Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

terça-feira, 16 de agosto de 2011

ASCENSÃO ou ASSUNÇÃO?

Pouca importância dei ao significado dessas palavras. Geraram dúvidas. Somente na quinta-feira descobri que, dia 15/08, seria feriado municipal. Caindo assim numa segundona o sinônimo é de fim de semana prolongado. Isso me conduziu à ascensão/assunção de Beagá para minha Santa Matilde. E sou grata, a Nossa Senhora, por mais esses dias! Aliás, estavam lindos. A estrada me brindou com meus ipês prediletos: tufos de um amarelo vivo de encher os olhos com tanta beleza.
Ano passado não pude vê-los e isso me fez lembrar que esse é um mês de celebração. Nessa mesma época estava eu me preparando para minha cirurgia de mama. E para o diagnóstico e tratamento. Como o tempo passa! Nenhuma novidade... eu sei. Mas não sabia, quantos amados iriam torcer por mim e vibrar em energia amorosa. Sou gratidão, jamais esquecida.
Meus irmigos, anfitriões amaaados, Syl e Zé
A gente sente quem está perto de verdade. Quem não se intimida por medo de estar incomodando, ser inconveniente ou qualquer outra coisa dessas modernas etiquetas sociais. Afeto, verdadeiro, vem desetiquetado.  A marca é única: bemquerência.
Em Santa é assim. As orquídeas, unha-de-vaca, a potra recém-nascida, até mesmo a cadelinha Pipa que serviu de despertador da vez são afetos gratuitos. A ameixeira trouxe as mais doces lembranças da casa de minha avó. O pesar ficou por conta das jabuticabeiras - ainda verdes - e sem ser raposa foi preciso desdenhar. Tudo exala vida... A Mãe Natureza insistente em nos ensinar que tudo tem seu tempo. Pequenas preciosidades que me fazem respirar fundo e só dizer: OBRIAGADA por essa VIDA que vale a pena de ser vividamente vivida!
Buquês de orquídeas! Cymbidium
Fica difícil escolher a mais linda. Dendrobium em profusão.
Delicadezas de oncídio
Unha-de-vaca. E não consigo visualizar uma com unhas tão belas!
Pipa que está na idade de roer o que encontra pela frente.
Essa potrinha ganhou uma lista de possíveis nomes. Saimos de lá sem batizá-la.
Verdes...uma pena!
Ameixa com gosto de casa de vó!
Nossa capelinha pronta e florida. Finalmente vamos inaugurá-la!


21 comentários:

  1. Que post mais lindo...O tempo passa e quanta coisa boa em um ano, não? Lindas imagens todas. beijos e viva a VIDA@!!!chica

    ResponderExcluir
  2. As delícias da vida campestre!
    Pelo visto, você pode e sabe como desfruta-las!
    Parabáns pela linda reportagem!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Êta Deliciêra sô!!!

    Até "jabuitifruita" tá istufando no galho... uiaaa que beleza.

    Eu provetei o feriado também e trabaiei em dobro... rss

    Beijo Rêzininha...
    Tatto

    ResponderExcluir
  4. Que belezura minha amiga!!!
    Eu tb queria poder ter algum poder sobre o tal destino!!!!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Têm dias que são assim, respiram vida, exalam amor - ou ao contrário, mas nunca do contra.

    Lindo cenário, irmiga, lindas pessoas, abençoado findi!
    Bjo grandão procê - e vamo pro lerê, que agora a vida (vale a pena ser vivida??...rs) começou!

    ResponderExcluir
  6. Esta é uma página arrancada à vida...com vida! Momentos que passam por nós...muitas vezes sem nos vermos. Mas chega o tempo dos sonhos que colhemos como a fruta madura, em tempo de lazer! O ritmo da natureza - um diálogo entre a paciência ea persistência -e aí estão as cenas maravilhosas que colheste...
    Beijo carinhoso.
    Graça

    ResponderExcluir
  7. Nossa Rê! Lindas imagens, tranquiliza e faz bem aos olhos. Parabéns!
    Adoro visitar seu blog!
    Beijocas da Sol

    ResponderExcluir
  8. Rê Amiga,
    É bom rever os ipês amarelos, transmissores de vitalidade, que fazem esquecer agruras passadas e as demais flores, frutos e animais maravilhosos, cada vêz mais distantes do nosso quotidiano e que só o contacto com campo nos pode proporcionar.
    É também bom saber, pela nossa amiga, a satisfação que esse usufruto lhe proporcionou.
    Um xião,
    Jorge

    ResponderExcluir
  9. Bem... deu uma vontade de sentir todos esses cheiros de natureza...

    ResponderExcluir
  10. Regina; Cá em portugal é a Festa de Assunção da Virgem Maria ao Céu,conhecida por algumas pessoas como a festa das sete Senhoras, adorei estas imangens.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  11. Que delicia de ver esta sua postagem..caprichou heim!!!

    Muito bom faze as coisas com carinho.. o resultado não poderia ser outro.
    bj

    ResponderExcluir
  12. Sei que estou em falta, mas há um porquê maior.

    Vota na reforma do CVV para mim?

    Eis o link:

    http://www.espacodigno.org/votacao.php

    Obrigada! Bjos!

    ResponderExcluir
  13. Olá, Regina!
    Você merece tudo de bom e mais um pouco!
    Bjs!
    Rike.


    P.s.: não fique de mal ou com raiva de mim, por favor! gosto muito de você e seu blog, mas no momento estou meio atolado. Se quiser, dia vinte falarei um pouco sobre isso no post "Minha Ausência", lá no Hobby Blog.

    ResponderExcluir
  14. A foto da capelinha tá a coisinha mais lindinha de Deus!

    Mas, fia, num tinha umas fulô com nomes mais facinho não? Gaguejei que só!

    Quanto à solteirice, o que dizer? Ando meio em desarmonia com minhas palavras (conforme disse pra Leonel), daí resolvi postar ontem, mas não curti, enfim... Abafa o caso que quando eu compreender, prometo explicar.

    Beijos, minha surtadinha preferida.

    ResponderExcluir
  15. Que lugar incrível!
    Estas Minas Gerais é uma delícia.
    bjs cariocas

    ResponderExcluir
  16. Amiga que lindo nosso feriado!!!!
    Obrigada PAI! MÂE! MESTRES!GUIAS!e amigos de sempre. Sil e Zè.

    ResponderExcluir
  17. Lindas imagens,lindo teu blog!
    Que bom que deixou seu rastro no meu,to no seu.
    Quero te fazer um convite,deixa teu e-mail la no blog que eu te mando ok?Te aguardo.
    Bjka

    ResponderExcluir
  18. Olá, RÊ amiga!

    Quando se diz que o tempo voa, está a dizer-se uma grande verdade,mas não toda:Curiosamente, para mal dos nossos pecados ... parece que ele tanto mais rápido voa quando mais é a nossa idade...

    Linda postagem, com bons momentos que ficam na memória, e bonitas imagens que ficam na retina.
    O melhor lugar do mundo para se estar, é, mesmo, pertinho da natureza!

    Bom fim de semana, que já vem próximo.
    Beijinhos amigos.
    Vitor

    ResponderExcluir
  19. Lindeza de post amiga RÊ! Nada como um dia após o outro pra vermos que tudo passa, até as tristezas e o que resta é a beleza da vida, da amizade e da gratidão, beijos mil, com mil ipês floridos procê!

    ResponderExcluir
  20. Toc - Toc - Toc...vim cantar parabéns procê!!!

    Deus abençoe teu dia, irmiga - e te entregue a alegria embalada num largo sorriso!

    Cada ano de vida é um milagre de Deus, que este que se despede hoje, tenha deixado os melhores ensinamentos, para que, aplicados no que inicia, tornem este novo ano, o marco das vitórias e alegrias.

    PARABÉNS IRMIGA, AMADA MINHA!!!!!!
    Bjãozão!

    ResponderExcluir
  21. Ai Rô que post lindo amiga... cheio de VIDA.... VIVA A VIDA!!! bjo,

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget