Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

A VIDA EM PRETO E BRANCO

Em 1970 quando o Brasil foi tri-campeão do mundo de futebol, minha mãe comprou uma TV colorida. Lembro-me da alegria de assistirmos à copa, coloridamente, com a casa abarrotada de vizinhos e amigos que ainda não tinham essa novidade. Como era muito menina, tinha que suplicar para que me deixasse assistir ao Bem-Amado – primeira novela colorida – que só era transmitida às 22hs, horário que criança já deveria estar na cama, sonhando com os anjos. As cores me encantavam. Vivas, fortes, enchiam meus olhos, incrédulos, de fascínio. Com o tempo, essa mágica se torna comum, e nossos olhos se acostumam tanto com as cores, que esquecemos de como é a vida em preto e branco. Há quinze dias tive “picos” de luz em casa, e após o segundo corte de energia, a imagem da minha TV ficou preta e branca. É estranho... Bem parecido com a vida: está tudo nos seus devidos lugares, a gente está tão, confortavelmente, acostumada que até nos esquecemos que, de uma hora para outra, pode acontecer uma desilusão, perdas, doenças, desarrumá-la deixando-a preta e branca! Só aí damos falta da cor... Estávamos tão acostumados! O desconforto faz com que saiamos do lugar. Minha TV tem 16 anos de vida útil e segundo meu sobrinho, na hora de trocar por uma mais moderna. Não tinha essa intenção mas, semelhante à vida, é quando a gente dá um basta, de vez, pára de reclamar, lastimar, e corre atrás, para recolocar as cores em nossas vidas. Podemos até continuar e nos reacostumar com o preto e branco. Eu, pessoalmente, prefiro a minha matizada com todas as cores e nuances possíveis. Preto e branco só temporariamente...

28 comentários:

  1. Rê, o desconforto é que nos faz avançar, você sabe disso, é terapeuta. E parece que uma energia maior conspira quando está na hora de mudar. Por causa do pico de luz você vai descartar o velho - sua tv de 16 anos - para dar espaço para o novo. E cuidar mais ainda daquilo que dá cor à vida! Tô indo pro sítio amanhã, só volto em meados de março. Tem coisa nova no blog para não perder o traquejo. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Rê,
    Estou apostando nas cores. Hoje, vesti azul. Amanhã pode ser amarelo, verde, laranja... Vai depender do humor. O que eu quero mesmo é, como você disse: cor! Gostei muito desta crônica.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  3. E viva as cores!
    Sem ela o amarelo do tempo retorna. .. E hoje, talvez não cabe mais em minhas mãos!

    beeejo , Rê

    ResponderExcluir
  4. Olá Regina,
    Cá estou novamente retomando a minha terapia "íntima" e recarregando as minhas baterias, que continuam um pouco a prêto e branco, embora prefira as cores, designadamente as do arco-íris. Sei e faço o possível por olhar para o lado mais brilhante e colorido da vida onde tudo seria mais fácil e todos seríamos certamente mais felizes.
    A sua intervenção no meu espaço será um contributo valioso.
    Bjis

    ResponderExcluir
  5. Ângela Amada
    Voltando pro sítio...que delícia!!! Sou desgarradíssima, graças a D'US...não acumulo coisas, vou doando, mudando e independente da minha profissão, como aprendi com o Feng Shui e otras cositas más: ENERGIA tem que circular!!!
    Beijuuss n.c. e aproveite muiiito seu paraíso particular

    ResponderExcluir
  6. Iêda Amada
    Que delícia você aqui no meu cantinho...e agradando de um escrito meu! Vindo de você...é a Síndrome do T.M.A (TÔMEACHANDO)rsrs baixando.
    Beijuuss multicoloridos n.c.

    ResponderExcluir
  7. Eiii Moça linda de viver
    Tava com sôdade docê!!! Que bom que não cabe mais em suas mãos...
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  8. Jorge Amado
    A vida é assim mesmo...como dizia Guimarães Rosa, "o que ela quer da gente é coragem"! E coragem prá mim é simples, é agir com o coração. Dá-lhe Jorge!!!! O arco íris te ofereço. Vou lá de visitar sim...
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  9. Olá Regina!

    Sabe, cá por Portugal existe um ditado popular ( não sei se por aí também) que reza assim: " de cavalo para burro nuinguém gosta de andar". E claro que aqui o burro é mesmo o da cor a preto e branco. E, há ainda um outro, que completará o primeiro - mais expressão que ditado - e que eu acho que encerra uma verdade absoluta: "ninguém tem falta daquilo que não conhece". Tudo isto a propósito do que muito bem escreveu - e que espelha a evolução e mudança dos nossos comportamentos, sem que disso nos demos conta - a partir duma simples avaria de televisor.
    E acho que o que acabei por dizer não era exactamente aquilo que queria - mas a inspiração não deu para mais!Fico-me por aqui.

    Beijinhos. Bom fim de semana.
    vitor

    ResponderExcluir
  10. òtimooo post
    Alias o blog todoo é otimo
    beijão Reginaa !

    ResponderExcluir
  11. Olá Rê :))
    Hoje custa-nos a compreender como era possível vermos a TV a preto e branco ! Era uma sensaboria !... e nós gostávamos.
    Beijão Grandão !
    .

    ResponderExcluir
  12. Azul e verde e cinza
    Olhando bem, o céu
    É de todas as cores!


    Beijos e bom fds.

    ResponderExcluir
  13. Lembro ainda quando veio cá para casa um rádio.
    deram-lhe um lugar de honra.
    Até uma cobertura lhe arranjaram.
    Depois a TV veio tirar-lhe o lugar na década de sessenta. A TV a cores foi um presente que fiz aos meus pais na década de 80.
    Nesta altura já todos por aí tinham TV.

    ResponderExcluir
  14. Aqui há algum tempo atrás ao fazer um daqueles zappings por alguns canais descobri um que estava a dar um daqueles filmes ainda a preto e branco de que eu tanto gostava na minha infância. Ao fim de dez minutos a tentar acostumar-me àquela ausência das cores a que estava habituado desisti. Parecia que aquele filme que eu adorara já não tinha a mesma graça, mas talvez fosse eu que tinha mudado. Toda a gente se habitua com o que é bom, até pobre e hoje uma vida a preto e branco já não é para mim. Exceptuando as fotos. Adoro fotos a preto e branco. Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Vitor Amado
    É verdade...só sentimos falta daquilo que já experimentamos. Quando vamos subindo os degraus, descer não é fácil não!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  16. Tatah seja muiiito bem vinda!!!
    Que bom que gostou desse cantinho...então volta sempre, tá?
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  17. Rui Amado
    Pois não é isso mesmo? Nem sabíamos como era uma exibição a cores... e agora com essas modernidades tooodas LCD, FULL HD e sei lá mais o quê, tô doidinha e necessitando de assessoria prá compreender tanta modernidade nessa coisa que ainda chamam de TV!rsrs
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  18. Manuel Amado
    No céu enxergo sempre todas as cores do ARCO-ÍRIS!!!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  19. Coelho Amado
    Pois saiba você que eu nunca abri mão do meu radinho... e o engraçado é que, minha filha caçula, mesmo com essas modernidades de som, vive "roubando" ele do meu quarto!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  20. Miguelito, duplo anjo, amado
    Descobri mais uma coisinha em comum: fotos em P&B! Sou apaixonada!!! Isso eu não troco pelas coloridas nãããoooo rsrs, perde a vida...
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  21. Regina, querida!
    Você conseguiu fazer uma relação perfeita...a tecnologia e a nossa vida!

    SIM! Só damos valor ao colorido quando tudo fica preto-e-branco!!

    Já passei por períodos negros, onde nem o branco existia...e aprendi a valorizar todo o colorido que me rodeia, desde o lindo e imenso azul do céu até as pequeninas cores das asas de uma borboleta!

    Amei o texto!

    Beijos e abraços carinhosos pra você...

    ♥Lia♥

    ResponderExcluir
  22. Crônica das cores televisivas essa Regina,nessa madruga,me toca e matizes todas, em campos de girassois du moi,brilhas,entre as cores e a ausencia delas,simplesmente como girassol que és multicores em vidas nossas!
    Regnaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa,i love youuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!

    Vidaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  23. A cor hipnotiza de beleza e luz.
    O preto/branco desafia em sombreados.
    Mas, temos que vivenciar tudo né?
    1 abraço e prazer em vir.

    ResponderExcluir
  24. Cores, sabores e cheiros: memória que não se apaga, mas se confunde, rebate, repete. Seu texto inspirou-me. Vou escrever alguma coisa também. Zagreb é uma cidade de cores particulares: sombras do passado comunista e preguiça da "modernidade" sem eixo. Agora no inverno, ainda que no final, é mais difícil distinguir as cores: tudo cinza e branco, gelo. Com a memória que eu tenho do célebre jogo final da copa de 70: em preto e branco, ainda. Meus pais não podiam comprar uma televisão colorida. Enquanto os onze corriam atrás da bola, a gente picava papel: a certeza da vitória. Papai, os irmãos dele e o vovô choravam e bebiam cerveja. Mamãe, minhas tias e a vovó, na cozinha, com o olho na televisão e nós, or primos, picando o papel. O Brasil ganhou, nós sobrevivemos!

    ResponderExcluir
  25. Lia Amada
    Períodos negros fazem parte da vida de todos nós...seria ele a convergência de todas as cores??? E a partir do que alguns chamam de "ausência de cor" emergimos!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  26. Ricaaarrrdo Amado
    Você aqui é meu arco-íris...enche e preenche de cores mil meu coração, minha alma e esse meu cantinho! Brigadimmmmm!!!!!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  27. Zé Amado
    Escreve sim...vou amar "ler" cores no seu branco, cinza e gelo!!!! A gente enxerga até chifre em cabeça de cavalo quando quer rsrs!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  28. B.Amada
    Obrigada pela visita!!!! É vero...temos que viver um cadim de tudo, pois a vida é feita disso: cores, preto e branco, negro...
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget