Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

O CORPO FALA, GRITA E O CORAÇÃO SILENCIA

Quando o Professor Pierre Weil (1924-2008) - então responsável pela disciplina Psicologia Social da UFMG - lançou em 1986 o livro “O corpo fala”, fez-se aquele burburinho característico de novidade.
A “linguagem silenciosa da comunicação não-verbal” diz muito mais do que as palavras. É inconsciente e como tal foge a qualquer controle. Escapa e denuncia - muitas das vezes – contradizendo o discurso verbal. Não mente. Não é politicamente correta.
No livro, os autores (Pierre Weil e Roland Tompakow) usam a esfinge como uma metáfora para traduzir a linguagem corporal. As três partes mostram como o homem é dividido: o boi seria a referência para os instintos (lá iguais a “desejos”), o leão aos sentimentos e a águia estaria ligada aos pensamentos (consciência).
Escrevi - num comentário - que nesses tempos ando me ocupando mais do gestual e as diferenças existentes entre o Oriente e Ocidente. No Oriente, o gestual e atitude de cada um é mais importante do que sua fala. Alguém pode falar uma coisa, mas seu rosto  e silenciosa ação demonstrar outra. No Ocidente, nos preocupamos em falar o politicamente correto e pronto. Encobrimos em palavras a linguagem manifestada pelo corpo. Uma fala que pode às vezes parecer sutil, como também pode até gritar. Isso durante todo o decorrer das nossas vidas nos mais diferentes tipos de relacionamentos humanos.
Segundo os autores, o homem só será equilibrado quando conseguir dominar os três animais dentro de si. Quando não dominamos nossos animais internos, somos devorados por eles, consumidos por excessos de desejos, emoções, pensamentos, e fanatismo religioso, desperdiçando nossa preciosa energia vital.
Para dominá-los, é preciso nos conhecer profundamente, para assim, aprender a lidar com cada um deles, de forma equilibrada. Domar um único animal é difícil. Que dirá as bestas, soltas, habitantes em nós!
Silencio com o escamotear doído das palavras - angelicais - escritas. Ser generoso não é entregar o que você quer, mas o que o outro quer. É um estado fronteiriço a ser roubado porque o outro quererá algo que você pode não estar disposto a dar. Quando eu quero ser boa com alguém do jeito como eu acho que favorece minha visão de mim ou dos outros acerca de mim, não estou ofertando, mas realizando um comércio. Truque humano.  Essa categoria daquilo que você quer ofertar não se encaixa na grandeza da generosidade, mas numa mera extensão de suas vontades.Temos hoje pouca capacidade de distinguir entre um negócio e uma gentileza. Afeto não negocio. E que vivam em desequilíbrio minhas bestas interiores... (RR)

17 comentários:

  1. É procurar esse equilibrio entre os animais é que é bem complicado, ainda mais na sociedade de hoje em dia, que todas as coisas são pra ontem, e as vezes somos absorvidos e esquecemos até de respirar direito por assim dizer.

    ResponderExcluir
  2. Oi Regina,

    Maravilhoso este post...pura sincronia pois acabo de postar um vídeo da Crisitna Cairo, q de certa forma trata do mesmo tema.

    Com sua permissão vou compartilhar esta preciosidade com meus leitores.

    beijos na alma.

    ResponderExcluir
  3. Nossa Rê, vc foi fundo, basta ler nas linhas, na entrelinhas e "ouvir" tua alma!!

    Esses animais que co-habitam em nós exigem o equilíbrio que é a busca maior da existência - onde ganha a essência Divina, que domina esse universo que Somos.
    Lindo demais, li, reli e saio com tuas palavras andando atrás de mim...e deixo de bom grado que me acompanhem...
    Um bjo irmiga - irmanadas nesse momento tb!!

    ResponderExcluir
  4. Tereza, amaaaada!
    Quanta honra em recebê-la aqui...Andei tecendo umas ideias - com nossa irmigamada - que disse-me não ser bem do seu feitio deixar comentários rsrs.
    Tem toda a permissão! Mas, adianto-lhe que o que nomeia como "preciosidade" são divagações existenciais advindas da perda de mim mesma...ou para resumir: delírios de Madame SurtÔ rsrs. Vou lá agora assistir ao vídeo. OBRIAGADA por sua visita e por onde estive, amorosamente, colocada por você tempos atrás (sincronicidade?!? Bem hoje que me visitas, retornei do meu controle!)
    Beijuuss iluminados no coração

    ResponderExcluir
  5. Buscar é nossa meta, encontrar cabe a cada um, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  6. Olá Regina,

    Adorei o post, vai muito de encontro a minha teoria de que ninguém faz nada pelo outro sem esperar algo em troca...

    Seu blog invariavelmente me coloca para pensar!

    Grande beijo para ti!!

    http://omundoparachamardemeu.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Pois é o corpo fala alucinadamente, e não tente porque ele não mente.
    O indivíduo pode blefar verbalmente, dizer que ama quando na realidade odeia, e ser traido por um cerrar de olhos, a emoção que realmente sente será expressa por um cerrar de dentes, por um punho fortemente fechado, por uma perna que balança negativamente.
    Mais uma vez é a mente, que trai mas nos gestos não mente.
    Que bom que somos assim, identificaveis.

    Wilma
    www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. A CADA DIA QUE LIEO SEUS POSTS MAS TENHO A IMPRESSÃO QUE NOS HUMANOS FICAREMOS MESMO COM DEFEITOS NESSE PLANETA TERRA...SOMOS TÃO DIFICIES DE SER ENTENDIDOS E PRA NPOS HUMANOS E TÃO DIFICEL SER TOTALMENTE ...BOM,MAL GENEROSO..SOMOS UMA MICELANIA DE SERES ...ENVOLVIDOS NUMA AURA AS VEZES AZUL OUTRA NEGRA...TEMOS PESAAMENTOS RUINS NA MESMA HORA SURGE UM BOM..TEMOS GATOS LEBRES,LOBOS,POMBAS ANJOS E DEMONIOS RONDANDO NOSSO SER A TODO MOMENTO..QUEM NUNCA UM DIAZINHO SEQUER PENSEOU ASSIM!!@""""AI QUERIA MATAR ESSA PESSOA ""MESMO QUE SEJA SO VERBAL MAS FALOU E PENSOU NÉ? AS VEZES FICA TÃO DIFICL CONTER OS IMPULSOS..SABER OQ UE A PESSOA QUE ESTA AO NOSSO LADO QUER ..NÃO QUER OU SE A GENTE QUER DAR OU RECEBER OU SE RECEBE NÃO ERA AQUILO OU SE DAR SER GENEROSO NÃO É AQUILO QUE A PESSOA ESPERA DE NÓS...CONFUSAMENTE CONCLUINDO...EU ACHO CARA ANJA..QUE NESSE MUNDO QUE ESTAMOS JAMAIS MAIS JAMAIS ALGUM SER DAQUI VAI SER POR COMPLETO..DO BEM E DO MAL...E QUE FICAREMOS TODOS HUMANOS SÓ NA TENTATIVA..UNS CONSEGUINDO MAIS OUTROS MENOS..ISSO QUE ME CONSOLA SOMOS NESSE MUNDO DE PROVAÇÕES AQUI TODOS NO MESMO BARCO..
    BEIJOS
    OTILIA
    CADA DIA MAIS E MAIS APRENDIZAGEM POR AQUI...

    ResponderExcluir
  9. REGINA.

    VOLTEI TEM MUSICA PARA DANÇAR LÁ NO BLOG.

    BEIJOSSSSSSSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  10. Afeto não é negócio,não é moeda de troca. Eu te dou afeto e tu me retribui genuinamente, se assim for da vontade do teu coração.

    Li umas três vezes essa tua precisa reflexão, moça, és fantástica.

    E quando achares o equilíbrio, por favor dá a ele o meu email.

    Beijos, desequilibradamente admirativos.

    ResponderExcluir
  11. Bom!...muito bom!
    Fica valendo aquela frase: " O olhar fala mais que mil palavras".

    ResponderExcluir
  12. Regina, minha querida,

    Sou de escrever/falar pouco nesta blogsfera, Deves ter percebido q sou mais do Ctrl "C", ctrl "v"...rsrs

    Mas quando o post é sincrônico e me toca, não posso só ler e ir adiante.

    Importante lembrar q necessitamos nos "perder/desapegar" completamente... totalmente do nosso "euzinho", para podermos ir em busca do nosso verdadeiro "Eu", o euzinho q perdemos é apenas "ilusório".

    Espero boas notícias suas.

    Abraços curativos e harmonizadores ,
    Bjus de luz!

    ResponderExcluir
  13. Ai Rê,
    quanta coisa importante nesse seu texto. "O Corpo Fala" é uma inexorável verdade, e sempre uso o ditado que diz: As pessoas são o que fazem e não o que dizem. Minhas bestas vivem enlouquecidas, os pensamentos são os mais difíceis, ou os sentimentos, ou serão os instintos ??? Que confusão !!!

    Beijos beijos

    ResponderExcluir
  14. Rê, quando comecei a me informar sobre os meus bichinhos de estimação, fiquei sabendo que os animais pouco entendem da nossa linguagem oral, mas reagem bastante à nossa linguagem corporal.
    Isto facilitou bastante o meu relacionamento com minhas "auxiliares".
    E acabei aprendendo algumas coisas sobre mim mesmo!
    Este teu post acrescenta mais informações e coisas para pensar...

    ResponderExcluir
  15. - A sabedoria dos antigos fê-los retratar o ser humano em esfinges, centauros, sereias, harpias, quimeras... simbolizando em alegorias as bestas que residem em nós. E precisamos estar atentos aos embates dessas bestas, se quisermos um equilíbrio aceitável.
    - Abraços, domadora!

    ResponderExcluir
  16. Lindo esse coração que exala tudo isso ai..

    beiJO no Zóio nindo..

    ResponderExcluir
  17. Rê amada, e a vida não é isso mesmo? Um eterno escambo? Troca-se sentimentos, amores, amizades, delicadezas, grosserias...tudo vai e vem, tudo entra e sai...fora e dentro. Beijos,

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget