Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

terça-feira, 28 de junho de 2011

CORPUS EM SANTA


Feriado prolongado é sinônimo de recarregar as energias. Para tal o destino só poderia ser Santa Matilde.  Na semana santa já tinha feito minha pré-reserva. Sabia que seria disputado conseguir uma vaga. Afinal, é também época de São João e as festas pipocam por essas paragens. O frio junino só fez a mala um pouco mais pesada. 
Nada que um fogão de lenha aceso, um bom vinho, caldo de mandioca, canjica e prosa a perder a hora não abrandasse.
Pela manhã as brumas de Santa escondiam o por vir. 
Dias de um azul de encher os olhos de encantamento. A mistura com o verde era pintura com assinatura reconhecida: D’us.
Escrevo o momento que a história me concede como vivente e senhora que constrói com sua lucidez e com suas procuras o que há de melhor para se viver intensa e livremente.
Estou correndo o sagrado risco de ser. Estou substituindo o destino pela probabilidade. Antes eu pensava que latejar era ser uma pessoa. Só meu pensamento me salvava; por isto sempre escrevi, fingindo que estava escrevendo pra alguém. Era meu jeito fingidor de conviver com minhas carências antigas.
Agora não quero mais fingir, nem finjo carências inúteis.
Não há mais futuro ou condicional em mim. Só o presente me conforta, me realiza, me dá vida e se impõe delicada e firmemente em cada coisa que me acontece.
Santa Matilde é acontecimento a cada instante.
A horta oferecia - generosa - alface, couve, cenoura, salsa e cebolinha para as aventuras gastronômicas.  Depois do pecado diário a capela abria suas portas para quem dela necessitasse. Eu dispensei. Senão ficaria por lá internada para todo o sempre.
Olhem bem - pequena amostra - o sistema de engorda desses dias. 
Feijão do Zé Renato que tropeiramente foi feito com esmero.
Torta fria de atum que Syl fez, com amor, prá sua irmã vegetariana.
Esse lagarto ensopado só comendo prá entender...
Tivemos aniversário para celebrar: se tornar uma sexi_genária assim é para poucas e boas. Amigos visitando e família chegando quase no dia de voltar.
FELIZ NATAL JUNIA
Tudo aqui tem um nome só: ACONCHEGO.
Brassavora reginae
Afetuosamente lindo!
Confortavelmente simples.
Onde tudo alcança significação.
Nada é em vão ou sem sentido.
Cada canto, todo objeto tem vida.
Há tanto calor humano neste inverno!
E tanta vida neste universo novo.
Gosto demais deste sabor vital.
Onde me vejo inteiramente nascida.
Sou gratidão. Obriagada Syl e Zé... irmigos amados meus!!! (RR)

24 comentários:

  1. Que lindo feriadão passaste! Lindo lugar cm todo aconchego que tanto faz bem! beijos, lindas fotos! chica

    ResponderExcluir
  2. Tua alma como nunca se expressa levemente.
    Sinto!
    Que se expanda!

    beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Que coisa mais linda de se ler; tudo inspira calma e beleza [ dentro para fora ]
    Amei!

    ResponderExcluir
  4. É difícil habituarmo-nos à ideia desse tempo fresco, com necessidade de aconchego quente, quando nós por aqui temos um calor de rachar !
    Claro que o inverso acontece no Natal !
    ... mas não deixa de ser curioso senti-lo de um momento para o outro ! rsrsrs

    Beijo, Rê !
    .

    ResponderExcluir
  5. Rê, querida
    Acompanhei vc nesse lindo passeio e me senti tão reconfortada!
    Que calma, que beleza, que aconchego!
    Dias assim dão-nos alma nova. não é mesmo? Até custa um pouco regressar... mas tem que ser.

    Uma semana luminosa. Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Aconchegante esta tua reportagem!
    Como sempre, deixando a gente com água na boca, faz questão de fotografar essas gostosuras!
    Mas, vegetariano come atum?
    Hehehehe!
    Abraços, Regina!
    E viva o presente!

    ResponderExcluir
  7. Sentir-te leve é saber-te bem.
    Adorei ver que recarregamos (tu e eu) energias junto à natureza - e à natureza boa de pessoas, e este "kit" é impagável, né Rê? Meu "acréscimo" corre por todo lugar e tem um sorriso que derrete qq gelo de dias invernais (se bem que peguei temperatura atípica pra época), e mais um pouquinho, chama de vó...tô lascada...rsrs

    Bons dias, irmiga, cheios desse sol que te aquece por dentro e ilumina este Divã!
    Bjãozão

    ResponderExcluir
  8. Amiga,obrigada por compartilhar mais um dia de minha SEX idade.
    Esse nosso canto é DMAIS!!!!!
    Obrigado aos amigos de Fé e de sempre Zé e SIL.
    Ficou lindo!
    bjos sombrazeiros.......

    ResponderExcluir
  9. Esqueci de dizer que você está uma gatona na foto!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Delícia, né? Depois de amanhã tb estou fugindo de BH, para alguns dias no sítio. Lá tudo é mais fácil, porque mais simples e prosaico. Bão dimais! Renova o astral. Lindas fotos. Beijinhos, Angelinha
    http://noticiasdacozinha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Delicioso!
    Seu post, sua reflexão, o ambiente, as fotos , a forma como descreveu tudo, simplesmente maravilhoso!
    Como é lindo ver uma pessoa de bem com a vida!
    gd beijo

    ResponderExcluir
  12. Negósiguinte!! Tá tudo muito bom... Ta tudo muito bem, mas realmente!!!

    Rêzininha... Cus limão de sua mão, nóis vai fazê uma caipiróska... Pra tira num dia destes, uma pusta bebedêra.... Vou garrá prôsiá cocê inté o dia amanhecê.... Se fartá um ombro amigo, deixa quêu abraço ocê.

    Ô lugar lindo mêu... AVACAGÁ!!!
    E ocê infeitô mais ainda ... hehehe

    Deusssssssskiajude
    Beijo
    Tatto

    ResponderExcluir
  13. Querida amiga

    Lugares
    assim
    tem o poder
    de nos devolver
    a nós,
    e iluminar
    a nossa vida
    com uma alegria simples
    e preciosa.

    Vida plena em teus dias.

    ResponderExcluir
  14. Olá Regina como vai? E que show de imagens...adorei! Gostei muito do seu visual no perfil, elegantissímo rss
    Bjos no coração
    Sol

    ResponderExcluir
  15. Amaaaaada.
    Isso é que é feriadão mineirim.
    Dá água na boca e uma imensa satisfção que estejas assim, em contato com a Natureza, com o aconchego, com a paz.
    És uma querida.
    MERECES tudo, tudo neste mundo de D'us!
    Beijins e sodades!
    Soadae boa de saber que estás bem.
    Pelo menos , comendo comida vegeriana gostosa com pitadas de amor, eita tram danado de baum , flor de formosura!
    Beijos n'alma

    ResponderExcluir
  16. AMEI esse visual tinindo de novo!!!
    Bjosssss

    ResponderExcluir
  17. Tudo muito lindo..o ver..o apreciar..o admirar o sentir..

    Um beijo...

    Ma Ferreira

    ResponderExcluir
  18. "Confortavelmente simples"... Pra mim isso diz tudo. Há coisa melhor do que o aconchego?

    Feliz por vc, por se permitir, por querer...

    Te gosto imenso.
    Beijo!!!

    ResponderExcluir
  19. Bom demais esse interior,,,culturas,,paisagens,,perfeição pra vida...agora, aquela imagem do feijão tropeiro ali,,,é de encher a boca de agua...rs..rs..oooooo vontade doida,,,,bom demais.....beijos e beijos de bom dia.

    ResponderExcluir
  20. - E teus amigos Rê-querem
    - Que estejas sempre e mais
    - Apaixonada da vida,
    - Apaixonada de ti,
    - Que sempre sobra pra gente
    - Um sabor gostoso e quente
    - Ao ver que você sorri!

    - Beijos, Regina.

    ResponderExcluir
  21. Amadinhaaaaaa,
    Que lugar lindoooooooooo, mágico, deve ter sido um prazer imenso passar o feriado por lá, ameiiiii.
    Suas imagens ficaram lindas, e as comidas me deixaram com água na boca!!!!!
    Felicidades querida.
    ;0) beijinhos Binis.

    ResponderExcluir
  22. Aii que coisa mais linda!
    Ainda estou fora do ar, sem poder
    dar noticias sem telefone , sem net
    desconectada total rsrs mas consegui
    uma bréchinha emprestada pra ler um tantinho e fofocar um pouquinho tambm rsrs da beijo e abraçar meus amados..

    assim que me situar na vida de novo
    eu volto, de vida nova , de gosto bom
    E de sorriso nos olhos...

    Até lá vou lendo a apreciando
    essas belezuras aqui..

    beijo e saudades enormes.

    ResponderExcluir
  23. Nossa Re!!! Que delícia menina... que aconchego bom é esse, fiquei parada só pensando em estar num lugar assim, maravilhoso!!! Adorei as fotos... bjo,

    ResponderExcluir
  24. Lindo lugar!!!!!
    Respira-se ali...

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget