Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

POEIRA NO VENTO


Recebi, de um amigo amado , um email com fotos fantásticas. A música que tocava ele conhecia, mas não conseguindo identificá-la pediu ajuda aos amigos. Esse "adivinha" foi fácil para mim... Essa canção sei na alma há anos... Mesmo que em muitos momentos de minha vida preferiria não saber... desperdiçar nem um minuto, momento-sonho, pinga-gota do nada que é para sempre! Sou poeira no vento que sopra para além de mim... Carregada pela madrugada sou depósito e depositada. Em cada partícula dessa viagem alucinante tudo é fugaz... Menos você!

Eu fecho meus olhos
apenas por um momento
E o momento se foi
Todos os meus sonhos
passa diante dos olhos uma curiosidade
Poeira no vento
Tudo que eles são é poeira no vento

A mesma velha música
Apenas uma gota de água
Em um mar interminável (infinito)
Tudo o que fazemos
destroçando(esmigalhando) ao solo [cai em pedaços]
Embora nós nos recusamos a ver
Poeira no vento
Todos nós somos é poeira ao vento, ohh


Agora, não "espere ai!" / não desperdice o minuto
Nada dura para sempre
Apenas o céu e a terra..
Isso vai embora
E todo o seu dinheiro
Não comprará outro minuto
Poeira no vento
Tudo que somos é poeira no vento
Poeira no vento
Tudo é poeira no vento
o vento.

19 comentários:

  1. olá, Regina!
    É incrível como ao mesmo tempo somos tudo, e também nada!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  2. Uma balada linda de ouvir e reflectir.
    Uma semana agradável.

    ResponderExcluir
  3. E nós somos poeira de estrelas, numa imagem poética!... A consciência disso deveria nos tornar mais humanos, mais humildes, mais compassivos. Mas raramente é o que acontece, concorda Rê? É preciso gente como você a nos lembrar disso, para que o nosso tempo não se transforme em 'poeira no vento'. Linda canção! Beijos

    ResponderExcluir
  4. A melodia por si só, bastaria pra gente sair dançando, concorda Rê????
    Começar o dia com esse presente não tem preço, amada minha, obrigaaaaaaaadaaaa!!
    Se somos pó e a ele retornaremos, somos poeira ao vento...mas...enquanto passageiros desta vida, a gente vai à luta esquecendo de VIVER, de SER, e entra numa de requisitar coisas, criar coisas, ter coisas...e tudo é tão efêmero, tão fugaz...e a vida não pode ser lançada ao vento assim nauuuummmmm, né messsss, queridona???

    Só por hoje, vou VIVER MAIS!
    Obrigada pelo "toque"...
    Bjãozão com cheiro de alho...rsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Querida e amada Rê!

    Se pensar que sou
    o que num ápice se desvanece
    Sou poeira efectivamente.
    Se pensar que somos
    partícula ínfima dum todo
    que a Deus enaltece,
    não somos poeira ao vento.
    Se ao outro que carece
    damos a mão
    e o outro a mão der aos teus,
    então somos um todo
    e filhos do mesmo Deus.
    Poeira não!

    Gostei muito desta versão acompanhada desse solo sublime de violoncelo.

    Beijo e kandandos meu a atravessar tanto mar...

    ResponderExcluir
  6. Lindo!! E como a música tem o poder de nos transportar, pra outros lugares, adorei, Regina, parabéns pela bela escolha!!!
    Bjss e um bela e feliz semana!!

    ResponderExcluir
  7. Essa musica é demais...E scorpions meu Deus um presente.
    Bjos achocolatados doce mulher guerreira!

    ResponderExcluir
  8. Re

    Linda melodia! Fiquei ouvindo e deixei me levar pelo vento, pela imaginação! Uma ótima segunda para vc. E vamos que vamos, pois daqui há pouco vou para mais uma sessão de radio! Obrigada pelas palavras no meu blog! BJssssssssssss

    ResponderExcluir
  9. O vento leva
    as folhas e a poeira...
    voam as lágrimas.

    Beijinhos meus.

    ResponderExcluir
  10. Querida amiga, essa música é show. Tenha uma linda semana. Beijocas

    ResponderExcluir
  11. A melodia só por si, é lindissima! Que dizer da letra? Tão infinita e tão breve é a vida do homem.. Menos que poeira...mais longe que o vento!
    Beijo
    Graça

    ResponderExcluir
  12. RRR
    Regina "Radiante" Rozenbaum

    Não vi as fotos, mas a sua descrição parece ser a da Sapucaia (Lecythis pisonis). A parte rosada corresponde às folhas novas (típicas do mês de setembro). As flores tem cor roxa. Esta bela espécie é nativa da Mata Atlântica úmida.

    Bjos e muita luz para a sua nova jornada.

    http://www.vervida.blogspot.com
    Verde Vida

    ResponderExcluir
  13. lindas palavras..linda musica..lindo blog

    ResponderExcluir
  14. Essa música é linda... Como a autora desse blog...

    Bjuxxxx

    ResponderExcluir
  15. Opa! Campanha "nova"...TÔDENTRO!

    A gente recebe por e-mail, clica um monte e add nos favoritos (ou ao contrário, add e clica, clica...). Aí, vai indo lá pra baixo na lista, pq favorito não pára de chegar...mas a gente pára de clicar - o link no blog ajuda a lembrar, a clicar e a "fazer a diferença", pq mantém o serviço.
    Vou levar na bolsa assim do jeitinho que tá...rsrs...póóódiii??

    Bjãozão, queridona!

    ResponderExcluir
  16. Oi Regina!
    É a primeira vez que venho aqui e me deparar com esta música maravilhosa foi gratificante. Vivi um momento muito doloroso na minha vida e esta música foi uma das que me alentaram e me ajudaram a superar a dor.
    Gostei do seu blog e estou te seguindo.
    Uma ótima semana pra vc!
    Bjussss

    ResponderExcluir
  17. Rike, mininu amado!
    É isso...no instante que pensamos que somos, deixamos de ser...
    Beijuuss n.c.

    São, amada!
    Refletir e agir no agora...Segundos depois pode ser tarde.
    Beijuuss n.c.

    Ângela, iluminada, amada!
    Só aquele PSIU básico que todos conseguem, de uma maneira ou de outra, dizer: hellooooo PRESTENÇÃO!!!!rsrrs
    Beijuuss n.c.

    Dê, moça linda de viverrrr, amada!
    rsrs (cheirim de alho) A gente se esquece...e da mesma maneira que agradeço aos toques, quando sou lembranda dessa impermanência nossa de cada dia, gosto de repartir...
    Beijuuss, ops, beijão n.c.

    Kimbanda, feiticeiro, amado!
    Com o "feitiço" de sua escrita, ainda consegues engrandecer mais o que já é grande. Coisas de poeta!
    Beijuuss n.c. do lado de cá do Atlântico

    Joaninha, amada!
    Como a gente viaja através de músicas...e sem pagar passagem...só pegando carona em nossas memórias.
    Beijuuss n.c.

    Sandra, engordativa de minh'alma, amada!
    O regime de "engorda" é assim...não pára nunca rsrs
    Beijuuss n.c.

    Cris, amada!
    Que essa música te embale e conforte... Vamo que vamo que temos muito chão prá percorrer!
    Beijuuss n.c.

    Marilu, amada!
    Show da vida FANTÁSTICA de se viver!!!
    Beijuuss n.c.

    Manu, poeta, amado!
    Que bauuumm que chegou de férias...
    Beijuuss n.c.

    Graça, amada!
    Dissestes tudo... ou quase, pois algo já foi.
    Beijuuss n.c.

    Cláudio, amado!
    Obriagada pela resposta, vou ver se consigo lhe enviar a foto. Quanto a "radiante" sou diante da beleza da natureza... da VIDA!
    Beijuuss n.c.

    Loise, seja muito bem-vinda! Se gostou volte e faça parte desse Divã. Terá sempre um lugar reservado, com carinho, prá quando voltar.
    Beijuuss n.c.

    Fatinha, afinadora de minh'alma, amada!
    Se você confirma...eu assino embaixo!
    Beijuuss n.c.

    Carlos, mininu-poeta, amado!
    Pronto, era prá euzinha ganhar o dia, a noite? Então, ganhei!
    Beijuuss n.c.

    rsrs adoooooro essa bolsa tua! Grandiosa, generosa, amorosa, luminosa como quem a carrega!!!
    Beijão amigamada, n.c.

    Geisa, seja muito bem-vinda!
    Tem músicas que nos acalentam, nos guardam, nos protegem... Se gostou, volte sempre que quiser! Já percebeu que esse Divã é quiném coração de mãe: tem espaço no coração que não acaba mais!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  18. Infelizmente temos tendência ou a viver no passado, cheios de saudades de uma vida que ficou para trás, ou então a viver com olhos postos no futuro, esquecendo nos do momento presente...
    Carpe diem...viver intensamente o dia a dia é o objectivo!bom dia para si!

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget