Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

segunda-feira, 19 de abril de 2010

AMOR PODE SER DIFERENTE



Quando estive na fazenda fiquei observando as diferenças e para variar, pensando. Como pode um poodle gostar de um cão fila? Raças tão diferentes. Objetivos então, seria desnecessário comentar. Um treinado para proteger e se preciso for, até matar. O outro tão dócil que seus latidos só espantam umas pobres galinhas desavisadas. Um é morador, livre, de terras que não tem fim, o outro se contenta num apartamento e a tal liberdade, só mesmo usufrui quando nessas terras vai passear. Ambos machos, e nem por isso deixam de se gostar e respeitar. Assim é mesmo o amor... Formas diversas podem formar e trans-formar. Alto e baixo, gordo e magro, feio e bonito, perto e longe, branco e negro, crente e ateu, masculino e feminino, fêmea e fêmea, macho e macho, rico e pobre, formado e desinformado, claro e escuro, novo e velho, léxico e desléxico, saudável e doente, ocidente e oriente, um aqui e outro lá.
Assisti a cena de amor, de Luciana – tetraplégica – com Miguel. Ambos personagens da novela global “Viver a vida”. Era, nessa condição, sua primeira vez, e apesar de todo o seu medo, ouviu de Miguel, além de palavras de carinho e amor, algo mais ou menos assim: “vamos nos descobrir, juntos, nessa nova maneira de fazer amor”.
O amor desenvolve características pessoais, distinguindo e particularizando a criatura. Ao proporcionar-lhe vontade própria e independência, ensejam que ela expanda horizontes e dissolva as barreiras onde o padrão e a generalização ergueu paredes.
Nos nossos dias, a maioria dos indivíduos tem conceituado o amor baseando-se tão só no carinho de uma pessoa por outra, na construção romântica e simplista cultivada em nossa cultura, nos versos ingênuos e sonhadores dos poetas ou no que escuta e vê nos meios de comunicação de massa. Na realidade, trata-se de conceitos egóicos quase sempre retirados das frustrações, das inseguranças, da sensualidade e dos sentidos imediatos ou ilusórios.
O amor é um potencial imanente do ser humano. É um fenômeno natural a ser despertado por todos, e não simplesmente algo pronto e guardado nas profundezas da alma, esperando ser descoberto por alguém a qualquer momento. Príncipes e princesas encantadas só mesmo nos contos de fada.
O amor está na naturalidade da vida de cada um. É uma capacidade a ser desenvolvida. Um dia, amar será tão fácil como respirar em uma atmosfera pura ou saciar a sede na água translúcida.
Quando não amamos ficamos vazios. Há ausência de diversidade e de multiplicidade na vida interior e exterior. Amar é uma forma básica de bem viver! Mesmo que seja entre um poodle e um cão fila.  Mesmo que seja um aqui e outro lá.

P.S.: "Amor-Perfeito só existe no jardim; é aquela florzinha linda de cores variadas." (Padre Fábio de Melo)


12 comentários:

  1. Olá Rê
    O texto está magnífico ! Há realmente muitas formas de amar e eu amo você pelo carinho virtual !
    Beijão, Amiga.
    .

    ResponderExcluir
  2. saudades de amar e ser amada....
    Só mesmo as afinidades e a cumplicidade é que nos seduz e nos amar...não há cá passaporte, credo ou outro que explique ou justifique uma química!;)

    linda essa foto!

    ResponderExcluir
  3. Ei Rui, amigo, amado!
    Esse texto foi escrito com minha alma,machucada...Mas como tudo na vida, ela também vai sarar. Também amo cada um de vocês, com um carinho muito mais que virtual, às vezes parece até real!
    Beijuuss n.c.

    Isabel, diva, amada!
    Quando você menos ansiar esse dia chegará...às vezes vem de um jeito tão inesperado, meio estranho, que nem conseguimos acreditar... E não tem "fórmula" nenhuma prá se explicar, quando há um encontro!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  4. Que linda é a vida e suas formas de amar, lindo texto mas vindo de você é sempre assim, boa semana amiga.

    Renata

    ResponderExcluir
  5. Vai sarar sim Chérie, para isso nós torcemos a mais não poder.
    Pena a distância só permitir um ombro virtual para seu choro, mas use e abuse.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Renatinha, amada!
    OBRIAGADA pelas suas generosas palavras...vou até ter um ataque de Síndrome de T.M.A.(Tô me achando rsrsrs)Uma semana cheia de luz procê, minina linda.
    Beijuuss n.c.

    JC, amigo, de casa, amado!
    Mesmo à distância sinto seu ombro amigo e como sempre só posso dizer OBRIAGADA!!! Acredita que enquanto estava escrevendo essas respostas, recebi um telefonema do meu amigo Zé (dono da fazenda) prá dizer que o IAN (o cão fila ao meu lado) MORREU?! Queria que fosse brincadeira....mas como ele mesmo disse "Rê, eu tinha que te avisar"... e como ele é o amor, sem data marcada, sem aviso prévio nenhum, morre muito antes de sabermos o quanto vivo nos mantinha!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  7. ILUMINADOS

    O amor tem feito coisas

    Que até mesmo Deus duvida

    Já curou desenganados

    Já fechou tanta ferida

    O amor junta os pedaços

    Quando um coração se quebra

    Mesmo que seja de aço

    Mesmo que seja de pedra

    Fica tão cicatrizado

    Que ninguém diz que é colado

    Foi assim que fez em mim

    Foi assim que fez em nós

    Esse amor iluminado...


    E assim a gente vai vivendo não é mesmo, caindo e levantando.
    Bjs querida.

    ResponderExcluir
  8. Sabe Chérie, enxergo outro lado nisso tudo. Explico. Acredito que o valoroso IAN aguardou a sua visita, motivando-a para que você nos deliciasse com seu post e ficasse indelevelmente marcado na lembrança de todos nós.
    Em tudo o Criador ajeita para que o sucedido não seja só perdas.
    Como já disse, use e abuse de nossa amizade.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Olá querida Rê:
    Amor perfeito, só mesmo o do jardim. Mas quanto ao texto: É uma profunda e sentida reflexão que saboreei. Amar é respirar!
    Kandandos meu a atravessar tanto mar.

    ResponderExcluir
  10. Fátima,amada!
    Caindo, levantando, caindo de novo, e levantando novamente e........até não estarmos mais nesse plano!
    Beijuuss n.c.

    JC, amado!
    Vc, sua amizade, sua sabedoria de uma vida bem vivida e apreendida...como´só pessoas, poucas, e de coração generoso conseguem apreender e doar. OBRIAGADA!!!! Eu bem sei que o PAI é infinito em SUA bondade e ensinamentos.
    Beijuuss nesse coração linduuuuu de viverrrr

    Kimbanda,amado!
    Que bom que saboreou minha reflexão... de um artista e poeta como vc, que com tão poucas palavras nos diz tanto...chego a ficar envergonhada rsrs.
    Beijuuss n.c. do lado de cá do Atlântico

    ResponderExcluir
  11. Olá
    já tinha estado aqui, faltou me palavras diante do amor. Dentre as respostas encontrei algo que bateu em mim e ficou:
    "e como ele é o amor, sem data marcada, sem aviso prévio nenhum, morre muito antes de sabermos o quanto vivo nos mantinha! "
    Parabéns e sou grata por todo carinho e que bom que a sintonia existe.
    Grande beijo, Ana

    ResponderExcluir
  12. Regina, amiga, adorei o seu texto sobre o amor e da forma como ele pode se desenvolver e crescer apesar de todas as diferenças que poderiam contribuir para nos afastar e que tendem muitas vezes a aproximar-nos. Não acho que alguém possa dizer um dia que viveu, se não tiver amado. Todavia, gostava de ter essa sua crença de que um dia, amar será tão fácil como... As pessoas têm por vezes tanto medo de demonstrar o seu amor, como uma fraqueza que poderia ser aproveitada por outros para nos ferirem.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget