Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

sábado, 20 de novembro de 2010

NÃO QUERO VER VOCÊ TRISTE ASSIM...

A postagem para hoje era outra... Mas, como já deveria ter mais que aprendido, a vida não tem agenda programada e tudo que acontece no instante presente, é para apreendermos que é no agora que a vida se faz e se torna um PRESENTE!

É no sobe e desce de uma escada que o mundo não para de nos esfregar na cara, que tudo não passa do resultado singular, incomparável, de encontros inéditos, protagonizados por corpos, essências que nunca tinham se encontrado (será?), e que nunca tinham sido constituídos como no momento daquele encontro!

Uma vida boa, ainda que finita, supera, e muito, uma vida eterna, fora de lugar. Nada, rigorosamente nada, nem mesmo a eternidade, compensaria uma vida em desarmonia com o universo. Uma vida vivida fora de lugar é pior que a própria morte.

Dócil, a ninfa se dirige à praia
Onde Ulisses longânimo gastava
A doce vida, os olhos nunca enxutos,
Saudoso e enfastiado, pois com ela
Por comprazer dormia constrangido.
E gemebundo, o ponto contemplado,
Passava o dia em litoral penedo.
Rosto a rosto lhe fala a deusa augusta:
"Cesse o pranto, infeliz, não te consuma
Parte, consinto. Abate a bronze troncos.
De alto soalho ajeita ampla jangada.
Em que o sombrio páramo atrevesse" (HOMERO. Odisseia)


Imagens:( Arquivo pessoal RR e Karin Izumi)

15 comentários:

  1. Triteza não faz bem p/ nnguém, o negócio é dar a volta por cime e tentar sempre ser feliz apesar das dificuldades que aparecem de vez em quando em nossas vidas!!
    beijão
    www.sermulhereomaximo.com.br

    ResponderExcluir
  2. É vero...
    Nada de agendas.. rss Nos trancos e barrancos vivo mais feliz..

    Bonfindi..
    Bnpdn
    Tatto

    ResponderExcluir
  3. Sorriaaaaaaaaaaa RÊ!
    Beijossssssss e um super final de semana

    ResponderExcluir
  4. Rê amada

    que lindo isso: Uma vida vivida fora de lugar é pior que a própria morte.
    Busca-se coisas nesse mundo que tornam tudo fora do lugar..e o belo está no simples..no querer bem...apenas isso..simples assim..

    beijocas


    Loisane

    ResponderExcluir
  5. Querida amiga, lindo demais!!! Tenha um lindo final de semana. Beijocas

    ResponderExcluir
  6. Aquietando um tiquinho teu coração enorme, não estou assim tão agri, estou... Rsrs... Te digo assim que descobrir, tá? Prometo!

    E que palavras incríveis aqui, heim? Tens toda razão. Não adianta arquitetar planinhos e querer que a vida seja nossa cúmplice nessa história. Ela simplesmente determina quando acha que as coisas devam acontecer e pronto, cabe a nós aproveitar ou não.

    Beijos.
    Deito nesse divã por um mês, posso?
    Rsrs...

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. - A flecha tem alvo certo:
    - É o coração partido
    - De uma corça que, decerto,
    - Derramou pranto sentido.

    - Que leve esta seta alva
    - Bálsamos confortadores
    - Unguentos de cravo e malva,
    - Aliviando as dores.

    - Permita-me o exímio arqueiro
    - Que um guizo feiticeiro
    - Eu prenda à haste da seta

    - Pra nossa corça ferida
    - Despertar pra nova vida
    - Tendo novo amor por meta.

    ResponderExcluir
  9. "As tristezas não foram feitas para os animais, mas para os homens; mas se os homens as sentem muito, tornam-se animais."

    Beijinho e um resto de vida cheia de alegrias.

    ResponderExcluir
  10. Meio enigmática, meio melancólica...
    Meio poética...
    Só falta um pouco mais de animação e alegria, vamos lá!
    Espero ver de novo as suas tiradas humorísticas e inteligentes!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Rê,

    Você tem razão, a vida se faz é agora, no presente. Pouco adianta a nossa programação, né?

    Esses encontros da vida são realmente fantásticos. Me elevam, me enlevam...

    Beijos

    Carla

    ResponderExcluir
  12. Viver cada dia como se fosse o último, mesmo que se acorde cheio de nostalgia.
    O nosso coração também tem direito aos seus dias, às suas coisinhas.
    Amanhã será um dia melhor! Porquê?
    Porque quando vieres ao meu blog, vais ficar logo bem disposta.
    Beijo grande, para uma grande mulher :-)

    ResponderExcluir
  13. Que lindo texto, bem acompanhado de belas fotos.

    ResponderExcluir
  14. Puxa, deu até vontade de sentar-me àquela mesa e ficar li, divagando.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Lembrei-me de uma canção que me dá revoluções por minuto no estômago: "tristeza não tem fim, felicidade sim..." Vê se pode??? Tristeza tem fim, sim senhor, e felicidade não: é um estado natural, só não percebe quem não QUER! Beijos.
    Amei as fotos rsrsrs

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget