Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

terça-feira, 9 de agosto de 2011

QUEM PROCURA ACHA

Nossas conversas tinham a força de uma lança
A profundidade de um mergulho
Os segredos de um livro
A história do cinema
A contundência da arte
Os conflitos do humano
A narrativa da história
A beleza da música
A leveza da dança
O inexplicável encontro
A leitura da vida
A vida de nós dois.
Não procurava. E numa noite de lua cheia encontrei aquela luz na lateral.Corro o sagrado risco de ser. Substituo o destino pelas possibilidades. Não há mais futuro ou condicional em mim. Só o presente me conforta, me realiza, me dá vida e se impõe delicada e firmemente em cada coisa que me acontece.(RR)
(Imagem: Karine Izumi)

19 comentários:

  1. Olá
    Vim agradeçer e retribuir sua visita. Gostei do que vi por aqui. Voltarei.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Que legal ver assim...Viver o hoje, cada minutinho bem aproveitado!beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Ainda me encontro de férias,passo para deixar um beijo.

    ResponderExcluir
  4. É na vida tudo é passageiro, menos o cobrador e o motorista e sim Regina olhei post por post pra poder criar esse de comemoração, e além de olhar tive que ler os comentários pra saber qual música era a mais comentada também, deu um trabalhinho mas valeu a pena com certeza, beijão Regina :-)

    ResponderExcluir
  5. Sempre aprendo muito com vc!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Rê Amiga,
    Cada vêz que faz um post reinventa-se, surpreende-nos com a sua presença muito autêntica.
    Só que... o presente é cada vêz mais estreito.
    Um xião,
    J

    ResponderExcluir
  7. De ti, meRmo que eu receba uma figurinha repetida pro meu álbum... Ela será sempre a carimbada.... rss

    Deusssskiajude
    Obrigado por ser minha querida Rêzininha da Grória.
    Beijo
    Tatto

    ResponderExcluir
  8. É você? São vocês?
    Sinto profundezas que não alcanço.
    Mas te amo mesmo assim.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Vim aqui à tarde, cansadinha do lerê burocrático, dor de cabeça, mas saí encantada pela belezura do seu palavrear.

    Bom demais ler isso de ti, saber que as nuvens aí em cima variam as nuances, a leveza e podem carregar um punhado de coisa bacana.

    Beijos, querida, lindinha e surtada.
    Te amo!

    ResponderExcluir
  10. Viver o hoje como um 'presente' é uma forma transcendental de existir, de descobrir o que se é e ser.
    Beijos minha L.L.

    ResponderExcluir
  11. É bom encontrar essa luz que nos ilumina o caminho, nos traz a paz que precisamos,,,e nos direciona ao amor...grande beijo de lindo dia pra ti querida....

    ResponderExcluir
  12. Eu gosto mesmo é de te ver livre, leve e solta, vivendo este presente sem traumas!
    E ainda embalada nesta bela música!
    Abração, querida!

    ResponderExcluir
  13. Olá, Rê amiga!

    Que bom que no fim do procurar se encontre aquilo de que andávamos à procura.
    Tudo de bom para si!

    beijinhos amigos.
    Vitor

    ResponderExcluir
  14. "Corro o sagrado risco de ser" é uma síntese maravilhosa - só possível nesse presente que te liberta (de um passado que não existe mais e de um amanhã que ainda não chegou) e te acena possibilidades, né irmiga?

    Tão bom te ver assim, liberta!
    Um bjãozão procê!

    ResponderExcluir
  15. amei tudo por aqui permaneço seguindo-te.beijos final semana de paz e amor!

    ResponderExcluir
  16. Com certeza devemos sentir prazer no presente e não apenas em nossos sonhos e planos futuros, nem somente também em nossas lembranças do passado.
    Por mais que o ser humano faça planos, no final ele terá um final, e tudo o que ele conquistou será apenas lembrança e memória.

    Uma boa semana para você.

    ResponderExcluir
  17. Amada, há muito tempo que ando pensando assim...acho que a maturidade nos traz isso...pelo menos já é alguma coisa além das dores nas juntas e o colesterol alto...rsrs beijocas lindona!

    ResponderExcluir
  18. Quando não procuramos e achamos, é sinal de que merecemos viver esses momentos. Sinal que já estavam predestinados a nós.
    Por isso, é preciso que estejamos sempre atentos aos sinais da vida, para que esses momentos sejam vistos, vividos e sentidos por nós.
    Um grande abraço.
    Uma excelente semana.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget