Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

domingo, 14 de março de 2010

TÔDENTRO OU TÔFORA?


Recebi esse anjo de um amado: Vicente. Fazemos parte de uma grande comunidade, e como andei afastada, ele insistiu com tanto amor e mimos que partilhei com ele o que venho passando nessas últimas semanas. Era sábado e tinha muitas coisas a fazer pela manhã. É o dia que fica reservado para as compras da casa, levar estragados para o conserto, presentes para os aniversariantes, cozinhar algo diferente e poder almoçar sem correria. Entrei para tomar uma ducha rapidinha e despertar assim para os prazeres. Ensaboando meu corpo senti algo estranho em minha mama esquerda... Apalpei daqui e dali e aquele era, definitivamente, um estranho no ninho. As lágrimas começaram a rolar e por mais que minha razão dizia para ter calma, minha emoção desesperada gritava mais forte. Pensei tudo confuso, embolado mesmo: acabei de fazer meu controle anual... sou tão nova... meus filhos... meus pacientes oncológicos... os ingredientes especiais que tinha que comprar para o almoço... ontem minha mama estava normal... mãããeee cadê você para me acalmar e me dar colo?... meus amigos e familiares que nesses últimos dois anos vem enfretando essa maldita doença! Mãe, existe alguma doença que é bendita? Perguntou meu filho, numa dessa ocasiões que estava tristíssima, ao saber que um primo enfrentaria toda a parafernália quando descobriu, ao fazer a barba, um c.a. de garganta. Não filho, nenhuma doença é bendita. Chamo-a de maldita porque é  uma doença traiçoeira, silenciosa, que contraria qualquer "lógica". Por mais verbas e institutos de pesquisa destinados a seu estudo, avançamos muito pouco em relação às técnicas, tratamentos e cura, se compararmos às outras doenças.
Saí do banho, respirei fundo e pensei: calma, muita calma nessa hora. Bico calado - de nada adiantaria alarmar meus amados - e na segunda ligo para o meu médico. Estava dolorido, avermelhado, sem secreção e de quando em vez latejava, me lembrando a todo instante, que esse E.T. tinha se instalado, sem ser convidado, no meu corpo! Nessas horas esquecemos tudo, tudo mesmo que aprendemos, e somos sós com nossos devaneios, medo e tristeza.
Chegada a segunda-feira, telefonei e ouvi:
- Regina, não estou entendendo seu pessimismo. Isso não combina com você e até parece que você não sabe: câncer não dói.
- Sei nada mesmo não! E se combina ou não comigo, deixo isso para as revistas de moda e programas fashionistas. Vá à m.... (Tenho essa intimidade com ele, pois antes de ser meu médico é meu primo amado. Salvador além do nome já salvou minha vida,mas isso é outra história).
Prescreveu antiflamatório e de imediato mamografia. Putz, com a dor que sentia, fazer hamburguer de mama não ía ser brinquedo nãããooo! (continuo amanhã)

13 comentários:

  1. Essa nuvem paira sobre todas as mulheres...todas nós temos medo de um dia sentir esse caroçozinho de que tanto falam...
    Mas como diz seu médico..nada de pessimismo! Não vai ser nada!!;)
    A Rê é a que nos dá sempre muita força e energia, por isso agora a nossa vez:daqui de POrtugal um enorme abraço recheado de boas energias.....sentiu??um beijão!!

    ResponderExcluir
  2. Olá Regina!

    Em matéria de saúde, ou - melhor dizendo - da falta dela, homens e mulheres têm cada um os seus fantasamas próprios, consequência da anatomia com que foram brindados.E, chegada a altura, quando a nós nos toca, tudo o que sabemos sobre o assunto parece não nos servir de muito para nos tranquilizar - ficamos "acagaçados" .E lá temos que recorrer ao "nosso salvador" para nos tranquilizar.Confie no seu, e acredite que tudo não passa de um grande susto, vai ver.Não desanime, tá bem?

    Um grande abraço, e ficamos à espera de ouvir as boas notícias!

    Vitor

    ResponderExcluir
  3. A esperança é um alimento da nossa alma, ao qual se mistura sempre o veneno do medo.

    (Voltaire.)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Neste momento e até ver tudo esclarecido, acho que pouco ou nada posso dizer para a sossegar, no entanto já passei por um susto semelhante e por acaso não era nada, mas demorou a saber e nestas alturas, ninguém nos consegue aliviar da angústia, de não saber o que vai acontecer.
    beijinhos e há-de correr tudo bem

    ResponderExcluir
  5. Bom , há pouco não vi aquela parte que informa:
    =amanhã continuo.
    Fiquei preocupado e pareceu que nos faltava também a conclusão final.
    Beijinho e que esse susto já tenha terminado.

    ResponderExcluir
  6. Nestas alturas é sempre complicado saber o que dizer, senão que tenha esperança, que tudo há-de correr pelo melhor. Fico ansioso pelo próximo post e pelas boas novidades que espero encontrar na sua escrita. Tudo de bom, amiga.

    ResponderExcluir
  7. Popará amiga. Trop de bruit pour rien...você verá. Aprendi a não sofrer antes da hora. Trate de aprender também. Vale a pena.
    bjins
    eidia
    http://www.oquevivipelomundo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Menina,
    Como diz sua amiga Ieda..... o melhor é esperar e não sofrer por antecipação. Sem sombra de dúvida é um grande exercício e, com certeza, vale muuuuuuito a pena!
    Beijos,
    Paty Amada

    ResponderExcluir
  9. Olá , querida Regina! Com este seu SORRISO LINDO E CONFIANTE VOCÊ TENTA "" CONFIANÇA "" NO "" MELHOR "" POIS "NOSSO PAI " A ESTÁ PROTEGENDO NESTE MESMO INSTANTE. Grande abraço, com carinho e muita energia POSITIVA DO AMOR INCONDICIONAL, da Mel

    ResponderExcluir
  10. Rê,é domingo, 21:43. Já ia sair do PC. Então resolvi ler seu BLOG, antes!O Anjo me chamou atenção.Calma.A procupação existe, mas a sua força e a FÉ também. Voce está amparada! Aguardo noticias. Bjs fraternos de diamantes coloridos!
    Miraci

    ResponderExcluir
  11. Regina, querida!

    Estou aqui, torcendo por você!
    Tudo vai dar certo, tenha FÉ!

    Fico no aguardo de novas e boas notícias...

    Abraço carinhoso

    Lia♥

    ResponderExcluir
  12. Tenha fé somente e o resto Deus fará por voc~e,tudo dará certo,positivismo sempre!Beijos;*

    ResponderExcluir
  13. Meus Amados, todos!
    Não tenho vergonha de dizer que estou com medo, estou. Não perco minha fé de jeito nenhum e de nenhum jeito...fiquei meio brava, chateada com ELE, mas já fizemos as pazes rsrs. ELE já está acostumado com esses rompantes bobos de SEUS filhos. Não sou de "matar peru de véspera" naummm, mas a pre-ocupação existe e tenho tentado somente me ocupar...o que não tem sido fácil. Quando resolvi partilhar com vocês é por saber e sentir que recebo essa energia de AMOR, POSITIVISMO de todos que já me conhecem um cadim. E nessas horas, vocês nem fazem idéia como é acalentador receber esse carinho! Então meu OBRIGADA a vocês: Isabel, Vitor, Manuel, Isa, Luis, Miguelito, Ieda, Patrícia, Mel, Miraci, Lia e Thaís, AMADOS MEUS!!!
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget