Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

segunda-feira, 11 de junho de 2012

BRIT LEBAT


Mesa do pecado
Mesa do Pecado!
Não me importaria com overdoses de alegria. Nesse final de semana prolongado a família esteve reunida. Os que moram fora vieram e nos reunimos mais uma vez para celebrar a vida! Vida que se perpetua com nascimentos. Foi o “batizado” da princesa Sara. Essa cerimônia, no judaísmo, é denominada Brit Lebat (pacto para a filha) ou Simchat-Bat (alegria da filha). O judaísmo liberal a elaborou  para valorizar o nascimento de uma menina. É que antigamente, somente aos meninos era dada essa importância toda. Orações são realizadas, o rabino abençoa a criança e no final, os padrinhos a levam de volta para a comunidade sob cantos de alegria. E foi esse o tom permanente da celebração e festa. Desde seu nascimento, há oito meses, a pequena princesa esquenta o coração dessa tia-avó. Nem preciso dizer de seus pais Maurício e Luiza, avós, tios e primos. Reina, absoluta, mais que qualquer rainha e nem foi preciso coroação. Fico pensando que em nosso guarda-roupa deveria ter modelitos variados de babadores, para usarmos a cada encontro com Sarinha. Sempre vou afirmar que o nascimento de uma vida é, para mim, o maior milagre de D’us. Antes mesmo de nascerem somos completamente apaixonados por esses seres... Seres de Luz! Chegam e iluminam nossas vidas!!!
As lembrancinhas
As avós e eu... em treinamento! 
A princesa no colo do pai-babão. Tia Ju e eu de guarda-costas.

22 comentários:

  1. Ô buniteza de festança sô!!!

    Dorei... A alegria e as fotografias, tudo numa babação só!!!! hehehe

    Beijo Rêzininha da Grória
    Tatto

    ResponderExcluir
  2. Re
    Criança sempre nos traz alegria e renovação.
    Adorei as fotos e ver essa tia-avó babona com seu sorriso escancarado de alegria junto à Sarinha.
    Saúde e felicidades à toda a família.

    beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Nada é mais gratificante que as celebrações de VIDA em família. Beijocas na Sara e parabéns a todos os babões.
    PS: Gostei daquele belo chapéu verde-claro que você está usando na última foto...

    ResponderExcluir
  4. Olá, Regina!
    Tá linda como sempre nas fotos!
    Bjs!
    Rike.


    P.s.: quanto ao meu blog não atualizar no seu, realmente não sei o motivo, mas se quiser podes seguir o blog por e-mail e receber todas as atualizações. Tem uma caixinha lá no blog chamada "Seguir por E-mail", é só digitar seu endereço ali e confirmar.

    ResponderExcluir
  5. A vida renova-se com a vida.Tudo de bom .

    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. Regina, você está belíssima, menina!
    Bom, mas a Sara é uma lindeza também e por isso todos têm que babá-la mesmo.
    Curiosamente, ontem, assisti pela 2a.vez, o lindo filme Yentl com a B.Streisand pelo canal MGM e adorei rever e perceber certas coisas que naquele tempo atrás não percebi.
    Achei o máximo a conquista que as mulheres judias conseguiram com o decorrer dos tempos e no filme, Yentl se traveste de homem para aprender a fundo o Talmud. Pergunto:
    Vocês, mulheres, podem ler e aprender o Talmud hoje?
    Felicidades para esta belezinha da Sara!
    beijos cariocas

    ResponderExcluir
  7. Criança renova, festa alegra e gente aquece....ingredientes da VIDA que vc advoga que deve ser intensamente vivida....rsrsrs

    Lindas imagens, falam tudo pra além das lindas considerações tuas, irmiga amada...parabéns pra lindeza da Sara e seus papais...bjãozão, guarda_mores!

    ResponderExcluir
  8. Coisa linda de se ler e viver amiga...Que delicia receber um anjo de Deus. Pois os bebes são anjos que trazem pureza a esse mundo tão cheio de tristeza e dor. Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  9. Eta festa das boas.Linda a Ju e todos demais.Lindona tu,guria!! E sabes, adoro as tradições judaicas e cheias de significados..beijos,linda semana,chica

    ResponderExcluir
  10. Oi amiga! Que bom vê-la sorrindo . Faço uma ideia de como foi o batizado! ! !. Parabéns a todos e que Sara seja muito feliz. Este mes tbém batizaremos MIguel meu netinho. bjos

    ResponderExcluir
  11. Regina, fico agradecida por compartilhar um momento tão alegre e familiar. Como é bom ter crianças por perto, é um presente de Deus para dar mais sentido à vida.

    Como voce é fotogenica!

    Parabens a todos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. A Sara é mesmo de babar!e eu quase enlouqueci com a mesa de doces.
    bjs e boa semana
    Jussara

    ResponderExcluir
  13. Lindo ...
    Que festa bonita!
    Família risonha * *iluminada! É bom de ver todos juntos, uma alegria! Deu saudades da minha ... e que Deus abençoe a todos.
    Beijinhos. Mery*

    ResponderExcluir
  14. "Rêzinha da Grória", você arrasou nas fotos!
    Está linda!
    Parabéns à Sara, principalmente por desfrutar desta evolução religiosa que coloca a mulher no mesmo nível de importância.
    Embora eu ache que, cada vez mais, elas tem superado os homens!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  15. Beth amaaada!
    O judaísmo liberal é bem diferente do ortodoxo (que você viu no filme)e sim, nele as mulheres não só podem estudar como se formam rabinas. Isso não é aceito pelos ortodoxos, então é uma briga de foice no escuro rsrs. Prá vc ter uma ideia do babado: "Nesta terça feira 29 de maio de 2012 o procurador geral do Estado de Israel divulgou o reconhecimento da Rabina Reformista israelense Miri Gold como a primeira Rabina de congregação não ortodoxa do Estado de Israel.
    O efeito prático desta medida é a equiparação da Rabina com os quatro mil Rabinos ortodoxos que recebem salário do Estado e abre as portas para que as congregações reformistas e conservadoras passem a receber os mesmos subsídios garantidos às suas irmãs ortodoxas.
    O resultado marca o final de sete anos de luta por parte do IRAC – Israel Religious Action Center – liderado por Anat Hoffman."
    Quanto ao filme é lindo, adoro. Já assistiu O violinista no telhado? Também é lindo. Inclusive o José Mayer está com o musical em cartaz e lotação esgotada há meses. Minhas irmãs conseguiram assistir em Sampa. Esteve em cartaz aí no Rio tb! Aqui em Beagá só em sonho rsrs.
    Beijuuss n.a.

    ResponderExcluir
  16. Oi loura linda, passando pra deitar-me nesse divã porque hoje estou precisada. Ao deitar me deparei com essa narrativa deliciosa em família.
    Costumes e fé mescladas com a união= a essa família linda que tens.

    Parabéns pela princesa e que ela reine absoluta entre vocês!

    Obrigada pela consulta de hoje que só fez alegrar meu coração.
    meu afeto pra ti, amada!
    :)

    ResponderExcluir
  17. Tudo elaborado, executado no firme propósito de celebrar a vida, é sublime. Adoro esses rituais - me corrija se o termo for incorreto - que você coloca aqui e são mais que teoria, você os vivencia. É tudo muito lindo... Os sorrisos principalmente.

    Beijos!
    Um grandioso salve à vida, sempre.

    ResponderExcluir
  18. Obrigada pela resposta Regina, eu gosto de saber das coisas direitinho e por isso indago quando não conheço sobre o assunto. Fico feliz de saber que as mulheres judias estão vencendo os preconceitos dentro da própria religião e vou rever O Violinista no Telhado que já há séculos. hehe
    um beijo grande, carioca

    ResponderExcluir
  19. Que fofinha!! Não conhecia o ritual. Felicidades para a princesa Sara!!
    Vai comprando babadores, porque pelo visto, terá ainda muito que admirar!!
    Boa semana!! Beijus,

    ResponderExcluir
  20. Não existe nada mais gostoso do que a família toda reunida....beijos de bom dia pra ti minha amiga querida.

    ResponderExcluir
  21. Angelinha amada não está conseguindo deixar seus comentários aqui. Não faço a mínima ideia do que está acontecendo...Já sabemos que o blogger tem "vida própria" rsrs. Enviou-me por email o comentário abaixo: :"É, não estou conseguindo mais postar comentários, de alguma maneira o blog não aceita. Faço-o aqui.
    'Admiro as tradições judaicas. As celebrações que ampliam a dimensão dos fatos do cotidiano. Renovação da vida e da alegria de um povo que já sofreu as piores agressões à sua dignidade humana. Isso é resiliência e sabedoria.
    Sara recria as esperanças. Que seja muito bem vinda. Shalom! E que todos 'babem' tudo a que têm direito. Beijos, Angelinha'
    Não é por um impedimento bobo que vou deixar de comentar. Divâ da Rê? TODENTRO!

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget