Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

DA MINHA PRECOCE NOSTALGIA

Quando eu for bem velhinha, espero receber a graça de, num dia de domingo, me sentar na poltrona da biblioteca e, bebendo um cálice de Porto, dizer a minha neta:
- Querida, venha cá. Feche a porta com cuidado e sente-se aqui ao meu lado. Tenho umas coisas pra te contar. E assim, dizer apontando o indicador para o alto: - O nome disso não é conselho, isso se chama corroboração! Eu vivi, ensinei, aprendi, caí, levantei e cheguei a algumas conclusões. E agora, do alto dos meus 82 anos, com os ossos frágeis a pele mole e os cabelos brancos, minha alma é o que me resta saudável e forte. Por isso, vou colocar mais ou menos assim: É preciso coragem para ser feliz. Seja valente. Siga sempre seu coração. Para onde ele for, seu sangue, suas veias e seus olhos também irão. E satisfaça seus desejos. Esse é seu direito e obrigação. Entenda que o tempo é um paciente professor que irá te fazer crescer, mas escolha entre ser uma grande menina ou uma menina grande, vai depender só de você. Tenha poucos e bons amigos. Tenha filhos. Tenha um jardim. Aproveite sua casa, mas vá a Fernando de Noronha, a Barcelona e a Austrália. Cuide bem dos seus dentes. Experimente, mude, corte os cabelos. Ame. Ame pra valer, mesmo que ele seja o carteiro. Não corra o risco de envelhecer dizendo "ah, se eu tivesse feito..." Tenha uma vida rica de vida. Vai que o carteiro ganha na loteria - tudo é possível, e o futuro é imprevisível. Viva romances de cinema, contos de fada e casos de novela. Faça sexo, mas não sinta vergonha de preferir fazer amor. E tome conta sempre da sua reputação, ela é um bem inestimável. Porque assim, as pessoas comentam, reparam, e se você der chance elas inventam também detalhes desnecessários. Se for se casar, faça por amor. Não faça por segurança, carinho ou status. A sabedoria convencional recomenda que você se case com alguém parecido com você, mas isso pode ser um saco! Prefira a recomendação da natureza, que com a justificativa de aperfeiçoar os genes na reprodução, sugere que você procure alguém diferente de você. Mas para ter sucesso nessa questão, acredite no olfato e desconfie da visão. É o seu nariz quem diz a verdade quando o assunto é paixão. Faça do fogão, do pente, da caneta, do papel e do armário, seus instrumentos de criação. Leia. Pinte, desenhe, escreva. E por favor, dance, dance, dance até o fim, se não por você, o faça por mim. Compreenda seus pais. Eles te amam para além da sua imaginação, sempre fizeram o melhor que puderam, e sempre farão. Cultive os amigos. Eles são a natureza ao nosso favor e uma das formas mais raras de amor. Não cultive as mágoas - porque se tem uma coisa que eu aprendi nessa vida é que um único pontinho preto num oceano branco deixa tudo cinza. Era só isso minha querida. Agora é a sua vez. Por favor, encha mais uma vez minha taça e me conte: como vai você?
(Por Maria Sanz Martins - Recebi como colaboração da amiga Miraci) 




15 comentários:

  1. É um belo texto, Rê, querida.
    Seria uma excelente "lição de vida" que aquela netinha receberia da avó !
    A idade tráz-nos muita sabedoria, que temos que saber transmitir às gerações futuras.

    Um Beijão

    ResponderExcluir
  2. Chérie, veja a maravilha que as pessoas conseguem exprimir. É que nem uma bela foto. Você para e fica matutando:"como não pensei nisto antes. O que está aí é tudo que sempre pensei ou quis fazer".
    Eu chamo de inspiração ( a minha não enche um dedal) e não se aprende, se nasce com ela.
    Mas sempre nos resta o prazer de ler/ver, apreciar e agradecer a Deus por tudo isso, inclusive pela pessoa que nos proporciona conhecer essas maravilhas.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Amei este texto querida amiga.Grato pela partilha.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. É muito bonito! Recebi de uma amiga, numa alusão ao meu neto que está chegando...e acho que essa "parceria" se constrói bem assim mesmo...tomara aconteça comigo...

    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Rui Amado
    Acredito que é esse nosso "lucro" com o passar dos anos...transmitir nosso aprendizado, experiências de vida aos mais novos. E é muito bom messsmo quando eles nos ouvem.
    Beijuuss n.c.

    JC
    Inspiração é o que não me falta quando o objeto dela é você! Inspiração:...ato de introduzir o ar nos pulmões; de inspirar. Qualquer estímulo ao pensamento ou à atividade criadora...Pessoa ou coisa que inspira, inspirador...poético, entusiasmo. Então, amado, não concordo com você naum!!! A sua cabe muito mais que num dedal, posso apostar e já sei que ganhei essa aposta!
    Beijuuss n.c.

    Manuel Amado
    Você não crê como fico felizzzz quando gosta, de verdade, de algum post daqui!!!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  6. Que beleza de texto, Rê! Sua sensibilidade em compartilhá-lo conosco também é muito bonita. Coisa de gente do bem. Adoro vir aqui: ou dou ótimas risadas, ou me calo de emoção. Bjs

    ResponderExcluir
  7. Que lindo, Re!!!

    Até imaginei na cena...no futuro...eu e minha amada neta Bianca!

    Beijos...
    Lia♥

    ResponderExcluir
  8. Denise Amada
    Dizem que ser vó é melhor ainda do que ser mãe...você vai nos contar, né?
    Beijuuss n.c.

    Ângela Amada
    Brigadim por suas palavras generosas. Fico felizzz dimaiiisss de saber que você dá ótimas risadas aqui...sou realmente uma pessoa bem humorada, de alto astral e tento transmitir isso a todo momento na minha vida! Imagina se seria diferente aqui?
    Beijuuss n.c.

    Lia Amada
    Você já é vovó??? Não creio!!! Que vó mais linda de viverrrr!!!!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  9. Olá querida Rê,
    Esse texto eu tinha de o ler, felizmente para mim que aqui o colocaste.
    Os "Ses", os cheiros que nos fazem acreditar, o momento que se não for aproveitado não voltará mais, um traquejo de vida, um testemunho de maviosa dimensão. Libertar a criatividade e amar com com o coração e não com o que a visão nos proporciona. A importância da amizade e partilha e uma força anímica, que nos coloque com tudo lá em cima e realizar.
    Um dom maravilhoso saber expressar sentimentos desta forma tão simples de entender, mas tão intensa e recheada de verdade e sabedoria que traquejo da vida nem sempre transmite a todos infelizmente.
    Tenho uma neta com 8 anos que vi nascer, ouvi o seu primeiro choro e fui o primeiro a abraçar. Acredito não haver maior milagre do que o nascimento de um bebé. A promessa de futuro e continuidade.
    A melhor das heranças que se pode deixar a alguém, será sem dúvida os princípios ali expressos nesta conversa de avó!
    Estou dentro, gostei muito, valeu...
    Bjs. e kandando a atravessar tanto mar, tanto mar...

    ResponderExcluir
  10. Kimbanda Vovô Amado!!!
    Que delícia saber que já tens essa preciosidade...uma netinha! Fico feliiizzz demais que tenha gostado desse texto. Ele é de uma ternura tão genuína que todas as vezes que o leio, me emociono muito...mesmo não tendo, ainda, um(a) neto(a). Espero que o PAI me dê saúde para poder desfrutar dessa benção também.
    Beijuuss n.c. do lado de cá do Atlântico sem escalas

    ResponderExcluir
  11. Querida Renata,

    Que coisa mais linda este post.
    É que, mesmo de olhos abertos consegui sonhar e saborear esse momento. Momento em que a avó partilha com a neta, o segredo da vida.
    E ele faz-se de coisas tão simples, basta manter a paciência para aprender a viver e a obter o que queremos, fazer-se o bem para o bem receber, manter os amigos, eles dão-nos os sorrisos, companhia, mas tb nos enchugam as lágrimas e ajudam-nos a levantar, viajar, viajar, viajar que nos ajuda a preencher a vida de novos conhecimentos e culturas, dançar liberta alma e o stress, faz bem a saúde, preservar o "AMOR" sem complexos, de idade, posto, ou figura, etc,etc.
    Momento de muito amor em pouco segundo ali partilhado.
    Espero chegar lá (aos oitentas e tal anos) e poder partilhar o que sei com a minha neta ou neto. Mas nem filhos ainda tenho, bom....
    Se não, irei com certeza visitá-la ao Brasil, para ouvir de si directamente as mesmas palavras, que tal a proposta? Eu adoraria XD
    Quando a amiga Re crescer, lool, e for avó creio que dará uma excelente amiga e avó.
    Xinhos enormes bem repenicados... :)

    ResponderExcluir
  12. Eyala Amada, moça linda de viverrrr!!!
    Estava com saudades de vc aqui no meu cantinho...Venha prá cá quando quiser, a casa é pequena mas o coração é enooooooorrrme (coração de mãe é assim mesmo! Imagina o dia que me tornar vovó???rsrs) Já imagino o tanto que vamos conversar, passear por esse país nosso maravilhoso. Aqui, só uma correção: apesar de adorar o nome Renata, o meu é Regina rsrs.
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  13. Mil e uma desculpas Regina, devia de estar a pensar na minha amiga Renata e enganei-me ao escrever...mais uma vez mil desculpas.
    Também eu já tinha saudades de por aqui voar e me deliciar com os seus temas, que digo com sinceridade, são sempre tão bons, torna-se um vício vir aqui, rsrsrs, mas a vida ñ é fácil e a incessante procura de trabalho rouba-me o tempo e a vontade. Sou novata por estes lados Suiços e ainda procuro algo melhor, mais estável e que me proporcione mais segurança, mas enfim, com fé e esperança tudo se alcança.
    E não é que eu adorei a ideia, até só estava a prever ir aí nos seus oitenta e tal anos, mas ainda bem que passa para o imediato, porque iriam ser duros de suportar, pelo facto de que vão ser longos para chegar, você é tão jovem ainda, uffa me poupou uns anos bons, obrigado amiga...jejejeje
    É com enorme carinho que recebo o convite, fico muito grata, e já estou ansiosa só de pensar em ir, e no prazer que me vai dar conhecê-la ao vivo e a cores, passearmos nesse mundo maravilhoso e conversarmos horas e horas a fio..uiiii que delícia, e olha que a faço logo logo da família, coração grande como é esse, é parecido ao nosso primeiro nome, eheheh, as nossas casas tb não são muito grandes, mas dão para acolher um mundão, lool, quando quiser esteja a disposição, é com enorme prazer que a recebemos.
    O Brasil é um país que ainda não conheço e tenho muita curiosidade em visitar, desde pequenina.
    Adoro a alegria do povo, a música, as praias, os calçadões, imagino o calor e a folia, será um dia com enorme prazer, muito obrigado.
    Xinhos enormes á amorosa mamãe e futura mimosa vóvó de coração enorrrrrrme.

    ResponderExcluir
  14. EYALA Deusa da Lua Moça Linda de Viverrrrr!
    Pode parar de se desculpar agora!!! Essas trocas acontecem... Quanto a sua vinda, será um prazer e quem sabe não traz junto seus pais? UAU, nem consigo imaginar tamanho prazer! D"US me livre de vc esperar eu chegar aos 80...ainda tô no meio do caminho um cadim prá lá rsrs Moça, procurar trabalho não é fácil mesmo não...mas vá em frente pois, aqui de longe, sinto que vc é muito especial! Então, prá pessoas com essa sensibilidade toda o PAI, lá em cima, reserva algo maravilhoso. Podes acreditar!!!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  15. Obrigado pela boa energia e elogio XD, é difícil concretizar algo aqui em pouco espaço de tempo, será uma grande batalha. Mas sou uma crente, e acredito que o PAI me ajudará e brevemente virá algo melhor.
    Um dia, espero que breve, irei visitá-la e levarei junto meus pais, com muito gosto. Bom fim de semana amiga, xinhos do tamanho do mundo.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget