Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

quinta-feira, 8 de abril de 2010

PRESENTE SURPRESA

Quem me conhece sabe, sou fácil de presentear! Adoro tudo que me dão, principalmente quando é fora de datas especiais e chega assim, de surpresa. Quem me conhece sabe, também, que amo de viver ganhar flores. Para alguns acham que é dinheiro jogado fora, para outros que não duram quase nada. Para mim dura e perdura no meu coração para sempre. Não conheço uma mulher que não adore receber flores do seu amado. Eles começam na primeira, segunda saída, que é a época da sedução. Levam-nos para jantar e gentilmente compra, das mãos do ambulante, aquele lindo botão. Se houve a conquista, passamos a receber um buquê, em casa, no dia dos namorados ou aniversários. E se daí evoluiu para o casamento, temos que dar diretas mesmo, se quisermos receber alguma, pois indiretas não adianta não! Quando a BIOS aqui descobriu, recebendo, que poderia mandar flores para quem eu quisesse em qualquer lugar do Brasil e do mundo, não acreditei. Tinha certeza que havia alguém daqui intermediando a história! Coisas de Regina BIOS!
Muitas e muitas vezes, quando chego ao meu consultório, vejo arranjos maravilhosos na portaria e vou logo brincando com os porteiros: Que maravilha, quem será que me mandou? E eles já me conhecendo, há anos, riem e dizem: Doutora, esse, não é pra Sra. não. Mas quem sabe amanhã?
Subo guardando o perfume exalado e imaginando a emoção da felizarda quando o receber. Nem precisem ficar com peninha, pensando que nunca recebi, pois como disse, quem me conhece, sabe que amo de viver as flores.
Chegando ontem ao consultório, lá da entrada vi algo enorme, colorido e pensei: nem vou brincar dessa vez... Dei o bom dia para os meninos, peguei a correspondência, passei meu indicador pelo sistema de segurança, quando Vilson me chamou: Dra. Regina, essas flores são pra Sra. Para mim? Tem certeza? Não tem outra Regina no edifício não? E ele rindo me ajudou a subir com elas.
Já tinha um tempo que não recebia, não era meu aniversário, não era dia especial de nada, não ganhei nenhum prêmio... E a curiosidade tomou conta, até porque, como disse lá pra cima, esses amados nossos... nem é bom falar!
Meu pensamento voou longe, bem distante, e meu desejo me pôs a rir, quando percebi que é preciso muito mais que as facilidades da internet para se presentear.
Abri o cartão. Fiquei emocionada e muito feliz: era de um casal, que após alguns anos de terapia, haviam sido “liberados” na última segunda-feira. Obriagada e sejam felizes nessa conjugação do verbo amar!



P.S. Não foi esse o arranjo que ganhei, pois até tirar a foto, passa-la para o PC, precisaria da disponibilidade da agenda do filho que, pra mamãe, anda zerada! É um arranjo de uma floricultura aqui de BH, que sou apaixonada, a Verde que te quero verde.

8 comentários:

  1. Olá Regina!

    Parabéns!

    Chegou finalmente o seu almejado dia de receber um enorme bouquet de flores lindas.
    Também adoro...afinal nós mulheres somos assim, fáceis de contentar.
    Quanta felicidade estampada nesse texto.

    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  2. Vamos combinar, você merece! Quando chegou o seu, era tão grande que nem pensou que fosse para você. Qui bubiça!rsrsrs Você distribui tanto carinho, alegria, conhecimento para todos, que as flores chegam de várias maneiras: de alma para alma, virtuais, reais e por aí vai... beijos! E curta muito e sempre essas coisinhas lindas e delicadas que Deus fez num dia de ótimo humor.

    ResponderExcluir
  3. As mulheres são as flores da vida...

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Olá Chérie.
    Kibom que você ganhou as flores desse casal.
    Os homens pagam caro pelo seu sentido prático das coisas. Por mais que saibamos do gosto das mulheres por flores, em nosso íntimo impera aquele sentimento que elas são coisas que não duram, que não irão marcar a presenteada, que logo irão murchar e se perder.
    E, conforme seu relato, não é bem assim. Quem sabe isto vá alterando, com o tempo, esta necessidade masculina de que os presentes sejam duráveis.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. quem não gosta mesmo de receber flores, hein???
    eu adoro!!também queroooo

    ResponderExcluir
  6. Estou mandando um buque de flores a vc...ok?

    Bjuxxxx

    ResponderExcluir
  7. Ná, amada!
    É felicidade messsmo, ainda mais quando nosso trabalho é assim, carinhosamente, reconhecido.
    Beijuuss n.c.

    Ângela,amada!
    Vamos combinar: você é amiga e amiga ama a gente dimaiiiisss. E sempre fui assim mesmo...nunca acho que sou merecedora. Mas sou "nova" e tô aprendendo rsrsrs. Mas de uma coisa, mesmo no meio de toda essa crise "profissa" que me angustia, posso me orgulhar: sou apaixonada pelo que fiz e faço e quando recebo encaminhamentos de ex clientes tenho a "certeza" que trabalhei direitinho rsrs e esse reconhecimento, prá mim, não tem dim dim que pague!!!
    Beijuuss n.c.

    Manuel, poeta amado!
    Mas então me explica aí: só pq somos as flores da vida não precisamos ganhá-las naum? Vai por mim: além de oferecer seus poemas à mulher amada, dê a ela algumas flores, mesmo que sejam surrupiadas num jardim qualquer...e depois me conta!!!!
    Beijuuss n.c.

    JC, amado!
    Que bom vc aqui...como lhe disse estava com sôdade docê, sô! Agora vamos devagar com o andor que o santo é de barro: que mulher não gosta também de ganhar uma linda jóia, um carro ou sei lá mais o quê. Minha diferença tá escrito aí...elas não morrem, nem murcham dentro do meu coração. E aqui, tenho toooooooodos os cartões guardados das flores que recebi! Acredita?
    Beijuuss n.c.

    Isabel, amada!
    Manda por email, endereço completo etc e tal que quem sabe não chega aí uma surpresa para essa DIVA?
    Beijuuss n.c.

    Carlos, poeta mininu, amado!
    Tô recebendo de braaaaaaços aberrrrrrrtos.
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  8. Que depoimento mais bonito gente!
    sso tem um nome (e você sabe!): delicadeza!
    beijinho

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget