Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

terça-feira, 13 de setembro de 2011

LUADA

Saíamos do shopping, as quatro irmãs, depois de uma tarde de bota-tira-bota. Entra e sai em roupas, lojas e provadores. Tudo isso para ganhar presentes de um natal que já vai fazer um mês que passou. Se não fosse estar com elas, as risadas gratuitas e pesadas a cada “desfile” dessa Rêbüntchen, roliça, tava fora! Não gosto de shoppings. Não gosto de experimentar roupas. Ainda mais quando estou assim: acima, muito mesmo, do peso sustentável do meu ser. As tais calças super skinnies (e quase que só dão elas) me colocavam como um chouriço, embutida, a explodir a qualquer instante do envoltório. Nem adiantava prender a respiração, murchar a barriga. Mais fácil cair dura no chão com a conserva esparramada. Tudo fica feio. E olha que, dessa vez, nenhuma vendedora quis empurrar o tal tamanho único pelo meu corpo abaixo. Sou vaidosa sim. Gosto de me arrumar e me sentir enamorada da imagem no espelho.  Mas, tenho preguiça do trabalho – muitas das vezes - que dá esse processo de sedução. E nesses tempos, impossível apaixonar-se por essa uma que insiste em me conhecer. Não vou mesmo dizer muito prazer!
Encontrei com um dos diretores do meu hospital. Quase um ano sem nos vermos, foi logo dizendo:
- A Sra. está muito bem.  A saída do hospital fez isso?! Está mais bonita, emagreceu.
- Oi??? E-MA-GRE-CI??? Que olhos benevolentes esses que fazem desaparecer 10kgs a mais só nesse último ano?
- Então a Sra. está sabendo como escondê-los!
Fui logo mudando o rumo da prosa. Homens. É que tenho apreço por esse doutor e não gostaria de machucá-lo, se é que me entendem. Se ele estivesse presente, algumas horas antes, no tapete vermelho do desfile, aposto que não falaria tamanho despautério.
Mas conto tudo isso para dizer, de fato, da visão que tive na saída do shopping. Essa imagem sim faz a gente se apaixonar. A tarde se despedindo e ela lá, enorme, misturada às cores do pôr-do-sol...
Agora levo a lua.
Lua pousada em suaves nuvens.
Apareceu pra mim, na saída do shopping.
Enlouqueci? Ou fiquei luada.
(Luada significa possuída, grávida da lua). Bendito fruto desse ventre encefálico grávido de poesia.
Se tenho posse, vou dar: a beleza, a leveza, a magia, a brancura, a riqueza e o brilho desta lua.
Às vezes a lua é barco,
Parece que mergulha,
Depois reaparece voando como gaivota,
Ou veloz como avião.
Mas não voa. É lua.
Eu é quem voo pra tantos lugares em
asas de imaginação.
Não largo a lua. Esta lua eu vou levar de presente, vou levar pra todo mundo esta lua cheia e constância crescente de saudades.(RR)

20 comentários:

  1. Rêzininha...

    Paress, que todo o mundo olhou pra lua ontem,,, inté EU.
    Aqui ela mostrava ao seu redor um anel colorido, que parecia me oferecer em retribuição a contemplação... rss

    Deussssssskiajude
    Beijuuuuuuuuuuuuuu
    E um avacagá mega hiper carinhoso
    Tatto

    ResponderExcluir
  2. Tb falei sobre esta danada hoje!!!
    Sobre estar assim "rechuchudinha" como vc fala.
    Olha Rê, nunca fui de outro jeito além deste "fofuramente linda", então não sei o que é ser magra de verdade e depois engordar. Só sei que da pra ser muito feliz assim "Botticelliana".
    Vc é muito maior que esse excesso de peso e a lua tá assim maravilhosa e redondinha!!!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Não há dúvida que a Mulher está (julga estar) cercadinha de inimigos do género ! :))
    São as bochechinhas, são os primeiros cabelos brancos, são umas rugazinhas ! ... :)))

    Detesto mulheres magras ! :((
    A maior beleza está no coração e na cabeça ! :))
    .

    ResponderExcluir
  4. olá querida e amada Rê!

    parece que não haver quem não se vista de uma Lua assim.
    para quê experimentar outras vestes quando tudo o resto parece acessório.

    beijo e kandandos meus a travessar tanto mar....

    ResponderExcluir
  5. Por favor, mostra umas fotos tuas, porque essas que vemos devem ser todas fakes... Né possível! Paraaaaaa com esse papo de "acima, muito acima do peso sustentável do meu ser"... Nesse momento eu queria te istapiá muitooooooooo. Tenho dito! E teje presa!

    E eu nem vi a lua...

    Beijo istapiado!

    ResponderExcluir
  6. kkkkkk Memém, minina-ternura amaaadíssima, minha: a-do-ro seu istapiamento! Seguinte: ultimamente ando colocando o Tico, e o Teco tb, prá trabalhar a meu favor. Sou uma mulher "inteligente", então como disse doutor...escondo bem minha exuberância atual rsrs. Não queira, minha flor, ver fotos em trajes proibidos para Rosadas...morreria... e eu sem você a me istapiá amorosamente! Volte e veja a lua...essa sim merece seu olhar benevolente.
    Beijuuss, querida minha, n.a.

    ResponderExcluir
  7. Sensacional ...Esses passeios no shoping, tira ,bota, não tão com nada.Detesto também... O encontro com o médico foi bom te ver mais magra,né?
    Mesmo que assim não seja. Agora quanto ao espetáculo da natureza, esse sim e é inspirador!! beijos,adorei!chica

    ResponderExcluir
  8. Já nem discuto mais sobre esse excesso tão anunciado e nada visível das tais protuberâncias, sabe Mi...xapralá...agora, o passeio deve ter sido um tudirêzenbaum, né...aff...

    A lua eu vi neste sábado num céu tão limpo que o azul foi ficando, de um lado, tingido pelo dourado que se punha, enquanto de outra, ela, majestosa, se levantava, sem redonda, cheia, sem nuvem nenhuma compondo o cenário. E fiquei lá, deliciada com o espetáculo da natureza, completo quando em minhas pernas, pousaram as mãozinhas e, rostinho pra cima, um par de olhos risonhos me captaram pra dentro do sorriso cheinho de dentinhos brancos...acho que (re)unindo tudo, posso afirmar que eu vi o céu no seu máximo esplendor!

    Bora trabalhar...rs
    Bjãozão, irmiga_mada!

    ResponderExcluir
  9. A foto recente do post, Sempre um Papo, não confere com esse tom fofo.
    Você pode até rebater, mas lá eu estava de preto, que acreditam alguns, que afina a silhueta.
    Mas, inconformismos à parte.
    Esses exagerados dez quilos a mais, te fizerem um bem danado.
    Se fosse eu, ficaria eternamente grata a essa balança ou então começaria, a Dieta da Lua que baseia-se no princípio de que se a lua influencia na maré, ela também influencia nos líquidos do nosso corpo, e tome água!!!
    Beijinhos
    Wilma
    www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Post-poema da Regina (a parte da lua).
    Comentário-poema da Denise (lua e mãozinhas).
    E eu...
    Sem comentários. Vou ali ver a lua.

    ResponderExcluir
  11. Oi Rê querida, Você tem certeza que nós não somos irmãs siameses separadas à nascença?
    10kg a mais, não gosta de shopping, nem de provar coisas, é vaidosa, mas não tem paciência para o trabalho que dá, mais todas as outras coisas que já descobrimos serem tão iguais.
    Acho que afinal a única coisa que nos separa é um oceanozinho, nada demais. Bêjos (como se diz em alentejano) grandes Té

    ResponderExcluir
  12. Olá, Rê!

    Não sendo mulher, nem gordo, nem magro, ainda assim confesso que também detesto experimentar roupa, e ainda mais entrar em centro comercial; simplesmente não tenho paciência...!
    É um alívio quando vejo na montra aquilo que quero comprar, entrar na loja, pegar e levar...é assim que eu gosto.

    Também acho que é muito mais interessante olhar para a lua, ainda que não tenha jeito para lhe fazer versos ... sempre é bem melhor!

    Beijinhos amigos; boa semana.
    Vitor

    ResponderExcluir
  13. Minha querida

    Que pode haver mais belo para uma mulher que vestir-se de Lua...é a roupa que lhe fica melhor.

    Deixo um beijinho com carinho
    Rosa

    ResponderExcluir
  14. Rêzinha, a lua é tão linda e é...redonda! rsrsrs Fica de paranóia não que você é uma grande mulher. E uma mulher grande, por isso parece sempre que está up no peso. Tem nada disso não, vi você pessoalmente outro dia e está ótima. O problema é que a moda está cada vez mais pobre e ditatorial. Saudades dos tempos em que havia uma diversidade maior de modelitos para nossa escolha... Beijinhos, Angelinha

    ResponderExcluir
  15. Concordo com a Wilma, você está ótima na foto do post. Mas te entendo porque eu tb não estou no peso que tinha e me sinto gorda, mesmo as pessoas falando que não estou. Mas você conseguiu me fazer rir com a história de experimentar roupas, me vi no shopping nessa cena..rs... essas calças afff, minhas pernas parecem que vão explodir...rs...Mas o que importa é que você consegue através da escrita nos passar com humor aquilo que está vivendo e isso é muito bom. Fica com Deus e um grande abraço!

    ResponderExcluir
  16. Minha querida amiga
    Tanto tempo desviada nos seus comentários que pensei comigo:
    - Será que fiz algum comentário inoportuno ?
    Os seus trabalhos aqui são para ler com atenção e aprender com eles.

    Queria dizer-lhe que eu era excessivamente magro. Fumava bastante
    Em 22 de Abril de 2002 deixei esse vício por iniciativa própria e engordei vinte e muitos quilos.
    Não imagina a dor de querer vestir umas calças e não conseguir apertá-las, uma camisa em que os botões não chegam a entrar nas casas respectivas....
    Depois perdi algum peso, mas ainda assim tenho andado acima e abaixo.
    Hoje aceito a situação e tudo me parece normal, mas tenho muita atenção à comidinha e ao exercício físico. Caminhadas e abdominais.
    Penso que o fundamental é aceitar a situação sem medos nem vergonhas e segundo cuidar de regras que nos ajudem a combater a fome desregrada

    ResponderExcluir
  17. Quanto ao poema use-o e abuse-o.
    Sentir-me-ei contente por lhe terem dado valor.

    Por vezes precisava de amar assim.

    Queremos ainda mais e mais...

    ResponderExcluir
  18. Lua, menina inspiradora e inquieta de tantos segredos e revelações...beijos de lindo dia pra ti minha amiga querida.

    ResponderExcluir
  19. Ontem ela estava incrivelmente linda
    Aqui da minha janela consigo ve-la
    enorme como se pudesse alcança la com as mãos...
    Essas são as vantagens do interior..
    rsrrss...
    E óh quanto ao seu sentir, sei que
    resposta também não tenho.
    Mas creio que isso é sintonia de coração...
    E ontem foi um dia bem difícil
    pro meu ....

    Beijo querida minha.

    ResponderExcluir
  20. Amo essa gente que vai no blog da gente dizer que sente saudade de gente como a gente que some de repente. E você? ...rs
    Carrego você e nossos papos sempre comigo.
    Beijos!

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget