Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

domingo, 6 de outubro de 2013

PRA VOCÊ



Todos os anos, especialmente, nesse dia faço uma viagem no túnel de um tempo que não para de ir adiante. Graças a D’us! Assim posso observar seu crescimento, acompanhar suas conquistas, consolar seus insucessos, sentir seu amadurecimento, dividir angústias, ponderar decisões. Chego a ter um encantamento, babão mesmo, por você meu filho! Mesmo sabendo que filhos não nos pertencem, tenho um gosto intenso em usar esse pronome possessivo. Ilusão (tem problema não) que me moveu e continua a cada resposta que dou quando me perguntam o que você é meu. Ou quando em elogios alguém chega para dizer "do seu filho André".  Penso que ter sido escolhida para ser sua mãe foi como ganhar na loteria. Estranho? Que nada! Afinal, diariamente, tenho sido presenteada com milhões de ensinamentos, cuidados, afagos, risadas, discussões, partilhas, desafios, que só acontecem por você existir. Mãe é bicho besta mesmo. Faz drama por qualquer coisinha, se preocupa à toa (será?), descabela, torce em voz alta e na calada do dia e da noite, enfim é mãe. Da música reescreveria: “exagerada, jogada a sua alma/coração, eu sou mesmo e-xa-ge-ra-da”! E tem mãe que não seja?! Então, com todo o exagero cabível nesse coração materno, e eternamente babão, digo-lhe: tenho orgulho demais em ser sua mãe. Obriagada por sua escolha e, não se esqueça: sê feliz filhote de mamis! Amo você! Feliz dia 06 de outubro! Maravilhosos 26 anos de vida que hoje se iniciam!!! Com amor da mamis.

12 comentários:

  1. Que linda declaração de amor de mãe pra filho! Parabéns pro filhão, que completa 26 anos e pra mamãe igualmente! beijos aos dois,chica

    ResponderExcluir
  2. Libriano, o filhote lindo? Librianos são mesmo especiais, né não? Hahaha...

    Corporativismo à parte, que lindeza de dizeres de amor foram esses, Regina. O que nem é novidade vindo de ti. Fosse eu mãe, queria essa amorosidade e admiração toda. E os pronomes possessivos, os aplicaria todos, sim senhora!

    Beijo no seu André, lindo de viver, que teve de presente da vida a melhor mãe que há.

    Beijo, galêga.

    ResponderExcluir
  3. Passei por aqui pra dar uma arejada "nas ideias" e dou de cara com essa declaração de amor. Adoro histórias de amor...parabéns "meu garoootooo"!!!

    bjos bjos Regis quérida
    eidia
    http://www.oquevivipelomundo.blogspot.fr/

    ResponderExcluir
  4. Parabéns, André da Regina!

    E quanto a você, coruja, assino embaixo e reconheço firma...

    ResponderExcluir
  5. Linda homenagem!
    Tens um filhote e pêras, Libra é?!!
    Eu também! Para mim faltam mais dez dias, rsrsrss
    Beijinho, e parabéns ao felizardo por ter uma mãe assim!
    Fica bem.

    ResponderExcluir
  6. Olá, RÊ!

    Se filho não "pertence" à mãe, então a quem pertencerá? Ainda que tal não signifique dele ser dona, apenas que lhe deu o ser.
    Eu acho que por vezes o politicamente correcto tende a complicar o que o não é - aquilo que no fundo é tão fácil de entender.

    Parabéns ao filho, e à mãe babada também...

    Beijinhos amigos
    Vitor

    ResponderExcluir
  7. Tem uma frase que é creditada a LF Veríssimo, muito apropriada a esse carinho de MÃNHE.
    "A verdade é que a gente não faz filhos. Só faz o layout. Eles mesmos fazem a arte-final".
    Com essa base que o André use todas as artes, plásticas, cênicas, gráficas, esculturais, artesanais, musicais.
    E que tenha uma vida rica e feliz.
    Bjs.
    Wilma

    ResponderExcluir
  8. Miauuuuuuu! Oi Miau, parabens!!!!

    Querida amiga Re, babamos não é?!
    E melhor, compartilhar momentos tão bons com amigos. A minha filha tambem está prestes a aniversariar. É isso, o tempo passa e temos a felicidade de lembrar do ontem, curtir o agora e pedir a Deus que os abençoe hoje e sempre.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pra este filhote lindo de viver!
    Que sejam os novos anos de muita alegria e boas realizações!
    beijos grandes cariocas


    ResponderExcluir
  10. Consegui chegar a tempo!!!
    Dia especial sim. emoções que a gente não sabe contar, sentimentos que insistimos em tentar explicar, definir... não adianta, é mesmo no coração que eles vivem, em cada fibra do nosso ser... felicidades pra teu menino, minha amada, parabéns pra vc nesta data, mãe querida!!

    Bjãozão cheio de sôdadi e carinho!

    ResponderExcluir
  11. Parabéns para o André!
    E para a mãe babona também, afinal ele é uma produção sua, risos
    Minha filha caçula, Helena, também é do dia 6 de outubro, que dia lindo!
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  12. Como não babar com um filho desses? Lindo, cara de bom moço??? Tem que babar sim! E muito! Parabéns ao filhote e a mãe(leoa!)!!!!!

    Beijinhossssssss..........

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget