Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

domingo, 8 de novembro de 2009

FÁBULA DO PORCO ESPINHO


Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio.
Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor.
Por isso decidiram se afastar uns dos outros e voltaram a morrer congelados, então precisavam fazer uma escolha:
Ou desapareceriam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros.
Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos.
Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas que a relação com uma pessoa muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor do outro.
E assim sobreviveram.
Moral da História:
O melhor do relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro, e admirar suas qualidades.






5 comentários:

  1. Falou e disse cara colega!!!!
    bjins
    eidia
    www.oquevivipelomundo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ieda
    É assim que a humanidade deveria caminhar....
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  3. Menina!
    Que delicia essa fabula do porco espinho..... pura sabedoria! YESSSSSSSSSSSSSSSSSS!!!!!!!!!
    Beijos minha linda!
    Paty Amada

    ResponderExcluir
  4. Paty Amada: A gente só precisa exercitar tooodos os dias a tolerância!Que bom vc aki, tava com uma só-dade docê...
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  5. Olha só... acredita que tbém tenho este post no meu blog!!! :)

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget