Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

domingo, 29 de janeiro de 2012

POESIA POETAS PROCÊ

Eu queria trazer-te uns versos muito lindos
Por Mario Quintana


Eu queria trazer-te uns versos muito lindos
colhidos no mais íntimo de mim...
Suas palavras
seriam as mais simples do mundo, 
porém não sei que luz as iluminaria
que terias de fechar teus olhos para as ouvir...
Sim! Uma luz que viria de dentro delas,
como essa que acende inesperadas cores
nas lanternas chinesas de papel!
Trago-te palavras, apenas... e que estão escritas
do lado de fora do papel... Não sei, eu nunca soube o que dizer-te
e este poema vai morrendo, ardente e puro, ao vento
da Poesia...
como uma pobre lanterna que incendiou!

..................................................................
[Às vezes a gente pira o cabeção...
Meio sem noção diante da emoção.    
Inevitável combinação carregada de atrapalhação!] (ui...perdoem-me os poetas)
O desejo veio solitário...
Mas será que poderia vir acompanhado?!
Alguém pode desejar por mim?
Ensinaram que não.
Inspiro a profundeza de ser e o raso ter...
Ninguém ao lado. Só meu pensamento pensando saudades.
Meus olhos olham pra você isto que você não vê: o sol, a nuvem, a cor, o mar, o céu, a lua. Esta eternidade estável da asa horizontalidade.
Você voa comigo nesta altura. Até um dia pousar verticalidade. (RR)

21 comentários:

  1. E trouxeste, acredita.
    Lindos.
    Beijo amiga.

    ResponderExcluir
  2. Regininha,
    Belas inspirações, para esse domingo maravilhoso e niver (15 anos) de minha filhota.
    Que seu domingo seja radiante como o meu, bjos
    Sheyla.

    ResponderExcluir
  3. Ah cheguei por aqui amiga no novo endereço, demorei né rs... ando ocupada demais rs Belo texto do Mário Quintana. Que vc tenha um ótimo domingo cheio de muita paz! Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. poesia todos temos dentro de nós
    ...e ela se revela mais bela quando nosso coração está triste,só sem amor, sem namoro...
    beijinho

    ResponderExcluir
  5. Planando, observando o horizonte já prevendo o pouso - sonho desejado...
    Pensar nas saudades atiça o fogo de dentro, aquele que ilumina as respostas adormecidas...a gente conhece o caminho, irmiga...bora agir pra pousar, e tornar a voar, pousando e explorando a vida que vale a pena ser vivida????

    Quando a gente ousa, os "retornos" se mostram mais e mais agradáveis...obrigada pela ajuda preciosa naquele momento de inércia mental...rsrsrsrrsrrs

    Bjãozão, lindona minha!

    ResponderExcluir
  6. ...morrendo ardente e puro ao vento da poesia ...
    Opa! Que lindo!
    Obrigado pelo bom gosto.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Eu bem que gostaria de te dizer pra esperar, porque um dia esse teu querer não será mais solitário. Mas eu não sei, não tenho a resposta... Eu só desejo que logo você encontre parceria para esse voo. Aí você me ensina como faz?

    Beijos, pessoa profundamente inspirada.

    ResponderExcluir
  8. Verseja, menina. Tua pena é a saudade, tua página é tua alma, tua tinta é o sangue que goteja lento da ferida da ausência de quem tu amas. Chegará o dia em que verás entre teus dedos a caneta da alegria, suspensa sobre o velino do reencontro. E nas tintas multicores do prazer fluirão livres teus versos de amor.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Lindas palavras que sopraram aqui aqui.. bjs!

    ResponderExcluir
  10. Rê, pois é, nem sempre tudo o que somos e sentimos se pode transpor para palavras. Porque o essencial é invisível aos olhos, apenas a sintonia entre as almas pode levar à compreensão completa da complexidade do "eu" e do "nós". Abreijos Tê

    ResponderExcluir
  11. Adoro Quintana, você sabe. E respiro paixão nesta postagem. Por favor, ouçam!... Respondam!... Beijinhos, Angelinha
    Quando a Dani vai viajar?

    ResponderExcluir
  12. Lindo,RÊ! Por que pra mim teu blog não aparece na lista reader? beijos,chica

    ResponderExcluir
  13. Chica amaada!
    Que lista é essa? Onde??? No seu blog??? Não tenho a mínima ideia do que se refere...rsrs Me explica amiga!!!
    Beijuuuss

    ResponderExcluir
  14. Ahh! Nem num precisava... rss

    Amocê pra ca.....dedéu...

    Beijo
    Tatto/Xipan

    ResponderExcluir
  15. Querida amiga

    As vezes ficamos assim,
    pensando saudades...


    Que cada dia de tua vida,
    seja um encontro ou reencontro
    com a alegria.

    ResponderExcluir
  16. E assim nasce a poesia, do vento, dos sentimentos, do nada,,,do tudo...ela simplesmente vem como o amor...amor pra recomeçar...beijos de bom dia pra ti querida.

    ResponderExcluir
  17. Querida e amada Rê.

    Que saudade.......

    A excelência de Quintana, a sensibilidade de uma Leoa menina, a escolha musical, tudo num! Momento lindo Rê. Gratidão é muito pouco por este pedaço bom demais...

    Re|começar é uma ciência que ando a exercitar, investigar e ainda não sei como é que se faz. Mas lá chegarei.
    O difícil por vezes é perceber porque se tem de re|começar aquilo a que nem se lhe deu a oportunidade para começar!!!

    Contigo no coração e na alma e não sabendo quando poderei voltar por aqui novamente, deixo trocentos beijos e meu kandando apertadinho a atravessar tanto mar...

    Guma

    ResponderExcluir
  18. Belas palvras estão dentro de nossos corações, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  19. Voar na horizontal, tudo bem...
    Mas o que me assusta é essa tal verticalidade, pois para mim, é o mesmo que cair...
    Questão de aerodinâmica!
    Mas, de qualquer forma, valeram também os versos de Quintana ao lado das tuas pinceladas de espírito!
    Aos poucos, irei repassar teu arquivo, para ver o que perdi...
    Abraços, Rê!

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget