Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

domingo, 13 de novembro de 2011

PELOS NADA DESEJÁVEIS

Não serviu de consolo saber que até a Kate Winslet é peludinha.
Lamento informar que tenho barba. Descoberta recente. A verdade é que provavelmente sempre tive, mas durante anos ela permaneceu meio latente ou incipiente ou ameaçadora, tal como um céu nublado pode ameaçar chuva. Em raríssimos momentos de minha juventude ela apareceu num único e solitário fio abaixo do - que um dia já foi - meu queixo. Resolvia o barbear munida de pinça e vapt... ele desaparecia. Ficava tempos sem reaparecer. Talvez fosse se juntar à mulher barbada de um circo qualquer. Então, um dia chegou(?) a menopausa. E com ela a barba mudou: já não é latente, incipiente e ameaçadora; tornou-se visível. Pelo menos pra mim. Perguntei ao médico em tom suplicante que merda era isso? Mudanças hormonais - responde ele. O desequilíbrio hormonal tanto pode provocar o enfraquecimento e a queda de cabelo, como o seu excesso, principalmente na zona do queixo, buço e maçãs do rosto.Ah Cecília, faço minha sua questão: "Em que espelho ficou perdida a minha face?" Ah tá! Tudo bem que é uma meia dúzia de, uns oito, fios, longos, negros (não podiam ser loiros ou brancos como os da cabeça???) e - AINDA - localizados no queixo (devo aguardar no bigode e maçãs do meu face também???).
Agora vou ter que incluir, nos cuidados Luluzinha de meu ser, tempo extra pra me livrar desses pelos indesejáveis. Não poderiam ter caído em desuso de minha ortografia facial?! Seria tão simples.Ok.Sou obrigada a admitir que gasto muito menos tempo me depilando com cera do que no passado (e não é sempre que se encontra esta informação preciosa naqueles livretos animadores e idiotas sobre a menopausa) porque a partir de certo momento começamos a ter uma quantidade bem menor de pelos nas partes que costumávamos ter um matagal. É o tal enfraquecimento e queda. Na adolescência, tinha uma amiga prafrentex e pioneira na depilação com cera. Ela me aterrorizava e garantia que se eu não começasse a depilar as pernas – se insistisse em raspá-las como todas as mortais – os pelos iriam crescer cada vez mais depressa e por fim eu iria parecer a versão feminina do Toni Ramos. Isto não se comprovou! Pode-se raspar as pernas durante anos que elas não ficam muito mais peludas do que quando os pelos nasceram. Se bem que não quis correr esse risco e lá pelos 18 aderi à cera... uiiii! Uma coisa é fato: depois de certa idade, eles ficam menos numerosos mesmo. Imagino que na altura em que tiver oitenta anos, poderei remover os pelos indesejáveis das pernas com duas pinçadas. O mesmo instrumento usado na adolescência para o saudoso fio único de minha barba.Voltando a ela, o doutor sugere depilação a laser. Rápida, definitiva e indolor. Indolor? Creio não! Lembro dos exercícios respiratórios que fazia para a região do biquíni. Eu suportava a dor com aquele tal cachorrinho cansado ensinado em aulas de parto sem dor=mentira.Recomendo-os enfaticamente embora não para fazer durante o parto, porque neste caso são virtualmente inúteis. Compreendo também que algumas mulheres jovens removam inteiramente os pelos púbicos, ou lhes deem formas topiárias, triângulos e corações, entre outras tantas. Graças a D’us sou velha demais para isso! Enquanto não decido pela luz pulsante (cera de jeito nenhum) vou pinçando um daqui outro acolá. Fazer o que?! E xingando a resistência nordestina dos mesmos. Carecia ser cabra-macha até no queixo?!(RR)

19 comentários:

  1. Olá, tenha um lindo domingo.
    Li o post e fiquei impressionada com a tua sinceridade..."pelos nada desejáveis*
    Penso que todas nós temos esse probleminha, eu ainda não sinto isso no rosto, mas minha irmã tem "barba e bigode', pois é, mas se nega a tirar, diz que vai nascer mais, então ela clareia os pelos com um produto...
    Na área da virilha, eu uso cera, tenho alergia à gilete>
    é doloroso, mas nem ligo!
    É um questão de higiene também, e pode ficar bem bonitinho se for bem feito.
    Legal te ler, e o tema é D+
    bjusss
    Mery*
    Faz uma visitinha lá, no meu canto e dá tua opinião, se puderes.

    ResponderExcluir
  2. Esses chatos, feios e teimosos, ninguém mereeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeece mesmo!!!

    Putz, como são terríveis e crescem rápido!!! Credo!!!


    beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Outra crônica domingueira exuberante...vc e nossas aflições-de-todo-dia, irmiga.
    Pois olhe, o talzinho solitário tb tive por companheiro por muuuitos anos, mas, cansado da solidão, foi buscar reforço em algum lugar (deve ser nessa tal de mano_pausa))...maaaassss encontrei uma pessoa que faz sobrancelha usando fio tipo cerol, e arranca toooodos os indesejáveis...ela chega e eu peço serviço completo (barba e bigode, pq senão nem o diabo comigo pode!!). Quanto aos outros pelos, tn tô isenta desse artístico sacrifício, e as pernas nunca sofreram invasão de pelos por serem raspadas (manja foliculite? pois é, cera, nem pensar!)
    Quer saber amiga_mada? O tal cuidar-se exige disciplina...muita coisa nova (e estranha) no mercado, e que funciona!!!....parece até cardápio....rsrsrs

    Adorei a odisséia cabeluda de nosso ser...rsrsrs
    Bom domingo, bjãozão procê!!

    ResponderExcluir
  4. Eu também tenho barba....rs..rs...beijos de boa semana pra ti querida...

    ResponderExcluir
  5. Olá, RÊ!

    Pois é; por mais que nos esforcemos, os pelos sempre nos lembram a nossa proveniência; fomos evoluindo mas eles, teimosos, foram ficando,ainda que muito menos, felizmente...

    E o assunto não é só coisa de mulher; também nos homens eles crescem em vários lados, menos no sítio onde poderiam até dar jeito...

    E termino com um conselho: olhe que não os corte, senão ainda ficam mais fortes...!

    Beijinhos amigos; bom resto de domingo.
    Vitor

    ResponderExcluir
  6. Um cliente senta-se à mesa dum restaurante elegante e ata o guardanapo à roda do pescoço. O gerente, escandalizado, chama um dos empregados e diz-lhe:
    — Trate de fazer entender, diplomaticamente, àquele senhor que aquilo não se faz.
    O empregado aproxima-se, sorrindo, do cliente e pergunta:
    — O senhor o que deseja: barba ou cabelo?

    Beijo e bom domingo.

    ResponderExcluir
  7. hhhahahahahhhhhahahahh nem vou comentar Rê!!!Pois creio que chegarei lá tbm....
    Bjs

    Zu

    ResponderExcluir
  8. Regina, para facilitar a erradicação do indesejável ornamento, sugiro que você ponha as barbas de molho.
    Beijo nos pelos - os seus, não os do Xipan...

    ResponderExcluir
  9. Rê, Menos-pausa faz-nos andar numa roda viva de novidades pouco simpáticas. Felizmente temos o humor, a sabedoria e estamos vivas. E mesmo com um pelinho a mais e outro a menos, ainda estamos lindonas, para mulheres maduras. Por isso, vamos é aproveitar e viver. Abreijos Tê

    ResponderExcluir
  10. Amiga,

    Cheguei a chorar de rir por aqui!
    Pois esta desgraça bate a porta de todas nós. Eu, sempre muito vaidosa ficava feliz por tirar as minhas barbichas com a pinça! Belos tempos! Depois dos 50 e agora com a retirada do útero a coisa foi pro beleleu mesmo....rs
    Pois tenho duas alternativas, ou fico com os braços dormentes de tanto catar pelinho no buço e embaixo do queixo, OU, sou obrigada a ficar uma semana sem tirar minha "barbinha" e ir até minha carrasca depiladora amiga, sofrer 10 minutos, mas sair de lá com a cara lisinha igual a bunda de nenê! Dúvida cruel! No intervalo destes dias é uma tortura, nada esconde os malditos! Base de uma cor, base de outra cor, pó, até o corretivo de olheiras de minha filha já foi testado! Êta inferno!
    Em compensação não tenho uma ÚNICA ruga no rosto, nem estrias nas pernas, entãooooooo juro por tudo que é mais sagrado que prefiro meus pelinhos indesejados!
    Fica aqui minha solidariedade!kkkkkkkk

    Beijinhossssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  11. Ai, que "resistência nordestina" foi massa! KKkkkk... Mas minha benhê, você queria manter a exuberância toda sem ter trabalhinho nenhum? E esse papo que nada jamais dói, furadíssimo. Creio não.

    Eu tenho um cabra macho desse no meu queixo e volta e meia penso que exterminei o fiodeumamãe pra sempre, mas eis que ressurge feito uma fênix.

    A dor e a delícia de ser mulher... Eu bem dispensava a dor, viu?

    Beijo.
    Amote!

    ResponderExcluir
  12. Uma boa segunda feira pra ti minha amiga e um belo dia de feriado pra ti,,,beijos e beijos e flores...

    ResponderExcluir
  13. Olá querida e amada Rê

    Quando o pelo é demais nas mulheres, (parece que se chama a isso de hirsutismo) aconselha-se tomar banho de imersão em chá de hortelã-pimenta três vezes por semana (Depois de mergulhar deixa de se ver o pelo))))
    Para quem tem uns pouquinhos aqui e acolá em sítios menos desejáveis, uma chávena do mesmo chá por dia resolve. (dizem)
    Se não resultar a mesinha, não vale a pena reclamar, a dica não é garantida.
    Haja boa disposição.

    Beijo e kandandos a atravessar tanto mar...

    ResponderExcluir
  14. KKKKK! Regina você é demais! Nordestina retada!
    Mas estou com o doutor, laser neles, porque cultivar os incômodos?
    Beijos linda Regina( com ou sem barba)!Rssssss...

    ResponderExcluir
  15. Bem, o Divã e seu.
    Mas de psi e louco todo mundo tem um pouco.
    Eu arisco proferir/profetizar, que tudo isso é devido a polaridade.
    Você por algumas crônicas que li, ama Portugal.
    Ama tanto, tanto, tanto.
    Que atraiu para si, características lusitanas.
    Um lindo bigode.
    És quase uma versão feminina do Uri Geller, tamanho poder mental.
    Relaxe.
    Hoje é segunda-feira, véspera de feriado.
    Que tal um adereço de espuma de cerveja no bigodão?
    Melhor do que leite.
    Bjs.
    Wilma
    www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Caramba, Rê!
    É nessas horas que eu fico feliz por ser homem! Eu conheço uma senhora com apenas 50 que só porque de vez em quando caem uns fiapinhos, acha que está ficando careca!
    Agora, você me aparece na bronca com essa tal barbicha!
    Pelo jeito, só acontece aquilo que a mulher não quer: falta cabelo na cabeça e sobra onde não devia!
    Vai com calma, dá uma raspadinha semanal (lembre dos pobres homens que tem que fazer isto diariamente) no queixinho e vai levando! Nós gostamos de vocês carecas, com barba, ou seja como for!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  17. Caramba, o povo não perdoa, admiro muito a Kate Winslet, é uma grande mulher, guerreira, o fato é que todas as mulheres tem pelos, algumas em menor e outras em maior quantidade, mas nenhuma mulher escapa, todas nós sofremos com isso.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget