Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

sábado, 1 de janeiro de 2011

EVERSON RUSSO


Poeta é um ente que lambe as palavras e depois se alucina.
  No osso da fala dos loucos têm lírios”. - Manoel de Barros
De Russo só o sobrenome. É brasileiro, é mineiro, é poeta.Poetas são seres especiais. Diria que possuem certa magia quando escrevem. Não sei nada de poesias nem poemas. Só sinto que os poetas transformam as emoções - vividamente sentidas - em sonetos, versos com as tais métricas ou livres de rimas.   
"Os poemas são pássaros que chegam
não se sabe de onde e pousam
no livro que lês.
Quando fechas o livro, eles alçam vôo
como de um alçapão.
Eles não têm pouso
nem porto
alimentam-se um instante em cada par de mãos
e partem.
E olhas, então, essas tuas mãos vazias,
no maravilhoso espanto de saberes
que o alimento deles já estava em ti" Mário Quintana
Tive o deleite de fazer-me amiga e perseguidora há pouco tempo. Não tenho lá muita intimidade, mas também não sou de Drummond, Barros, Pessoa ou Quintana...E nem por isso deixo de amá-los!  Everson tem, não seguidores, amigos fãs! Na última terça-feira, solstício de verão, foi numa luz brilhante e cheia o que vi em seu blog. Autorretrato. Muitas outras vezes, pedi emprestado seu poema para enviar para algum amado que, pensava eu, iria degustar daquelas emoções. Poesia nas linhas, desalinhadas ou não, de cantos e prantos. Preciosidades escondidas nas fibras da alma.  Não tenho essas palavras para assim “definir” a loucura que sou quando, em versos, sinto os poetas. Nem mesmo para desejar, o que não cabe em meu coração, nesse natal que hoje ele comemora. Ah palavras escassas, faltantes que me escapam... Não poderiam se fazer PRESENTES pelo menos hoje? Já que não aparecem, uso e abuso das do aniversariante:
O poeta não finge
Ele nunca mente
Ele tem uma visão diferente
Vê cores ainda não inventadas
Descobre versos onde não tem rima
Tem uma percepção diferente de mundo
Sofre como qualquer um
E faz disso um mar de emoções
Chora como menino
E cada lágrima vira uma estrela
O poeta deseja com a mesma força
De um vulcão em erupção
Tem medos do mais profundo coração
Desejos que nem a alma explica
O poeta vê numa árvore todo o verão
Decifra do cinza do outono
Todas as dores do coração
Encontra numa simples gota de chuva
Que desesperada rola pela janela
A mais profunda emoção
Num jardim imenso de amor
Ele descobre qual é a mais bela
E a mais perfumada flor
Enxerga nos olhos da menina
Toda dor da ilusão
E oferece água cristalina
Da fonte de amor que nasce no coração
Portanto, nos caminhos da vida
Mente quem diz que o poeta mente
Finge ser feliz quem chama de fingidor
Aquele que nunca consegue
Mas que tenta decifrar os mistérios do amor
O poeta não finte
O poeta não mente
Ele desenha o mundo real
Com a loucura que sente. (Everson Russo)
NATAL FELIZZZZ, mininu-poeta, amado nosso!

P.S. Deixo aqui mais uma vez o meu OBRIAGADA ao Tatto,  Xipán Zeca,Peludim amado, artista "phodex" de muitasss artes...Uma delas a amizade generosa que doa para essa Rêzina da Grória de Jacarandá. Foi ele, poeta, que fez essa arte procê!

19 comentários:

  1. Querida amiga Rê,

    Não posso prometer-te 365 dias de sorrisos...
    Mas prometo-te que quando o sorriso não ilumine o teu rosto, aí SIM..., mais do que nunca estarei a teu lado...

    FELIZ ANO NOVO!!!

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. Feliz aniversário ao Everson e Feliz Ano 2011.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. - Regina, bom dia novo, bom mês novo e bom ano novinho em folha.
    - Lindo post. Iniciei um comentário, mas o assunto começou a esticar tanto que resolvi transformá-lo numa pequena crônica, que pretendo publicar ainda hoje nos Sete Ramos.
    - Abraços e beijos novos, mas ainda com sabor de champanhe.

    ResponderExcluir
  4. - PS: Havia ZERO comentários quando eu adentrei o divã... pensei que ia ser o primeiro.
    - Amélia, passaste-me a perna, moça... Mas também, que horas são aí?...
    - Pra você, também, bom dia, mês e ano novos. Abraços estivais!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Regina!
    Feliz 2011, poeticamente falando!!!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  6. FELIZ ANO NOVO...ONTEM E SEMPRE TODOS OS FOGOS SERÃO PARA VOCÊ. E AO NOSSO QUERIDO AMIGO POETA EVERSON.
    BJOS ACHOCOLATADOS

    ResponderExcluir
  7. ...e chegou 2011, com todas as expectativas e esperanças de ser bom. Que todos aqueles fogos e sorrisos que explodiram nessa madrugada, sejam para todos nós, o prenúncio de muito amor, fartura, saúde e felicidade....
    Maurizio Bersani

    ResponderExcluir
  8. Minha querida amiga, eu to aqui me segurando pra não estragar meu teclado com as lagrimas de emoção, olha, amigos são riqueza que Deus nos dá, sao sementes de um jardim chamado amor, e voce é uma dessas sementes,,,dessas riquezas que a vida nos dá, e a gente fica se perguntando, mereço tudo isso? assim, táo imenso, tao grande,,,tao em paz, emocionado eu so posso agradecer pela sua amizade e por me trazer um momento tao gostoso,,,quero estar contigo nesse ano inteiro e ao menos mais uns mil.....beijos e beijos e beijos

    ResponderExcluir
  9. ANJA GENEROSA. SABE QUE EU AINDA TO PASSEANDO PELO MUNDO DOS BLOGS E AGORA VENDO AS MARAVILHAS QUE TEM POR LÁ...E SEMPRE QUE ME DEPARO COM UM POST ASSIM JA VOU VER QUEM É POIS SE MERECE UM POST DESTE DEVE SER COISA BOA AH DEVE....FUI E JA AMEI O QUE SENTI ..POIS A GENTE SENTE AS COISAS BOAS ESCRITAS AO INVÉS DE LER A GENTE SENTE NÉ?QUERIDA AMADA ANJA PARABENS PELA GENEROSA HOMENAGEM E MERECIDA..E EVERSON POETA PARABNS PELO ANIVERSARIO E PARABENS PELAS ESCRITAS ...DIGITADAS COM OS DEDOS MAS DITADAS PELO CORAÇÃO..JA TO LA...FELIZ DA VIDA..
    ANJA FIQUE COM DEUS
    EVERSON FIQUE COM DEUS...

    ResponderExcluir
  10. Hola Regina,

    para ti y tu familia FELIZ AÑO NUEVO!

    Saludos argentinos,

    Sergio.

    ResponderExcluir
  11. Oi Rê,
    Você foi uma grata surpresa amiga, dessas que a vida nos presenteia generosamente. Nessa realidade virtual, quanta coisa acontece para a intimidade...e você proporciona muita coisa boa, dessas que a gente logo diz: tô dentro.
    Desejo a você um ano iluminado, com muita paz, SAÚDE e felicidade.
    Tudo de boommmmmm!!!
    Beijo
    Bia

    ResponderExcluir
  12. Reginaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa,tá phueda dar conta do recado,labutando roteiros e encantando blog mio,em dorsal decúbito,na segunda quinzena de janeiro ,farei a primeira,de uma série de cirurgias de altas complexidaddes,huhuuuuuuuuuuuuu,me sinto meio astronauta!e ocê,amada miga nuestra,como va????
    que ciclo esse que hoje desponta,nos seja girassolico!

    bzu mãos suas
    amadérrima miga nuestra

    viva la vieeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

    ResponderExcluir
  13. Ficou lindo isso,heim?Parabéns ao nosso amigoo!

    beijos e tamos aí juntas novamente,rsrs chica

    ResponderExcluir
  14. O post ficou lindo, Rê, e é redundância falar que vejo tua alma refletida nas palavras, ou, as palavras te Rêvelam...e quase pode-se sentir a emoção (que o Poeta compartilhou sentir) que a mensagem transmite. Lindo de viver!

    Parabéns ao Divã, que sejam muitos os nossos dias aqui, Tecendo a vida com emoção (RC não é o único!...rsrs) e carinho, respeito, afeto e alegria. VIDA LONGA AO DIVÃ, porque eu (e uma galeeeera) TÔ DENTRO e AMO este lugar!!

    Bjãozão, TIM-TIM!!!

    ResponderExcluir
  15. Regina... que bela homenagem e espaia esse poeta pra nós... Coisa linda de se ler!
    PARABÉNS AOS DOIS POR TAMANHA SENSIBILIDADE.
    BEIJOS!


    tenho essa frasezinha no Balaio... “Poeta é um ente que lambe as palavras e depois se alucina.
    No osso da fala dos loucos têm lírios”. - Manoel de Barros - [ os 'MANEL' com O e com U, de BARROS ou BANDEIRA, me fascinam]

    ResponderExcluir
  16. "O Poeta é um ente que lambe as palavras e depois se alucina"
    ................
    "O poeta não finge
    O poeta não mente
    Ele desenha o mundo real
    Com a loucura que sente"
    ................
    Curioso como Fernando Pessoa vê as coisas de maneira oposta :

    O poeta é um fingidor.
    Finge tão completamente
    Que chega a fingir que é dor
    A dor que deveras sente.
    ..................
    Já Florbela Espanca o define assim (lindo!):

    Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
    Do que os homens! Morder como quem beija!
    É ser mendigo e dar como quem seja
    ...
    ...
    E é amar-te, assim, perdidamente…
    É seres alma e sangue e vida em mim
    E dizê-lo cantando a toda a gente!
    .

    ResponderExcluir
  17. Um lindo domingo pra ti minha querida amiga, obrigado por tudo, por esse carinho, por essa amizade, por esse belo sorriso, quero continuar caminhando ao seu lado nesse ano...beijos e beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  18. Grande Everson Russo... Genial a sua arte, disse um dia a ele, que quando crescer queria ser igual a ele...

    Ah e mais uma vez obrigado por postar meu poeminha no seu blog...

    Bjuxxxxx querida...

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget