Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

terça-feira, 8 de março de 2011

PAPO VEM PAPO VAI

       “O conhecimento chega, mas a sabedoria se atrasa” (Alfred, Lorde Tennyson)

O mês de janeiro trouxe mudanças.  Fevereiro tornou-as pessoais e intransferíveis. Março mal começou e seus acontecimentos sinalizavam o esclarecimento necessário do que vinha ocorrendo em minha vida desde o começo do ano. Estava juntando as pequenas peças – fragmentadas de um email aqui, um bate-papo no MSN ali - quando ouço:
- Continue a cuidar dos detalhes e a fazer o seu trabalho em silêncio e conscienciosamente. O mais importante de tudo é que você passe algum tempo sozinha, sem distrações, para poder pensar, meditar, reconhecer os seus sentimentos e planejar os seus passos futuros.
- Valha-me D’us! Mais tempo sozinha?!? A que tipo de distrações você se refere?
- A preocupação e o pessimismo são muitas vezes os fatores desorientadores... Você vive uma fase na qual percebe os setores da sua vida onde está insatisfeita. Se esses sentimentos surgirem, saiba que eles estão programados, e lembre-se de que não há nada tão capaz de deter o fluxo da vida quanto o sentimento reprimido. Ponha tudo PARA FORA!
- Dona Insatisfação é habituê de mim faz tempo... Fui decidindo daqui e acolá, crente que ela fosse embora. Sentimento reprimido? Sabe que repressão é um dos vários mecanismos de defesa que lançamos mão para afastar ou recalcar da consciência um afeto, uma ideia ou apelo do instinto. Um acontecimento que, por algum motivo, nos envergonha e que pode ser completamente esquecido e se tornar não evocável.  Segundo papai Freud é quando ela falha que surgem as doenças mentais!
- O medo é inevitável, uma vez que você não faz ideia de onde se encontra neste exato momento. Relaxe suas tensões quanto a não ter nada com que contribuir. A única coisa que a vida requer de você, agora, é a sua presença nela! A verdade é que você esteve perdida por mais tempo do que se preocupa em admitir. O que você está vendo agora é a aceitação desse fato.
- Perdida... Absolutamente perdida de mim mesma, sem caminhos, estradas, sinalizadores ou um guia sequer!
- Diminua o ritmo, arrastando-se se necessário, para poder parar de lutar contra a sua realidade atual. Enfrente a sua situação de agora e a névoa que a está cercando começará a diminuir. Sim, você já teve o bastante do seu estilo de vida atual e está percebendo que é capaz de coisas muito melhores. A orientação de que você precisa logo estará clara e você vai plantar as sementes da nova vida ao longo dessa estrada pelo resto do ano.
- Não há como diminuir mais. Estou praticamente estacionada. Rastejando.Sementes?! Ah! Valha-me D’us triplamente!!!
- Enquanto isso aprenda a apreciar a sua própria companhia sem se sentir só. Saiba onde cometeu erros e se esforce para não tornar a repeti-los. Deixe que seus sentimentos a ajudem a perceber como você é especial e capaz. Aceite a sua realidade e pondere sobre todos os detalhes envolvidos, confrontando-os com as suas esperanças e sonhos a longo prazo. O que você quer realmente alcançar neste seu precioso tempo de vida? Como quer estar – o que quer estar fazendo – daqui a um ano; daqui a cinco anos; daqui a dez anos?
- Já estou farta de minha própria companhia! Você não se cansa de si mesma? Já estou farta dessa conversa de capacidades e especialidades. Além disso, toda essas questões já as fiz , respondi e sei muito bem como quero estar a curto, médio e longo prazo!
- Talvez sejam necessárias palavras, ações ou circunstâncias de outra pessoa para abrir a sua mente, mas só você poderá responder às perguntas que você está fazendo neste momento. As respostas estão aí dentro de você. Relaxe. Escute. Sinta. Acredite na sua capacidade de encontrar a vida que você quer para si mesma.
- A.Augusto, Angelinha, Denise, Humberto, Junia, Mary, Rafael, Sara, Zizi e tantas outras pessoas me ajudando nessa abertura... Será que está lacrada? Um cofre-forte sem senha de acesso?
- Reflita, medite e analise. Estude o passado. Admita o presente. Não enfrente a sua vida em pedaços ou partes, mas considerando-a como uma viagem contínua sobre a qual você tem o controle supremo. Embora seja verdade que essa parte da sua jornada possa parecer um pouco áspera, solitária ou humilhante, a sua situação atual deveria ser vista como uma pequena e temporária parte da aventura como um todo; um momento decisivo para a sua felicidade futura. Lembre-se: a sua vida - depois de todos esses acontecimentos – nunca mais será a mesma outra vez!
- Afff... Chega a dar um frio na espinha!
- Você precisa pensar por si mesma, sentir por si mesma  e ser sua própria navegadora. Prepare planos e programações precisos para a sua jornada, aspirações e desejos. Trace a sua melhor rota. Se os seus sentimentos a incentivarem a praticar uma determinada ação, execute-a.
- Fala de uma maneira como se fosse simples. Não percebe que há momentos em que precisamos ser guiadas? Em que as necessidades de sobreviver gritam? A angústia solitária do “como será o amanhã” escurece e nos paralisa?
- Analise todas as possibilidades e acredite que você vai ser bem-sucedida. Seja paciente. Essa sensação de solidão vai desaparecer quando você admitir a sua situação atual, chegando à conclusão sobre como está insatisfeita.
- Posso rir? kkkkkkkkkk. Se a simples tomada de consciência ou admissão de algo nos tirasse do lugar... Só se sai do lugar saindo!
- Amplie os seus conhecimentos. Em parte, manter a sua vida organizada e tranqüila requer que você se livre daqueles julgamentos que lhe dizem que você não pode fazer algo porque não sabe. APRENDA COMO FAZER.
- Ok! A conversa está ótima, mas agora preciso fazer o almoço para nós. Descanse nessa terça-feira, gorda, de carnaval. Amanhã são cinzas!(RR)
(Imagem:Foto Museu do Inconsciente/Exposição/Galeria de Arte/Acervo: Marcos Cotta- maio/2010)

26 comentários:

  1. Querida Regina, tudo bem?
    Vim agradecer pelo seu comentário tão carinhoso no blog pelo segundo ano de aniversário do meu blog e me deparei com estas palavras tão importantes. Inclusive já tinha pensado em vir aqui mesmo pedir para você visitar um blog "Apenas um Lugar para Ser" da minha amiga Lis, onde ela pede conselhos sobre MEDO.
    Não consegui ajudá-la muito nesta questão e me lembrei de você naquele momento e na blogueira e amiga Erika Saab do Blog Chá das Cinco.
    Será que você poderia dar uma olhada neste post dela (Lis)?: http://apenasumlugarparaser.blogspot.com/2011/02/o-que-fazer-com-um-pensamento-tolo.html

    Que coincidência essa sua postagem abordar também o assunto medo. Parar, refletir sobre nós mesmos e sermos mais otimistas pode sim gerar grandes transformações.

    Como sempre, ótimos textos hein querida!!!

    Um beijão e obrigada pelo carinho de sempre!!
    :)

    ResponderExcluir
  2. Regina querida
    Um texto que, a coberto de um certo humor, nos faz refletir bastante.
    Gostei imenso.

    O vídeo é lindo. Tanto o poema como a música encheram o meu ego:)))
    Obrigada pelas partilhas.

    Feliz Dia Internacional da Mulher.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Os guias estão sempre conosco, a nos puxar a orelha de vez em quando e a exigir mais e mais de nós, por acreditarem em nossa capacidade. Que bom que estejam aí com você neste momento de solidão obrigatória e produtiva. As bênçãos estão vindo, minha amiga querida. Beijinhos, Angelinha

    ResponderExcluir
  4. Rêzininha da Grória....

    Ahh!! mulé, assim como tantas e todas sempre carentes desse amor do dia "D"... Que aliás é hoje.
    Lendo teu texto pensei.... "Por qual razão os teus dizeres encontram-se em "azul"...? Por que não em Rosa ou Lilás ?
    Pensei e refleti!!! Pensei ser apenas alguém escrevendo focado apenas no escrito... Se esquecendo de quem é ..."UMA LINDA E TALENTOSA MULHER".
    "Lembre-se sempre disso.. Neste dia ou em qualquer outro, quando uma mulher escreve ela sempre ha de deixar desenhado nas palavras sua maravilhosa mania de ser mulher".

    Na sua (PESSOINHA)... rsrs Deixo aqui meu FAPT isento de maliciamentos à TODAS AS MAULHERES magávijósas do meu práneta..... AMOCÊISPRACÁRAI..!!

    Deussssssssssskiajude
    Tatto

    ResponderExcluir
  5. "Pode-se graduar a civilização de um povo pela atenção, decência e consideração com que as mulheres são educadas, tratadas e protegidas."
    (Marquês de Maricá) Em homenagem ao dia internacional da mulher.
    Beijos achocolatados

    ResponderExcluir
  6. Ei, mulher!
    Receba minha reverência e junto, todo o meu carinho.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Li e Rê(li)...engasguei - e não por encontrar meu nome, mas encontrar-ME em muitas vírgulas e suspiros, no medo e na insatisfação, na indignação e no humor que encobre a nobre reflexão.
    Quando falou sobre o texto de hj, não me passou a ideia dessa profundidade - surpresas de Rê, pensei...pois me enganei feio!! Bonito foi teu gesto deste 'abrir o verbo', vc passou a guilhotina na mulher frágil e, neste nosso dia, tornou a data digna de tua estatura!!

    Caramba!!...feliz teu dia, nosso dia, e de todas as mulheres!
    Este tá na bolsa, mas já grudou na alma, visseeee??
    Um beijo enorme, do tamanhão da minha admiração e amor por ti!!

    ResponderExcluir
  8. Rê amada

    Como é bom me ver no seu texto...somos iguais...A dona ansiedade que habita aqui, habita acolá...meu medo "como será o amanhã?" é o medo de todos(as)...somos iguais..parecidas...
    Amém...

    Feliz dia 8...Super mulher...amiga


    Beijocas

    Loisane

    P.S. Só por hoje..perdoo voce de ter tirado minha música pra homenagear a "mulhegada"

    ResponderExcluir
  9. Olá, Regina!
    É muito bom saber, saber de você mesma, que estás muito bem agora. E claro, pra sorte de todos nós isso!!!
    Bjs e Feliz Dia da Mulher!!!!!!!!!!
    Rike.

    ResponderExcluir
  10. Um feliz dia Internacional da Mulher pra voce minha querida amiga...paz...amor e muito sucesso...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  11. Sei que você não é fã de "dias" e eu também não! Mas, pelo amigo Jair, fiquei sabendo que esta data é o aniversário de uma tragédia que atingiu mais de cem mulheres numa fábrica americana do séc. XIX.
    Porisso, apesar de para mim todos os dias serem dias para se admirar e tratar bem as nossas mulheres, transmito a você e a todas o meu abraço virtual.
    Acredito que você vai superar seus grilos e medos, usando a prática, o conhecimento e, sobretudo, a força interior que você demonstra possuir.
    É só lembrar como superou situações semelhantes no passado!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  12. Ai Rê querida !!
    Sua reflexão cabe a todas nós.
    Como é difícil dirigir a própria vida. Que bom seria termos sempre alguém a nos mostrar a direção.
    Seu diálogo me calou fundo ...

    um beijo enorme nesse dia que é nosso !!

    ResponderExcluir
  13. Pois é Rê...quando a gente vive esses momentos a única coisa que se deseja é que eles logo acabem. Sinceramente não vejo de que forma encontrar o "novo" sem ter que deixar as certezas, algumas referências e bússulas de lado. Houve o tempo em que eu acreditava que quanto mais anos eu ganhasse, mais segura das coisas ficaria...doce ilusão...ainda bem! Não tem nada mais chato do que ser aquele "suposto saber". Ermance Dufaux fala muito disso cabeça congestionada de informação sem saber como fazer diferente e não tem mesmo como tirar férias de si-mesma. Acredito Rê que quem vive esses questionamentos e os olha de frente como você são pessoas especiais neste mundo porque o desejo de melhora está consciente. Somos seres em transformação, o que hoje é dúvida amanhã certamente será encontro. O medo é um sentimento guia nas trajetórias de conquista.Força!
    Beijinho
    Bia

    ResponderExcluir
  14. Rê amada linda...
    São tantas as mulheres que aqui habita..
    E te digo como se parecem comigo...
    'Perdida... Absolutamente perdida de mim mesma, sem caminhos, estradas, sinalizadores ou um guia sequer'!

    ainda não me achei não...

    beijos minha querida leoa amansada pela vida...

    ResponderExcluir
  15. - Vocês duas sempre nos transmitem mensagens preciosas nesses diálogos tipo ping-pong. Um abraço pelo dia de hoje, e que a Luz ilumine seus caminhos.

    ResponderExcluir

  16. Como me reconheço em suas palavras. Essa solidão necessária, o encontro com o mais profundo eu, os medos... Tenho vivido isso, mas confesso que já não estou paralisada, graças à Deus consegui avançar um bocadinho. Força, vc já está a caminho, logo os pensamentos vão tomando seus lugares e vamos descobrindo novas perspectivas e a vida vai se tornando mais leve. Parabéns pelo dia da mulher! Bjssssssss

    ResponderExcluir
  17. Mulher! Mulher!
    Do barro.
    De que você foi gerada.
    Jamais tirei um 10.
    Sou forte.
    Mas não chego.
    Aos seus pés...
    Regina que mergulho, todas as minhas reverências, ao teu momento.
    Li e reli, meio que de rabo de olho.
    Com muito medo desse espelho seu/meu/nosso.
    Sou forte, sim.
    Mas,não chego aos seus pés.
    Wilma
    www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Regina, amiga!

    Tens uma forma deliciosa de escrever. Saio daqui sempre a sorrir, embora este texto deixe implícito muito mais do que se lê...
    Volto
    Tem mais para ler abaixo.
    Estou muito atrasada, ou és tu que estás a escrever muito???!!!

    Beijão

    ResponderExcluir
  19. Oi Regina, td bem? Mto obg pela sua visita! Li os seus textos, mta coisa interessante, posso te confessar q sou fã de reflexões. :)

    Outra verdade é q meu medo é mto mais da vida no momento do q de fato desmaiar. Tenho procurado ter calma, analisar oq se passa na minha vida e comigo neste momento de tantas mudanças. Sinto q estou numa fase mto importante da minha própria história. Mas vejo no final um grande sorriso. Não sei pq, mas vejo.. Faço terapia e acho q o apoio profissional nestes momentos faz mto bem.

    Voltarei aq para ler mais dos seus textos.

    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  20. REgina...um texto muito bem escrito. Parabéns por ele e tbém pelo Nosso dia...
    É interessante toda esta prosa aí...este itinerário eu já passei, parece que vc leu minhas mãos..foi? hehehe.
    Hoje estou aqui só comigo, e isto tem feito tão bem, acariciando os planos.. não mais os sonhos, pois agora estou no mundo real e isto tbém tem seu valor. Aprendi a gostar de estar comigo e quase que não quero participações. Tenho gostado deste meu mundinho. Até horta tenho vontade de fazer, a aquela que nunca foi campestre.hehe..só pra ti ter uma idéia.
    Este teu momento solita..não esqueça de se abraçar ok. Esquenta e dá equilibrio.bjim.

    ResponderExcluir
  21. Rê, você escreve com a alma. Suas palavras vão nos dando coragem . Parabéns !!!!!! nós mulheres somos amantes da vida. Mil Bjs

    ResponderExcluir
  22. Eiii Lis, seja muito bem-vinda! Espero ter ajudado um cadiquinho e agora fiquei tranquila sabendo que faz terapia...Puxando a sardinha prá minha lata(totalmente rsrs)acho um investimento bacanérrimo! Tem coisa melhor do que investirmos em nóssas dúvidas, desconhecimentos, medos,inseguranças, etc?
    Volte sim... quando quiser e puder...estarei aqui, carinhosamente, lhe aguardando.
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  23. Minha iluminada,
    estou aqui a morrer de rir contigo. Hoje acordei muito bem, sem os sonhos ;))))
    obigada por sua companhia amiga. Ah, estou igual a raposa do Príncipe Pequeno rs : a esperar por vc, no mesmo horário, só para ser mais feliz! Amo TU!
    Amiga, interessante estes textos de previsõs, auto-ajuda etecetera. Quanto mais precisamos deles , els mandam um amontoado de "conselhos sábios" tão impessoais que servem para todo um universo de pessoas.
    É porisso que sou absolutamente crente e absurdamente crítica com tais coisas.
    Crente que sempre há um caminho. E que D'us nos mostra sempre. A tarefa monumental é Ouvir a voz Dele!
    Somos uns anjos tão decaídos e , Hossanas, imperfeitos, pois só assim nos resta a lucidez e a glória de entender quem somos, nossos medos , nossos senãos e aprendermos a andar sozinhos.
    Acredita que na minha vida foram raras, conto nos dedos das mãos, as vezes que pedi conselhos a médiuns , a gurus nem pensar,. Fico danada da vida quando me falam bobagens.
    falar bobagens , chover no milhado já sei fazer sozinha.
    Queridoca, desculpa-me, mas esta desgraceira toda kkkk me desopilou o fígado nesta Quarta Feira de Cinzas.
    Você é maravilhosa assim como é!
    Se mexer... estraga!!
    Beijos neste coração iluminadado, fiel e doce!

    ResponderExcluir
  24. Um grande beijo de bom dia pra ti querida....

    ResponderExcluir
  25. Oi Rê, como somos complicadas, e no entanto, tão simples...Teus questionamentos são tb os meus e acho que de tantas e tantas outras mulheres...Vamos combinar? viver não é fácil não e ser mulher, menos ainda...beijos,

    ResponderExcluir
  26. E eu que me sinto sempre perdida e só...
    Vivo a me questionar, e sempre chego a conclusão que sou uma farsa.
    Beijos, Re.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget