Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

terça-feira, 30 de novembro de 2010

PAPO-BATE ou BATE-PAPO?


Estava concentrada no trabalho, mas por todo instante tendo que escrever a data de hoje me assustei e pensei. Hoje é o último dia do mês, penúltimo desse ano! Como passou depressa, quantas coisas aconteceram. Começo a ouvir...
- A mudança no seu ambiente profissional e na vida doméstica provocou excitação, entusiasmo, mas também a deixou inquieta, ansiosa e impulsiva sobre qual deve ser o seu próximo passo e para onde poderá conduzi-la.
- E você queria que eu estivesse me sentindo como??? Realmente não sei qual será o próximo passo... só que devo continuar a caminhar.
- Mantenha-se otimista à medida que procura a solução de um problema ou conexões importantes que podem ser encontradas por meio do contato social. É pouco provável que isso aconteça no seu ambiente social habitual.
- Otimismo... humhum. Como conseguir otimismo quando o tempo está se esgotando? Essas conexões podem ser via internet? Ela pode ser considerada um ambiente social não habitual? Se assim for, começo a ficar otimista.
- Se não pôde sentir o otimismo que esse mês lhe ofereceu, talvez você encontre certas emoções guardadas dentro de si. Talvez você esteja negando que está negando... E você não poderá fazer progressos importantes enquanto não se decidir a liberar esses sentimentos.
- Peraí... Tá vindo ensinar o padre-nosso ao vigário? Negação é um mecanismo de defesa “um processo pelo qual o indivíduo, embora formulando um dos seus desejos, pensamentos ou sentimentos, até aí recalcado, continua a se defender dele negando que lhe pertença” e é dele que estou me valendo?!?! Achei que depois de tantos anos de horizontal estivesse imunizada.
- A liberdade é sua temática, mas você nunca alcançará o seu “destino” se tiver demasiado medo de dar o primeiro passo. Tome consciência do seu medo e deixe que ele a guie – em segurança – por essa parte da viagem. Use essa emoção para aprender a diferença entre o que precisa e o que não precisa ser temido. É assim que a coragem (agir com o coração) e o bom senso se desenvolvem.
- Você está misturando conceitos muito complexos. Liberdade, destino, consciência... Devagar com o andor que mesmo não sendo santa, sou de barro!
- Mas então vamos considerar que você esteja expressando plenamente o seu entusiasmo, o seu senso de aventura e o seu otimismo. O que vai fazer com a sua liberdade?
- Posso cantar? Liberdade! Liberdade! Abre as asas sobre nós... E que a voz da igualdade
Seja sempre a nossa voz...
- Faça algo diferente. Essa não é uma época de limitações ou de intolerância. Afaste-se das velhas rotinas que não servem mais. Abra-se para o prazer da vida em toda a sua esplêndida diversidade. Todo mundo tem uma história para contar e um desejo a ser satisfeito, exatamente como você! Observe como as histórias dos outros se relacionam com a sua. Fique sempre atenta à sua intuição.
- Então é para que eu saia da tal zona de conforto (pensei que era lugar só da minha minina-ternura... quanta pretensão, hein???) e exercer meu livre-arbítrio! Se possível conhecendo pessoas, lugares e coisas novas... Sem medo das pessoas e das situações só porque elas são diferentes!
- Algumas atividades talvez dêem uma impressão de liberdade, mas, na verdade, nada mais são que hábitos.
- Bem apropriado para final de ano: abandone o velho, faxine a casa, abra-se para o novo. Quantos planos! A lista de propostas é sempre grande e quando chegamos ao final do ano percebemos que pouco foi concretizado... Mas há variáveis intervenientes que não estavam no planejamento!!!
- Tome consciência de todas as mudanças que aconteceram com você neste ano: você começa a se revelar um ser humano mais confiante, amadurecida... Tomou decisões em relação ao trabalho, à carreira, à sua identidade e tantas outras coisas.
- Será? Não foi bem assim! Ou foi? Aiiii, agora me deu mais um nó! E por falar em carreira, trabalho, pode ir embora, pois tenho que retornar à labuta diária. Já posso te desejar um Feliz Natal e um maravilhoso Novo Ano, ou pretende “Rê”aparecer nessa época?! (RR)

29 comentários:

  1. lá vem, lá vem o natal de mão dada com o ano novo. Lá vem, tudo de novo, ou será tudo novo de novo. Vem cá, que sozinha eu não consigo, venhamos e convenhamos que confusão danada esses últimos dias do ano, faxinar o interior, colocar algumas coisas fora ou será melhor mudar de vez? Você sabe a resposta? pq eu não sei.Você já vai? agora que comecei a embaralhar meus pensamentos com os seus. A ta bom vai lá, mas volta ta bom?
    Beijos Rê, adorei,acho até que me serviu de inspiração p/ escrever.

    ResponderExcluir
  2. fazer esse balanço é necessario neh amiga?
    Mas eu ando fracassando comigo mesma.
    Preciso melhorar.
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  3. Regis, passadinha rapida so pra dizer que to voltando...devagarim, pq fora de casa nada anda na rotina...causus e mais causus do nosso querido Israel.
    bjins
    eidia

    ResponderExcluir
  4. - Ah, ela-você com certeza vai reaparecer, mas é bom saber que vocês duas-uma sabem se entender. Eu de vez enquando me desentendo comigo mesmo, mas não passo dos xingamentos...
    - Boas festas pra vocês duas-uma... e abraços de nós dois para vocês.

    ResponderExcluir
  5. OLA MINEIRINHA DANADA DE SABIDA E ALEGRE ..

    OLHA QUE TENHO FEITO TANTAS REFLEXÕES.. DEPOIS DESSA MATURIDADE TENHO FICADO TÃO FELIZ COMIGO SABE??TENHO CONEGUIDO DAR O VALOR QUE AS PESSOAS MERECM E A SORVETER AS PESSOAS RUINS DA MINHA VIDA((NA SUA LINGUAGEM MINERIM SE SABE QUE É SORVETER??)))DERRETER TERMINANTEMENTE DA VIDA COISAS RUINS E FAZER DE CONTA QUE NUNCA EXISTIRAM SABIA??POIS É TIRO GENTE CHATA HIPOCRITA MENTIROSA...MATERIALISTA...SOVINA CHEIA DE RANCOR ASSIM COMO FAZ A FEITICEIRA MECHENDO O NARIZ RSRSRS..E DOU ESPAÇO PRA GENTE ASSIM COMO VOCE CHEIA DE LUZ DE AMOR PRA DAR DE CORAÇÃO LIMPO..TENHO CONSEGUIDO TIRAR SENTIMENTOS NOBRES DE DENTRO DE MIM COM GENTE QUE TINHA ATRITO NA FAMILIA...JA NÃO SOU DE GUARDAR RAIVA NEM MAGOA MAS AGORA ENTÃO ..DOIS MINUTOS JA CONVIDO QUEM ME FEZ FICAR BRAVA PRA IR TOMAR CAFÉ.RSRSRS TO MENOS POSSESSIVA COM AS PESSOAS MENOS MANDONA..CHEIA DE FORÇA PRA LEVAR MEU BANHO E TOSA PRA FRENTE E ESETE EU FIZ COM MINHAS PROPRIAS MÃOS PINTEI O LOCAL DECOREI ..E HOJE TRABALHO NELE A TODO VAPOR...RE EU TO FAZNEDO TUDO QUE ACONSELHOU NESSE MARAVILHOSO DIVAM DE UNAS ANOS PRA CA..E ESTOU ME SENTINDO BEM FELIZ MAIS AMADA POR TODOS ...SINTO ME EM PLENA JUVENTUDE NO ALTO DOS MEUS QUASE 50 ANOS..TENHO ATE ORGULHO DE TER QUASE 50 ANOS....HOJE ESTOU FELIZ ANIMADA ..AMADA TUDO...SE CONTINUAR AQUI VOCE ME PREOCESSA POR INVADIR ESPAÇO ALHEIO COMO FAÇO COM A CARLA E EM TODOS BLOGS DE BOM GOSTO E SÃO MUITOS ..BJS BJS BJS CHEGA FUI
    OTILIA

    ResponderExcluir
  6. Olá, Regina!
    Acabei de escrever um post que fala justamente sobre isso. Se soubesse que tinhas escrito, nem tentaria, pois o seu ficou bem melhor!
    Bjs!
    Rike.

    P.s.: o post "Aniversário", é pra janeiro. Não ficou louca não, estava apenas editando (vendo como ficaria).

    ResponderExcluir
  7. Querida amiga, excelente texto para reflexão. Beijocas

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  9. Olá Rê
    Ocê tá mentindo pra nós ! :)) Não é o Natal de 2010 :))... ainda "ontem" foi o de 2008 ! rsrs
    Um destes dias meu filho "disse que fez" 40 anos !... Estão a brincar comigo ! Não é possível! Ele nasceu há muito pouco tempo ! :) como é possível ?...
    Três filhos ??? ... Seis netos ???... rsrsrs ...
    Quando param de me tentar convencer que estou velho ?... Não estou, não senhor ! :)))
    ...estão todos a brincar comigo ! rsrsrs
    .
    .

    ResponderExcluir
  10. Hola Regina,

    es verdad!
    Como pasa el tiempo... casi estamos pasando al año 2011!
    Me gustó leerte.

    Saludos argentinos,

    Sergio.

    ResponderExcluir
  11. Rê R....
    Éhhh... passou né ? avuô... feito o tal cavalo da oportunidade que por nós passa diversas vezes deixamos de montar... tô vendo que ocê perdeu ele tumêm... ou caiu dele feito EU.
    Never mind... tantos deixaram porém não desistiram e assim "sêmos" Eu... jamé disisté muié... rsss

    Bejô
    Tatto

    ResponderExcluir
  12. Regina, agora foi a minha vez de não entender muito bem, mas, afinal, a mente humana cada um entende à sua maneira, né?
    Acho que, para cada pessoa com quem interagimos, somos uma pessoa diferente, e às vezes até para nós mesmos, dependendo da situação ou do nosso humor...
    Leitura recomendada: O Lobo da Estepe, de Hermann Hesse.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  13. Rê.... kirida
    Vortei pra mór di falá que vc num é aquilo cocê escrivinhou no coment em meu bróguinho... tontíca querida... rss

    Vejê lá no nhô Youtube que tem mais videozinhos meus que ocê vai DÔRÁ... eu juro.. rss

    Bejô
    Tatto

    ResponderExcluir
  14. Rê amada minha

    minha vida mudou este ano...mudei de cidade..de emprego..nem deu tempo de fazer novos amigos reais..mas eu fiz um montão virtual com esse blog que criei...
    Estou esperando 2011 com uma gana que voce nem tem idéia...
    Acho que teremos dificuldades..mas sinto-me animada..afinal Papai do céu nunca disse que seria fácil,mas ele também não disse que seria impossível..então: VAMO QUE VAMO

    beijocas

    Loisane

    P.S. de presente vou postar a receita da costela

    ResponderExcluir
  15. Rê minha amadinha,
    eu amo dezembro e um dos motivos vc já sabe pq!
    O aniversário é meu. A filha fez niver em julho!
    Amooooooooooooooooooooo fazer aniversário!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  16. Olá, RÊ!

    Bem interessante, inteligente e bem disposto o guião deste franco e aberto monólogo a dois, em jeito de inventário, em vésperas de fim de ano. Gostei de assistir, acho que o papel está lindamente representado - e os meus aplausos para a intérprete...

    Beijinhos amigos.
    Vitor

    ResponderExcluir
  17. Primeiro: adorei a foto nova no perfil. Tá com uma cara boa...
    Segundo: o tempo passa, o tempo voa e a Poupança Bamerindus continua numa boa. Lembra? O Bamerindus nem existe mais, com tantas fusões de bancos; e a poupança? Bem, esta já não anda muito numa boa...
    Você sempre conversa com 'eles' nesse diálogo um tanto 'fraternal'? rsrsrsrs Antes do ano apagar suas luzes eles voltarão para dizer alguma coisa, pode ter certeza. É sempre assim.
    Beijão, amiga. Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  18. Sua "divagadora" nossa...
    Que bom, ver vc no Balaio, pois vc já faz parte dele e do meu balaio coronário, cerebral e coisa e tal...
    Então, sobre o Léo, roube ele também, cê é boba?!
    A POESIA NÃO TEM DONO É DE QUEM NECESSITA DELA
    (assim falou Pablo Neruda em O Carteiro e o Poeta, quem sou pra discutir com Neruda...rs )
    A Milikitinha vai ficar só um cadim com ciúmes, coisas de pétala, mas, passa...rs
    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Re linda, olha tb andavas a refletir o tanto de coisas que planejei que sonhei para esse ano, mas como vc disse qd vamos fazer um balanço muita coisa ficou pelo meio, interminada as vezes nem começada, mas são os percursos da vida que as vezes nos levam por caminhos diferentes, mas que bom que temo a oportunidade e achance de ter mais um ano p sonhar, planejar e concretizar coisas planejadas ou não e que Deus nos abençoe...
    beijokas

    ResponderExcluir
  20. Olha, guria! Acho que preciso mesmo de um divã! Principalmente nessa época que se aproxima... Pois sou tomado por uma depressão tão feroz - por conta dos meus constantes fracassos - que só bebendo, tchê, só bebendo...

    Leva, pode levar o texto, fique muito à vontade! Não tem galho!

    E a propósito, quanto custa a consulta?

    Última observação: Meus textos não são auto-bibliográficos heim, hehe...

    (vai que essa mulher pense que o personagem sou eu, nossa mãe, o cara tri tarado por psicólogas - talvez ela esteja mesmo pensando...)

    (talvez, realmente, seja eu, embora eu pense que não - chega!)

    (...é porque tem lá aquele papo de subconsciente e coisa e tal...)

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  21. Rê... já inseri ... pode aperta o botão... câmbio !!.. rssss
    Bejô
    Tatto

    ResponderExcluir
  22. Rê querida, com essa correria toda são muitas as vozes que a gente escuta mesmo.
    É um vozerio dentro da minha cabeça que não pára mais...rsrs
    Ainda não caiu a ficha que já é dezembro...fim de ano...natal...ano novo...afff
    Não planejei nem minhas férias de janeiro, que já ta aí batendo na porta.
    Bom, pelo menos espero passar de ano e sem ficar de recuperaçao :P
    Beijão querida

    ResponderExcluir
  23. RÊ começamos a nos conhecer agora .. e eu estou gostando muito viu.. gosto desse bom humor que vc tem na pontinha dos dedos..
    assim te contar esse foi o pior ano da minha , tenho sofrido feito uma louca, desentendida por todos. e muitas chances passaram e não só pude perceber depois que passou. mas agora minha vida vai dar uma virada tremenda. confio em "Deus" peço orientação pra não fazer nada que arrependa e que 2011 seja maravilhoso que seja um ano que eu queira me lembrar e não um ano que eu queira esquecer como este que ainda perdura..
    um bjo no coração moça... e como diz Lois que adoro.. vamo que vamo né..

    ResponderExcluir
  24. Também estou otimista. Preciso faturar umas "platas" para pagar umas coisas e comprar meu Not. Acredito, vamos lá sorte!
    Vou ganhar!"!!!!!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  25. Rê ninguem merece....
    faltou "vida" ai .
    os dedos estão mais rápidos que a mente..
    hihihi desculpinha mas acho que dá pra entender o que eu quis dizer..
    bjo de novo..

    ResponderExcluir
  26. Regina,

    Penso que esse último mês de 2010 serve (e pra mim servirá) para avaliar como foi o ano. E este post me deu uma grande inspiração para fazer isso. Principalmente no que diz respeito a abandonar o velho. Sair da zona de conforto. Experimentar o diferente. Fazer diferente. Abrir-me para o novo. Esquecer os hábitos...

    Gostei muito do que você escreveu, e se me permite, vou guardar pra mim, para ler durante o mês de dezembro inteiro.

    Obrigada!!

    Beijos, Rê

    Carla

    ResponderExcluir
  27. Então queres sentar comigo eternamente na zona de conforto? Não! Não e não! Uma de nós duas deve estar longe dessa bendita coisa que nos faz caminhar e jamais sair do lugar.

    Saia do lugar e por favor me dê a mão!

    Beijos... Quietos.

    ResponderExcluir
  28. Oi Rê.. Eita blog recheado de coisas boas hein?
    Super me identifiquei com o que escreveu e olha que estava pensando justamente nisso tudo hoje antes de começar a ler...
    Bem que dizem que nada acontece por acaso..
    Beijinhos minha querida!
    Karin

    ResponderExcluir
  29. ô aninho cumpricado sô! mas cabou bem cabado...tô rezanu pra ele í si imbora logu! hehehe adoro mineirês...fiz um conto em mineirês pro meu próximo livro! Olha só Rê, querida, achei teu papo cabeça, sabe? aquelas coisas que a gente vai empurrando com a barriga e deixando pra depois? pois é, tá na hora da faxina! Interna, externa...jogar uns lixos fora, catar o que vale a pena e guardar bem guardado...acho que isso dá um bom post...vou falar lá na sexta feira...hehe cumé bão tê amiga teligenis ...beijos,

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget