Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

domingo, 1 de maio de 2011

COMO VAI VOCÊ...

Às vezes nem a imensidão do mar distancia corações...
Às vezes nem a cama vazia deixa de ter o calor dos corpos entrelaçados...
Às vezes o teu cheiro é o nosso cheiro que não abandona os poros...
Às vezes seus abraços silenciosos dançam pelo quarto...
Às vezes a lembrança do seu sorriso desperta em mim a alegria que pensei ter-me abandonado...
Às vezes a saudade é sempre e tamanha que receber um poema - sem hora marcada – é saber de você.  

Posso dar a volta ao mundo,
ou ao mundo não voltar.

Poderei estar um dia noutros braços,
- não sei!

Mas sei que se respirar fundo,
fechar os olhos e para dentro olhar...

Nos meus abraços,
para sempre, te terei.
(HR/RR)




30 comentários:

  1. ... Eu preciso saber da sua vida...

    Bj.

    ResponderExcluir
  2. Que coisa linda! Desde a foto já adorei...beijos,lindo domingo e tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Como vai você, Rê Amiga!?
    Surfei a onda da saudade, atravessei a imensidão do mar e aqui estou a perguntar por você e desejar-lhe muita felicidade.
    Um Xião,
    Jorge

    ResponderExcluir
  4. Olá, Regina!
    Agora que estou aqui, estou poéticamente bem - muito bem!!!!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  5. Querida e amada Rê,

    Tem vezes, que é constante
    essa falta.
    Tem vezes que o silêncio dos dias
    é rasgado pelo bater de uma asa só.
    Tem alturas que a montante e a jusante
    a montanha dos sentidos se desfaz em pó.
    Tem vezes e muitas, que se deseja desamarrar
    o sufoco desse apertado nó,
    porque não basta respirar.
    Bom, é saber que cê vai bem, porque ama
    apesar da vida ser uma trama,
    difícil de desvendar.



    "...como vai você..."
    Pode parecer pouco... mas faz a diferença!

    Se cê estiver bem, Rê, todos nós também!!!

    Gosto... gosto muito de Ana Carolina e esse poema cantado assim por ela arrasa completamente.
    Não tem como não me render a tanto encanto.

    Inté
    Beijos e kandandos meus a atravessar tanto, tanto mar...

    ResponderExcluir
  6. Não posso te ver, nem saber muito da sua vida, mas posso perceber que hoje você está num astral bom...
    Tenha um bom domingo e continue assim!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Olá Re,
    Seu blog é uma maravilha.
    Somos todos um oceano de sentimentos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. hoje, dia da mãe em Portugal, não podia deixar de mandar um beijinho especial á mami, mamãe bloguista!;)
    feliz dia!!!beijoooo

    ResponderExcluir
  9. - Mas de novo? Esse tal de Roberto Carlos já me roubou mil namoradas!
    - Bem... mas também me ajudou a conquistar algumas - inclusive a que me deu filhos e netos. E eu sempre amanhecia ao seu redor.
    - Hoje, ando em busca de um novo horizonte onde possa novamente amanhecer.
    - Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Amiga,

    Pegou pesadíssimo hoje ehhhhhhh.......
    Nossa....quantas lembranças......
    Até me fez lembrar bastante do meu "falecido" predileto....rs

    Beijinhosssssssssss

    ResponderExcluir
  11. Ai Re...quiquéisso?
    Dá licença que vou ali e já volto.....

    ResponderExcluir
  12. E é assim o amor... e a saudade... também sei o que é isso... :) beijinho

    ResponderExcluir
  13. Amar e não ter o ser amado por perto,,,`como diz o poeta..."dor que desatina sem doer"
    beijos lindona. Uma semana linda pra vc

    ResponderExcluir
  14. Olá Regina! adorei seu blog e seus textos. Belíssimas palavras! eu adoro o Roberto Carlos e tenho esse DVD! já sou sua seguidora! beijos Zí
    www.casadazi.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Ei Regina!
    Precisamos mesmo de um pouco de poesia na vida!
    linda!
    gd beijo

    ResponderExcluir
  16. Me visto delas sempre..
    E sigo cada dia mais forte..

    beijo querida minha..

    ResponderExcluir
  17. Como já disse em vários blogs, quisera eu ser mais versado e compreender toda a a mensagem contida na sua poesia, mas é linda com certeza, eu gosto quando consigo encontrar alguém que me faça esquecer o meu cheiro e me faça pensar só no cheiro conjunto.

    ResponderExcluir
  18. Sei bem que não é de mim essa sua saudade, mas de toda forma, digo que estou bem, queridinha surtada apaixonada.

    Beijos.
    E obrigada pelo que vc sabe bem.

    ResponderExcluir
  19. Ei Zi!
    Seja muito bem-vinda! Apesar de ser um "divã" é bem parecido com uma casa...mineira...grande ou pequena, acolhedora... Onde sempre há, amorosamente, um lugar para quem chega! Volte quando quiser e puder.
    Beijuuss n.a.

    ResponderExcluir
  20. Encontrei a Zizi quando saía daqui...entrei e vi o porque ela seguia, absorta em pensamentos...misericórdia, Rê, só consegui voltar pra comentar hoje...e ó, sem comentários, visse??...rsrs
    Boa semana irmiga, bjãozão procê!

    ResponderExcluir
  21. OLá Regina querida,

    Como vai você?????

    Eu vou indo bem amada, cuidando da casa, da família, da minha vida colorida, meus lápis de cor são lindos, ensolarados, cheios de amor.

    Boa semana para você querida.

    ;0) beijinhos Binis

    ResponderExcluir
  22. Eu vou bem querida Rê e você ?

    Beijo meu.

    ResponderExcluir
  23. Amiga Regina!

    Às vezes tem dias assim... cheios de tudo mesmo estando sós.
    Gostei muito.
    Desculpa se ando meia distante, mas a culpa é do sol... que chama por mim!

    Beijão

    ResponderExcluir
  24. Rê. Como vai voce eu estou bem, mas que coisa tão linda. adorei como adoro Roberto Carlos.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  25. Olá, RÊ amiga! Obrigado pela amizade!

    Não é exactamente de braço ao peito que aqui estou, mas anda lá perto - e não há aguardente que vença tendinite ... Mas isto está melhor, castigando a pobre da mão esquerda ...

    Dizem alguns que a distância põe à prova os laços do amor:Se é forte, ainda mais se fortalece;se for fraco ... tenderá a morrer.

    Muito bonita a canção do eterno e sempre charmoso Roberto Carlos. No meu tempo adorava ouvir o Calhambeque;que saudades...!

    Beijnhos amigos;soube bem aqui voltar.

    Vitor

    ResponderExcluir
  26. HUm... saudade boa heim.
    ai ai ai
    Beijossss nega

    ResponderExcluir
  27. Falar mais o quê?
    Bjs querida.

    ResponderExcluir
  28. Para esquecer um amor, nada melhor que outro amor. Saudade dói, mas passa. Eu gosto de quem gosta de mim, o resto fica na eventualidade de uma lembrança perdida.

    Abraços do Gaúcho.

    ResponderExcluir
  29. Amei o poema, fiquei feliz por saber quem enviou. Lindo amor esse, que vence fronteiras e permanece, apesar de. Beijocas, amiga. Você merece este amor, minha linda. Angelinha

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget