Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

MANGUEIRA DÁ MORCEGO

Estou no meio de jacarandás, sibipirunas, ipês, paus-brasil, flamboyants, paineiras, além das inúmeras árvores frutíferas. Essa maravilha da natureza  me fez lembrar o aborrecimento que passei nessa última semana. Não nasci na roça, sou da cidade de pedra mesmo mas, aprendi, desde muito pequena, a amar a natureza, respeitá-la e frequentá-la sempre que possível. Na minha casa e nos meus locais de trabalho sempre insisto em colocar um verdinho, que alegra minha alma e minimiza os efeitos do concreto. Ao lado da minha casa há um lote vago onde reina uma majestosa mangueira. Da sala de jantar, nas primeiras horas da manhã, tenho esse privilégio de tomar o café da manhã observando suas folhas recém nascidas, suas flores e cada fruto que de tantos, fazem sua majestade se cruvar um pouquinho.Me apossei dela assim sem mais nem menos. No meio de tanto concreto ela me faz acreditar que a roça invadiu minha casa. Na última quarta-feira, quando estávamos almoçando, começo ouvir um barulho de serra elétrica... Debrucei na janela e vi Seu Hilton - porteiro do prédio - cortando sem dó nem piedade, a MINHA mangueira! Não acreditei e comecei a gritar feito uma louca:
- Seu Hilton, Seu Hilton, para com isso!
- Não posso. 
- Não pode porquê? Quem mandou o Sr. cometer esse assassinato? Paaaaaaara já!!!
- Foi a síndica, por causa dos morcegos.
- ??????? Que morcegos? O Sr. ficou louco????
- Mangueira dá morcego "Dra."!
- ??????? Mangueira dá manga! Paaaaaaara com isso agora mesmo!
E enquanto íamos berrando, eu do lado de cá e ele do lado de lá, seus galhos íam caindo lentamente um a um...
-Vou chamar a polícia, vou ligar para a Prefeitura (Departamento de Parques e Jardins) e o Sr. vai preso. Onde está a autorização?
Após essa ameaça, saí da janela muito triste mesmo e me sentindo derrotada. Não sei se foi isso, ou se ele se sentiu penalizado com a minha dor mas, a serra elétrica silenciou. Da minha majestosa mangueira restou o tronco e poucos galhos... Vou ter que aguardar muitos meses para vê-la, novamente, alegrando minhas refeições. Mas enquanto isso, encomendei um Batman para invandir a casa da síndica... Quem sabe assim, ela não satisfaz seus desejos de Mulher Gato?

22 comentários:

  1. Rsrs...mulher-gato ?! O bom humor ameniza e suaviza nossas provações.

    Existem, Regina, cerca de 96 espécies de morcegos; frugívoros, insetívoros e hematófagos. Só 03 espécies são hematófagas, a maioria é insetívora, ou seja, nos auxiliam no controle dos insetos. Os frugívoros não estão nos grandes centros e os hematófagos sugam, geralmente, o sangue de mamíferos nas matas e campos de pastagem. Os morcegos são dispersores de sementes e polinizadores. Dê este recado à síndica.

    E mais: árvores costumam incomodar, porque são sinônimos de fortaleza.

    Como eu gostaria de ver, tocar, um jacarandá... Eles já são muito raros.

    Felicidades, sempre!

    ResponderExcluir
  2. Olá Regina!

    A presença da Natureza faz-nos sempre falta -sobretudo a quem com ela se habituou a conviver - e a haver alguém que não o sinta, certamente já terá perdido o dom da sensibilidade , ter-se-à tornado mais pobre, sem disso se ter dado conta - o que eu acho uma pena e uma perda!
    Olhe! faça de conta que a mangueira foi apenas podada; os ramos irão de novo crescer, e de novo darão frutos.
    E imagino que se terá sentido muito bem,feliz consigo própria - qual "Dona" Quixote - quando se deu conta de que a àrvore indefesa que decidiu defender, afinal foi poupada graças à sua nobre acção.Fez muito bem; parabéns!

    Beijinhos.
    Vitor

    ResponderExcluir
  3. Eiii Cláudio Amado, defensor da natureza!!!
    Obrigada por todas as explicações, valeu dimaaaiiss!!! Um cadim eu até sabia...mas agora tenho mais argumentos para enfrentar essa "Mulher Gato"rsrs desejosa de um morcego invasor rsrs. Não sooooome não hein?
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  4. Vitor Amado
    Só mesmo vc, com sua sensibilidade, para se solidarizar assim...Você não crê como tô tristinha snif,snif! Alguns podem achar que tô fazendo DRAAAAAMA demais por conta de uma árvore...mas, não me importo. Era MINHA mangueira, frondosa, linda, que enchia de verde minha casa!!! Agora vou exercer a paciência e acompanhar seu crescimento...quiném mãe com filhos...
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  5. Regina,
    Vou dizer uma coisinha só! Quando cruzar com a síndica, mande-a "plantar mangueira"! Que mulherzinha burra!
    beijinho

    ResponderExcluir
  6. Estava eu a adorar o seu relato e a sonhar acordado com essa paisagem maravilhosa logo pela manhã quando esse porteiro fez com que eu desse um trambolhão virtual, despertando abruptamente de um sonho bom. Mais uma vitória para a selva de pedra, sempre tão implacavelmente fria. Vai restando a boa disposição, felizmente.

    ResponderExcluir
  7. Rê, fico desanimada com certo tipo de gente, de vez em quando. Não somos nada - poeira cósmica arrogante... Nada aqui é só nosso - formigas predadoras... Morcegos são parceiros dos humanos e merecem respeito. E, a continuarmos a cortar árvores, frutíferas ou não - para fazer pasto, por exemplo -, em pouco tempo estaremos solitários no planeta azul, isso se sobrevivermos!... Tudo faz parte de uma mesma energia e parecemos não aprender nunca... Lamentável. Não sei o tamanho do estrago, mas tomara que a 'sua' mangueira se recupere e volte a alegrar suas manhãs. Bjs

    ResponderExcluir
  8. Caríssima, boa tarde.
    Sobre esta particular história de uma mangueira na cidade, tenho algo a falar.
    Na frente da casa de meus nonos (avós em italiano), tinha uma bela e frondosa mangueira e o único perigo que ela oferecia, quando carregada de mangas espada, era uma dessas frutas cair sobre a cabeça de quem estivesse por ali.
    E veja que nos reuníamos debaixo dela, após o café da tarde, e ninguém arredava o pé, mesmo soprando vento forte.
    Uma cena que lembro do meu pai, é que ele estava sentado no degrau da escada, o vento agitando a árvore, quando de repente caiu uma manga à centímetros de sua cabeça.
    Ele a pegou, descascou e chupou, tranquilamente.
    Posteriormente meus nonos e meu pai se foram para o outro lado do mistério, a casa foi vendida e o novo proprietário não teve dúvidas; com autorização da Prefeitura de Sampa, a velha e querida árvore foi cortada.
    Escrevo isto com o coração apertado, com o pensamento voltado para o futuro. O que restará para minha netinha conhecer?
    É muito triste.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Olá Rê, querida amiga.
    É a preocupação de muita gente, contribuir e dar exemplos através dos seus actos, de forma a deixar um planeta melhor do que aquele que herdamos, mas é preciso não esquecer, que deixar um melhor planeta aos nossos filhos é acima de tudo educá-los para o receberem.
    Esse senhor não tem culpa de assim ser e a dita srª. se calhar também, não. A questão vem muito detrás. Em casa e nas escolas é premente valorizar uma correta postura no sentido de reduzir a nossa pegada ambiental e até contribuir-mos para a florestação e limpeza de matas voluntariamente, pois que do estado é melhor não esperar grande coisa. E já vamos tarde nessa tarefa enorme de consciencializar todos.
    Terrível viver uma experiência dessas, e entristece perceber que essa escapou, mas milhares e milhares estarão a ser abatidas sem razão plausível para tal, no mesmo momento em algum lugar.
    Ao pensar em cidade e a falta que o verde faz para contrapor ao péssimo ar que se respira, é inconcebível assistir a esse autêntico filme de terror. Não estás fazendo drama não, felizmente estiveste na hora certa e no lugar certo para a salvar.
    Bjs. e kandandos a atravessar tanto mar

    ResponderExcluir
  10. Olha estas velhas árvores, mais belas
    Do que as árvores moças, mais amigas,
    Tanto mais belas quanto mais antigas,
    Vencedoras da idade e das procelas...
    O homem, a fera e o inseto, à sombra delas
    Vivem, livres da fome e de fadigas:
    E em seus galhos abrigam-se as cantigas
    E os amores das aves tagarelas.
    Não choremos, amigo, a mocidade!
    Envelheçamos rindo. Envelheçamos
    Como as árvores fortes envelhecem,
    Na glória de alegria e da bondade,
    Agasalhando os pássaros nos ramos,
    Dando sombra e consolo aos que padecem!

    Olavo Bilac

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Gosto muito de árvores de fruta.
    Aqui em volta de casa tenho plantado muitas e gosto de me sentar à sombra delas e deixar que os olhos corram livremente trazendo de volta tantos pensamentos e saudades

    ResponderExcluir
  12. Zé Amado
    Não sei se tenho essa educação tooooda não!!! Olha que sou até conhecida pelo "SOCILA by RÊ"... mas nessas horas...P.Q.P. com força!!!! Desço do salto fácil, fácil.
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  13. Miguelito, meu duplo anjo, amado
    Pois é assim que tenho acordado desde o ocorrido...num pesadelo!!! Mas ainda vou contar aqui da nossa recuperação...ela é forte como eu e vai se reerguer!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  14. Ângela amada
    Vc mais que ninguém sabe o que estou sentindo... Eu, também, vou morrer sem entender, como as pessoas ainda não "sabem" que somos todos interligados numa ÚNICA ENERGIA!!! Que tudo e todos somos um... eu, no meu cantinho e insignificância vou tentando, todos os dias a emanar essa ENERGIA.
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  15. JC
    Muiiiito bem vindo!!! Que prazer receber sua visita com um depoimento tão lindo...OBRIGADA!!! Eu também me ocupo dessas questões...olho para os meus filhos que já foram exilados daquela infância de pés descalços, correndo pelas ruas do bairro, roubando frutas no quintal alheio, morando em casas sem cercas... Mas não podemos desistir nunca, né?
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  16. Kimbanda Amado
    Obrigada por suas palavras ternas... tento, como já disse, fazer um pouquinho todos os dias...mas sei que o "buraco é mais embaixo" e estamos toooooodos pagando um preço altíssimo por nossos atos insanos de tanto tempo...Realmente estava na hora e lugar certos, mas a maioria das vezes não estamos, né?
    Beijuuss n.c do lado de cá do Atlântico diretamente sem escalas

    ResponderExcluir
  17. Ah Manuel Amado, poeta linduuuuu de viver!!!
    Com essa poesia linda assim , que me presenteou, fiquei até mais alegrinha! Brigadim amigo!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  18. Ah Coelho Amado...que privilégio!!! Tire fotos, para nos presentear com essa visão maravilhosa. Vou amaaaar!!!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  19. OlÁ, Regina!
    Já se lê e se vê no noticiário que transgressores começam a sofrer sanções penais por praticarem crimes ambientais descritos na Lei. Anteriormente, as sanções não passavam de multas; hoje, além de multas em valores mais elevados, há a possibilidade de prisão pelo delito.Gostei do seu blog.
    Abraço,
    MARCENIA
    WWW.MARCENIA.BLOGSPOT.COM

    ResponderExcluir
  20. Marcênia seja muiiiito bem vinda!!!
    Possibilidade de prisão pelo delito...é só possibilidade,né? Se o povo que mata,espanca, estupra, rouba, trafica,..., tá tuuuudo solto por aí, imagina se eles conseguem prender quem comete um "crime ambiental"? Pode ser que eu ainda esteja viva prá ver a "justiça" fazer valer... Que bom que gostou desse cantinho. Fico feliiizzz dimaiiisss. Volte sempre!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  21. Meu vizinho tem uma mangueira no seu quintal só que ela pende mais da metade para o meu. Essa semana o pavor tomou conta pq os morcegos vieram em bando e fazem muitas fezes. Estou desesperada pq tenho filhas pequenas que brincam no quintal e tenho medo de doenças. As fezez fedem muito e minha casa fica com esse odor a noite inteira. O que posso fazer? Alguém pode me ajudar?

    ResponderExcluir
  22. Meu vizinho tem uma mangueira no seu quintal só que ela pende mais da metade para o meu. Essa semana o pavor tomou conta pq os morcegos vieram em bando e fazem muitas fezes. Estou desesperada pq tenho filhas pequenas que brincam no quintal e tenho medo de doenças. As fezez fedem muito e minha casa fica com esse odor a noite inteira. O que posso fazer? Alguém pode me ajudar?

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget