Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

quinta-feira, 23 de junho de 2011

DES_APEGO MATINAL

Desapeguei-me de mim para poder dormir. Se não, não durmo. Tenho tido ajuda de Bach numa mistura de notas de cidreira, melissa e anis.
Não quero ser repetitiva.
Amanheceu de novo. O dia se repete à mesma hora e não fica velho.
É sempre nova a manhã.
E tem coisa mais viva, linda e quente que manhã? Manhã é mulher. Ela traz o dia.
Que me importa o inverno? É de manhã. Manhã é mulher grávida do dia. Ainda que a meteorologia me intimide não temerei o frio. Muito menos o interno.
Me agasalho como posso, que venha pois o frio. É frio novo, virgem, que nem a manhã.
Sempre é tempo demais. Eu não quero.
Basta-me a eternidade. Esta, do momento presente que eu mereço. Mereço?
Nunca é nenhum tempo...
Pois é, nunca me senti tão merecedora. Também não é sem tempo.
Tempo é saber e sabedoria.
Tempo sempre dá, no tempo certo, o tempo que se precisa. Mas eu não careço.
Tenho tido todo o tempo pra me desembaraçar de mim e das concessões que fiz de mim mesma.
Conceder-se.
Ceder eu posso, até devo, às vezes.
Porém conceder-se é absurdo. Ninguém merece isto. Nem você.
Qualquer você que não seja eu mesma.
Eita sujeitinho agarrado esse verbo.
Eu sou.
Tu és. E ele? Sei lá.
Só eu não via que tinha me largado de mim. Que traição, não?
Pois é. Ao desembaraçar-me das concessões, voltei.
E ao voltar, me vi! (RR)
(Imagem: Internet)

26 comentários:

  1. Olá Regina,

    Bem-vinda de volta...

    Grande beijo para ti!

    http://omundoparachamardemeu.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Que coisa boa e linda de ler,intensas divagações,Rô! beijos,lindo feriadão!chica

    ResponderExcluir
  3. Desembarace e conceda-se um novo clarear... todos dos dias.
    Beijos minha L.L.L.

    ResponderExcluir
  4. Então que o retorno seja repleto de amanheceres, mereceres, seres.
    Renascimento é isso. Tudo menos traição!

    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

    ResponderExcluir
  5. Ai, eu também adoro me desapegar de mim pra poder dormir... O problema é que se deixar eu desapego o dia todo.

    Que bacana esse seu reencontro consigo mesma, Rêzininha. Não se deixe mais ir embora pra tão longe, tá?

    Beijo...
    Amo-te!

    ResponderExcluir
  6. Rê do meu coração, nunca uma postagem sua me caiu tão bem no momento certo como esta aí de cima. Também faço concessões demais, em detrimento de mim mesma. Resolvi parar com isso, ainda tenho recaídas, mas já tem gente dizendo que eu ando pegando pesado. Também não me importo de ceder, às vezes, quando vejo a lógica da situação, mas daí a viver uma outra vida que não a minha, quero não. Temos que nos amar para amarmos o próximo, já disse um sujeito iluminado há mais de 2000 anos.
    Que suas manhãs sejam sempre grávidas de alegria, que as tardes sejam suaves e as noites cheias de esperanças para amanhã. Beijinhos, Angelinha

    ResponderExcluir
  7. Olá, Rê, amiga!

    Filosofia, poesia, auto-análise, balanço de vida, mais a vida que está para vir:
    Mas que inspirado jogo de palavras!
    Está lindamente escrito; parabéns!

    beijinhos amigos.
    Vitor

    ResponderExcluir
  8. Rê, querida
    Gostei imenso deste seu "solilóquio".
    Conceda-se um novo amanhecer a cada madrugada! Vc merece...

    Bom restinho de semana. Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Eu primeiro fugi de mim.
    Depois me soltei de mim pra viver...

    Lindú seu desapego.
    Desapego também é coragem!

    Meu beijo minha querida..

    ResponderExcluir
  10. É o frio que chega, trazendo o azul e a poesia e ainda ajudando as felinas a terem um sono melhor.
    Bach também ajuda.
    E no meio deste frio, um pouquinho de calor humano fica bem mais aconchegante!
    Talvez seja a hora de aproveitar!
    Abraços amigos!

    ResponderExcluir
  11. As vezes nos sentimos assim,,,uma nova manhã e velhos desenhos...mas cabe a nós mudarmos a trilha...grande beijo de bom final de semana.

    ResponderExcluir
  12. Querida e amada Rê.

    Já não é manhã... Mas por dormir sem olhar a ponteiros dos odiosos relógios que me oprimem, só agora posso dizer - Bom Dia, Dia!

    Fica aqui o meu desejo de muitas manhãs que pese embora frias, as possas aquecer com o encanto de teu jeito de ser que muito admiro.

    ...Foi tingido com as cores do arco-íris e desceu suave, foi desajeitado nas curvas que contornou e quando estava longe, mesmo lá ao fundo já pensando estar perdido, encontra-se com um mar ora revolto, ora... doce, suave e acolhedor, também profundo.
    E num grito mudo disse algo a este mar, que está surdo de tanto escutar... Agora não ouve, mas sente... Somente sente, que com aquele rio que é foz também, tocam-lhe todos os sons do silêncio e percebe a razão porque viu o seu tamanho transbordar.
    Mar que espelhou à noite titulos de reclamos a gente bonita e feliz,
    aqui e ali nas suas margens
    namorou com os enamorados
    e na felicidade de outros amou,
    transbordou...
    Talvez por não ter mais vazão
    libertou a liberdade de se aconchegar e fazer amanhecer uma manhã a um rio que era da cor da luz!

    Beijo e kandandos meus a desaguar em tanto mar...

    ResponderExcluir
  13. Regina, bela! Desapegar-se de si às vezes é preciso, mas da sua essência jamais. Seja-se, sempre. E estes retornos, sempre são melhores do que se nunca houvéssemos ido. Nada como o prazer de voltar-se, de olhar-se por dentro e analisar-se, sem regras ou normas, apenas por precisar saber-se.

    Beijos, e saudades!
    Débora.

    P.S.: O RR no final era para ser percebido? rs - Cala-te boca!

    ResponderExcluir
  14. Oi amadinha,
    Desapego é a melhor coisa do mundo,
    temos que ser apenas felizes por termos saúde, o resto é puro desapego...
    Saúde é tudo o que interessa é tudo que devemos ter apego.
    ;0) Beijinhos no ♥ Binis.

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem com você?
    Como eu havia dito antes, estou afastado do Blogosfera por vários motivos, inclusive por conta do site “ABORDAGENS & IMPRESSÕES”/ http://abordagenseimpressoes.com/ que eu acabo de criar e publicar na Internet.
    Gostaria de contar também com você por lá, acompanhe-o e também interaja comigo por lá.
    Como todos nós sabemos, site tem uma dinâmica diferente do blog, é mais consultivo e informativo. É de maior abrangência, já que se pode explorar muito mais. O blog é mais direto e normalmente de temática única.
    Me visite por lá e me siga. Vou gostar e ficar extremamente feliz e agradecido por mais esse voto de confiança.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Olá, Regina!
    Tem dia que temos que nos dar off!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  17. - Moça, não sei se você merece ou não.
    - Uma bela manhã.
    - Eu. Nós.
    - Você mesma.
    - Mas merecendo ou não, vai ter que aguentar. Principalmente eu.

    - Aquela guia que você queria: vá em Nova postagem - Editar PÁGINAS e crie uma página nova. Já estava esquecendo - a Mi me lembrou (outra que você não merece mas tem que guentar).

    - Beijão quente nesta manhã fria... fui.

    ResponderExcluir
  18. Vim aqui para avisar que te deixei algo em meu blog. Uma singela lembrança, breve homenagem, só para dizer um pouco da sua importância. Esta na minha última postagem, de hoje, dia 26/06: "Singela homenagem, sinceros agradecimentos". Ao clicar no seu nome, o seu perfil aparecerá, para que os outros leitores possam assim como eu, te conhecer e apreciar. Bom, espero que goste das palavras por mim deixadas, são sinceras e de coração.
    Enfim, você é muito especial.

    Beijos,
    Débora.

    ResponderExcluir

  19. Lindo texto! Reflexões...Esses dias também to que nem você com um pouco de dificuldade de dormir ou dormindo na hora errada. Eta vida né? Melhoras, tenha esperança, dias melhores virão viu? Um abraço bem apertado n. c. rs...

    ResponderExcluir
  20. Inverno é Rê?
    Aqui começou agora o Verão , he, he!
    Lindo este post, a manhã é mulher sim, e por isso muito bela.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  21. Olá Rê... Saudades... Desculpe a distancia...
    Linda postagem... Acho que preciso aproveitar melhor minhas manhãs e me desapegar de muitas coisas em que venho me apegando demais!!
    Beijinhossss mil para ti e obrigada pela oportunidade de reflexão!!

    ResponderExcluir
  22. Adorei tuas palavras. Beijos.

    Au revoir.

    ResponderExcluir
  23. Uma segunda feira cheia de carinho e muita poesia pro seu coração amiga...beijos e beijos de paz sempre.

    ResponderExcluir
  24. As vezes me sinto assim...Tenho tido todo o tempo pra me desembaraçar de mim e das concessões que fiz de mim mesma. Parabéns pelo texto. Gostei muito . Um Abraço!

    ResponderExcluir
  25. Natália e Smareis sejam muito bem-vindas!
    Voltem quando puderem e quiserem...lugares, amorosamente, reservados lhes aguardam.
    Beijuuss n.a.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget