Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

quarta-feira, 7 de abril de 2010

PEQUENAS PRECIOSIDADES DE SANTA MATILDE

Assistindo o jornal na TV, mostraram a floração das cerejeiras no Japão. Um espetáculo da mãe natureza, de curtíssima duração, pois com um ventinho mais forte todo aquele tapete branco e delicado, suspenso no ar, ficaria em seu lugar indevido. Me lembrei desses dias de páscoa, na fazenda, e das pequenas preciosidades que meus olhos nunca cansam de se encantar. Essa paineira toda rosa, misturada com o verde dos pastos e de outras tantas árvores, me dizia que a vida pode ser cor de rosa sim!
Uma única jabuticabeira, de outras tantas lá existentes, deu frutos fora da devida época. Como acontece na vida da gente...sem agendamento, sem aviso prévio nem planejamento, chega algo, inesperadamente, e nos enche com o sabor da surpresa bem vinda! No lugar da boca é na alma, o estalar que pipoca sem parar.
E a Maria Branca, Carrapateira, Puxa-Saco de Fazendeiro, que insistia em brigar consigo mesma, na imagem refletida no vidro do carro. Coisa bem feminina, vocês não acham meninas?

Nossa mandala ficou pronta e mesmo ainda faltando as flores que a irão completar, caminhei nela todos os dias, ao nascer e ao pôr do sol.  Nesse ir e voltar, energizando, agradecendo e pedindo também...Coisas pequeninas, para todos os amados meus!

Nossa capelinha está quase pronta... De pequenina só têm o tamanho, pois dentro dela a grandeza do PAI já lá está. Orar não precisa nem hora e nem lugar!

Depois de um bobó de camarão, prosa sem tempo de terminar, vinho, risadas e visitas que não acabavam mais, só mesmo com "vassoura atrás da porta" (Êita Ju, bruxa danada) para podermos nos esticar e sonhar.... Até Max não queria desgarrar!


E aí fico pensando, que como os japoneses e suas cerejeiras, temos que aproveitar... Essas pequenas preciosidades que um ventinho qualquer, pode carregar. Abro sempre meus olhos para poder enxergar: A PRECIOSA VIDA QUE ESTOU A CARREGAR!
(Prá vocês Syl e Zé, amados meus, que dividem, generosamente, conosco, esse pedaço de paraíso. Amo vocês!!!)
P.S. Desculpem meus poetas, amigos amados, pelas rimas tão pobres (foi de propósito naummm). Mas sou poetisa não! Só uma amante das pequenas preciosidades dessa VIDA, que AMO DE VIVERRRR!!!

20 comentários:

  1. Poesia não carece de rima, mas de olhar. É o olho que é poeta, o verbo só reflete o que o ele vê. Lindas fotos! Altíssimo astral desse lugar, hein? Me deu saudades do sítio! Devo ir para lá esta semana, após concluir todas as pendências aqui. Seu comentário 'apareceu' no blog, ok? Inté. Beijos e abraços.

    ResponderExcluir
  2. As cerejas fora do tempo, serão sinal de um tempo que anda a começar a andar às voltas, sem saber em que tempo está, se calhar por culpa do aquecimento global, será, não será...
    beijinho

    ResponderExcluir
  3. Ângela,amada!
    Sou fotógrafa naummm rsrs A natureza é que faz com que tudo fique lindu dimaiiisss. Você tem um paraíso desses também né? Inda vou lá rsrs. A energia desse lugar...só indo prá sentir o que acontece por lá e por cá (dentro da gente)!!!
    Beijuuss n.c.

    Isa, amada!
    Não sei te responder... Mas penso, ou melhor, sinto que como na natureza, acontecem coisas "fora da época esperada" e é MARAVILHOSO!!!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  4. Rê querida,
    A Mandala que percorreste vezes sem conta pedindo coisas pequeninas para os teus amados amigos, fico esperando que não te tenhas esquecido de ti, porque esse coração grande e que nos abrange a todos também merece uns miminhos, né?
    Eu que vivo abençoado pelo verde da Serra de Sintra que me rodeia e apesar de contactar diariamente com essa linda e majestosa obra da natureza, não me canso de nela retirar inspiração e agradecer por meus olhos receberem e levarem ao meu interior essa paz tão grande que a cidade nos rouba no dia a dia.
    Vejo que foi extremamente reparador e que te fica sempre um sabor a pouco e a vontade de lá voltar para recarregar baterias. As fotos dizem isso mesmo!
    Bem hajas e recebe o meu Kandando a atravessar tanto mar.

    ResponderExcluir
  5. Palavras são como as cantigas: leva-as o vento querida poetisa.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. Nossa, cada foto linda... Muito lindo mesmo...

    Bjuxxxx

    ResponderExcluir
  7. Lindo Regis. Nossas Minas Gerais são lindas de dar com pau. Amo flores do campo, do cerrado. Lindo. Em fotos então, amo mais ainda...rs
    bjins
    eidia
    www.oquevivipelomundo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. amadaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    Que lugar lindo!!!! Me leva pra la....


    Saudades

    ResponderExcluir
  9. Rê querida, estamos preocupados com a desgraça que aconteceu no Rio. Aí em Minas não houve problema ? Está tudo bem, ou foram também atingidos pelos temporais ?
    Beijão Rê
    .

    ResponderExcluir
  10. Rê Amiga,
    Obrigado pela passagem pelo meu canto; desanuviou um pouco as núvens em redor, que não permitem dedicar aos meus amigos a atenção que têm jus.
    Este belo texto, proporcionou-me um belo "passeio" pelas "preciosidades de Santa Matilde" .
    Kanimambo, de todo o coração..

    ResponderExcluir
  11. Kimbanda, amado!
    Nem me fale dessa sua cidade que tive verdadeiro deleite em conhecer ano passado! Já imaginou se nos conhecêssemos, quanta conversa teríamos para nossas almas alimentar? Num gosto nem de pensar rsrs. Realmente recarrego minhas baterias, nesse pedaço de paraíso e não tenho como não pensar, orar e pedir para e por todos nós! Meu coração é graaaande e cabe todo mundo, nem que seja bem agarradinho rsrs.
    Beijuuss n.c. do lado de cá do Atlântico sem escalas.

    Manuel, poeta, amado!
    Não ando dando conta de seus escritos naummmmm! Quem sou eu para poetisa? Mas de querida não abro mão. Brigadim amigo!!!
    Beijuuss n.c.

    Carlos, poeta, amado!
    Já se decidiu prá onde vai? E você está incluído no P.S. desse post...vergonha de você e outros tantos que soltam as palavras que me deixam, o tempo todo, embalada. Mas como sou "cara de jacarandá" rsrs escrevo do jeitim que minha alma ordena e o coração coordena.
    Beijuuss n.c.

    Ieda, amada!
    Graças a D'US chegou "das europa"!!! E veio aqui me visitar...sôdade docê, minina. Tô esperando ocê ligar, viuuuuuu???
    Beijuuss n.c.

    Cacá, minha gorrrrrda, fôfa, amada minha!!!
    Amanhã tô de volta na academia...vou te encontrar??? Sôdade dimaiiiisss docê e de tooodos! A música da minha reentrada, pedi pro "Tio Breno", será... I'll survive rsrs.
    Beijuuss minha linda, n.c.

    Rui, amado!
    Nem me fale...uma tristeza que dói a alma. Ainda mais no nosso Rio, Cidade Maravilhosa! Aqui, nas minhas Minas Gerais, não fomos, ainda, castigados assim não. Mas isso, infelizmente, está acontecendo em muitos estados desse meu Brasil e no mundo tooodo... consequências de nossos atos inconsequentes!!! É a Mãe Natureza mostrando sua força e poder. Obriagada por sua preocupação e carinho.
    Beijuuss n.c.

    Jorge, amado!
    Que saudades de vc. É o trabalho, os amores e quiçá algumas dores que te fez desaparecer? Não faz isso naummmm, sinto sua falta ora bolas!!!
    Beijuuss n.c.

    André, mensageiro, amado!
    Nem imagina quanto D-E-S-F-R-U-T-E-I !!! E vocês toooodos estavam lá comigo...pode acreditar.
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  12. Que belezura de postagem heim!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Amadaaaaaa!!!

    Que paz senti ao ler, e que coisa-mais-amada-fofa-linda-de-viver aquele cachorrinho!!!!

    Quanta paz e alegria sentimos ao admirar, verdadeiramente, as coisas simples, amiga!
    Bom demais!

    Beijos, amada, Rê!

    Lia♥

    http://liaks25.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Não precisa de rimas, suas letras são pura poesia! Adoro lê-la..sempre!
    É bom ter um cantinho de paz assim, não é?
    Tanto a Rê como eu temos esse privilégio de poder sair do dia a dia da cidade e ir para um lugar desses...LINDO e cheio de PAZ!
    Só não sei o que é a jabuticabeira...quanto a frutas, vcs são uns sortudos com tanta variedade!sabe a quê?
    bjoooo

    ResponderExcluir
  15. Eiii Fátima, seja muito bem vinda aqui no nosso Divã! Brigadim e volte sempre viu?
    Beijuuss n.c.

    Lia, amada!
    Max, aquele fôfo, agarrado quiném carrapato é, na realidade, de Daniela. Mas em feriados, finais de semana, férias e cia.ltda quando a moçada tem seus próprios compromissos com "a galera" sobra prá vovó aqui cuidar rsrs!!! Ele já tem quatro anos e vou te contar...sou eu tb que não desgarro dele maiiiisss rsrs.
    Beijuuss n.c.

    Isabel, diva, amada!
    "Prometo solenemente, aqui nesse Divã, dependurá-la numa Jabuticabeira e só deixá-la descer quando estiver extasiada de tanto comer jabuticabas."rsrs Vem prá cá que irá comer de tooooodas as frutas que, como vc já sabe, somos PRIVILEGIADOS com tanta diversidade. A casa é pequena mas o coração é gigantão!!!!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  16. Olá Regina!

    Obrigado por nos ter guiado pelo seu lado mais íntimo, mais familiar, através dessas paisagens bonitas.Nada como a natureza para nos fazer sentir bem, tranquilidade, em paz com nós mesmos, respirar esse arzinho bom, que quase só por si nos alimenta.A natureza, é , no fundo, a beleza das coisas simples, sem adereços - e nós parte dela ... sem que às vezes nos demos conta disso!
    Um grande beijinho, e tudo a correr bem!
    Vitor

    ResponderExcluir
  17. Ei RÊ, que privilégio o nosso heim? Estar neste lugar abençoado, compartilhar dos projetos de santa matilde.
    Ver a mandala que humildemente desenhei pronta para ser usada foi demais !!!!.Sem contar com os benefícios que ela nos tràs.
    Abençoadas e saborosas jabuticabas chupadas no pé , as mixiricas , laranjas e outras "cositas mas." Obrigada Senhor , por tudo isso nas terras dos amigos.
    Até breve. bitela ( com licença do Zé ) bjos

    ResponderExcluir
  18. Vitor, amado!
    Apesar de ter nascido e ter sido criada numa capital, cidade grande, sempre aprendi a gostar e desfrutar das cidades pequeninas, lugarejos, campos, fazendas. É isso: uma preciosidade única!
    Beijuuss n.c.

    Ju, bruxa danada e amada!
    Sempre agradecendo messssmo, né amiga?
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  19. Como hoje estou "me sentindo" um tanto poerizado, depois de ler sua poesia em prosa sobre o "seu cantinho"... Só posso blaguear o poeta: "vou-me embora pra Pasargada, lá sou amigo do Rei"...
    Evoé!
    beijinho

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget