Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

sábado, 20 de outubro de 2012

"FELIZ DIA PARA QUEM É"



Sempre tive uma admiração intensa pelos poetas. Inveja também. Traduzem o que vivem, veem, sentem em versos encantados. Para uma leiga na arte de poetar, como eu, parece fácil. Mas bem sei que pelejam para fazer nascer tanta beleza. Rubem Alves disse assim:

"Lamento mas minha prioridade de vida é botar os meus ovos, escrever as coisas que me dóem. Igual a um furúnculo... Você já teve furúnculo? Incha, fica vermelho, lateja, dói, forma aquele ponto amarelo de pus. Tem de ser espremido. Dói para ser espremido. Mas é só através da dor do espremer que ele pára de doer. Escrever é assim." Rubem Alves, Você tem um furúnculo?

Sofrem as dores de um parto sempre inspirados, mas sós. De companhia verdadeira só mesmo aquilo que lhes instigam.  Seus gritos são acolhidos pelo silêncio do papel e recolhidos pelos leitores, muitas vezes, anônimos. Ao longo desses anos de blog tive o prazer de conhecer e me tornar amiga de alguns. Para não correr o risco de esquecer algum, hoje, dia do poeta, deixo aqui essa pequena homenagem a todos eles e a cada um...amaaados meus! Dia feliz poetas!!!  
"A poesia não é alheia - a poesia está logo ali, à espreita. 
Pode saltar sobre nós a qualquer instante."
(Jorge Luis Borges, In Esse ofício do verso)

17 comentários:

  1. Que linda homenagem.Essa música é DEZ e o trecho de Rubens muito legal! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Lindíssima homenagem.

    Se eu pudesse enchia meu coração de poetas!


    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Oh, que legal, nem sabia que tinha o dia de hoje para homenagear estes que enchem nossas vidas de sonhos e alegrias!
    Parabéns a todos nossos amigos, queridos poetinhas!
    beijos cariocas pra ti Rê querida



    ResponderExcluir
  4. Minha querida

    Linda homenagem aos poetas e poetisas, e quem sente a poesia também é poeta.
    Por isso parabéns a ti.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  5. Linda homenagem, Regina!

    FUI EU

    eu fui eu?
    consegui?
    Existir: assombro.
    Fui eu! Serei?
    Nem Deus diz.
    Existir: abismo.
    Como me atrevi,
    como nasci?

    Poema de Orides Fontela para refletirmos!

    ResponderExcluir
  6. Bonita homenagem para esse poetas sensíveis com o jogo de palavras! Beijos

    ResponderExcluir
  7. O poeta dos Sete Ramos agradece e convida para um sarau no seu blog... quando terminar a novela, a reprise e os papos no face sobre a que acabou a que vai começar.

    Linda música, belo texto. Beijos, Rê.

    ResponderExcluir
  8. Felizes versos brancos, livres, rimados.Muita lirismo a contagiar a todos os simples mortais, como nós, que não compartilhamos desse dom. Mas sorvemos desavergonhada e deliciosamente, né não?

    Beijo, Rezininha sumidíssima.

    ResponderExcluir
  9. Olá, RÊ!

    Não é poeta quem quer; não são muitos os que nascem com esse dom.De alguns deles, por vezes tenho"inveja"; doutros, daqueles que olham a vida pelo seu lado mais sofrido, que eles me não levem a mal, mas confesso que não...

    Linda homenagem,bonita escolha da canção.

    Beijinhos amigos, e bom restinho de Domingo.

    Vitor

    ResponderExcluir
  10. Nem sabia que existia um dia do poeta... Bela homenagem, e oportuna. Viva quem faz de suas palavras um deleite para nossos ouvidos!!! Poetinhas amados, parabéns! Beijos, Angelinha

    ResponderExcluir
  11. Celebre-se a poesia e os seus mensageiros, sem eles jamais suportaríamos esta mecânica inexplicável que é a vida...

    ResponderExcluir
  12. Ora, querida Rê, você é poeta a seu jeito. Não é preciso escrever em verso para se tem um belo poema. Ele está em cada alma sensível e insatisfeita...
    Em todo o caso também me sinto homenageada! Posso, não posso?

    Bjoss na alma :)

    ResponderExcluir
  13. Olá Regina,

    Depois de um tempinho ausente aqui estou pra matar a saudades...

    Que linda essa homenagem,Rubens Alves um mestre.
    Acredito que todo ser humano que um pouco de poeta.

    Deixo um grande abraço, com desejo de uma ótima semana!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Peraí, "Rêzinha da Grória": quando eu vi o título e a figura, pensei: "será que é o dia dos cachorros?"
    Danada a comparação do Rubem Alves!
    Escrever é que nem furúnculo? Se fosse assim, eu nunca quereria escrever!
    Mas, cada um tem seus conceitos próprios...
    Me junto a você nesta homenagem aos poetas e poetisas, que nesta blogsfera tem diversos!
    Gostei da bossa nova!
    Beijo, Felina!

    ResponderExcluir
  15. Rubem Alves é aquele sujeito metafórico que abusa dos excessos e comunica como poucos...a dor cessa, ao ser espremida...o poeta pare seus versos, que traduzem seu sentir, em geral profundo e dolorido...

    Esses seres dotados da extrema capacidade de fazer uso das palavras merecem a reverência que vc fez, não raro, versos lindos nos rodeiam, e esse encanto torna mais bela a vida, essa cantada pra Vinicius...que bom, né???

    Bjãozão, amada...olha que aquela ameaça eu vou cumprir se ocê não aparecerr...rssssssss

    ResponderExcluir
  16. Rubem Alves é aquele sujeito metafórico que abusa dos excessos e comunica como poucos...a dor cessa, ao ser espremida...o poeta pare seus versos, que traduzem seu sentir, em geral profundo e dolorido...

    Esses seres dotados da extrema capacidade de fazer uso das palavras merecem a reverência que vc fez, não raro, versos lindos nos rodeiam, e esse encanto torna mais bela a vida, essa cantada pra Vinicius...que bom, né???

    Bjãozão, amada...olha que aquela ameaça eu vou cumprir se ocê não aparecerr...rssssssss

    ResponderExcluir
  17. Conheço várias explicações sobre a necessidade de escrever e sua urgência, mas está do Rubem Alves não conhecia. Achei ótima.
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget