Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

domingo, 22 de maio de 2011

GRATIDÃO

        “Em poucos a gratidão sobrevive ao favor recebido.” Sêneca

Quando tudo – ou quase – corre bem nos esquecemos de agradecer. Quando o fazemos é por um ato mecânico de boa educação. Tudo na vida nos ensina uma coisa só e nós não aprendemos: gratuidade. A toda hora, tudo nos mostra que não somos nada, não temos nada. E não acreditamos. Continuamos querendo manter o controle das coisas, a posse das pessoas e a previsão de nosso futuro. A imprevisibilidade e a falta de controle,a todo momento, nos colocam realmente onde deveríamos estar. Nós não entendemos nada, nos queixamos, choramos, reclamamos, brigamos. Não abrimos os nossos olhos para ver à nossa volta, para ver o que recebemos de surpresa e por presente e, desesperadamente, buscamos o que idealizamos.
É um grande engano pensar que o que idealizamos é o melhor para nós, para nossas vidas. Sonhamos demais e amamos pouco a nossa realidade. Desprezamos o que temos e aspiramos ao que não temos. Estamos sempre no ar, onde não estamos. A Terra é o nosso lugar, o solo, o nosso tapete, o céu, a nossa cobertura. Invertemos tudo.
Um amado me disse que aprendeu a fazê-lo comigo quando me viu, por vários dias seguidos, agradecendo desde o dia nascente e a tudo que ocorria ao longo dele. Diante dessa afirmação fui tentar descobrir quando e com quem se deu minha aprendizagem.
Não sei se foi com minha mãe que, diante daquela carne gusmelenta, me obrigava a agradecer pelo alimento à mesa quando tantos nem tinham o que comer. Talvez aquela professora primária que me fez copiar - cem vezes - a palavra escrita errada na composição da semana. Ou ainda uma das irmãs que disse não a um pedido de empréstimo e logo aprendi que graças a ele pude conquistar meu próprio sim. Não sei. 
Convenhamos que não seja nada fácil manifestar gratidão quando a mão está doendo de tanto copiar! O fato é que agradeço, mas nesses últimos tempos pensei que havia me esquecido. Tornou-se mecânico? Ou naturalmente faz parte de mim? Também não sei! De conhecimento mesmo foi receber essa mensagem e me ver nela e através dela... Um Rê_conhecimento. Partilho com vocês! OBRIAGADA. Bom domingo a todos.

"Agradeço à vida.
Agradeço por tudo que ela me dá em abundância: saúde, felicidade e prosperidade.
Agradeço pelas duras lições que me ensinaram a conhecer-me melhor e conhecer melhor aos outros.
Agradeço pelos fracassos vividos. Eles me ensinaram a humildade e a obrigação de jamais deitar-me sobre meus lauréis e o quanto é preciso compreender as dificuldades dos outros, oferecendo ajuda aos que necessitam naquele momento.
Agradeço por todas as oportunidades que se apresentaram para eu cultivar a paciência, a tolerância e a esperança.
Agradeço pelas múltiplas descobertas da realidade e da verdade.
Agradeço por todas as oportunidades que aproveitei, as desgraças que evitei, as soluções que encontrei, os talentos que desenvolvi, as vitórias que obtive, os dias maravilhosos que vivi!
Agradeço pelos pais que conheci, os amigos que encontrei, os professores que me ensinaram, os livros que li, as viagens que realizei as refeições que me deliciaram.
Agradeço pelas paisagens que admirei, o sol que me aqueceu, as flores que contemplei, o ar que respirei.
Agradeço pela consciência cada vez maior de que um ser superior vela por mim apesar dos meus erros. Protege-me apesar das minhas fraquezas. Ama-me apesar dos meus defeitos. E me oferece soluções apesar de minhas obstinações.
Agradeço pela alegria de constatar simplesmente que estou viva!" (autor desconhecido)

25 comentários:

  1. Linda mensagem,RÊ! E temos tanto a agradecer sempre...beijos,lindo domingo e semana,chica

    ResponderExcluir
  2. Ela era demais! A alma inteira cantando nussss Amei! Montão de bjs e abraços. A Gratidão é imortal,assim como ela.

    ResponderExcluir
  3. Sábia mensagem, Rê!
    Eu mesmo já tive meus momentos de reconhecimento por muitas coisas que, na época em que ocorreram, me pareciam negativas.
    Hoje sei que as adversidades podem ser um fator de fortalecimento.
    Tem aquele velho exemplo da espada bem malhada ser a mais resistente...
    Vale para o aço, vale para o ser humano!
    Abraços e bom domingo!

    ResponderExcluir
  4. A arte da Grata Aceitação.
    Uma vida, ou melhor a nossa vida, precisa conhecer uma variedade enorme de experiências para tornar-se rica.
    E se depois disso a gente permanece centrada e inteira, mas a vida se enriquece.
    Experiência própria?
    Talvez!
    Gracias a La Vida, e o caminho.
    Bjs.
    Bom domingo.
    Wilma
    www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Meu agradecimento.. Rê da Grória!

    Deussssssssssssssssssssssssskiajude...

    Sempre
    Beijo
    Tatto

    ResponderExcluir
  6. "É maravilhoso, Senhor, ter tão pouco a pedir e tanto para agradecer..." (prece hindu).
    Esta atitude tem muito mais a ver com PROSPERIDADE do que a busca insana pelos 'bens'(?) materiais. Vamos agradecer, sempre. Beijinhos, Angelinha

    ResponderExcluir
  7. Olá, Reina!
    E nós também agradecemos à vida por termos você!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  8. Agradecer à vida e a Deus as maravilhas que Ele nos dá.
    Vivêmos encantados na procura do que não temos e esquecemos de viver e agradecer tanta vida que vivemos a toda a hora.
    Este cântico final está excelente.

    ResponderExcluir
  9. É uma atitude tão simples, cujo efeito causa um bem imenso a quem o faz... Confesso que não costumo agradecer ao que tenho e sei que é muito. E por que não o faço? Mero comodismo, egoísmo, sei lá. Talvez a gente ache que a receber o que a vida nos dá é um processo natural, não sendo necessário assim nos sentirmos gratos.

    Quanta ignorância!

    Obrigada, Regina.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Grato pela partilha minha querida .

    Beijo meu.

    ResponderExcluir
  11. Uma dentre as mais valiosas virtudes.
    Boa semana! bjo!

    ResponderExcluir
  12. Rê: Nos devemos agradecer tudo que recebemos mesmo que não seja aquilo que nós queriamos, mas smpre ouvi este ditado muito antigo Deus escreve Direito por linhas Tortas. Lindo texto e linda Musica adorei.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  13. Que belo texto querida...Eu costumo dizer que temos muito mais a agradecer que a pedir.Beijos achocolatados

    ResponderExcluir
  14. - Ah, agradecer pelo que nos é dado de graça... o sol, a chuva, a vida, a amizade, o amor... enquanto não nos cobram impostos e taxas sobre tais riquezas!
    - Agradecer por existir gente como você, minha querida... abraços!

    ResponderExcluir
  15. Agradeço à vida ... por conhecer pessoas lindas como tu Rê! Agradeço mesmo!!!!!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  16. Olá, RÊ amiga!

    Não exigirmos muito da vida, estarmos de bem com o que temos, é meio caminho andado para se ser feliz.É quase que uma arte de viver, ou algo que se pode aprender, mas não ao alcance de todos.No mundo de hoje, em que toda a gente parece querer tudo,a ambição desmedida é para muitos causa que conduz ao desgosto e sofrimento.

    Gostei do tema,que não podia ser mais actual aqui neste Portugal onde tanta gente com asas de cera voou alto, para agora sofrer um enorme trabalhão ...

    Beijinhos, boa semana.
    Vitor

    ResponderExcluir
  17. Lindo texto, e temos que realmente agradecer o que temos todos os dias, e adoro Mercedes Sosa, culpa da dona rosa que escutou umas fitas delas no som durante uns 6 meses seguidos, na época torturante mas hoje mais velho consigo enxergar a qualidade musical dela.

    ResponderExcluir
  18. Querida amiga, muitas vezes só nos lembramos de pedir, e esquecemos o principal...agradecer. Lindo texto. Tenha uma semana maravilhosa. Beijocas

    ResponderExcluir
  19. Gratidão
    Gratidão
    Gratidão
    sempre
    Gratidão

    ResponderExcluir
  20. Regina, ao longo dos anos, aprendi que agradecer é a melhor forma de pedir, quando expressamos um muito obrigado, tudo que necessitamos vem por acréscimo, parece louco, mas é verdade.
    Seu texto é magnífico e profundo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Oi Rê... esse seu post veio bem a calhar ao meu dia viu!!! Ufa!!!! Aííí... pq sempre ficamos lamentando o impossível né... Eu bem sei que tenho que agradecer tanto, mas tenho que aprender, que o melhor caminho, não é aquele que eu escolho, e é tão difícil.... como é... :(
    Exercicio diário nada fácil.... Lindas palavras as suas... Obrigada!
    bjo,

    ResponderExcluir
  22. É irmiga, cada "não" que nos obriga a seguir adiante, desbravando a vida, esconde o aprendizado que fica, aquele que dói, que faz cair de joelhos, que arrasta pelo caminho...tudo que vem fácil, vai fácil...ouvi isso dezenas de vezes.
    Ser grato tem a ver com generosidade, com consciência, com atenção, com crescimento, com repetição...vai daí que parece, muitas vezes, automático agradecer, mas quando passa a fazer parte da gente, é sinal de que aprendemos a lição.
    Linda reflexão. Obrigada por partilhar.
    Boa semana, irmiga.
    Bjão procê!

    ResponderExcluir
  23. Oi Rê,

    O seu texto foi maravilhoso! E a prece de agradecimento também, algo para se dizer todos os dias.
    O que eu mais vejo hoje em dia é que os seres humanos se esqueceram do que é gratidão. Sério, é o que eu mais vejo. É o que muito me entristece. As pessoas simplesmente se esquecem, deixam de lado, pensam em outra coisa e não ficam nem vermelhas. Vejo constantemente pessoas que deveriam ser gratas a outras por coisas tão bacanas que lhes foram feitas... mas, que, simplesmente se esquecem. Isso é algo de que lamento muito. Aprendi com a minha avó a ter gratidão, sempre, e não sei viver sem dizer um muito obrigada. E também não sei viver sem gravar na memória do coração as coisas boas que me foram feitas.

    Super-beijo

    Carla

    ResponderExcluir
  24. Olá, querida e amada Rê.

    Com a primeira lufada de ar que inspiro ao acordar, digo entrementes OBRIGADOOO.
    De seguida e logo que as pernas desentorpeço e consigo chegar à varanda, olhando bem lá no alto, caia chuva ou faça sol... Agradeço de novo, agora alto e em bom som.
    Contigo aprendi a dizê-lo, em vez de somente pensá-lo.

    Obrigadoooooooo para ti também Rê, por seres assim.

    Beijo e kandandos meus a atravessar tanto mar...

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget