Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

sexta-feira, 5 de março de 2010

VIAJANDO NA MAIONESE

Ainda meio sonolenta, com o toque da aeromoça em meus ombros, olho pela janela do avião e, por alguns instantes, penso que caímos! As águas mais límpidas e os azuis do Oceano Índico estão - perigosamente - tão próximos que pisco, várias vezes, para me certificar de que aquela visão é real. Mesmo para um anjo, aterrissar na República das Maldivas é coisa de outro mundo...
Chegando a Male, capital, vou direto ao Mercado do Peixe e, encantada com o entardecer, observo a chegada das dezenas de barcos repletos de atuns. Nem o movimento das embarcações, nem as negociações frenéticas atrapalham o que de melhor estou praticando desde que cheguei: a doce arte de não se fazer nada e, diga-se de passagem, fazendo muito bem feito!
Na manhã seguinte, munida de máscara, pé-de-pato, snorkel e um alegre instrutor local (não tem como não ser assim nesse paraíso), percorro os recifes do atol Huvadhu Sul, um dos vinte e seis existentes nas Maldivas, vendo anêmonas, esponjas, estrelas do mar, ouriços, tartarugas verdes, peixes coloridos, corais majestosos. Areias hiper brancas, alguns coqueiros, sol, aquelas águas mais límpidas - de visibilidade “divina” - me dizem que, de fato, estou num cenário celestial esculpido pelas mãos delicadas da natureza e criadas por D’US! Lembro, nesse momento, da primeira vez que li a respeito desse minúsculo país e as fotos que me sugeriam uma bem feita montagem, pois era impossível existir um lugar assim...

Sorrio, pensando que o ser humano é realmente engraçado: nunca está 100% satisfeito e como é incrédulo!
Anoitece. Uma noite muito clara, mais que as normais. Uma brisa morna sopra suavemente. O céu está coberto por inúmeras e brilhantes estrelas. Os únicos sons vêm das ondas do mar. Sentada num banco próximo da praia, envolvo-me na busca de palavras para traduzir não só o que estou vivendo, mas também o que é, afinal, este lugar paradisíaco, fantástico, encantador, lindo, magnífico, estonteante, deslumbrante, inacreditável, perfeito, um sonho. Não adianta, é mesmo impossível evitar lugares comuns quando todos os conceitos do que é um paraíso estão ali, bem na minha frente. De repente, um barulho horrível me faz estremecer! Confusa, ainda meio sonolenta pisco várias vezes e vejo o despertador que, além de me avisar que já estava atrasada em plena sexta-feira, arranca-me, sem aviso prévio, do paraíso... Sem, contudo, tirar-me a eterna capacidade de sonhar!


15 comentários:

  1. Verdade ou mentira ?
    Esteve lá ou apenas sonhou ?
    Assim não vale, coisas tão belas só para alguns.
    Já me enche de satisfação pequenos sonhos na realidade de todos os dias.
    Ufa...! Bom demais....

    ResponderExcluir
  2. Com um sonho desses não apetece mesmo acordar. Verdade ou mentira, o importante é mesmo essa nossa capacidade de sonhar. Bem haja. Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Eu sabia que a crise económica não tinha feito tanta mossa no Brasil, como cá, agora estou a ver que até nos sonhos entrei em défice ;-)

    ResponderExcluir
  4. Eiii Luis,amado!
    Já fazem 16 anos que comecei a sonhar com as Ilhas Maldivas... Quando li uma reportagem sobre elas, não imaginei que pudesse existir lugar assim nesse nosso planeta. Continuo sonhando...um dia, quem sabe, concretizo!
    Beijuuss n.c.

    Miguelito, duplo anjo, amado!
    É isso...sonho sempre, todos os dias e tento realizá-los na medida do possível. Esse, ainda é sem medida! Carerérrimo para os meus bolsos rsrs. É o meu TOP de SONHO DE CONSUMO!
    Beijuuss n.c.

    Isa, amada!
    rsrsrs Se nós brasileiros não tivéssemos essa capacidade, de driblar todas as crises financeiras, rebolar, pular miúdo, estávamos ferrados!!! Pelo menos nos sonhos não nos cobram impostos (ainda).
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  5. Era bom, mas acabou-se !... :))
    ... e o despertador ficou inteiro, ou foi atirado contra a parede ?
    Há sonhos que não deviam acabar e que são invariavelmente interrompidos na melhor altura ! rsrsrs
    Devíamos poder ligar e desligar o interruptor dos sonhos, não era bom ?
    Não custam dinheiro, não precisamos de estar de férias,... porque será que só “aparecem” de vez em quando e não quando queremos ?

    Um Beijão, Rê . Pode ser que surjam outros ainda melhores ... rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  6. Olá Ré,
    Pareceu tão real!
    Se em sonho é assim, imagina...
    Desejo-te essa concretização merecida.
    Um óptimo fim de semana e tempo para descanso e retemperar.
    Kandando a atravessar tanto mar...

    ResponderExcluir
  7. Olá Regina!
    Já aqui tinha estado e deixado um comentário, que afinal não está; ou se calhar não deixei, embora o tivesse escrito, que era mais ou menos assim:

    Acordar no meio dum agradável sonho devia ser proibido, e muito mais por um despertador barulhento!
    Sonhar com as Maldivas não paga imposto e fica mesmo muito mais barato do que ir até lá, tão longe no mapa ... e também do bolso! Mas, quem sabe? Talvez um dia...

    Beijinhos; bom fim de semana!
    Vitor

    ResponderExcluir
  8. É bom parar de falar que sonho não paga imposto, poiS o governo pode criar a Sonhobrás ou cobrar pedágio ou os dois.
    Mas que o lugar é muito bonito, isto é verdade.
    Chérie, tenho duas dicas para você conseguir viajar para lá: ganha na loteria ou se elege deputada(credo).
    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Rui, amado!
    Jogar o despertador contra a parede até dá vontade, mas seria um "prejuízo" e não resolveria meu problema rsrs.
    Beijuuss n.c.

    Kimbanda, amado!
    Eu agradeço muiiito as boas intenções, mas essas ilhas são do outroooooo lado do mundo e realmente, é caro com força ir prá lá... Mas não desisto, continuo sonhando...enquanto não acontece vou tentando conhecer outros lugares mais accessíveis e que também são muito lindos. Esse nosso planeta é grande dimaiiiiissss!
    Beijuuss n.c. do lado de cá do Atlântico, sem escalas.

    Vitor, amado!
    È por conta disso que já fazem 16 anos que vou sonhando com elas...
    Beijuuss n.c. e um ótimo fim de semana prá vc tb!!!

    Ah nem JC! Sonhobrás??? Só de imaginar me dá enjoo rsrs Ganhar na loteria seria uma ótima, se pelo menos eu jogasse rsrs... agora, deputada...só se fosse prá escrachar, ainda mais,com aquela cambada de f.d.p.! Num aguentava nãããooo, amado!
    Beijuuss n.c.
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  10. viajar....há coisa melhor? tanto fisicamente como espiritualmente...permite a evasão da rotina, alegrando nossos dias com descanso, cultura e paisagens paradisíacas!
    tudo isto enchendo nossas cabeças de boas vibrações e recordações!
    maldivas..quem dera....
    bjjjjjjo

    ResponderExcluir
  11. Isabel, diva, amada!
    Estava com saudades de vc, aqui, moça! Como já escrevi, viajar prá mim é alargar horizontes e como dizia um autor cujo nome não me lembro agora: "Voyager c'est pendre un chemin sans jamais savoir où on va", Viajar é tomar um caminho sem saber aonde ele vai nos levar.
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  12. Tou sempre atenta!;)

    o que é certo é que dessas viagens se traz sempre uma bagagem muito maior do que a que se leva....
    tanto a bagagem-mala/saco,:) como especialmente a cultural.bjo

    ResponderExcluir
  13. Sonhar é um dom dos que como eu não podem ou não sabem viver de outro jeito, e esse seu sonho me levou a sonhar também...é tão doce o seu sonhar que vou embarcar neste sonho.

    ResponderExcluir
  14. Pois então Armalu sonhe sempre. Achei bacana você cair nessa postagem tão antiga rsrs...até eu tinha me esquecido desse sonho...é que tenho tantos rsrs
    Beijuuss n.a.

    ResponderExcluir
  15. Rê, só agora chego até este post, trazido por um comentário teu sobre a foto no eu blog...
    Mas, me fizeste feliz (e com inveja) por saber que fostes a este paraíso!
    Juro que gelei quando comecei a ler...
    Mas, você, como sempre surpreendente, estourou a minha bolha de sabão!
    Que pena! Tinha que voltar a dormir, para tentar voltar para o sonho!
    Mas, já tentei isso e não dá certo...
    Abração!

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget