Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

sexta-feira, 19 de março de 2010

CAGADA DE ARARA

Lá fui eu para a academia continuar minha saga: me manter na conserva (aos interessados leiam todos os outros posts também) e distrair minha cabeça. Em menos de dois minutos escutei um cleque, como se tivessem jogado uma pedrada na minha panturrilha. A dor é aguda e muito forte. Voltei prá casa, liguei para um amigo e colega lá do hospital e ele, ouvindo minha descrição do ocorrido, ordenou que fosse ao P.S. que a turma estaria lá para me receber. Numa segunda-feira, de uma semana cheia de grandes emoções era, realmente, o que estava faltando na agenda.
- Como é que aconteceu isso? Perguntou Ricardo.
- Você já viu uma conservada em cima de um step? Era euzinha, tentando manter as berinjelas, pepinos, batatas, abobrinhas, no lugar!
- Quer a boa notícia primeiro?
- Ué tem má também?
- Não vamos ter que operá-la.
- Endoidou ou bebeu às oito da manhã????
- Minha amiga (imaginem se fosse inimiga) você rasgou o tendão da sua panturrilha.
- E???
- Gelo local, perna para cima, analgésico e vou te dar sessenta dias de licença.
- Você bebeu! Licença de onde? Não tenho emprego não, sou eu, eu e eu fazendo.
- Não pode colocar o pé no chão, até porque não vai conseguir, e pelo menos essa semana VAI TER QUE FICAR EM CASA!
Voltei prá casa pensando: tô mesmo cagada de arara. Com tudo que já anda me ocupando, agora mais essa!
Quando a gente está acostumada a fazer tudo, sozinha, independente, é difícil ficar nessa posição de ter que pedir um copo de água, parada, aguardando e dependente... Lembrei de minha mãe, que fez questão de educar todas as filhas como se fosse aquele grito: Independência ou morte! Ah, mãe...
Com o passar desses dias, meu pensamento mudou. Quem sabe isso não é um treinamento para me tornar madame? Já imaginaram? De pernas pró ar, à toa, tendo um batalhão de gente fazendo por mim? rsrsrs Quem me conhece sabe: TÔFORA! Não combina comigo de jeito nenhum...morreria de tédio. Uma das coisas que me move, pela vida, é essa capacidade de imaginar, criar e executar. Deixo para os David Beckham da vida, esse luxo de ficar afastado do trabalho e com sua conta bancária recheada. Semana que vem, de muleta vou seguindo pela vida.

13 comentários:

  1. Você bem sabe que nada acontece por acaso. Mesmo sendo uma pessoa tão dinâmica, talvez essa seja uma interrupção necessária: você deve estar precisando de descanso mesmo, de verdade. E seu corpo, sábio como sempre, deu o ultimato.
    Também sou meio impaciente com essa história de ficar 'de molho', mas tive que aprender, a duras penas, quando fui operada para tirar o ca. O jeito foi 'relaxar e gozar' na boa, deixando os outros me mimarem um pouquinho, porque, afinal, sou eu quem vive 'dando colo'. Como você, amiga. E aprendi a fazer as paradas necessárias. Aprendi também que somos todos interligados e interdependentes - eu era cheia de discurso, mas na prática... Então, o quê é que tem eu não ser auto-suficiente o tempo todo?
    Curta esse tempo, Rê, leia muito, veja muitos filmes e continue postando muito, para nossa alegria. Superbeijo, Angela

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Regina.

    Aqui diriamos pisei em rastro de corno, rsrs mas vai passar, tudo passa. É só levar para o lado do estudo, deitada como madame você vai sentir talvez o quanto ociosa e improdutiva esta vida pode ser. Mas aproveita para descansar e recarregar as baterias, por que andar de muleta é um saco.

    Beijo e adoro esse humor um tantinho negro de hoje.

    Renata

    ResponderExcluir
  3. É aprendemos a nos virar pelo avesso...então talvez com alguma dificuldade mas tudo se ajeita, sorte por ai e muita paz.

    ResponderExcluir
  4. Amadaaaaaaaaaaaa!!!

    Arruma um "preto-véio" pra acender um "charutão" em cima da tua cabeça!!!...rs....Que "uruca"!!!

    Deixando de lado a brincadeira, se cuide, fique quietinha e faça o que tiver que ser feito. Com essas coisas não se brinca, viu?

    Não quero nem imaginar...a minha amiga...toda linda...malhada...e manca??????

    Nananinanão!!!....rsss
    (desculpe a brincadeira...é pra descontrair)

    Amada...
    Desejo que fique bem e que tudo se resolva de forma rápida e definitiva.
    Torço pela sua plena recuperação!

    Abraço carinhoso...
    Lia♥

    ResponderExcluir
  5. São fases, às vezes somos mesmo obrigadas a parar, é preciso procurar a parte boa da coisa ;-)

    ResponderExcluir
  6. Ângela,amada!
    Estou em linha direta com ELE: estava fazendo as lições tudo errado? É prá aprender a receber? A pedir? Então tá! Sou "nova" rsrs e vou aprender,até mesmo porque por conta da profissão, da família e amigos sempre fui assim: total disponibilidade, ajudando a todos, correndo daqui e dali...penso que é minha missão nessa vida. Mas agora...tô tendo que aprender esse outro lado da mesma moeda!
    Beijuuss n.c.

    Renatinha, amada!
    Você conhece o Domenico Di Masi, sociólogo italiano, que escreveu o livro " O ócio criativo"? Ele explica que o ócio criativo é uma arte que se aprende e se aperfeiçoa com o tempo e com o exercício. Existe uma alienação por excesso de trabalho pós-industrial e de ócio criativo, assim como existia uma alienação por excesso de exploração pelo trabalho industrial. É necessário aprender que o trabalho não é tudo na vida e que existem outros grandes valores: o estudo para produzir saber; a diversão para produzir alegria; o sexo para produzir prazer; a família para produzir solidariedade, etc. Então...da teoria tô tendo que colocar em prática. Breve me torno uma expertise rsrs
    Beijuuss n.c.

    Eiii Lisette! Seja muito bem vinda!!!
    Avesso, verso e reverso também rsrs. Volte sempre...vou adorar.
    Beijuuss n.c.

    Lia, moça linda de viverrrr, amada minha!
    Pooooode? Parece até piada rsrs mas o povo já trouxe sal grosso, arruda, velas de todos os santos, orixás e cia ltda rsrsrsrs E nem precisa imaginar essa amiga "conservada" assim naummmmm...enquanto estiver de madame é só alface e água rsrs!
    Beijuuss n.c. lindona!

    Rui, amigo amado!
    Panturrilha é a "batata da perna" rsrs E não se preocupe em perguntar sempre...eu também, quando leio os blogues de vocês, fico maluquinha rsrs Depois ainda dizem que falamos a mesma língua rsrs. Aliás, falamos sim: a do carinho, solidariedade, amizade e amor! OBRIGADA!!!!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  7. Olá Regina!

    Como diz o ditado: um mal quando vem nunca vem só, e agora bateu-lhe à porta. Se fosse aqui, aconselhava-a a ir à bruxa; mandar fazer umas rezas p´ro mau olhado ...
    E ainda bem que consegue tratar o assunto com todo esse sentido de ironia bem humorada; precisa para não desanimar - é bom vê-la assim, a dar luta!
    Mas, "não abuse da sorte"; veja lá, não vá complicar o que já de si não é fácil.
    (para dar conselhos, todos temos jeito - também já sabe ... e eu junto-me aos que já o fizeram- não leve a mal!)

    Beijinhos, as melhoras, e , tanto quanto possível,aproveite o lado "bom" da situação, e bom fim de semana!

    Vitor

    ResponderExcluir
  8. Meu bem, não tenho a menor dúvida: você VAI dar a volta por cima... de leve...
    Fica com Deus!
    beijinho

    ResponderExcluir
  9. vai mesmo dar a volta por cima, com todo esse optimismo e alegria que a caracterizam!Força aí!e aproveite para ser mimada...sabe muito bem ;)

    ResponderExcluir
  10. Um mudo chega ao pé de Jesus e pede-lhe que lhe dê a fala. - Vai ali para trás da Igreja e reza. O coxo ouviu, chega-se ao pé de Jesus e pede-lhe que o faça andar. - Vai ali atrás da Igreja e reza, com fé, deixarás as muletas! Lá foram os dois e puseram-se a rezar. Cristo fez as suas orações e passado um bocadinho gritou: -COXO! ATIRA UMA MULETA FORA!! O coxo atirou a muleta por cima do telhado da Igreja. -COXO! ATIRA A OUTRA MULETA FORA!! A outra muleta voou também para cima do telhado da Igreja. - MUDO!! FALA!!! - Ordenou Cristo. - O CO-XO CA-IU PRO CHÃO! - Gritou o mudo!

    Bjs e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  11. Convite
    O livro "Continuando assim...", foi maltratado...

    Resolvi por isso, e porque tanta gente não encontra o livro onde deveria estar (nas livrarias), recontar a história
    Lá no …. Continuando assim…

    Vamos em metade da história, o livro reescrito, não está igual (nem poderia!) ao que foi editado.
    Obrigada a todos os que vão seguindo ( pois só assim vale a pena).
    Um obrigada especial a quem ainda não conhece e chega de novo

    Mais uma reflexão em relação a todo este assunto, e um conselho, se é que me é permitido:

    --- quando vos pedirem dinheiro para editar as vossas palavras, simplesmente digam que não ---
    BJ
    Teresa

    ResponderExcluir
  12. Isa,amada!
    Posso lhe assegurar que Indiana Jones tá ficando no chinelo rsrs...
    Beijuuss n.c.

    Vitor,amigo amado!
    O que me ofereces não são conselhos...é carinho, amizade que não dispenso de jeito nenhum! Nem consigo imaginar o que seria de mim, nesses dias, se ao abrir o blog não encontrasse toooodos vocês aqui, torcendo e me enviando essa energia maravilhosa! Só tenho a dizer sempre: OBRIGADA!!!
    Beijuuss n.c.

    Zé,amado!
    Brigadim e queria agradecer em croata também mas naummmm sei...rsrs
    Beijuuss n.c.

    Isabel, minha diva, amada!
    A "força na peruca" tá que tá...tenho que ficar 100% pq ainda vou dançar salsa e o que mais vier aí com você e as outras divas rsrs. Me aguarde!!!!
    Beijuuss n.c.

    Êita Manuel, amado! Ri agora até me fartar...OBRIGADA!!! rsrsrsrsrsrs
    Beijuuss n.c.

    Teresa, seja muito bem vinda! Assim que puder aceito seu convite e vou te conhecer e entender melhor do que se trata.
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  13. Sabe aquela história do copo meio cheio/ meio vazio? Tudo depende da perspectiva. A otimista sempre e bem humorada sempre leva vantagem. Força!

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget