Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

COMO CONTRATAR UM FUNCIONÁRIO






O método consiste em:


1 - Colocar todos os candidatos num galpão
2 - Disponibilizar 200 tijolos para cada um.
3 - Não dê orientação alguma sobre o que fazer.
4 - Tranque-os lá.
Após seis horas, volte e verifique o que fizeram. Segue a análise dos resultados:
1 - Os que contaram os tijolos, contrate como contadores.
2 - Os que contaram e em seguida recontaram os tijolos, são auditores.
3 - Os que espalharam os tijolos são engenheiros.
4 - Os que tiverem arrumado os tijolos de maneira muito estranha, difícil de entender, coloque-os no Planejamento, Projeto e Controle de Produção.
5 - Os que estiverem jogando tijolos uns nos outros, coloque-os na fábrica.
6 - Os que estiverem dormindo, não coloque-os na Segurança.
7- Aqueles que picaram os tijolos em pedacinhos e estiverem tentando montá-los novamente, devem ir direto à Tecnologia da Informação.
8 - Os que estiverem sentados sem fazer nada ou batendo papo-furado, são dos Recursos Humanos.
9 - Os que disserem que fizeram de tudo para diminuir o estoque mas a concorrência está desleal e será preciso pensar em maiores facilidades, são
vendedores natos.
10 - Os que já tiverem saído, são gerentes.
11 - Os que estiverem olhando pela janela com o olhar perdido no infinito, são os responsáveis pelo Planejamento Estratégico.
12 - Os que estiverem conversando entre si com as mãos no bolso demonstrando que nem sequer tocaram nos tijolos e jamais fariam isso, cumprimente- os com muito respeito e coloque-os na Diretoria.
13 - Os que levantaram um muro e se esconderam atrás são do Departamento de Marketing.
14- Os que afirmarem não estar vendo tijolo algum na sala, são advogados,encaminhem ao Departamento Jurídico.
15 - Os que reclamarem que os tijolos "estão uma porcaria, sem identificação, sem padronização e com medidas erradas", coloque na Qualidade.
16 - Os que começarem a chamar os demais de "companheiros" elimine-os imediatamente antes que criem um sindicato.
Atenciosamente,
Psicólogo Chefe
(Colaboração da Mafalda C.)

domingo, 29 de novembro de 2009

SEU NOME...


Recebi essa sugestão de link de um amigo "oculto" rsrsrs muito amado! É só você clicar, colocar seu primeiro nome e.... aproveitar! Eu adorei, quero saber se você também gostou, ok? Tem vários tipos de informação, então aproveite para saber um pouquinho mais sobre você, companheiro(a), filhos, netos, amigos...

http://www.significado.origem.nom.br/

FAXINA DE FIM DE ANO



Não sei bem os motivos, mas todo final de ano repetimos alguns rituais. Arrumar a casa é um deles e não estou me referindo a decorá-la para o Natal. Reformas, pintura, aquisição de móveis novos – recordes de vendas nas lojas especializadas – ocorrem sempre nessa época. E claro, muitos dissabores: como a cortina que não ficou como queríamos, o sofá novo que não chegou à data prometida, a decepção com aquele objeto de arte, há anos desejado, e que não ficou nada bacana naquele cantinho da sala que você sonhou! Mas, além desse tipo de arrumação, nos metemos a faxinar os armários, gavetas que ao longo do ano não tivemos tempo para fazer... Já sabemos, de cor e salteado, que só quando liberamos aquilo que está velho, sem uso, liberamos espaço para o novo entrar. Alguns dão a isso o nome de doação, outros de desapego. Faz um bem danado, à alma, doar roupas que não nos servem mais, brinquedos parados e principalmente limpar as gavetas do coração de lembranças, que incomodam e só ocupam espaço! Desapego, segundo o dicionário, é ausência de afeição, desinteresse. Será que tudo, tudo que é nosso, é desinteressante e não possui nem um pouquinho de nosso afeto? As revistas, jornais, TVs vivem proclamando a renovação, a inovação, o novo, a troca, o descartável... Que chatice! Nem tudo quero descartar: minha história – com erros e acertos – não é descartável, minhas lembranças – tristes e alegres – não são descartáveis, meus afetos também não! Não dá para se desapegar daquele amor, que mesmo sendo finito, me fez também, ser o que sou hoje. Não quero doar aquele chinelo surrado, mas que já tem a forma confortável dos meus pés. Nem mesmo aquela camiseta grandona, e desbotada de tanto lavar, que uso na minha intimidade. Certos apegos fazem bem ao coração e a alma. A gente deve se desapegar somente daquilo que nos pesa. Solidariedade, amizade verdadeira, carinho, amor, por exemplo, cabem em qualquer lugar e, para mim, são leves como plumas.

sábado, 28 de novembro de 2009

CONSERVADA EM PIADA


As amigas, cada uma a seu modo, continuam colaborando com minha "batalha" prá continuar na conserva... Essa colaboração, prá rirmos, por que afinal ninguém é de ferro e por que hoje é sábado, veio da amiga "MarySexy".



FAZER OU NÃO FAZER: EIS A QUESTÃO



Para lidar com gente não há garantias nem receitas. Todas as vezes que vou a uma livraria, me impressiona a quantidade de novos livros vendendo felicidade, sucesso, conseguirem parceiro, enlouquecer seu homem, ficar rico em dez lições e outras receitas milagrosas mais. Eu bem sei o quanto sofre as pessoas que me procuram com um pedido: “Por favor, ajude-nos a resolver o nosso problema!”
Mas o que é um problema? Alguma coisa que impede ou perturba um curso de ação. Mas não é só isso. O que caracteriza um problema é a possibilidade de solução. Se não tem solução não é problema. Então se não há problema é ter a sabedoria de aguardar a resposta da vida.
Quem tenta ajudar uma borboleta a sair do casulo a mata. Quem tenta ajudar o broto a sair da semente o destrói. Há certas coisas que têm de acontecer de dentro para fora num tempo próprio! No livro sagrado do taoísmo – Tao Te Ching – já havia essa conclusão: “O tolo faz coisas sem parar, e tudo permanece por fazer. O sábio nada faz para que tudo o que deve ser feito se faça.” Para o taoísmo a suprema expressão da sabedoria é refrear-se da tentação de fazer. Não faça. Só olhe de longe. Numa cultura onde o valorizado é o fazer o tempo todo, vamos ter que nos exercitar muito! Enquanto isso vamos procurando pêlo em casca de ovo e como dizem por aí: quem procura acha!

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

COSTURANDO A ALMA, COSTURANDO RETALHOS


YES, I'AM... NO,YOU DON'T


Profissionais da área de saúde por cuidarem, todos os dias, de outras pessoas, se esquecem, muitas vezes, de si mesmos. Eu me incluo nessa categoria, e foi assim que descobri por onde andava meu colesterol, triglicérides e que minha última avaliação funcional, na academia, havia sido feita em 2005! Já que recomeçamos, fui enfrentar mais essa. A fisioterapeuta, super delicada e profissional, começou a coleta dos meus dados que incluía 1. Avaliação postural e teste de flexibilidade muscular. Não me saí de todo mal para uma “conservada” que, necessariamente, todos os dias faz malabarismos com suas funções de mãe, dona de casa, profissional, amiga, amante... UFA! Só mesmo se esticando para conseguir dar conta de tudo. Então meninas, nesse item, fiquem descansadas porque damos um show.
2. Plicômetro. ???? Tecla SAP ligada: aparelho para aferir o percentual de gordura e classificá-lo quanto à minha idade. A solicitação da retirada da blusa – que isso? - e a permanência somente de top não foi nada, perto daquele aparelho que ia a cada gordurinha minha – sejamos gentis com elas – já tão conhecida e comodamente instalada, apertando-as e dizendo: tomates cerejas aqui, berinjelas ali, abóbora moranga acolá. Aferições feitas, dados percentuais no computador, posso dizer que tooooda a conserva ficou ligeiramente mexida e ferida.
3. Teste de esforço no cicloergômetro de Astraud. ???? SAP novamente ligada: sentada numa bicicleta, braço direito com aparelho de medir pressão, no tórax um frequencímetro ou colar que vai mostrando a freqüência cardíaca, de tempos em tempos, a Adrienne - fisio -  vai aumentando a carga da bicicleta e a gente, bem... eu fui botando todos os bofes pra fora.
Missão cumprida, moral lá embaixo, mas a certeza de que agora, vou ter uma ficha atualizada e personalizada para melhorar o vinagre. Horas mais tarde, na minha aula de inglês, discutíamos sobre coisas que nos deixam aborrecidos. Fui, é claro, contar para o meu teacher do mais recente aborrecimento. Vocês conseguem imaginar isso tudo aí em inglês? E quando ele começou a afirmar, categoricamente, que eu não precisava emagrecer, que eu não estava gorda: era Yes, I’am contra No, You don’t, Yes, I’am, No, You don’t... Não! Não adianta explicar, em nenhuma língua, a um homem, aquilo que somente uma mulher, diante de um espelho, enxerga! De qualquer forma Alex, eu adorei ouvir o elogio, que me fez, mesmo que por instantes, esquecer da realidade  duramente aferida!

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

MÁXIMAS E MÍNIMAS





"Escrever é um modo de falar sem ser interrompido." Henry David Thoreau









"Alguns livros são do tipo que quando você os larga, não consegue pegar mais." Millôr Fernandes









"Ao chegar o fim do ano, sabemos aquele que veio ao mundo só para nos salvar: o décimo terceiro salário." Casseta&Planeta

FESTA NO CÉU


A mesa está coberta com nuvens muito claras formando desenhos mutáveis a cada minuto. Sobre ela braçadas de lírios brancos exalam um perfume inconfundível em todo ambiente. Os lugares já estão preenchidos com familiares e amigos que lá se encontram há muitos anos... Riem alegres sob o som delicado e suavemente tocado por anjos variados. Num acorde diferente todos se calam e seus olhos buscam a entrada. As portas se abrem e lá está ela: cabelos arrumados e salpicados com minúsculas flores; vestido longo, fluido, vaporoso em sua cor predileta – azul hortênsia -. Mesmo ansiosa com esse reencontro ela aguarda. Para alguém que esperou 46 anos, aqueles segundos de nada valeriam. Ele se levanta elegante, e em passos largos, vai a seu encontro. Invadida por uma felicidade multicolorida ela sabe que, agora, estarão juntos na eternidade. Esse será seu melhor aniversário. FELIZ ANIVERSÁRIO MÃE! AMO VOCÊ!

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

NOVIDADE GASTRONÔMICA(?)

É cada uma que aparece.... Essa colaboração recebi por email do meu amigo Rogerinho, é só clicar no link e...
http://gastrolandia.uol.com.br/novidades/ingrediente-especial-esperma/

PEDIDO DE DESCULPAS


Desde que comecei o blog, em janeiro desse ano, venho "apanhando" para aprender a lidar com os recursos existentes na web. Buscar fotos, informações, pesquisar para acrescentar dados,etc. Ainda estou aprendendo e o percurso é grande. Tenho descoberto blogs riquíssimos, com assuntos variados e específicos. Sempre tive o cuidado de escrever, em itálico e entre aspas, aquilo que foi retirado de algum blog ou mesmo de livros, dicionários citando a fonte. Às vezes erro, não tenho dúvidas, mas com eles e alguns "puxões de orelha" tento aprender. Num post, onde tentava esclarecer a diferença entre gourmet e gourmand, mesmo tendo escrito em itálico e entre aspas, deixei de mencionar a fonte que foi do blog Mesa de Ana Teresa (linkado nos meus favoritos). Com ela, uma curitibana ligada à arte da cozinha - entre outras - já me desculpei diretamente! Desculpas aceitas reeditarei esse post, em breve, com todas as fontes de pesquisa que vier a utilizar. Enquanto isso...visitem o blog dela pois vale a pena! Como digo sempre: vou vivendo e aprendendo todos os dias!!!

TAMANHO ÚNICO UMA OVA!!!






Alguém sabe me dizer quando e porquê foi criado o termo Tamanho Único? Ultimamente existem poucas coisas que me irritam, ainda bem! Mas quando entro numa loja, gosto de alguma peça, peço meu número e vem a vendedora dizendo “é tamanho único”, tenho vontade de estapeá-la – mesmo sabendo que ela não tem nada haver com a história. E ela ainda insiste: cabe, pode experimentar, cede, já vendi pra clientes muito maiores que você! Não gasto meu tempo explicando para ela que realmente somos únicos em nossas digitais, íris, na maneira de reagir, na interpretação da vida e nas impressões marcadas e guardadas na alma e no coração. Não gasto meu tempo explicando, matematicamente, que é impossível colocar, por exemplo, Beagá dentro de Sabará. Que a altura de um vestido “tamanho único” para quem mede 1,78m fica bem diferente na cliente com 1,65m. Que uma blusa “tamanho único” para clientes que vestem P, se transforma num lindo top, para aquelas que vestem G. Já descobri, por enquanto, que foi um jeito econômico das confecções, várias, driblarem os custos... Mas quero mais explicações... Tem até um canal de tv com um programa que, aliás, gosto muito, com esse nome. Pois escrevi pra lá, querendo saber o motivo de terem escolhido nome tão intrigante e irritante! Recebi como resposta, super gentil, de uma das apresentadoras, que iria perguntar ao produtor de onde surgiu a idéia, pois nem ela mesma sabia. Continuo aguardando.... E enquanto aguardo, proponho: se algum de vocês souber a(s) resposta(s)- de quando e onde surgiu o termo - ganhará, como presente meu, uma roupa TAMANHO ÚNICO! Detalhe: "tamanho único" não tem nada haver com os quilos da balança. 
LEI DAS UNIDADES DE MEDIDA:

"Se estiver escrito 'Tamanho Único', é porque não serve em ninguém, muito menos em você...." (Colaboração do meu amigo João. Fonte:Internet)

terça-feira, 24 de novembro de 2009

GULA NÃO É MAIS PECADO




Éramos oito ao redor de uma mesa. Calmamente a conversava fluía... Risadas, novas descobertas, e meus sentidos, que de prontidão, aguardavam aquele aroma que insistia em fugir pela porta fechada da cozinha. A surpresa do primeiro prato – pupunha recheada de bacalhau imperial – caprichosamente arrumado, me fez sentir como uma verdadeira imperatriz. A cada garfada, o prazer do bem comer. Já poderia me dar por satisfeita, mas um novo cheiro escapuliu da bendita cozinha e trouxe até a mesa, o segundo prato: lombo de cordeiro ao porto com risoto. De imperatriz me tornei rainha, soberana no prazer e levemente súdita, pelos vinhos que harmonizavam cada prato. Nina corria pela sala, e mesmo com seu único aninho de vida, dava demonstrações que sabia o que estava acontecendo ao redor daquela mesa: alegria, magia e prazer! Depois desse almoço e de muitos outros que ainda virão a gula não é mais pecado para mim: é ousadia do mais puro prazer. Comi sem culpa e o confessionário foi definitivamente excluído da minha programação.

Algo mais precisa ser dito: tudo isso só é possível, quando se faz com amor, se recebe com prazer e se compartilha a VIDA! Mau e Lu, obrigada por esse saboroso sábado de bem viver.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

CONSERVADA VIII





.....sempre tem alguém mais desesperado do que nós....



Essa charge recebi da amiga MarySexy em solidariedade à conserva rsrsrs. A única ressalva é, que minha batalha, não é só para a chegada do Natal!!! Além disso fiquei numa dúvida...seria eu qual dos personagens?rsrsrs Tô fora de ser abatida!!!

NASCIMENTO


"E por serdes vós; quem sois?"
Uma mulher alada, banhada da brancura de sua própria alma. Sou aquela que caminha mansa e firmemente o chão que me dá a direção que desejo seguir; como quem vislumbra um velejante barco sobre tranquilas águas transparentes.
Que suavidade e paz nesta minha visão de auto-imagem.
Reconheço-me paradoxalmente respeitante e respeitável!
Nesta minha hora de nascer, transito meio inquieta entre o que não sei e o que me está sendo revelado no gozo doloroso de quem nasce.
O frescor, a novidade e a inocência superam o imcompreensível do inesperado parto. De que é feito um parto?
De rompimentos e visões
De dilaceramentos e compensações
De perdas e tanto ganho
De choro e de alegria farta
De exclusão e de exclusividade
De expulsão e de receptividade
De água e de sangue encharcando o escuro do túnel: a via-crúcis da Luz.
Vida paradoxal!
Viver é estar paradoxalmente interessante e interessada. Ou seria estar intencionalmente desejante e desejada.
É. Pode ser que seja assim.
Assim pode ser bom demais pra mim.
Depois de cada parto, durmo só de sono. De puro adentrar a noite.
Desprezo os sonhos. Eles nada mais podem me falar, me traduzir.
Sou língua-pátria. A pátria é minha porque de mim é feita.
A pátria sou eu. Salvei-me.

domingo, 22 de novembro de 2009

CONTRAÇÕES DE NASCIMENTO


O que é insistente em mim me incomoda. Despeço de mim, ainda que momentaneamente, para não ser quem sou por causa de...

Esta impermanência me cega, me desequilibra, me kika!
Tenho travado duras batalhas e dolorosos combates com este vício dilacerante.
De que tais realidades são feitos os meus sonhos quando durmo?
De onde a força e nitidez dos lugares, das imagens, dos diálogos destes sonhos?
De quantas vidas é feita minha generosa oferta?
De qual verdade estes sonhos me querem falar?
Daquela que não sei?
Daquela que não quero?
Daquela que me anula?
Daquela que me acorda?
Se preciso for, não dormirei mais.
Pra não sonhar estes sonhos me manterei de pé, sob a luz da lua ou das estrelas, porque de pé estão as árvores nuas que se cumprem na fidelidade cíclica da criação.
Sou o cipreste. Sou a paineira. Sou o tronco e raiz. Sou folha e sou galho. Sou vida pra fora da vida, enterrada na verticalidade da luz, na força da crença, na retratação imperiosa da presença instalada neste agora que sou eu.

sábado, 21 de novembro de 2009

MÁXIMAS E MÍNIMAS






"Todas as pessoas do mundo sorriem no mesmo idioma."  Morris Mandel













"Se todos os homens recebessem exatamente o que merecem, ia sobrar muito dinheiro no mundo."  Millôr Fernandes













"E que fique muito mal explicado. Não faço força para ser entendido. Quem faz sentido é soldado." Mário Quintana

CONSERVADA VII


Como contei no post “Conservada VI” o retorno à academia não tem sido nada fácil... Semana passada as dores eram generalizadas: os braços mal conseguiam dar um tchauzinho básico, as pernas pra descer uma escada precisavam de um reforço e a música era só uma: ai, ui, ai, ui, mas tudo bem, é sempre assim e sei que vai passar. As novas modalidades e professores “novos” – verdadeiros espetáculos – são um estímulo visual pra todas as “conservadas”. Fiz Pilates, muito bom, mas, no meu momento atual, ele não vai dar conta dos meus Michelins. Fui testar o pump e o combat... Aí a coisa ficou feia, ou melhor, doída até no fio de cabelo. Tio Breno, com todo seu pique e bom humor, só sabe dizer: vem comigo, vem comigo, não me abandona, ta gostando? Então bate o pezinho!!!! Ai, ui, eu vou, eu não quero te abandonar, bato pés, mãos e o que mais precisar, mas ameniza um bocadinho, por favorrrrrrr!!! Ontem perdi a hora e o início do circuito mix, que é dado pelo Tio Rathão (já contei sobre ele no “Conservada III”) então, desci pra área dos ferros, musculação pros aficcionados e... me ferrei. Fiz esteira e até aqui tudo bem. Resolvi pedir a supervisão do Tio Cris – "chefe" do spinning – e ele me colocou num tal de Elíptico (nunca tinha nem ouvido falar) onde me orientou a subir e descer, no tal aparelho, num ritmo alucinante. Quando já estava botando os bofes e outras coisas mais pra fora, dei uma paradinha básica prum golinho de água e o Tio veio com essa: - Regina, você consegue subir escadas, mascando chicletes sem tropeçar?

-????? Repete a pergunta, por favorrrrr!

E ele repetiu, sem o menor problema, e já me mandando pra remada baixa supinada! Meu São Jorge ajudai-me... É muita informação pra uma pobre conservada como eu! Mas meninos, mesmo acabada, dolorida, eu amo vocês! Obrigada a toooodos os “tios e tias”, a Vera – dona da academia -, Hellen e claro, às colegas que me receberam com o maior carinho e pegando pesado no incentivo. Semana que vem tem mais. Ah o nome da minha academia, já tem uns 10 anos pelo menos, é a Ideallis! Vale a pena você conferir. É diferente de todas as outras e você fica "conservada", "inteirona" ou como quiser ser chamada! Viva la vida!

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

DIKSHA ou A BENÇÃO DA UNIDADE



O ocidente sempre importou do oriente sua filosofia de vida, técnicas de relaxamento, artes marciais, alimentação, enfim, todo um modus vivendis absolutamente diferente do ocidental. Agora chegou ao Brasil, o Oneness, o Movimento da Unidade – benção que promete a expansão da consciência e da capacidade de amar.
O movimento começou na Índia, nos anos 80, e expandiu-se além das fronteiras do mundo alternativo, atingindo gente de todas as profissões e camadas sociais.
Aqui no Brasil já existem mais de 250 iniciados aptos a dar a diksha. Infelizmente em BH ainda não há, mas se você for ou morar em São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Brasília, Paraná, Paraíba, Espírito Santo, Goiás, Sergipe, Santa Catarina e Rio Grande do Sul poderão receber essa benção! Os relatos dos que foram abençoados variam... Os benefícios mais comuns: aumento do bem-estar e da atenção; diminuição de hábitos nocivos; mais amorosidade e equilíbrio nas relações; calma, alegria e gratidão. A gente pode querer mais?

CONSERVADA VI ou O CONSOLO


Ainda bem que descobriram onde escondiam estas danadinhas, hein? Vou expulsar o batalhão que infesta meus armários.

Isso tinha que ter uma explicação...

"Calorias são pequenos vermes, inescrupulosos, que vivem nos guarda-roupas e que, durante a noite, ficam costurando e apertando as roupas das pessoas."

Sempre desconfiei que era isso mesmo!!! Eli Amada, obrigada pela colaboração e consolo para todas as conservadas do pedaço.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

UM TREM: " EXPRESSO EXPRESSÃO"


Para mim uma das mais belas capacidades do homem é a expressão. Expressar não é simplesmente falar ou escrever. É mais que isto. A verdadeira expressão extrapola o sentimento de mesquinhez daqueles que só enxergam o superficial ou o externo. Ela invade e exalta o campo das emoções e dá sentido a cada fato vivido ou ocorrido... Ato de amor! Amor a alguém? Talvez. Mas muito mais, à vida! Às vezes sou a expressão pura de quem amanhece pobre e ao cair da noite adormeço rica. Amo a vida e tento fazer do meu dia a interpretação daquilo que é a expressão contínua de D’US, no propósito firme de que o tempo é o conselheiro da vida, a explicação para questões não respondidas, a razão para a persistência, o motivo de um novo dia. A propósito, o que é um diário senão novidade de um novo dia? Pois é. Amor-Vida: aquele que brota do tempo e não tem idade, pois só quem ama escuta o apelo da eternidade.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

HO HO HO



Natal é uma época,também, de mimar aquelas pessoas que a gente ama de viver. Na Vênica você com certeza vai encontrar um mimo especial. Eu já fui e fiz minhas compras.

Rua do Ouro 678 - Serra - BH/MG - F: (31)32274726
Se você quiser conhecer mais é só acessar o link:

CONSERVADA V


Depois da pergunta fatídica do Zé (ler “Finados em Santa Matilde”), retornei à academia. Desde agosto não ia, por motivos que não valem a pena expô-los aqui. Isso significou, além dos pneus, a perda de todo o meu condicionamento físico. Meses e meses de trabalho vão para o lixo e temos que começar do zero. Recomeçar não é nada fácil. Eu gostaria de estar em forma e não numa fôrma (com acento mesmo), que percebo muitas mulheres, alucinadas, correndo atrás de algo que a idade não mais permite. Há uma diferença gigantesca entre nossa forma aos 20 e aos 40, 50 ou 60! Seja como for, eu gostaria de ficar em forma. Falo sério. Mas toda vez que estou quase chegando lá, acontece alguma coisa que inviabiliza minha boa intenção. Vamos deixar isto bem claro. Toda vez que fico em forma, alguma coisa degringola.
As ginásticas, como descobri, surgiram tarde na história da civilização. Até 1910 mais ou menos as pessoas se exercitavam o tempo todo, mas não davam a isso o nome de ginástica – achavam que era a vida. Precisavam se deslocar de um lugar a outro em geral a pé, colher as safras e fazer a guerra. Aí inventaram o automóvel, o que se pode dizer, conduziu ao que temos hoje – um país povoado de gente que não se exercita (e é muitas vezes obesa – começando com nossas crianças) e um universo paralelo de gente que se exercita demais (mas nem por isso é magra demais). Eu própria oscilo entre os dois universos. Gasto tempo para ficar em forma; em seguida alguma coisa desanda, e gasto tempo igual me recuperando fora de forma; então me restabeleço e fico em forma; e logo alguma coisa desanda. Parece até uma ginástica... Será que isso acontece só comigo?

terça-feira, 17 de novembro de 2009

MÁXIMAS E MÍNIMAS

“Há duas espécies de patifes, os que admitem ser e nós”. Millôr Fernandes

“Um banco é um estabelecimento que nos empresta um guarda-chuva num dia de sol e pede de volta quando começa a chover”. Robert Frost



                             











"De perto ninguém é normal". Caetano Veloso









 
 
 
 
 
"O limão é uma laranja de mau-humor".
Reginaldo Garcia

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

TALENTO NÃO BASTA


Talento, vocação ou dom são palavras que se confundem em suas utilizações apesar de terem significações distintas.Vocação e dom são palavras instigantes. A primeira vem do latim vocare, chamar. Vocação é o seu chamado, a voz interna. Já dom, em inglês, é gift, que significa também presente. De origem latina, a palavra talentu em sua essência significa balança, peso. Também já foi moeda na Roma e Grécia Antiga e citada nas parábolas de Cristo. O dom é um presente que recebemos da vida. É algo todo seu, é uma aptidão natural, genuína e que nos distingue das demais pessoas sem muito esforço. Quando você descobre seu dom, não faz com vontade, faz com paixão; não faz com qualidade, faz com excelência. Dom é mais que talento. Todos nós temos talentos, qualidades que nos dão mais facilidade para desenvolver determinada atividade. Mas a grande sacada é descobrir o dom. E como achar nosso dom? Penso que é ouvindo o nosso chamado, que é a nossa intuição. A voz interna fala conosco, só que baixinho, e, se a gente não parar para prestar atenção, não ouve. Quando a gente descobre nosso dom, faz o que faz movido pela paixão, realiza com excelência e aí ganha muito dinheiro que é só uma conseqüência natural. Clarice Lispector diz “Vocação é diferente de talento. Pode-se ter vocação e não ter talento, isto é, pode-se ser chamado e não saber como ir”. Você já sabe qual é o seu dom? Eu estou tentando ouvir o meu e descobrir como ir!

domingo, 15 de novembro de 2009

DIVÃ PRÁ DOIS



Os motivos são os mais variados possíveis para a busca de uma terapia de casal: tédio, cansados de tantas brigas, nascimento de filhos, infidelidade, desilusão, falta de comunicação, problemas financeiros, etc.
Quando me perguntam se há um momento certo para começar uma terapia de casal, sempre respondo que não! A hora adequada se posso assim dizer, é o reconhecimento de ambos da insatisfação e o desejo de evitar que as crises se tornem crônicas. Na maioria dos casos que já atendi, o adiamento na procura de ajuda se deve a uma resistência dos homens – preconceito – em consultar terceiros. É claro que há exceções.
Também desmistifico a idéia originária, de que a terapia “salvará” o casamento ou evitará o divórcio: a proposta é ajudar o casal a encontrar uma forma harmônica de se relacionar, que ficou perdida em algum lugar. Não há fórmula mágica. Lidaremos sempre com a existência da possibilidade de um salto qualitativo no relacionamento, como também que ambos cheguem à conclusão, de que serão mais felizes separados. Se isso chega a acontecer, mesmo que a dor seja inevitável, é muito provável que o fim se delineie menos traumático, uma vez que ambos puderam se expressar e refletir antes. A decisão não é tomada no auge de mais uma crise. O importante é que, nesse espaço terapêutico, criamos as condições necessárias para que ambos redefinam os próprios desejos e refaçam seus contratos. Quanto ao prazo da terapia, tanto quanto os motivos, variam muito, mas a média é de seis meses, com sessões semanais.

sábado, 14 de novembro de 2009

DECLARAÇÃO DE AMOR MINERIM

É uma das declarações mais mineiras que já recebi, sô! Bunitim dimais... Numsei diquem, mavale dilê travéis.


"Cês são o colírio do meu ôiu.
São o chiclete garrado na minha calça dins.
São a maionese do meu pão.
O limão da minha caipirinha.
O rechei do meu biscoito.
A masstumate do meu macarrão.
A pincumel do meu buteco.
Nossinhora! Gosto dimais da conta docêis,uai.
Cês são tamém: O videperfume da minha pintiadêra.
O dentifriço da minha iscovdidente.
Óiproceisvê, quem tem amigos assim, tem um tisôru!
Eu guárdesse tisouro, com todo carinho, do lado esquerdupeito!!! Dentro do meu coração!!!
Amoocêis Padaná!!!
Bejim e inté.


MULHERES FENOMENAIS


"Tem sempre presente que a pele se enruga, o cabelo embranquece, os dias convertem-se em anos... Mas o que é mais importante não muda; a tua força e convicção não tem idade. O teu espírito é como qualquer teia de aranha. Atrás de cada linha de chegada, há uma de partida. Atrás de cada conquista, um novo desafio. Enquanto estiveres viva, sente-te viva. Se sentes saudades do que fazias, volta a fazê-lo. Não vivas de fotografias amarelecidas...
Continua, quando todos esperam que desistas. Não deixes que enferruge o ferro que existe em ti. Faz com que em vez de pena, te tenham respeito. Quando não conseguires correr atrás dos anos trota.
Quando não consigas trotar, caminha.
Quando não consigas caminhar, usa uma bengala. Mas nunca te detenhas!"
(Madre Teresa de Calcutá)

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

TAKÊ

Vânia é uma artista plástica "especial". Cria objetos lindos, diferentes, que dão um charme a mais nos lugares que a gente ama. Eu tenho o privilégio de ter alguns em minha casa e no meu consultório. Já presenteei alguns amigos com suas obras e todos adoraram. Vale a pena conhecer seu ateliê e suas criações, que são uma verdadeira "arte em bambu".

CERTA OU ERRADA?




"Pensando bem, em tudo o que a gente vê, vivencia, ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente.

Existe uma pessoa que, se você for parar para pensar é, na verdade, a pessoa errada. Porque a pessoa certa faz tudo certinho: chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas. Mas, nem sempre a gente ta precisando das coisas certas. Aí é a hora de procurar a pessoa errada...
A pessoa errada te faz perder a cabeça, fazer loucuras, perder a hora, morrer de amor.
A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar que é pra na hora que vocês se encontrarem a entrega ser muito mais verdadeira.
A pessoa errada é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa. Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas.
Essa pessoa vai tirar seu sono, mas vai te dar em troca uma noite de amor inesquecível.
Essa pessoa talvez te magoe, e depois te enche de mimos pedindo seu perdão.
Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado, mas vai estar 100% da vida dela esperando você. Vai estar o tempo todo pensando em você.
A pessoa errada tem que aparecer para todo mundo porque a vida não é certa, nada aqui é certo. O que é certo mesmo, é que temos que viver cada momento, cada segundo...Amando, sorrindo, chorando, emocionado, pensando, agindo, querendo, conseguindo!
E só assim é possível chegar àquele momento do dia em que a gente diz: “Graças à D’US deu tudo certo!”
Quando na verdade TUDO o que ELE quer é que a gente encontre a pessoa errada pra que as coisas comecem a realmente funcionar direito pra gente..."

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

A QUEDA DA UNIBAN

Colaboração do meu filhote. Solicitando a ajuda de nós, pobres blogueiros... É cada mente criativa rsrsrs. Só clicar e se divertir, depois de tudo que já foi seriamente debatido.   

http://www.youtube.com/watch?v=snjPDpDg2Pk

GULA


“Gosto tanto de feijão com arroz! Meu pai, minha mãe, que privaram da metade do prato para me engordar sofreram menos que eu. Pecaram exatos pecados, voz nenhuma os perseguiu. Quantos sacos de arroz já consumi? Ó Deus, cujo reino é um festim, a mesa dissoluta me seduz, tem piedade de mim.” Adélia Prado – “A Boca”.
Adoro comer. De todos os sete pecados me dedico, quase com exclusividade, de boca e alma à gula. Comida aguça todos os meus sentidos. Ouço o lavar, picar, moer, fritar, assar como uma música de amor. Meu olfato sente os cheiros e aromas que passam pelas frestas trazendo sugestões do que está sendo cozido no fogão. Aguardo, com ansiedade pueril, a visada das travessas na mesa com tudo aquilo que, até então, era só imaginação auditiva e olfativa. Desfilam um a um suas cores, diante de olhos famintos e encantados. É assim que a degustação se inicia... É chegada à hora mais que esperada. A primeira garfada e aquela sensação... Quais os ingredientes misturados que transformaram aqueles grãos, verduras, legumes ou carnes nessa sensação? Imaginação corre solta: cebola, sal, alho, páprica, pimenta, orégano, salsa e cebolinha, o que mais pode ter? Como pode transformar uma refeição, por mais simples que seja, em um verdadeiro momento para comemorar? A diversidade de sabores, a combinação de ingredientes agradam a todos os paladares. A língua estala e as mãos se juntam em oração: OBRIGADA por tanto prazer! Fome é diferente de apetite... O que te apetece?

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

AQUI NÃO


Vocês podem entrar no link http://www.aquinao.com/ para se interarem melhor do assunto, além de verem os grupos que fazem parte do movimento.

PIADAS PRÁ CHORAR...de rir









TARADO DO CEASA


Um sujeito queria namorar a filha de um judeu e foi pedir ao pai. O velho disse:

- Acho que não vai dar certo, porque os judeus têm uma visão muito diferente da vida!!
- Para provar que não estou com nenhuma discriminação, vou lhe dar uma maçã e amanhã conversamos novamente!
No dia seguinte ele voltou à casa do judeu que lhe perguntou:
- O que você fez com a maçã?
- Fiquei com fome e a comi!!
- Ta vendo? Um judeu tiraria a casca da maçã, a colocaria para secar e faria um chá!! Dividiria a maçã em quantos pedaços fossem os membros de sua família e daria um pedaço para cada um! Depois pegaria os caroços, venderia algum e plantariam outros, pois assim teria algum lucro e ainda frutos dentro de algum tempo! Bom, vou lhe dar outra chance! Leve este pedaço de lingüiça e volte a falar comigo amanhã!
O cara saiu de lá puto e pensando o que poderia fazer para aproveitar bem aquela lingüiça. No dia seguinte a mesma pergunta:
- Filho, o que você fez com aquela lingüiça?
- Bem, primeiro tirei o cordão e fiz um cadarço para meu tênis!! Depois tirei o plástico que protege a lingüiça e o guardei!! Dividi a lingüiça em 8 pedaços e dei um pedaço para cada membro da minha família!!! Depois fiz uma camisinha com o plástico, comi sua filha e aqui está o leite para o senhor fazer um cappuccino!!!!





 Uma senhora no confessionário:
- Padre, hoje pela manhã, quando eu estava diante do espelho, fiquei admirando o meu rosto e me achei bonita. Creio que cometi um pecado.
- Não se preocupe minha filha! Cometer enganos não é pecado!











Por que o Manoel ficou duas horas olhando fixamente pra lata de suco de laranja?
Porque estava escrito concentrado.

 
 
 
 
 
 
 
 
 



O que é que tem dentro do lixo do hospício? Doido varrido. 


O que o espermatozóide falou para o óvulo? Deixa eu morar com você porque a minha casa é um saco!

terça-feira, 10 de novembro de 2009

A DIETA QUE FUNCIONA

Nada acontece por acaso messsssmo. Recebi essa crônica por email e achei bacanérrima para postá-la, como o início de uma resposta aos bombardeios diários que recebemos em relação à nossa saúde física, mental, à estética e também, por que não, à ética! É do Luis Fernando Veríssimo.



"Cada semana uma novidade. A última foi que pizza previne câncer do esôfago. Acho a maior graça. Tomate previne isso, cebola previne aquilo, chocolate faz bem, chocolate faz mal, um cálice diário de vinho não tem problema, qualquer gole de álcool é nocivo, tome água em abundância, mas, peraí, não exagere... Diante desta profusão de descobertas, acho mais seguro não mudar de hábitos. Sei direitinho o que faz bem e o que faz mal pra minha saúde. Prazer faz muito bem. Dormir me deixa 0km. Ler um bom livro, faz-me sentir novo em folha. Viajar me deixa tenso antes de embarcar, mas, depois, rejuvenesço uns cinco anos! Viagens aéreas não me incham as pernas; incham-me o cérebro, volto cheio de idéias!
Brigar, me provoca arritmia cardíaca. Ver pessoas tendo acessos de estupidez, me embrulha o estômago! Testemunhar gente jogando lata de cerveja pela janela do carro, me faz perder toda a fé no ser humano...


 E telejornais... Os médicos deveriam proibir... Como doem!
Caminhar faz bem, namorar faz bem, dançar faz bem, ficar em silêncio quando uma discussão está pegando fogo, faz muito bem: você exercita o autocontrole e ainda acorda no outro dia sem se sentir arrependido de nada.
Acordar de manhã, arrependido do que disse ou do que fez ontem à noite, isso sim é prejudicial à saúde. E passar o resto do dia sem coragem para pedir desculpas, pior ainda.

Não pedir perdão pelas nossas mancadas, dá câncer, guardar mágoas, ser pessimista, preconceituoso ou falso moralista, não há tomate ou muzzarela que previna!
Ir ao cinema, conseguir um lugar central nas fileiras do fundo, não ter ninguém atrapalhando sua visão, nenhum celular tocando e o filme ser espetacular, UAU!
Cinema é melhor pra saúde do que pipoca. Conversar é melhor do que piada. Exercício é melhor do que cirurgia. Humor é melhor que rancor. Amigos são melhores do que gente influente. Economia é melhor do que dívida. Pergunta é melhor do que dúvida. Sonhar é o melhor de tudo e muito melhor do que nada!"  

Ocorreu um erro neste gadget