Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

terça-feira, 29 de março de 2011

BENEDITA BENDITA BENI...BENDITOS AMIGOS

Tenho uma irmã que mora em Barcelona. Não é filha do mesmo pai nem da mesma mãe. É filha, como eu, DELE. Tornamos-nos amigas, irmãs de alma nos tempos de formação psicanalítica. Ela foi, senão a maior, a mais eficiente psicomotricista que tive a honra de conhecer. Os caminhos que a vida toma a levaram daqui para Araxá e posteriormente para Espanha. Nem os quilômetros daqui até as termas nem a imensidão do Atlântico nos distanciaram. É algo que não se explica. Sentimentos da alma. Hoje me lembrei de nossa conversa ao telefone. Parecia que estava aqui em Beagá e, depois de horas se ocupando de mim, posso reafirmar que quem tem irmiga assim não morre pagã.
O individualismo hoje é tão grande que, para entender o problema de alguém, é preciso senti-lo na própria pele. As pessoas estão perdendo – se é que já não perderam – a capacidade de se colocar no lugar do outro pela simples razão de que se colocam à frente ou acima dele. Está cada vez mais difícil conviver porque está cada vez mais difícil esquecer-se do próprio bem-estar para conceder ao outro um momento de satisfação ou de conforto.
Assim como esse telefonema, recebi uma "carta" com depoimentos de alguns AMADOS daqui que junto com alguns emails, conversas no MSN vêm confortando e aquecendo minha alma nesses tempos hibernais. Fico pensando como essas ligações acontecem. Pessoas que nunca se viram cara a cara. Afinidades que se configuraram através das letras e para além desse espaço.
Gente que se ocupa em ser Gente com a gente. A_gentes no bem-estar alheio. E aí tenho esperança... Esperança que existem pessoas se esforçando para encolher o “eu” que nossa cultura inflou. Algumas coisas não podem ser aceleradas, têm um ritmo natural. Os relacionamentos entram nessa categoria. Você não pode obrigar a alguém a se apaixonar por você mais rapidamente porque quer se casar em maio. E não pode apressar uma amizade que está começando porque precisa de companhia para viajar no próximo feriado. Essas coisas têm seu próprio tempo. Não é só formar um vínculo afetivo que requer tempo: mantê-lo também exige disponibilidade, algo raro em nosso mundo pautado pelo tic-tac do tempo é dinheiro.
Tenho saudades dos tempos que não precisávamos telefonar antes para avisar que íamos à casa de um amigo. Aparecíamos e não era uma surpresa saia-justa. Braços abertos, sorriso escancarado era o convite para a mesa do café. Sei que esses tempos mudaram – como se transformaram! - e chega a ser falta de educação aparecer assim. Mas que tenho saudades isso o tempo não há de me roubar. Em nossa cultura, é preciso fazer um esforço consciente para que o prazer da convivência com pessoas queridas não desapareça. Mas é um esforço que vale a pena! Toma tempo é verdade. Mas tem sido assim que venho sendo resgatada – aos poucos e por poucos – dessa toca que me encontro.(RR)

32 comentários:

  1. Regina, um belo texto como sempre! também sinto saudade do tempo em que as amizades eram desinteressadas, a única pretensão era a de partilhar os momentos, fossem de dor ou alegria, mas estar junto em qualquer ocasião.
    O individualismo atual está deixando o mundo cada vez mais frio, calculista, as pessoas estão perdendo o dom natural de serem felizes, o normal agora é ser eventual, efêmero, amigo de verdade é uma raridade!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. RE AMADA...
    TER UMA AMIGA ASSIM É A COISA MAIS LINDA QUE SE PODE ACONTECER...EU TENHO ..UMA JA MORA MAIS LONGE E MESMO QUE A GENTE NÃO LIGUE TODO DIA..QUE NÃO FALE TODO DIA..MAS EU SEI QUE ELA ESTA LA E ELA SABE QUE ESTOU AQUI..AQUI TENHO MINHA AMIGA QUE JA FALEI DELA AQUI..E OLHA SABE QUE A MINHA AMIGA DAQUI..ELA CHEGA AQUI A HORA QUE QUER DO MESMO JEITO QUE EU FAÇO LA..EU CHEGO E PRONTO..ELA MORA NUMA CHACARA E FAZEMOS CAFÉ ..E FICAMOS HORAS CONVERSANDO ..E SEM PROTOCOLOS SABE?RE VOCE FALA DE AMIZADE COM TANTO AMOR ...VOCE É UMA PESSOA QUE TRASBORDA SENTIMENTO DE VERDADE SABE? ME EMOCIONEI COM SEU TEXTO HOJE ATÉ POR QUE ALEM DE TODO MUNDO ESTAR PREOCUPADO COM SEU EU..A MAIORIA QUER UM AMIGO PRA DIZER O QUE ELE QUER OUVIR..E EU TENHO AMIGAS QUE ME DIZEM O QUE PENSAM E O QUE SENTEM E O MEHLOR EU ACEITO COM MAIOR AMOR E CADA DIA SOU MAIS GRATA..AMIZADE É ISSO...CUMPLICIDADE AMOR...NÃO PRECISA DE PROTOCOLOS...CHEGOU PARA JANTAR DE SURPRESA?VAMOS FAZER UM MEXIDÃO?? VAMOS TOMAR UMA CERVEJA?VAMOS PEDIR UMA PIZZA?? AMIGOS SÃO ASSIM...OLHA EU MORO LONGE ..MAS SE QUIZER APARECER POR AQUI NEM AVISE NÃO..VOU TE RECEBER DE BRAÇOS ABERTOS COMO VOCE FALOU...BEM SORRIDENTE...VAI SER MUITO BOM...QUERENDO TEM MEU IMAIL PASSO O ENDEREÇO RAPIDINHO..RRSRSR ..RE QUERIDA
    A CARGA DE AMOR QUE SINTO QUANDO VENHO AQUI..ME ABASTECE ME FAZ BEM...PELO DIA TODO..
    BEIJOS
    OTILIA

    ResponderExcluir
  3. Regina, tbém sinto saudades deste tempo que podíamos ir na casa da amiga, sem precisar avisar e sem precisar de receber convites.
    Eu sinto falta destas amizades que perduram, como a tua e da Bene.
    Aos longos dos anos,..eu e minhas amigas fomos nos perdendo no tempo.
    E é verdade que não dá pra fazer novos amigos, só pra ter com quem almoçar no Domingo de Pascoa...não dá!
    Amizade elas acontecem na vida da gente..quanto menos se espera. Pronto..ta aquela pessoinha lá fazendo parte do nosso mundo.
    Eu sinto falta disto..há tempos que esta magia nao me acontece.
    Por isto tenho em muito recorrido ao mundo virtual (Blog). Mas amiga..eu confesso!... não é completo. Precisamos do "Ao vivo e a cores".
    Eu acredito piegamente que um dia eu vou tirar alguém muito especial desta telinha...e vou ainda contar uma grande história sobre ela na s estorinhas de um dia de blog.

    bjos.. (amei sua máteria)
    continuo te induzindo ao livro..hehehe
    como vc diz:,,,beijo n.c

    ResponderExcluir
  4. Bendito é o amor sem pretensão
    é o amor de alma que apenas se encontram
    e se respeitam mutuamente dando as mãos
    e seguindo juntos por se grandioso apenas..

    beiJO meu pra vc amada...

    ResponderExcluir
  5. só mais um fedbackizinho..
    já reparou como os seus textos fazem com que os que comenta..fazendo os a criarem novos textos?.


    entao...

    ResponderExcluir
  6. Amizade é um grande tesouro abençoado por Deus!
    Beijossssssssss

    ResponderExcluir
  7. Hola Regina,

    la amistad es lo más precioso que tenemos.
    Sabes, también siento nostalgia de esos tiempos.

    Te dejo saludos argentinos,

    Sergio.

    ResponderExcluir
  8. Schechinah ao nosso redor está.
    Fica sempre o brilho na aura, daqueles que ofertam anjos aos seus.
    Que esse brilho traga serenidade as tuas indagações.
    Obrigada.
    Obrigada.
    Obrigada.
    Wilma
    www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Rê, já percebeu que desses tempos hibernais geralmente surgem as mais profundas e importantes reflexões? esse contato que a gente faz permite sermos a_gentes de mudanças impensadas (não previstas), mas inequívocas, e que se expandem para além das cercanias de nossa existência individual, envolvendo nossos afetos e estreitando os laços que as_seguram nossas expervivências mais bonitas.

    AMEI!
    Bjãzão beeeemmmm grande pra entrar na toca...rsrs

    ResponderExcluir
  10. - Moça, se você um dia aparecer por aqui, favor não avisar. Eu faço o mesmo se for aí. A saia justa, o desencontro, o momento errado são riscos que vale a pena correr - principalmente entre amigos. Seja otimista e pense no reverso da medalha... quando tudo dá certo. É um sonho que vira realidade. É mágica.
    - Abraços e carinhos, querida. E não me espere... eu chegarei de surpresa.

    ResponderExcluir
  11. Fico feliz de ver que o teu tom é positivo! Eu alcancei esses tempos em que as visitas chegavam sem avisar e se matava uma galinha para reforçar o almoço!
    Mas, mesmo na época das mensagens instantâneas através do planeta, a solidariedade é possível!
    A amizade também!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  12. Amizade assim é daquelas que chegam pra ficar e arrasar.LINDO isso! bela foto! beijos, às duas,chica

    ResponderExcluir
  13. Olá Regina,

    Partilhamos o mesmo sentimento sobre as relações humanas e as mudanças sofridas pelas mesmas nos últimos tempo!
    Adorei o texto, muito bem escrito (como sempre!)

    Grande beijo para ti!

    http://omundoparachamardemeu.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Rê amada

    os chamegos que fizemos foram merecidos...
    quanto à vir sem avisar..se eu não estiver, a chave estará debaixo do capacho da porta de entrada (conte pra ninguém não, visse?)...
    Faça o café gostoso e me espere...logo logo eu chego..

    beijocas

    Loisane

    P.S. to sempre aqui e lá....

    ResponderExcluir
  15. Sabe, Rê

    Uma vez chamei você de mãe e não foi à toa. Não sei quantos anos você tem, nem nada, mas a julgar pela sua aparência, acredito que possa ter a mesma idade que eu. O que quero dizer é que, muitas e muitas vezes, aqui em seu espaço, encontrei conforto e consolo que não encontro nesta chamada "vida real". Conforto porque suas palavras me fazem sentir melhor, e consolo porque minha dor é semelhante à sua.
    Uma das melhores frases (e posts) que vi ultimamente: "As pessoas estão perdendo – se é que já não perderam – a capacidade de se colocar no lugar do outro pela simples razão de que se colocam à frente ou acima dele."
    E todo o texto.
    Porque uma coisa que eu estava pensando hoje. Quando é que você vê uma pessoa se alegrar junto com você? Difícil. Geralmente a pessoa pensa: "poxa, isso aí podia ter acontecido comigo. E mereço mais". E por aí afora.
    Mas eu vejo que, havendo uma única pessoa que tenha a graça, a coragem, a ousadia e a amizade de se colocar no nosso lugar, já vale a pena.
    Já vale a pena lutar, já vale a pena viver, já vale a pena sobreviver e seguir nesse mundo que se mostra incompreensível às vezes.
    E se vale a pena, significa que a nossa alma nunca foi pequena. Da sua, eu tenho certeza absoluta, minha amiga.

    Beijos

    Carla

    ResponderExcluir
  16. Empatia é para mim o gesto mais lindo de amor.
    Beijos, Leoa!

    ResponderExcluir
  17. Ei Regina!
    Seu texto está lindo! Se apresenta verdadeiro e tocante, sobretude se apresenta extremamente real. As pessoas tem adoecido com a solidão e nos tempos modernos a amizade sem hora marcada está se tornando raro.
    Que bom que tem amigos-anjos que te resgatam do seu período de inverno.
    Você é maravilhosa e te desejo completo estado de bem estar.
    Gd beijo

    ResponderExcluir
  18. Abre a porta Rêzininha!!!
    Éuu num abru naummm.....

    Um gbnc com uma pdmnb... Não peça pra traduzire.. rsss

    Deusssssssssssskiajude
    Tatto

    ResponderExcluir
  19. Acredito muito no merecimento pelas coisas que recebemos. Você não recebe esse tanto de amor atoa, são pessoas que te querem bem, te querem com esse sorriso tão bacana sempre... Pelo menos que esse sempre seja um bom tempo.

    É como te falei. Qualquer coisa, me chama, me pega pelos ombros, sacode e me diz tudo o que quiser dizer... Mas diz. É assim que se fortalece uma amizade, contra qualquer tempo ruim.

    Daqui, sempre na torcida pra vc ficar logo benzinho. Sai da toca, que é pequena demais pra uma leoa, visse?

    Cheiro!

    ResponderExcluir
  20. VOLTEI AQUI...POR QUE NÃO SEI SE VAI IR LA VER A RESPOSTA ..MAS SO VOU FALAR UMA COISA..
    AS PALAVRAS QUE VOCE DISSE LA..E O VIDEO QUE OFERECEU A MIM...SÓ POSSO TE AGRADECER DE UM JEITO..
    PEDINDO A ELE ..JESUS QUE TE CARREGUE NO COLO TODA VEZ QUE VOCE SE SENTIR CANSADA..E QUE DEIXE VOCE SEMPRE AQUI...COM ESSA LUZ PRA GENTE PEGAR SO UM POUQUINHO DELA PRA GENTE... NOS PRECISAMOS DE VOCE..ANJA QUERIDA

    MUITO OBRIGADA...


    BJS NO CORAÇÃO E NA SUA ALMA ..SEMPRE

    OTILIA

    ResponderExcluir
  21. Querida,

    Tem um cafézinho aí? Quentinho, passadinho na hora?

    Parabéns pela linda amizade!

    Beijinhosssss

    ResponderExcluir
  22. Querida Re
    Nem sempre é fácil (normalmente até é difícil) explicar porque se gosta de alguém. Muito mais fácil é dizer porque NÃO se gosta.
    Sentimentos como amor e amizade surgem, como que do nada, e vão crescendo, quando é caso disso, sem que para tal façamos seja o que for. Esses são os sentimentos verdadeiros. Os que são forçados... não são sinceros e têm vida curta.
    Linda, a amizade entre vc e essa sua amiga!
    Felizmente tenho algumas amigas assim - estamos separadas por grandes distâncias físicas, mas...estamos lá :)
    Gostei muito desta sua reflexão (o que geralmente acontece...)

    Boa semana. Beijinhos

    ResponderExcluir
  23. Re lindíssima !!
    Você é merecedora de todo esse carinho. Seu texto é maravilhoso e chama a atenção pra essa egoísta vida agitada que nos tira tantas vezes dos singelos atos como o de simplesmente estar pronto pra ouvir, dar o ombro, entender, querer ajudar o outro. Quantas vezes senti conforto em te ler e vontade de te abraçar com o calor do sentimento mais profundo de amizade. Sei que nem me conheces que estamos tão longe. Mas você mesmo sem saber, foi em alguns momentos uma amiga e tanto. Segura firme querida. Os amigos querem que você esteja bem e estão ai pra te envolver de carinho e atenção.

    beijo querida !!

    ResponderExcluir
  24. Oi Regina, vim conhecer seu blog e adorei!!!! bjos,

    ResponderExcluir
  25. Ei Cristina! Seja muito bem-vinda. Se gostou, volte quando quiser e puder. Aqui nesse divã terá sempre um lugar reservado, carinhosamente,para você.
    Beijuuss n.a.

    ResponderExcluir
  26. Rê.
    Se me permites, faço "meus" estes teus pensamentos, estas tuas convicções.
    Bom ver alguém ainda a pensar nesta nossa vida, neste nosso mundo.
    Bjs, n.c.

    ResponderExcluir
  27. Sodade do cê tb!
    Tô dodói ainda. Gripe feia e bobona!
    Dotô meu falou que é gripe emocional???????
    Que eu estou abrindo mão do que eu quero!
    Já ouviu essa: Gripe emocional!
    Apesar de ama o dotô de coração, mandei ele "pranta batata".
    Bjs minha querida.

    ResponderExcluir
  28. De vez em quando me pego pensando na mesma coisa: antes não havia tanta cerimônia para se visitar um amigo. Eu ainda tenho amigos assim: que não se fazem de rogados, aparecem sem avisar ou se 'oferecem' para vir - ou ir - à minha casa. Acho isso o máximo! Sou uma pessoa assim, sem muitos rapapés - ui! raspei o fundo do baú! - e bastante simples. Ainda vivo no passado... Beijinhos, Angelinha

    ResponderExcluir
  29. Diliça! Amigo de sintonia de alma, não se explica, se tem e pronto! Lindo, belíssimo texto amiga Rê!
    Os tempos de hj são os tempos da distância, não há mais aquela proximidade boa, a presença...é tudo virtual mesmo até quando se está na frente da criatura. Espero que esteja bem...e ó, vou ficar com esses zoinho procurando teu/tua emissário viu?
    Beijos querida, bom domingo!

    ResponderExcluir
  30. Olá Regina,

    A distância não corrói, necessariamente, as amizades. Ainda esta tarde senti exatamente isso, quando recebi um telefonema de uma grande amiga, que faz muito tempo não vejo. Todavia, seguimos próximos e cada vez que falamos é tão agradável que nem parece que não nos encontramos há longo tempo. Quanto a visitarmos alguém sem cobinação prévia, concordo inteiramente consigo e junto-me ao seu lamento. Não gosto de ter a casa vazia e para mim, receber alguém sempre foi um enorme prazer. Ainda para mais, uma boa conversa é o melhor entretenimento. Mas reconheço que estou deslocado na corrente, pois ninguém mais visita ninguém e os encontros se marcam em locais públicos, daqueles com hora de fecho marcada, para não alongar conversas. Estas mudanças de hábitos contribuem imenso para tornar as pessoas frias e distantes. Por isso mesmo, hoje a palavra amigo já não tem o mesmo significado de antes. E o problema é que nem sempre isso é evidente entre aqueles a quem chamamos amigos!...

    Beijo,

    Alexandre

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget