Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

NUNCA e SEMPRE


Hoje acordei de birra. Birra dessas duas. Tomei um belo banho para ver se com bucha natural elas desgarravam. Essas duas palavras já paguei língua. E como... Você não?
Com um dicionário - de vida - a meu dispor, entre o n e o s poderia ter grudado na ousada percepção dessa química rutilante e saborosa... Antes que se apresentasse a saudade de sempre... Quem sabe amanhã?!

16 comentários:

  1. Vixe. eu também já.. e como.

    beiJO amada minha..

    Gostei da musica.

    ResponderExcluir
  2. Rêzininha... RR
    Meu pobrêma é que do bão da vida eu "NUNCA digo SEMPRE" e da ruim dela eu "SEMPRE digo NUNCA"
    E nem BANHO precisei TOMÁ.. rsrs "pq num gosto mêmo" hehehe

    Bejo SEMPRE
    Adeus NUNCA
    Tatto... TUDA HORA
    Deusssssssssskiajude

    ResponderExcluir

  3. Volto e encontro minha xará (ou seria eu a xará dela?) cantando com essa voz maravilhosa.
    Nunca, Sempre, Saudade... (suspiro)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. E eu e eu...as vezes, muitas vezes, eu diria, acordo com birra dessas palavrinhas...
    Beijos cariocas...Gostei!

    ResponderExcluir
  5. Adoro essa canção. Na voz de Zizi acho espetacular! Agora, o tal de Nunca e Sempre... sei não, é tempo demais. Entre os dois, que tal cair na gandaia, aqui e agora? Vambora? Beijinhos, Angelinha

    ResponderExcluir
  6. NUNCA E SEMPRE...FALA E DESFALA NA MESMA HORA...NUNCA MAIS ..NÃO FALE ISSO SEMPRE DA ERRADO...KKKK ENFIM OU NUNCA OU SEMPRE..EU NUNCA DEIXAREI DE VIR SEMPRE POE AQUI...VOCE TEM O DOM DE FAZER COM QUE EU LEIA O TEXTO LEIA DE NOVO DEPOIS SINTO EXATAMNETE O QUE DEVERIA SENTIR SEMPRE.......
    ADORO VOCE
    SEMPRE..
    OTILIA
    BJ NO CE MINHA ANJA

    NO MAX O DOG BLOQUEIRO ..QUE JA ADORO

    ResponderExcluir
  7. A MUSICA...É MARAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AMOOOOOOOOOOOOOOOOO BJS
    OTILIA

    ResponderExcluir
  8. Quem é que não faz uma birrinha de vez enquando?
    Musiquinha linda.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Linda música do meu conterrâneo Lupiscínio Rodrigues, que eu ouvia quando criança!
    Me traz muitas lembranças!
    Muito boa com Zizi!
    Realmente, nunca e sempre é pra quem quer pagar a língua!
    Abraços, Regina!

    ResponderExcluir
  10. engracado que em portugues " nunca e sempre" nao me incomodam.

    mas em ingles eu sempre digo:

    always? Never? emuito definitivo, muito forte...suaviza um pouco esse coracao.

    agora vou ter que suavizar na lingua nativa tambem...kkk

    ResponderExcluir
  11. Olá, Regina!
    Tenho que te confessar que tentei, mas não consegui decifrar. Boiei nessa!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  12. Sabe que eu falo NUNCA e SEMPRE em quase todos os meus discursos? Assim como costumo me referir às pessoas usando MEU e MINHA. Duvida que seja algo relativo à minha(!) intensidade e que ande de mãos dadas com a minha(!)impulsividade? Eu não...
    By the way... saudade também me parece ser um meio-termo que se encaixa muito bem!!!
    Smacksssssssssssss

    ResponderExcluir
  13. - Antes do N:
    Amor, beleza, certeza, delícia, excelência, festa, gáudio, hinos, inquietude, joie de vivre, luz, manhã.
    NUNCA
    - (esses vc já botou lá)...
    SEMPRE
    - depois do S:
    Ternura, urbanidade, vida, xodó, zênite.
    e pros amigos:
    TODENTRO SEMPRE
    TOFORA NUNCA
    Abraços sempre, sempre, sempre...

    ResponderExcluir
  14. Ah amiga,
    tb estou sempre de birra com elas.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Eu amo Lupicínio Rodrigues.
    Mas NUNCA parei para pensar em coisas do todo SEMPRE.
    Acho que o motivo é porque eu acredito na FELICIDADE do mesmo Lucipínio que diz.
    ...E o pensamento parece uma coisa à toa
    Mas como é que a gente voa
    Quando começo a pensar.
    Beijos
    Wilma
    www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Eu digo NUNCA e isso dura 5 segundos. O SEMPRE também não me é definitivo...

    Beijos, mocinha.
    Beijos!

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget