Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

SÓ POR HOJE...

Só por hoje não queria ter ouvido aquelas palavras que não proferiram a sentença...
Só por hoje não queria ser paciente e impaciente fugir...
Só por hoje não queria ver a parte arrancada de mim...
Só por hoje não queria enxergar o receio nos olhos das crias...
Só por hoje queria o aconchego do colo materno...
Só por hoje queria não ser Sansão e ter coragem de Dalila...
Só por hoje queria deixar de ser guerreira, leoa e ser só menina...
Só por hoje queria dormir, não sonhar e acordar na mais simplória realidade...
Só por hoje queria me revestir de amarelo irradiando calor, acalento dessa dor...
Só por hoje queria acreditar que todas as estrelas brilham por mim...
Só por hoje não ter barreiras e ser ponte de meus desejos...
Só por hoje ser etiquetada frágil e receber desvelado cuidado...
Só por hoje acreditar que tudo vai passar e passarinhando voar...
Só por hoje...(R.R)

19 comentários:

  1. Por hoje não te chamarei a guerreira que és.
    Só por hoje, deixas de ser leoa... Isto porque assim desejas e respeito.

    Mas serás hoje e sempre a menina linda, generosa, querida e amada, que com o seu perfume a lírios do campo, a toda a hora nos chega com delicadeza, amor, amizade e dedicação.

    E que hoje e sempre, meu abraço não perca energia ao atravessar tanto mar, e a ti chegue intacto a te confortar.

    Beijos e kandandos meus!

    ResponderExcluir
  2. Oh minha querida Regina!! Tem dias que nos sentimos assim um cristal, mas tds estes sentimentos passam e novamente, vestes a armadura e segue em frente!!
    Pois olhamos bem adiante e sabemos que tem pessoas que carecem de nós...
    Gostaria muito de agradecer o teu gentil comentário e visita no meu cantinho, bjss doces e fraternos neste teu coração...

    ResponderExcluir
  3. Querida amiga, só por hoje temos que lutar e esperar mais um amanhã. Beijocas

    ResponderExcluir
  4. Olá, Regina!
    Só por hoje, mas só por hoje (esquecerei de ontem e anteontem e anteontemdontem...)falarei, escreverei, comentarei, pensarei, recomendarei - e não me arrependerei - muito bem de você!
    Bjs!
    Rike.
    P.s.: amanhã (17/09)sai um post lá no blog que fala, mais uma vez outra vez, um tiquinho sobre você.

    ResponderExcluir
  5. Só por hoje eu ao menos vou tentar ser feliz....beijos de bom dia pra ti querida.

    ResponderExcluir
  6. Não só por hoje, mais desde que te conheci, oro por você mais do que por mim.

    ResponderExcluir
  7. Nem todos podemos ser guerreiros todos os dias. Nem sempre temos um sorriso, por vezes soltamos uma lágrima. Sempre e não só por hoje a minha presença neste lado desejando tudo de bom, não apenas hoje terei à disposição um pouco da minha força, da minha esperança e da minha fé, não só por hoje e mesmo à distância a amizade, porque se algo aprendi nestes anos que levo de blogues foi que o melhor de estar aqui é esta partilha nos bons e maus momentos, como uma enorme família global, esta força que vem de uma amizade que se diz tantas vezes virtual mas que nos aquece o coração, nos enche de força, nos levanta do chão e nos anima. Não só e apenas hoje, mas sempre a levantar a mão e a dizer "presente". Força, amiga.

    ResponderExcluir
  8. Kimbanda, generoso que é, não se importará que eu faça minhas as suas palavras... Por que é assim que nos sentimos quando alguém que gostamos encontra-se assim, querendo fugir não sabendo exatamente pra onde, querendo aconchego, carinho, que alguém lhe diga que tudo vai ficar bem, e realmente tudo ficará... Ah, querida, como eu gostaria de poder fazer isso, te acolher quietinha num abraço e afirmar sem dúvidas que todos esses fantasmas não mais te assustarão.
    Meus kandandos não precisam atravessar o mar, irão voando, passarinhando, até chegarem a ti.
    Um tanto de beijos e abraços... Fique bem!

    ResponderExcluir
  9. Olá RÊ!

    Há dias em que nos sentimos assim:O querermos muito ser aquilo que não somos, o termos aquilo que não temos, estarmos onde não estamos. Para os que acreditam é como que uma forma de prece, para os outros apenas um desejo.
    Qualquer que seja o teu caso, sendo tu a pessoa linda que és, eu acredito - e desejo muito - que vais ser ouvida.

    Um abraço e beijinho amigo; tudo de bom!
    Vitor

    ResponderExcluir
  10. Regina.

    Não só por mas sempre virei aqui,
    Não só por hoje você brilha mais que uma estrela.
    Não sei o que aconteceu mas pode contar que vou mentalizar sentimentos bons para ti.

    Não só por hoje você é MARAVILHOSA.

    Renata

    ResponderExcluir
  11. Ser sensível nesse mundo requer muita coragem. Muita. Todo dia. Esse jeito de ver além dos olhos, de ouvir além dos ouvidos, de sentir a textura do sentimento alheio, tão clara, no próprio coração. Essa sensação, às vezes, de ser estrangeiro e não saber falar o idioma local, de ser meio ET, uma espécie de sobrevivente de uma civilização extinta. Essa intensidade toda em tempo de ternura minguada. Esse amor tão vívido em terra em que a maioria parece se assustar mais com o afeto do que com a indelicadeza. Esse cuidado espontâneo com os outros. Essa vontade tão pura de que ninguém sofra por nada. Esse melindre de ferir por saber, com nitidez, como dói ser ferido. Ser sensível nesse mundo requer muita coragem. Muita. Todo dia. Essa saudade, de fazer a alma marejar, de um lugar que não se sabe onde é, mas que existe. Essa possibilidade de experimentar a dor, quando a dor chega, com a mesma verdade com que experimenta a alegria. Essa incapacidade de não se admirar com o encanto grandioso que também mora na sutileza. Essa vontade de espalhar buquês de sorrisos por aí, porque os sensíveis, por mais que chorem de vez em quando, não deixam adormecer a idéia de um mundo que possa acordar sorrindo. Pra toda gente. Pra todo ser. Pra toda vida. Eu até já tentei ser diferente, por medo de doer, mas não tem jeito: só consigo ser igual a mim.

    Ana Jácomo



    Muitos bjs pro cê!

    ResponderExcluir
  12. Só por hoje tá?
    És guerreira e isso não muda.
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  13. MEUS QUERIDOS, AMADOS MEUS: Kimbanda, Joana, Marilu, Rike, Everson, Wilma, Miguel, Milene, Vitor, Renata, Fátima, Sandra e todos os outros, de várias formas, que aqueceram minha alma de maneira tão especial: OBRIAGADA!
    Escrevo agora depois de me dar esse dia bem longe daqui e muito perto de mim...É meus amados, às vezes a gente precisa se resgatar, como se tivéssemos sido sequestrados de nós mesmos! Escrevo com lágrimas (sou piegas mesmo!) pela LUZ que recebi através de cada palavra aqui deixada, pelo amor sentido e declarado e que jamais vou conseguir "entender" como isso é possível...aliás nem quero...só mesmo sentir esse aconchego, proximidade REAL que em dias assim é mais, muito mais que acalento!!! Deixo com vocês o Poeminha do Contra do nosso querido Quintana que "fecha" esses dias de maneira perfeita:
    Todos estes que aí estão
    Atravancando o meu caminho,
    Eles passarão.
    Eu passarinho!
    Beijuuss, muiiiitos, nos corações de cada um de vocês
    Regina/Rê (Rainha, Guerreira, Leoa, Menina...)

    ResponderExcluir
  14. Olá, Regina...

    Que belo desabafo, e quantos amigos deixando seu calor com vc, aqui!

    Não somos muito chegadas ainda, mas talvez este seja o grande momento. Por favor, fale com o nosso querido Júlio César (do Vendo e Sentindo), ele é meu afilhado, e ele vai lhe passar minha sugestão que enviei a ele por e-mail.
    Será um 'segredinho' entre nós três...
    Estaremos nos falando por e-mail, evidente.

    Beijos,

    Graça Lacerda

    ResponderExcluir
  15. Ei Regina!
    Que maravilhoso texto!
    Tem dias que estamos assim, só querendo colo, sem grandes expectativas, passarinhando!
    Gd beijo

    ResponderExcluir
  16. Voltei pra saber se tá mió...Tá, né? Beijos! Vê se fica bem, moça!Equilibra aí esse seu emocional... Olha que petulância essa minha...rsrsrs. Falar contigo sobre equilibrar as emoções... Cara-de-pau!
    Beijos... Inté!

    ResponderExcluir
  17. Força, Menina, força.
    Estamos todos aqui a orar para que você retorne com a graça e a magia de seus escritos.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  18. E eu que sou do signo do caranguejo, de repente,... me vi só de soutien ;))))))

    Bjos

    ResponderExcluir
  19. Isa, amada!
    Ainda bem que o caranguejo é só seu signo e desejo, que desse "soutien" não faça uso nunca!!!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget