Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

ESCOLA THEODOR HERZL

No final de 2008 minha filha se formou no ensino fundamental. A emoção de vê-la concluindo mais uma etapa, só foi superada pela minha despedida, com coração apertado, daquela que foi também a minha escola. Todo mundo tem histórias e lembranças da escola ou colégio que foi T.D.B. (tudo de bom) na suas vidas. Mas a E.T.H. é diferente. Ela realmente cumpriu com a famosa máxima de escola é “extensão da sua casa”. Bons tempos... Foi lá que aprendi a ouvir/sheket=silêncio e ser ouvida/braço erguido pedindo a vez para falar, a respeitar um professor e ser respeitada enquanto aluna, a desenvolver o ser em detrimento do ter, a comer de tudo porque os lanches e almoços eram feitos pelas mãos mágicas da Bá, e se a gente não gostasse ficava com fome, porque era o que tinha para comer. Aprendi o gosto pela leitura, a viajar, ainda mais, com minha imaginação, a ter responsabilidade, a ser organizada e pontual, mas também a brincar de um jeito sensacional. Das amizades nem consigo falar... Cada um tomou um rumo, mas quando os caminhos resolvem nos cruzar, vem aquele sorriso nos olhos dizendo - te conheço- com um abraço que só amigos sabem dar! Foi com esse mesmo olhar, que vi minha filha reencontrando, dia desses, a diretora da Escola... Nem precisei acionar a tecla SAP, estava lá a emoção de uma saudade que jamais ela irá curar. Aliás não é assim definida: "saudade é o amor que fica"?
A Escola tem defeitos? Lógico! Até porque se não os tivesse, teria que ter outro nome. Escola é lugar de ensinar e aprender.
O slogan da E.T.H. é: “Desde 1961 formando pessoas brilhantes”. Confesso que nunca gostei muito dele. Talvez por que me soe meio presunçoso, coisa que a minha E.T.H. não é. De qualquer maneira não sei se sou uma pessoa brilhante*nos sentidos 1, 2, 3 e 4 do Aurélio... Mas que a Escola me fez feliz, preciso dizer? Bem, quanto a minha filha, espero que ela possa um dia colocar seus filhos nessa que foi a minha, a sua E.T.H. do coração! Tôdentro da E.T.H. sempre.

*Brilhante: adj.
1. Que brilha;
2. que se salienta e distingue, ilustre, notável, famoso, célebre;
3. magnífico, imponente, majestoso;
4. envolvente, cativante, fascinante;
5. feliz, próspero.

Um comentário:

  1. http://achatcialisgenerique.lo.gs/ commander cialis
    http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis
    http://prezzocialisgenericoit.net/ cialis vendita
    http://preciocialisgenericoespana.net/ venta cialis

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget