Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

sexta-feira, 30 de abril de 2010

RE...


O prefixo “re-“, de origem latina, pode ter segundo a nossa gramática, três sentidos: repetição (recarregar, rever, repensar), reforço (revirar, revidar,revirar), retrocesso, recuo (reiniciar, retornar,reflorestar).
Em sua clínica, Freud se deparava com aquilo que insistia, que não cessava em buscar se fazer dizer, que provinha do passado, que não encontrava seu caminho em direção à consciência e que redundava na formação do sintoma. A repetição foi, assim, se transformando, ao longo do percurso freudiano, de um fenômeno clínico a um conceito de grande importância: a compulsão à repetição.
Em Recordar, Repetir e Elaborar, de 1914, Freud destaca: “o que nos interessa, acima de tudo, é, naturalmente, a relação desta compulsão à repetição com a transferência e com a resistência”. Sob o efeito da resistência, o paciente não recorda coisa alguma do que esqueceu e recalcou, mas o expressa pela atuação ou acting out. Repete não como lembrança, mas como ação e sem saber que está repetindo.
Mais tarde, em 1920, Freud se deparou com um impasse ao perceber que havia algo que se repetia “Para Além do Princípio do Prazer”. Deu-se conta de outra espécie de satisfação que se dá no nível da pulsão e que desafia os princípios do prazer e da realidade. Foi este o momento da formulação do conceito da pulsão de morte. Mas nesse momento não me estendo aqui.  
Lacan fez da repetição um dos quatro conceitos fundamentais da psicanálise. Ele afirma que a repetição nunca é a repetição do mesmo. Há invariavelmente algo novo: “O que se repete é sempre algo que se produz.” (Lacan) Ou seja, é diferente da reprodução.
O que se repete é o real, que volta sempre no mesmo lugar, em que o sujeito procura e não acha. Isso se articula com o gozo que “...encontra sua origem na busca, tão repetitiva quanto inútil, do momento de satisfação de uma necessidade, que só se constitui como demanda no só-depois da resposta que lhe foi dada.”(Lacan)
Em Lacan, a repetição se articula com a subjetividade e está relacionada com poder fazer outra coisa com aquilo que, inicialmente, levava o sujeito ao sintoma. “Não existe uma resposta racional no sentido do entendimento. Só existe uma resposta necessária: fazer uma ação perante isso”. (Forbes) Assim, cada sujeito, em sua singularidade, dispõe da possibilidade de fazer algo novo.
Foi imbuída dessa possibilidade que me foi necessário repetir, recuar e reforçar para poder fazer outra coisa, que não sintoma(s).
De todos os apelidos que fui ganhando ao longo da minha vida (Rainha, Gina, Regis, Rex, Ré, Leoa,Guerreira)  foi e é aquele mais usado, carinhosamente, pelos amigos, familiares, ao me chamarem. Também foi o que mais internalizei, e hoje, talvez, tenha descoberto o porquê! Nele está incluído os tres sentidos desse prefixo latino: repetição, reforço, retrocesso. Assim após um tempinho revendo, refazendo, recarregando,  volto a me reunir, reintegrar, religar, reconectar com todos vocês, amados, meus. Reinicio, tentando retribuir o carinho que me foi dedicado, de maneiras singulares, repartindo minha alegria nesse renascimento, reatando os laços de amizade e  reassumindo com todos vocês o nosso Divã. O B R I A G A D A!!! 
"RÊ"COMEÇAR SEMPRE...

16 comentários:

  1. Bem Vinda,sua volta é e sempre será de muita alegria (Rê).

    Muito Feliz com teu retorno, reinicia agora todos os post pois minha amizade não retrocede só avança.

    Beijos

    Renata

    ResponderExcluir
  2. Olá Regina!

    Há um presente no meu blog, para meus seguidores, que quero partilhar contigo... dessa forma quero que participes da minha alegria... se o desejares leva-o... ficaria muito feliz...!!!

    Um beijo.

    Alma Inquieta

    ResponderExcluir
  3. Renatinha, amada!
    "Rê"inicio sim com a alegria que sempre fez parte desse nosso Divã. Talvez num outro ritmo, que o trabalho, por ora, demanda... Mas aqui é um lugar muito importante prá mim e esses dias sem escrever, visitar a todos que amo tanto, me fizeram muiiiiita falta. Do meu lado, também, a amizade só está a crescer!!!!
    Beijuuss n.c. e mais uma vez OBRIAGADA pelo carinho!

    Alma inquieta, amada!
    Participo sim da sua alegria, seja ela qual for...Fico feliiizzz dimaiiiisss por querer partilhá-la comigo e assim que der vou lá te visitar e "pegar" meu presente rsrsrs
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  4. E que belo "Rê"começo, minha querida amiga!
    Que bom "Rê"ver-te de novo por aqui.
    Você nos habituou mal, aos seus mimos e eu já sentia a falta !
    Tudo de bom , Rê !
    Beijão enoooorme !
    .

    ResponderExcluir
  5. Oh sô!
    Que bom que cê voltou!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Amadaaaaaaaaaaa!!!

    Seja bem "Rê"-vinda!!!

    Estava sentindo muito a tua falta!

    "Tu te tornas eternamente responsável por aquele que cativas"

    Agora aguenta!...rssss

    Abraços cheios de alegria!

    Lia

    Blog Reticências...

    ResponderExcluir
  7. Querida Rê, muiiiiiiiitoooo bom ter você de volta.
    A Internet estava vazia, debilitada com sua ausência, mas, conforme o prometido, nossa Fênix ressurge das poucas cinzas que se fizeram, vez que posts anteriores permaneceram no blog, a alimentar nossa sede pelos seus escritos.
    Sem dúvida represento todos seus leitores ao desejar, sinceramente, que suas dúvidas, problemas ou o que mais possa ter te afligido e afastado de nós, seja parte de um passado que não merece mais atenções.
    Bjs n. c.

    ResponderExcluir
  8. Já marquei consulta,estou na lista de espera.

    Bom regresso,bom fds,beijo.

    ResponderExcluir
  9. Rui, amado!
    Sou eu que só tenho a agradecer suas palavras amigas e dizer como senti falta de estar aqui! OBRIAGADA pelo carinho e amizade!
    Beijuuss n.c.

    Fátima, amada!
    Cê sabe né? Minerim que é minerim nauuummm desiste fácil rsrs
    Beijuuss n.c.

    Lia, amada!
    Fico extremamente emocionada com todo esse carinho...e não vou cansar de escrever, o quanto senti falta de vocês!!! Como já me escreveu uma amiga "se num guenta, prá quê que inventa?"rsrs. Mas eu GUENTO rsrsrs cada um de vocês, guardados num cantim mais que especial do meu coração!
    Beijuuss n.c.

    JC, de casa, amado!
    Você, meu amigo, só me fez e faz emocionar-me... OBRIAGADA por cada palavra, cada msg linda de viverrr, cada colinho que generosamente me ofertou, assim... desse jeito especial, sem mais nem menos, que só um SER ILUMINADO como vc, pode fazer. Se as dúvidas, aflições, problemas estão resolvidos, sei ainda nauuuummm rsrs. Mas agora, é o HOJE, vocês e esse nosso DIVÃ que me ocupam!!! O resto...bem, é resto.
    Beijuuss n.c.

    Manuel, poeta, amado!
    Tem lista de espera naummmm rsrs Você mora no coração, sem pagar um tostão! OBRIAGADA por me aguardar, pela amizade e pelo carinho.
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  10. Olá Regina! (daqui em diante REduzida a RÊ)

    Depois de ler esta longa e bem elaborada introdução - tarefa nada fácil! - fundamentando a razão do seu REgresso, eu vou ser breve naquilo que tenho para dizer:Estou contente com a conclusão a que chegou - que tenho a certeza ser a certa.
    Um abraço de bom REtorno.
    Beijinhos.
    Vitor

    ResponderExcluir
  11. Vitor, amado!
    Se é certo ou errado não sei não rsrs Mas que estou feliiiizzz dimaiiiissss que vc, amigo, como alguns outros está aqui e esteve me aguardando, ah isso eu estou!!!! OBRIAGADA, pelo carinho e amizade de sempre.
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  12. Olá querida Rê:
    Estar fora, chegar... e ter a grata surpresa de te ter de novo em acção e com Rênovada força, é uma satisfação muito grande.
    Palavras para quê se ler-te é o que dá gozo!
    Beijo e Kandandos a atravessar tanto mar, para ti!

    ResponderExcluir
  13. Kimbanda, amado!
    Agora tá explicado...estava sentindo sua falta aqui, sô!!!! Então estava passeando, hein???? Que bom que voltou...não sei ficar sem suas visitas e esses elogios todos que me fazem me sentir a própria "Rainha da Cocada Preta" rsrs(isso é uma expressão daqui)
    Beijuuss n.c. do lado de cá do Atlântico

    ResponderExcluir
  14. MARAVILHA!! boa surpresa esta!!seja sempre bem vinda, porque suas palavras são bálsamo para mim!obrigadaaaaa...bjaooooooo

    ResponderExcluir
  15. Isabel,diva,amada!
    Que booooommmmm "rê" vê-la aqui...Pensei que tivesse se esquecido de mim!!!! snif, snif
    Com um elogio dessesssssss vou ficar atacada pela Síndrome de T.M.A.(TÔ ME ACHANDO)rsrs
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget