Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

domingo, 9 de janeiro de 2011

DOR DOÍDA

Ela chegou com os olhos marejados e seu bom dia foi quase sufocado pelas lágrimas que já pingavam. Jogou-se no divã e soluçou:
- Amor é sentimento reciclável?  Mercadoria que se troca, como troco de calcinha diariamente?
É estação que muda de rumo, que encontra forma e lugar de ser alimento para um novo ciclo?
Me diz! Estou ficando louca ou essa história de dor de amor a gente cura com outro amor é – realmente – verdade? É eterno enquanto dura e depois duramente agüentamos o fim?
Amor é sentimento. E sentimento é um dado da natureza. Impõe-se a nós. Frente ao amor, cabe-nos constatação. Por isso o amor não delibera. Nem seu início, nem o fim. De forma que não podemos estar obrigados a amar. Constrangidos a amar por algum imperativo.
Assim, a mãe se desespera porque seu filho não quer comer.
- Você tem que gostar de verdura!
Releia Kant, mamãe. Posso ter que comer verdura. Mas ter que gostar de verdura? Não é possível.
Desta forma, quem age por amor não age por moral. Porque amar é manifestação da natureza. E moral é o resto. É do que precisamos quando a natureza não responde. Para quando não há amor.
Os amantes parecem querer tudo. De um lado, não abrem mão da paixão. De sentimento. Mas só esse, sairia na urina. É fugaz como o corpo que sente. E se impõe ao amante. Não queremos ser amados só por um instante. Nem como uma manifestação da natureza não deliberada ou endossada por quem sente.
De outro lado, os amantes também não abrem mão da opção de terem sido escolhidos. Da autonomia da escolha. E da eternidade. E nada disso combina com sentimento. Tem a ver com amor prático. Com boa vontade, para quando o amor falta. Os amantes, então, querem tudo. Que amemos com paixão e com liberdade. E por esperarem tanto, acabam não desfrutando do que têm. (RR)

26 comentários:

  1. Amor é um sentimento cheio de misterios,,,é tão bom sentir,,,a gente fica leve,,,solto,,,rindo sabe se lá de que,,,mas tambem quando vira a moeda,,,dói, machuca, perde o chão, pesa tudo,,,um dia talvez iremos entender o amor,,,ou não,,,sei lá,,,,beijos de boa semana pra ti.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Regina!
    É uma coisa que eu gostaria muito de saber, por isso me deito tanto aqui nesse belo divã!

    ResponderExcluir
  3. Rê,
    É tão difícil pra mim ...
    quantas vezes tentei fugir, me esquivar, me proteger. E quantas tantas eu sofri, me desesperei, não esperei ...
    Ainda estou tão longe de saber lidar com ele, tão imatura nesse aspecto.

    Obrigada por suas palavras.


    beijos

    ResponderExcluir
  4. - Não há amor racional, mas é possível - até certo ponto - raciocinar sobre o amor. E para isso é preciso não estar sob o domínio dele.
    - Brigado... prefiro estar apaixonado a explicar o que é o amor...
    - Alguém aí tem um glossário de expressões elogiosas? de preferência um bem grosso, pra dar com ele na cabeça dessa mulher maravilhosa!
    - Abraços, minhas inspiradoras. Pares, é claro...

    ResponderExcluir
  5. Que frase libertadora...

    'Desta forma, quem age por amor não age por moral. Porque amar é manifestação da natureza. E moral é o resto. É do que precisamos quando a natureza não responde. Para quando não há amor.'

    Não podemos ser obrigados a amar, constrangidos a amar...
    Mas, precisamos ter sabedoria para amar... Ai, falar de amor é algo maravilhoso, como essa reflexão que voce fez... Uma verdadeira lição, se é que podemos dizer assim. PERFEITO, PERFEITO
    LEMBREI DE UM TEXTO ESCRITO POR KARL MARX,O LI QUANDO TINHA 13 ANOS E NUNCA MAIS ESQUECI....
    'Se amais sem atrair amor, isto é, se o vosso amor é tal que não produz amor, se através de uma expressão de vida, como pessoa amante, não fazeis vós, pessoa amada. Então, o vosso amor é um impotente, é um infortúnio.[ jovem Karl Marx-apaixonado e não correspondido]

    Regina, todas a formas de congratulações de elogios para voce. AMEI ESSE POST.

    ResponderExcluir
  6. E entre encontros e desencontros, desse louco amor, a gente vai vivendo..
    Amei cada palavra Rê!!
    Ainda mais hoje que to desencontrada de tudo..rsrs
    Beijo grande

    ResponderExcluir
  7. Regina felina, como Ícaro, ou Fernão Capelo Gaivota, sempre se aventurando, mergulhando no imponderável, buscando explicação para o inexplicável, tentando definir o indefinível.
    Como agora, divagando sobre a natureza fugaz do amor.
    O fruto de toda essa busca tem sido bom para os seus leitores!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Simone diz (11:07):
    Opa
    to babando num texto da Regina

    Vim ver o que tinha de tão especial nesse texto... Ops! Que maravilha, heim? Ainda que eu ande em árduo processo pra me desvincular desse sentimento tão causador de dissabor.

    Sei, é tolice. O amor vem quando nem esperamos, quando não buscamos. Mas ando querendo distância dele... Ora!

    E quem disse q consigo?

    Como diz Carlinhos Brown na música "Tantinho", que amo, "se é ilusão desligue a razão
    Pra bater feliz meu coração"...

    Não repare as palavras desconexas. Estou sob o efeito da cerveja que estou compartilhando com Simone, eu de cá, ela de lá... Celebrando à amizade.

    Beijos a ti!

    ResponderExcluir
  9. É pra tirar o chapéu, perder o fôlego - por ler de-uma-vez-só - e abençoar esse divã...

    Amor não combina com razão, ponderação ou direção. Ele nos toma, mantém refém do palpitar o coração e, bem cuidado, pode ter a duração da eternidade - ou infinito enquanto dure, como disse o Poetinha...

    Tanto a se dizer sobre o amor, no entanto, basta senti-lo para que exista - e seja perfeito!

    O "tom" do Divã está mudando um cadim, né não irmiga minha??? tô adorando...
    Um super bjo procê!!

    ResponderExcluir
  10. Regina, Amor é fogo que arde sem se ver:
    é uma ferida que dói e não se sente..
    é um encontro ou desencontro;
    é dor que dói sem doer.
    É fogo que arde e faz arder...
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  11. Regina,
    Obrigado pelas palavras carinhosas no sabor da letra.
    Voltei aqui e encontrei esse lindo texto que me falou profundamente. Já amei muito e espero jamais perder essa capacidade, seu texto me lembrou uma música que diz:"amar sem medo de outra desilusão" e um livro que indico:"amor líquido" de Bauman Zygmunt.

    http://sabordaletra.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Amar é um coisa complicada
    Quem acredita que te ama diz toda hora "te amo"
    E você em muitas vezes repete por gentileza.
    Sei lá, amor é estranho
    Quantas pessoas que afirmam que amam vivem a chorar?
    São tantas... Dá pra acreditar?
    Amor é doença?
    Vejo tantos ciúmes e gente que diz que matou por amor.
    Sei lá o que é amor.
    prefiro o sexo
    Esse as vezes dói
    Mas de prazer.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Rê, complicado esse tal de amor. Porque cada um entende de um jeito, de acordo com sua 'falta'. Aquele amor despido de qualquer expectativa de preenchimento é difícil de encontrar. Nós é umano, nós herra. A gente acaba exigindo aquilo que o outro não tem para dar, ou não querendo dar aquilo que o outro exige. Complicado! Vai entender... Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Que sentimento tão complicado de descrever!

    ResponderExcluir
  15. Arrufos de amantes, renovação do amor ...

    Beijinhos e boa semana.

    ResponderExcluir
  16. AMOR É A COISA MIAS BELA E DOÍDA AO MESMO TEMPO..SE ESTAMOS FELIZES SOFREMOS POR MEDO DE FICAR TRISTES DEPOIS..SE ESTAMOS TRISTE SOFREMOS POIS LEMBRAMOS DOS MOMNTOS FELIZES..E QUANDO UM AMOR VAI EMBORA QUE ESSE IDIOTA DO CEREBRO SO LEMBRA DAS COISAS BOAS.FALA SE´RIO RE...UMA EPOCA EU E MEU MARIDO TIVEMOS UMS CRISE E FICAMOS MEIO QUE SEPARADOS...POR UM TEMPO ATE MESMO PELO TRABALHO DELE..EU SO LEMBRAVA DAS COISAS BOAS E ELE DISSE QUE TAMBEM ...PARECE QUE AMOR EMBURRECE A GENTE..EMBEBECE A ALMA DE BOBIÇA NO DURO...MAS O QUE SERIA DE MIM SEM AMOR SEM AMAR ..MESMO SENTINDO AQUELE FRIO NA BARRIGA..UMA LEVE FADIGA NOS MOMENTOS DE TENSÃO QUE O AMOR SEMPRE NOS DA É BOM AMAR ..E MELHOR LEMBRAR DE UM AMOR QUE NÃO TER NADA PRA LEMBRAR..
    EU AMO AMAR...
    BEIJOS
    OTILIA

    ResponderExcluir
  17. Trem doido é viver não é mesmo minha amada amiga?!!!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  18. A gente tem livre arbítrio para tanta coisa, né mesmo?! E, no entanto, não podemos escolher quem amar, quando amar, por quê amar, como amar, por quanto tempo amar... No final das contas, é impossível fazer o coração da gente mudar de ideia.
    Simplesmente, amei tuas palavras!

    ResponderExcluir
  19. BEijo super carinhoso de bom dia,,,otima semana cheia de paz e muita poesia.

    ResponderExcluir
  20. "A sarna de um cão se cura com o pelo de outro cão" (especialmente quando se chega ao ponto de ser feito - em pelo).
    "Só é eterno - quando se é eternamente louco".
    "Só se ama, quando tem falta de amar".
    "Os amantes só são bons amantes quando o vivem na transversalidade, mesmo na corda bamba" (senão são amantes normalíssimos).
    ***
    Que nada seja feito por obrigação nem na base do desespero!
    Que tudo seja natural, como beber um copo de àgua.

    ResponderExcluir

  21. Hoje consegui acessar a net e passei por aqui para te agradecer pelo carinho e pelas preces. Que Deus a cubra de bençãos minha amiga! OBRIGADA! Bjssssssssssss

    ResponderExcluir
  22. Querida e amada Rê.

    Amor chega sem se esperar de onde e como.
    Toma conta e nem vale a pena querer dominar o dito.
    Amor é sentimento rebelde mesmo.
    Não é assunto que se descreva e, é coisa única em cada ser.
    Tal como amar alguém que nem sequer ainda vimos, somente ouvimos ou lemos, acompanhamos e nos vamos enamorando.
    Tem amor que não entrou pelos olhos a dentro, através de uma primeira impressão que vem do que se vê, pela atracção.
    Amor tem várias vestes e formas e não liga a invólucros.
    Amor é uma coisa de dentro para fora e que de olhos fechados se sente.
    Amor se dá, mesmo sem querer, amor se recebe e nos faz sentir gente.
    Amor não é o que se vê, é o que se respira e sente.

    E estaria aqui uma eternidade a falar de amor,
    porque dele estou repleto e cheio, não me cabe no peito, porque amo e, amar é emoção que não tem freio.

    Maravilhoso texto o teu, só possível escrever, por quem é tão simplesmente... AMOR.

    Beijo e kandandos meus a atravessar tanto mar...

    ResponderExcluir
  23. Querida amiga

    Penso que amor é algo
    tão precioso de ser vivido,
    que impossível trocá-lo por outro,

    Porém muitas vezes chamamos de amor,
    o que amor não é.
    Assim sofremos
    e fazemos sofrer...

    Que sempre haja tempo para os sonhos
    em tua vida.

    ResponderExcluir
  24. Tudo dura o tempo que precisar....beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  25. Deita-me nesse divã.
    Puxa por mim.
    Eu acho que você me hipnotiza.
    ...
    Tanto... que não paro de postar,
    comentando os comentários,
    as postagens,
    cá com uma falta de postura.
    ...
    Ah! Como eu sou babaca mesmo!

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget