Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

POLÍTICA DE TITÃS

Sem palavras... Nem mesmo se tivesse cem palavras para escrever, não seriam suficientes. Para alguns pode parecer alienação, para outros falta de patriotismo. Para mim um alívio - mesmo que momentâneo - por não estar nessa semana obrigada a ir às urnas, onde os rumos do meu BRASIL se decidem...

domingo, 24 de outubro de 2010

DIA FASHION NO DIVÃ

João Carlos, amigo amado, sabedor de como sou vaidosa, me enviou essas camisetas para escolher. São tantas que estou com dúvidas... Se agradar, pode escolher a sua. Fique à vontade!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

SAI PELO MUNDO

No dia 20/09 enquanto recebia a notícia do 1º resultado anatomopatológico (inconclusivo) viajei daquela sala e decidi: independentemente da segunda opinião não faria nada, absolutamente nada, até realizar aquele sonho acalentado e adiado que queria ter feito no dia 19/08! Não sabia se queria companhia e/ou companheiro que não fosse, a princípio, somente eu. Não havia destino nem roteiro. Nada programado... Tal e qual o aparecimento do ET. A única certeza – dentro daquela sala – foi a presença da minha mãe dizendo: vai celebrar a vida filha, vai ser feliz!
"Qualquer idade pode ser encantadora, desde que você a viva" (Brigitte Bardot).
Enquanto dirigia para buscar o meu “material” - pedaços de mim - e transportá-lo para a outra equipe de patologistas, me veio uma postagem da minha amigamada Dê, que com tamanha simplicidade me afetou profundamente: “Fui ali ser feliz e já volto”! Tanto que àquela época escrevi a respeito.
Decisão tomada e irrevogável (lembram-se que disse que iria partilhar com vocês?)começou uma faxina, pois nas malas não levaria nenhum tipo de peso. Já vinha pagando “excesso” há algum tempo. Somente eu - é óbvio - a responsável por tais pagamentos. Nessa bagagem só haveria espaço para minha essência... Do tamanho e peso que é hoje. Nem mais nem menos!
O tempo gritava contra e o coração a favor. Respirei fundo, muitas e muitas vezes, para ter a tal cor/agem= agir com o coração.
Nesse momento em que lêem estou longe. Desconectada da internet, celular, obrigações domésticas, responsabilidades profissionais, familiares e conectada somente comigo. Para muito além de ir ali e ser feliz, estou concretizando sonhos ("porque sonhos não envelhecem...") e vivendo a VIDA que vale a pena ser vivida!!!
"Daquelas terras, daquela argila, daquele silêncio, sai para andar e a cantar pelo mundo"  (Pablo Neruda)
Retorno em novembro e espero trazer na bagagem de volta muitas novidades e minha essência de ser. Até a volta e não se esqueçam: Amo vocês de viverrrr! (RR)

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

DEFINIÇÕES

O que sentes
revela o rumo para onde te diriges.

O que pensas te aponta
o lugar
em que te encontras.

O que falas
indica o que sabes.

O que fazes
mostra quem és.

(Psicografia de F.C.Xavier do livro Caminhos, CEU)

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

BATE-PAPO ou INSPEÇÃO

Os grandes feitos não são realizados por impulso, mas por uma série de pequenos feitos unidos.” (Vincent Van Gogh)
 Eu estava realmente envolvida e absorvida na faxina. Repentinamente, sem tocar a campainha, veio inspecioná-la. Inspeção é temida. Será que cada cantinho está limpo o suficiente? Nenhuma sujeira colocada debaixo do tapete por ser mais rápido e menos incômodo?
- Você poderá estar querendo saber qual deveria ser seu próximo passo...
- No mês passado você não apareceu e agora, bem no meio da faxina, quer insinuar qual seria o próximo passo?
- Procure não reagir muito agressivamente ou muito passivamente. Na verdade, a sua maneira de reagir aos atrasos que teve, talvez seja mais importante que o que vier acontecer de verdade.
- Não sou libriana... Essa balança tem como comprar?
- Está na hora de ser organizada. Você pode ter criado em você uma tendência a basear seu conhecimento em boatos em vez de na verdade. Determine os verdadeiros fatos sobre tudo na sua vida neste exato momento, incluindo a aparência de determinadas pessoas cuja presença não parece ajudar muito em relação aos problemas.
- Organização? Não é o que estou fazendo? E ainda diz para que eu tenha mais atenção na aparente ser daqueles que me rodeiam?
- Priorize. Estabeleça uma agenda nova. Coloque todos os detalhes nos seus respectivos lugares. Não deixe que os atrasos e as distrações a faça esquecer que é para a felicidade – a graça da vida – que você está trabalhando.
- Pensei que fosse para jogar no lixo a agenda! Mas talvez esteja entendendo... A agenda nova é aquela que não precisa ser escrita. Está tudo inscrito dentro da gente e  nessa ,não nos esquecemos de nenhum compromisso!
- Trate de cada situação que for surgindo de uma maneira descontraída, confiante e digna. Crie um sistema que simplifique, não que complique, a sua vida. Seja eficiente, prática, metódica e entusiasmada.
- Mais descontraída? Mais entusiasmada? Vão me internar, pode ter ser certeza! Agora, tenho que admitir: de métodos e metodologias sempre me esquivei.
- As relações sociais ainda são uma parte importante das suas atividades. Use-as para aliviar as tensões. Ou talvez seja necessária alguma ordem dentro da sua rede de relações sociais. Num ano em que a amizade foi um fator tão importante, ainda há muito que aprender a esse respeito.
- Você não teria outra palavra que não fosse ordem para me ordenar? Aprender, aprender e aprender!!!
- Você precisa fugir durante algum tempo para poder entender as coisas sozinha, formar as suas opiniões e tomar decisões que são certas para você? Ou você é tão distante dos outros que nunca os escuta, mesmo quando sabe que os conselhos deles são oportunos e benéficos? É preciso criar um equilíbrio entre suas aspirações e o seu medo de rejeição.
- Agora acabou de desarrumar o que – supostamente – já estavam em seus lugares...  Deve estar satisfeito(a)! E vem você novamente com essa história da balança... Sou leonina, lembra-se?  Além disso, quem em sã consciência não quer ser amado, aceito incondicionalmente?
- Observe como você arranja mais problemas para si teimando em fazer as coisas a seu modo, quando realmente há métodos mais simples e mais eficientes. Fique longe dos chamados para participar de futilidades e da mediocridade! Concentre-se no que realmente interessa... Siga somente a seu próprio chamado: você já sabe como ouvir! Ouça...ouça com sua escuta mais apurada...Afaste-se dos barulhos externos.
- Lá vem você com os tais métodos! Ok vou me esforçar para não atender a esses chamados. Preciso de mais tempo!
- Tempo? Deixe que os outros sejam o que são ou que fingem ser – você precisa se organizar para poder continuar a avançar. Sinta como a sua Vontade é poderosa quando está livre. O tempo é agora! Agora é o momento de assumir o controle da sua vida tomando decisões que, antes, você achava impossível tomar. Esse é um período para se levar muito a sério, assim como seus sonhos!
- Então está decidido! Pode ir embora... agora, no presente momento, pois vou levar
ainda mais a sério meus sonhos!!!(RR)

terça-feira, 12 de outubro de 2010

DIA DAS CRIANÇAS: TUDO QUE EU PRECISO SABER...

"Triste de quem não conserva nenhum vestígio da infância." (Mário Quintana)
 Esse jardim de infância é atribuído ao Pedro Bial, miau... Se é, ou não é, a mim pouco importa. Não vou sair à cata pela internet, brincando desse esconde-esconde tão chato. Aliás, importante nessa vida é que não deixemos nossa criança interior adormecer a ponto de ficarmos tão entorpecidos nessa transformação em gente (?) GRANDE!
Tudo que eu preciso saber é que há crianças morrendo de fome, frio, abandonadas pelas ruas, usadas e abusadas, desaparecidas, traficadas como escravas, espancadas e sem qualquer tipo proteção, amor e carinho.
Tudo que preciso fazer é meu trabalho - de formiguinha - por algumas dessas crianças!
Dedico essa postagem/vídeo a todas as crianças (das clínicas, dos hospitais, das entidades filantrópicas, dos abrigos, dos consultórios) que me ensinaram e ainda me ensinam a ser, hoje, um pouco melhor do que fui ontem. Que me fazem rir, chorar e ter a minha esperança-criança alimentada! (RR)

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

MORADIA E MÚSICA DE PÁSSAROS!!!

Naquele feriado de 07 de setembro entre tantas coisas vivenciadas na fazenda e em Tiradentes, teve uma - no mínimo – bastante curiosa.
Zé Renato nos pergunta, se já tínhamos visto casa de João-de-Barro de dois andares.  Eu acreditei que era gozação de fazendeiro prá cima de gente da cidade grande. Ele ainda completou dizendo: “É a MRV na natureza!” Abro aqui um parêntesis explicativo.  MRV é uma construtora aqui de Beagá, que iniciou a construção de seus edifícios direcionada para a população de baixa, baixíssima renda. Os tais conjuntos habitacionais do governo, só que privado. Eu, particularmente, fico sempre muito feliz quando sei que algum trabalhador conseguiu adquirir sua casa própria. É uma grande conquista! Atualmente, a MRV cresceu tanto, que já constrói para outras camadas dessa nossa sociedade tão desigual. Fecho o parêntesis e retornemos à casa de dois andares do João de Barro.
Fomos todos lá prá fora e o Zé nos apontando lá longe, num dos postes, a tal moradia. Pois não é que era verdade mesmo! Munida de minha máquina fui tentar registrar tal construção, que sempre - por si só - me encantou. São verdadeiros engenheiros, construtores primorosos na natureza.
 
Esse João-de-Barro rendeu muitas risadas e até mesmo reflexão séria, quando o Nem/Álvaro ainda disse: "Até os pássaros estão preocupados com o crescimento populacional desgovernado! Não haverá espaço para todos, nem mesmo para os pássaros!" Haja sustentabilidade nesse planeta que não pára de crescer.
Quem me conhece há mais tempo sabe que sou apaixonada, esposa-amante das artes. Todas sem exceção!
Choro, rio, fico embasbacada, engasgada, abobada e até atrapalhada diante da grandeza da criatividade humana.
Ângela, amigamada aqui de Beagá, dona das Notícias da Cozinha sabe desse meu ladinho de ser, e me enviou o seguinte email: “Para gente com sensibilidade. Você vai amar, tenho certeza: adora criatividade e é sensível. Beijos (Msg segura, conheço o remetente)”.
E eu não só amei como babei! Nesse vídeo vocês assistirão o que pássaros pousados em fios, foram capazes de despertar num artista. É a natureza o tempo todo nos ensinando... Claro, é preciso ter olhos sensíveis para enxergar - muito além - do que poucos vêem. Além disso, ter a capacidade criativa de transformar o que já é belo - dádiva divina - em humana maravilha! (RR)





domingo, 10 de outubro de 2010

MINERIM DANADU...

 Primeiramente ocês tudim, amadus meus, vão ri um tiquim...Despois vao lá prá baixu de modi a assisti esse tar de vídeo...mudernidade da capitá, mais qui é bunitu por dimaiiisss!!!
O Mineirim saiu lá de São Francisco  e veio para capital vender umas cabeças de gado.
Chegando aqui, foi direto para um barzinho da moda. Sentou numa mesa discreta no fundo e passou a observar calmamente as meninas que chegavam.
Eis que, de repente, uma loira maravilhosa senta a cinco mesas de distância.
Sem titubear escreveu um bilhete num pedaço de papel, pediu uma garrafa do vinho mais caro da casa e pediu para o garçom entregar para a loira junto com o  bilhete.
A loira recebeu o bilhete com os seguintes dizeres:
- Moça,
- Sou um homi bão, trabaidô e queria levar ocê pra passeá comigo.
- Te darei muitos presentes.
- Sô da roça, mas tenho bom gosto.
- Aceite esta garrafa de vinho. É du bão.
A loira olhou para o Mineirim, e respondeu o bilhete:
- Para sair com uma pessoa como você, só se você tivesse uma Ranger na garagem, 500 cabeças de gado e pelo menos 25 cm dentro desta calça.
O Mineirim recebeu o bilhete e respondeu, chateado:
- Moça,
- Posso vendê minha Mitsubish L200 e minha Hylux e ficá só com a Ranger.
- Posso também doá 14.500 boi dos 15.000 que eu tenho e só ficá cum 500.
- Mesmo tendo gostado muito de ocê, devolve minha garrafa de vinho. Cortá 5 cm du meu bilau, nem pensá!!!
 (Recebi da amada Márcia Abobrinha. Fonte:Internet) 

MINAS GERAIS: A GENTE GOSTA PRÁ VALER

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

OUTUBRO ROSA


Já escrevi aqui de outras vezes que não sou adepta de dias de, semana, mês ou ano. Em se tratando de qualquer alerta, prevenção, batalha ou guerra, para mim, é todo dia!  Vocês se lembram, que até recebi a “honrosa” visita do Ministério da Saúde por aqui?
Bem, de qualquer maneira esse é o mês da mobilização mundial em prol da luta contra o câncer de mama e convido a todos para visitarem os blogs abaixo, que são de mulheres /homem mais que guerreiros... Em cada um deles lerão depoimentos lindos, vivências extraordinárias, informações importantíssimas (não só para mulheres)!
Claro que existem muiiiiitos outros, cada qual com um estilo e uma forma especial  de enfrentamento, mas esses são de amados que dividem o Divã nosso de cada dia.
Essa é só mais uma - das inúmeras lutas - que devemos enfrentar... Tudo não acontece só com o vizinho ao lado. Tudo, a qualquer momento, vive dentro de nós!
Beijuuss, cor-de-rosa, nos corações de cada um de vocês!
Blog da Cristina: http://cristinapaiva.blogspot.com/ (Minha História).
"...Mas não vou deixar de lutar, com certeza isso vai ser temporário e vai passar.
Coloquei essa imagem da flor da amendoeira, pois a primavera vem chegando e quem sabe eu não pego carona e tento me renovar, iniciando uma vida nova com tudo aquilo que aprendi com essa dor?
Não custa tentar não é?"

Blog do Felipe: http://tivecncergracasdeus.blogspot.com/ (Tive câncer, Graças a D'us) 
"Dezembro/2009 -Depois de algus dias com dor de garganta, fui ao Hospital Cema. Duas semanas tomando remédio sem melhorar resolvi ir no Otorrino do São Luis. Um médico novo fez um exame que filma a garganta e falou que eu tinha uma ferida. Estranho, pensei! Deve ser aquele cigarro que fumei, quando tomei aquela cervejinha!"...

Blog da Virna: http://superandocancerdemama-virna.blogspot.com/  (Câncer de mama, eu tive): "Aprendi que família é essencial,
Aprendi que a cura dependia muito do meu esforço e da fé em Deus,
Aprendi que existe limitações,
Aprendi que viver é tudo,
Aprendi que amigos nem sempre são o que eu imaginava,
Aprendi que estar doente muitas pessoas vão embora e que milhares querem nos ajudar,
Aprendi que internet ajuda muito,
Aprendi que confiar nas pessoas é difícil,
Aprendi a me cuidar mais,
Aprendi a me amar..."

                                   
Blog da Wilma: http://cancerdemamamulherdepeito.blogspot.com/ (Mulher de Peito).
"...Cicatriz, cicatriz é importante.
Dois furinhos imperceptives e um risquinho charmoso, que eu nunca escondi, e acho engraçado quando alguém se incomoda,  e me  pergunta o que foi isso...
Isso é história, assim como tatuagens, rugas, cabelos brancos, alteração no peso, dificuldade em enxergar,  de andar, de falar,   somente historia.
As nossas historias.
E é assim, vem mais história por ai.
É dá vida.
E a mim cabe contá-las."
 E essas flores envio, recheadas de LUZ e AMOR, especialmente para você Wilma, que venceu no último dia 05/10, mais uma batalha dessa guerra! Que elas simbolizem a FORÇA MAIOR... para todos que como você, são guerreiros... nessa vida que vale a pena de ser vivida!!!


quinta-feira, 7 de outubro de 2010

VINTE E POUCOS ANOS... SAVE ME!

Gosto da turma dos vinte e poucos anos. Tanto no consultório, em casa, quanto aqui - nos últimos tempos - a convivência revifica, atualiza minha juventude, além de ser aprendizado certeiro. Verdadeiro bisturi na alma! Não tem Pitangy no mundo que consiga resultado tão primoroso. Dá um gás , um up como  eles dizem. Foi conhecendo, aqui,  uma minina-linda ,de nome Cris e seu diário on line que vi esse vídeo. ADOREI!!! Pedi emprestado, como quando a gente pede aquela roupa bárbara, a sandália deslumbrante ou aquele acessório de arrasar prá amiga descolada que a gente tem. Simples e linduuuu de viverrr como quando se tem vinte e poucos anos!

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

ANIVERSÁRIO DO FILHOTE

Essa função não é fácil nauuummm!  Nesse último ano aprendi mais um tanto com você. Sempre me surpreendendo. Incipit vita nova dizia sua camiseta universitária (numa das duas faculdades que faz!) e eu, sem saber latim, fiz minha tradução livre: vida nova. Mas a palavra que faltava é importância no dia de hoje: iniciar vida nova! Cada ano que celebra o seu natal filho, está iniciando uma vida completamente nova.
Você me disse que não queria comemorações... Que a cada ano que passa, está mais desanimado para as tais. Isso foi cedo... Enquanto tomávamos nosso café da manhã. Olhei para você e fui logo retrucando: como pode estar desanimado aos 23 anos? Tá legal, eu entendo que tem todo o direito de ter dias assim e outros assados também. Mas filho, hoje não vou como no ano passado, dar conselhos.

Hoje vou somente dizer do orgulho que tenho em poder ser sua mãe. A imagem acima surrupiada do seu orkut, com a cumplicidade de sua irmã, fala por si.
Hoje vou falar de você, me torrando a paciência prá fazer um sanduiche que só eu sei ou  fazendo aquela cara de pedinte safado, para temperar sua salada. Eu pegando no seu pé, perna, orelhas (até parece) por conta das meias frouxas, camisetas desbotadas e cheias de furinhos (mããeee eu gosto assim!), cabelo enorme, bermuda usada em dias friorentos... Mãe é mesmo um saco! Um saco sem fim... De tanta bem querência. 
Não, não é nada fácil ser mãe. E não deve ser nada moleza ser filho de quem és! Escuta cada coisa... Depois do dito vem aquele arrependimento, que de tantos já seria “órfão” de mãe (cruzes... brincadeirinha... vai ter que me aturar por muiiiiitos  natais!).
O tempo todo me perguntando: To educando? To ensinando a ser gente? To exigindo por demais? To sendo generala 10 estrelas? To pedindo demais? To deixando de dar? To ouvindo de verdade? To falando pelos cotovelos?
E os ciúmes que tenho do seu pai? Afff... Acho sempre que ele tá certo no jeito de te educar e eu, a errada! E os ciúmes da sua relação com Izabel? Ela sabe de coisas que eu nem desconfio! 
E da síndrome de T.M.A. baixada e instalada, quando vem o povo (homens, mulheres, crianças, “idosos”, tios, primos, professores, gestores e Cia ltda.) me dizer que você é um espetáculo de mininu!
Mas, quando agorinha mesmo - enquanto escrevia - te ligo (pedindo prá trazer prá casa, algo que me esqueci de comprar) e ouço assim, displicentemente, naturalmente, sem implorar ou barganhar um: mamis, amo você...  Afff... Eu mais que derreto! Eu agradeço- e você bem sabe a quem - por esses 23 anos de vida!
Então hoje, e somente hoje, não vou dar conselhos... Vou só repetir o que faço desde quando o soube dentro de mim: AMO VOCÊ!!! E filho, sempre que possível ,siga a imagem abaixo... 
É só um (senão não seria a mamis) conselho básico, quiném sua camiseta! (RR)

terça-feira, 5 de outubro de 2010

MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE

"ENXUGUE BEM A CINTURA DEPOIS DO BANHO, POIS O MOSQUITO DA DENGUE E FEBRE AMARELA SE REPRODUZ EM PNEUS MOLHADOS". 
Lembram-se quando meu "amigo" Zé pensou que eu tinha mudado de profissão? Quem é novo aqui no Divã - para entender - vai ter que ler aqui (e isso já faz quase um ano!!!). E agora, outros "amigos" muito solidários, com minha exuberância, enviaram esse mimo prá estimular meu retorno a academia. Como sou de partilhar tudim com meus amados, não poderia deixar de fazê-lo agora! Ainda mais se tratando de saúde!!!

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

FOLHA COR-DE-ROSA


Quando levava os meninos, ainda pequenos, para a escola, ficava encantada com essas árvores que mudavam suas folhas verdes de cor. Nunca soube seu nome...
A transformação ia se dando, lentamente, e caricia de acuidade no olhar... Dizia para eles que olhassem a árvore de folha cor-de-rosa! Criança tem imaginação fértil, e não precisa fazer força para pintar na cor predileta o que quiser!

Como num passe de mágica, numa manhã, elas davam bom dia assim... Todas as folhas cor-de-rosa. E para completar toda essa beleza - que nem carecia -  ainda explodia com roxos, aqui e acolá!
E tem gente que ainda não acredita nesse milagre da Mãe Natureza! Pode? É bem semelhante às nossas transformações... Lentas, imperceptíveis para muitos, até mesmo para a gente. Mas, não mais que de repente, explodimos em cores sem maiores explicações: magia da natureza de ser! (RR)
 
P.S: O amigo Cláudio, do blog VerdeVida,  entendedor da natureza,me respondeu assim: "Regina "Radiante" Rozenbaum.Não vi as fotos, mas a sua descrição parece ser a da Sapucaia (Lecythis pisonis). A parte rosada corresponde às folhas novas (típicas do mês de setembro). As flores tem cor roxa. Esta bela espécie é nativa da Mata Atlântica úmida."

domingo, 3 de outubro de 2010

CAUSU DIQUÊ MINAS NÃO TEM MAR???

Sabe por que Minas não tem mar ?   É porque os mineirins quando terminam de rezar o "painóço", cheios de fé, dizem :


 E hoje o "mar" vai invadir todo esse nosso Brasil...Num dianta rezá! Mas, minerim que é minerim messsmu, cridita num milagre inté a úrtima hora!!!!!
(Fonte:Internet)

sábado, 2 de outubro de 2010

FAXINA DÁ UM TRABALHO!!!

Sabe quando você decide fazer uma faxina em casa? Foi deixando as coisas se acumularem, adiando aquelas aborrecidas mesmo, que temos ou deveríamos fazer diariamente de lado?  A gente vai empurrando com a barriga... Até que chega um dia que não dá mais! A gente não se cabe mais em tanto desconforto. Arregaçamos as mangas e mãos a obra. É tanto por fazer que, muitas vezes, nem sabemos por onde começar. Ficamos meio perdidos e nessa confusão tentamos estabelecer prioridades. Qual cômodo começar? Avaliamos daqui e acolá e todos merecem nossa atenção e cuidado. Quando percebemos, cada cantinho de nossa casa está de pernas para o ar: tudo fora do lugar. Rasgamos daqui, jogamos um montão de coisas no lixo, esfregamos alguns, lustramos aqueles que adoramos e o tempo ficando espremidinho mesmo. Será que conseguiremos? 


Com a nossa casa, essa que habitamos sem ser de tijolos, acontece o mesmo. Precisamos sempre faxiná-la e não é nada fácil! A minha andou (?), caminha de pernas para o ar. Não pensem que foi por causa do ET! Ele teve sua parcela. Mas muito antes dele e com a vida nossa de cada dia, venho me virando e revirando em questões de cada (in)cômodo do meu ser. Na busca de colocar satisfatoriamente - de acordo com o meu desejo - a casa em ordem, o tempo é implacável. Não adianta correr. Aliás, nessas horas a calma é a pressa perfeita!
 
Conto isso a vocês, pois estou incomodada comigo mesma (com quem mais haveria de ser?) por não estar aqui da maneira como gosto. Quem freqüenta o Divã, desde o começo, sabe que adoro responder a cada comentário, trocar idéias, da felicidade que fico e de dar as boas vindas aos que chegam, visitar cada cantinho, conhecer os novos amigos, criar laços e estabelecer pontes, que não há distância que me impeça de chegar. Sinto também, com a convivência, quando cada amado meu está feliz, triste, angustiado, exultante, preocupado e corro para dar meu carinho, aconchego, pitaco, e até mesmo puxão de orelha (olha bem quanta pretensão!). Mas sou assim... E foi com esse jeitim de ser que fiz muitos amigos! Que sinto falta, sôdades quando dão uma sumida e até tristeza, acreditando que se esqueceram de euzinha.
Nesse tal “lerê” que comecei faz tempo, ando carecendo de mais tempo para colocar -harmoniosamente- o que ainda está de pernas pró ar, em seus novos lugares. É, quando a gente resolve faxinar, percebe também que aquilo que sempre esteve incômoda ou comodamente num mesmo lugar, fica muito melhor em outro! Ou então, que temos mesmo é que nos livrarmos daquele estorvo, deixando o espaço livre!  Então, explicações dadas, vou continuar minha faxina  (reparem o charme das luvas que arrumei) esperando que vocês não só me compreendam, mas que não desgarrem daqui e muito menos de mim!(RR)
Ocorreu um erro neste gadget