido, mas eternizam o vivido. Pode ser clichê, mas é beeem verdade!
Gamei nessa porta.
E esse "poste"? Lindo!
Passeando pelo condomínio me encantei com essa mineiridade. E o muro de suculentas?!
Clara e eu brindando a vida nossa de cada dia!
Que lua é essa? Clara, a fotógrafa, disse que é a lua da Jú...presente pra aniversariante.
Irmigas! À direita Ju...alegria de celebrar mais um natal!
Carece de legenda? Hora da bóia!
Olha ela aí!
Hora de soprar a vela e ascender a mais um ano de VIDA!

18 comentários:

  1. Lindas fotos e lugar e só mesmo brindando ! Tem que brindar!" beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Ohhh querida Re, você é uma sortuda!
    Que casa mais linda e que amiga bacana, convidando tantos para compartilhar este momento sagrado!
    Eu adoro estas mineirices, pois embora more perto de mar, prefiro os azuis e a calma das montanhas, sempre!
    grande beijo carioca


    ResponderExcluir
  3. Vc tá sempre em contato com a beleza da natureza, nos convida e presenteia com minúcias e fotos que nos colocam ali, quase sentindo o cheiro, a brisa, o calor do sol...

    Lindo o lugar, o celebrar a vida, a amizade, Deus presente em cada detalhe...

    Bjãozão, queridona!

    ResponderExcluir
  4. A partir de hoje também vou te chamar de Re, pois me sinto íntima dessa pessoa linda que és.
    Menina, que delícia de lugar, de passeio, de comemoração, de vista.
    Um aconchego só!
    A lua, coisa linda. Isso é que é presente.
    Xeros

    ResponderExcluir
  5. Que maravilha um paraíso, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  6. Esse lugar deve ser espetacular! Lindo mesmo! E a luminária é muito bonita, assim como a mostrada na primeira foto. E as comidinhas? Hummm. bjssss

    ResponderExcluir
  7. Mais uma linda reportagem fotográfica!
    Minas tem lugares muito bonitos, que lembram ate a serra gaúcha.
    A casa é uma obra de arte, e a comida mineira...nem é bom falar!
    Parabéns para a aniversariante e para você, que nos trouxe estas imagens!
    Bjs, Rê!

    ResponderExcluir
  8. Olá, RÊ!

    Este meu joelho cá vai melhorando, devagarinho, e também a disposição para aqui voltar e matar a saudade dos amigos.O meu obrigado pelas palavras amigas, que só agora agradeço - e que espero ainda a tempo…

    Nem é casa, nem é branca, mas é um lindo lugar.E com toda essa amizade por companhia, mais tanta comidinha boa, só poderia dar num dia bem passado.

    Bom resto de fim de semana.
    Beijinhos amigos
    Vitor

    ResponderExcluir
  9. Re, acho linda as montanhas de Minas, sempre tão misteriosas, o que tem do lado de lá? Muito bom ficar com as amigas, esses são os momentos para que vale viver.
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  10. Que lugar encantador e acolhedor.
    As fotografias são lindas.
    É bom compartilhar momentos tão bons ao lado de quem gostamos.

    Beijos

    Bom domingo.

    ResponderExcluir
  11. Ainnn... Você e sua mania torturadora alimentícia de ser. Ainda te dou uns cascudos, depois um bocado de abraços.

    Tudo lindo... Montanhas, comidas e principalmente as pessoas, porque sem elas isso seria quase nada.

    Os clichês tem dessas coisas, dizem verdades que só!

    Beijo, Rê_zininha...

    ResponderExcluir
  12. DESCOBRI SEU BLOG POR ACASO E AMEI,RÍ DE ALGUMAS POSTAGENS...VOCE DEVE SER UMA PESSOA HILÁRIA...ADICIONEI SEU BLOG NA MINHA LISTA DE FAVORITOS,VOLTAREI...
    UM BOM FIM DE DOMINGO E ÓTIMA SEMANA.

    ResponderExcluir
  13. Lindas fotos ... linda gente!!!
    Vontade grande de estar também por aí nesses sitíos lindos de viverrrrrr.
    Bj, fica bem.

    ResponderExcluir
  14. Amiga amada, eu amo olhar essas montanhas.
    As de Minas Gerais são pura luz.
    Também amo morar aqui no Rio pois moro cercada de montanhas. Digo que são minhas escudeiras, meu forte apache, coisa assim.
    E que belo o rol de amigos que vc tem, são pessoas que passam esse astral de sempre amor e festa n'alma.
    Porque em cada detalhe da nossa casa está um pouco de quem somos.
    E, hoje, amiga, especialmente hoje vc me fez muito feliz indo lá no meu Cantinho.
    Tava precisando de tu, muito, desse sorriso.
    Não porque, como nos versos da Florbela Espanca eu estivesse triste.
    Mas por ter dado adeus a gente que eu gostava para me preservar pois eu mereço mais do que conviver com coisas loucas.
    Sai do FB , depois de muito me aborrecer. Lá há muito comércio e pouco sizo.
    Mas sempre é triste se despedir do que gnet gosta, Conversar com amigos tão queridos.
    Mas... aqui fora tem a VIDA _ que è Bela e nos chama!!!!!!!
    Obrigada pela visita. Ai Regina, amadinha, como vc me fez bem, querida!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Regina!
    A vida é boa, vai dizer!
    Meu coração está dividido entre o mar e a montanha. Fato! Quando estou cá, quero estar lá. Quando estou lá, quero estar cá. Ver essa belezura de montanha e essa comilança toda, dá vontade de arrear a égua (rs*)
    Aproveita por mim!!
    Parabéns a aniversariante!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  16. Uma postagem para encher de saudades o mineirinho ausente das Gerais.Quando descreve esta gastronomia fico aqui com a boca cheia de água.
    Ainda há lugar magico como este largado numa montanha e isto é muito bom.
    Nosso mar de montanhas não pode mais ser tão devastado amiga.
    Belo passeio.
    Meu carinhoso abraço mineiro de flor e paz.
    Bjo

    ResponderExcluir
  17. Confesso, fico com uma pequena "inveja". Tudo tão encantador!
    Também vivo rodeada de montanhas e alguns rios belíssimos. O da minha cidade está transformado pela mão do homem (um lago e embelezando as margens; pode pesquisar na net, Mirandela, Trás-os-Montes, Portugal).

    Bjuzz

    ResponderExcluir
  18. RE, cade você????????????????

    Manda noticias!

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget