Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

OUSADIA

Quando conto pra vocês que tudo acontece num encontro entre amigos não brinco. Já tínhamos bebido umas e outras quando Júnia, muito séria, pergunta à nossa anfitriã:
- Syl você sabe que tipo de sabão líquido está na pia do banheiro? Quais os componentes da fórmula?
- Não! Por causidiquê?
- É que quando fui lavar o rosto arderam, muito, meus olhos!!!
Como ambas estavam sem aquele adereço indispensável para moças na maior idade, sobrou para mim que estava com o meu já inseparável e fashion.
Caí na gargalhada. E elas, ansiosas, clamando por uma resposta. Leio uma das frases:
- Sabonete íntimo. Elaborado para a fase mais ousada da mulher!
- Como assim?! Perguntam.
As risadas desse num fazer nada - a uma da madrugada - não acordaram os que já estavam dormindo.
Na composição da fórmula tínhamos mentol e hortelã. Bem refrescante!
Atrevimento, coragem, audácia substantivos necessários para qualquer fase da vida. Às vezes esquecemos e em inércia acreditamos pertencerem – somente - à juventude. Quantas vezes ouvi autocríticas duras do tipo: estou me sentindo ridículo, isso não é para a minha idade, que impertinência...
Ficamos as três pensando em meio às risadas numa enquete para o dia seguinte. Qual seria a tal fase – considerada - para os meninos amados? Como nós mesmas divergíamos nas respostas, já antecipávamos as mesmas diferenças para eles.
A princípio reinou a cara de paisagem. Misto de desconfiança (o que querem, afinal, ouvir essas meninas?) e censura (pior que em tempos de ditadura).
Na seqüência o amarelado sorriso denunciante. E para finalizar o silêncio nada inocente. Mas afinal, há ou não a fase mais ousada da mulher? Ah e antes que me esqueça, vale a advertência da vivida VóJúnia que ficou com os olhinhos ardidos: "há que se aprender a ler as linhas e as pequeninas entrelinhas de qualquer rótulo"!(RR)


24 comentários:

  1. xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    Apaguei o comentário, Achei melhor apenas dizer.:-
    BOM DIA MINHA QUERIDA Rêzina da Grória...

    Deussssssskiajude
    Tatto

    ResponderExcluir
  2. hahahahah
    literalmente, nesse caso, há de se ler as pequenas linhas hahahah
    coisas da vida rs
    bom dia

    ResponderExcluir
  3. Claro que há uma fase mais ousada na mulher,,,mas a nossa amiga ai precisa tomar um pouco mais de cuidado...rs..rs..rs...beijos de bom dia....

    ResponderExcluir
  4. kkkk Ai amada...
    Vc e memem combinaram foi?
    deve ter sido.. kkkkk

    beiJO e um dia lindo pra vc..

    ResponderExcluir
  5. rsrsrsrsrsrssrrss eita que deve ter ardido um bocadoooooo
    Beijosssss RÊ Amadaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  6. ANJA QUERIDA COITADINHA DA JUNIA RSRSR ....O ZOINHO DELA TER FICADO POR DEMAIS REFRESCANTE..QUANTO a idade mais ousada se sabe que eu to nela?! fiquei ousada e mal educada..segundo meu marido sempre diz..""não faço mais sala pra quem não gosto ,não vou a lugares que não quero e falo que penso srsr srsrs srsrsr talves esse tipo de ousadia seja da minnha idade srsrs hoje ...quanto a rotulos..tenho uma amiga que ja nem mora mais aqui..mas vc se lembra daquele produto que era um spray que passava na careca e parecia que cobria as falhas?o marido dessa minha amiga comprou um desses e colocou em cima do balcão da pia..num dia que as filhas dela foram fazer um teatro ela usou em umas espadas um spray desses tinta a oleo sabe??que a gente usa pra pintar madeira?pois então a moça que trabalhava na casa achou que ea o tal spray do marido e colocou na pia...ele chegou do trabalho e foi se arrumar...pegou o priemiro frasco que achou de spray..e pintou a careca toda de tinta a oleo DOURADA ..PRECISO TE CONTAR O RESTO??nem precisa né...noite estragada por não ler o rotulo ..kkkkkkkkkkkk
    ]beijos querida

    ResponderExcluir
  7. Olá Regina,

    Ousadas somos por natureza, já que ser mulher não é fácil, né? Mas creio que a fase mais ousada é sempre aquela em que nos encontramos (tenho me superado a beira dos 30! rs)

    Grande beijo para ti!

    http://omundoparachamardemeu.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Rê, queridonaaaaaa...não dá pra não rir, imaginando a cena...rs
    Olha, pra mim, a ousadia é um componente da bagagem que carregamos ao longo da vida...ora lançamos mão para superar obstáculos, ora pra alcançar os sonhos - e muitas vezes, sem perceber que é ela quem impulsiona a gente...
    Como todo o mais, na medida, é muito bem-vinda.

    Um super beijo, e o desejo de uma tarde linda!

    ** Não vou copiar tu, mas vou postar algumas imagens que fiz nesta semana, de flores/paisagem...rs

    ResponderExcluir
  9. - Em papo cabeça "femino",
    - Eu faço que nem o macaco:
    - Vou-me saindo de fino;
    - Mió num dar meu pitaco...

    ResponderExcluir
  10. Nem sei se entendi, mas a coisa mais ousada que eu faço atualmente é ir à feira!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Jajajajaja, yo no sé, pero prometo volver para leer las respuestas.

    Me gustó leerte.

    Saludos argentinos,

    Sergio.

    ResponderExcluir
  12. Mulheres! Sabonete íntimo! Ousadia!?
    Há que aprender a ler nas linhas, nas entrelinhas e... na entretelinhas.
    As dos lugares ousados? Ou as do entretenimento?
    ...
    Se arde, cura. Cura a ousadia em demasia?
    A ousadia é vinculada nas respostas de quem enfrenta a ousadia e na sua tácita aceitação.
    Sem ousadia, tornar-se-ia tudo como "comida sem sal, condimentos e especialmente pimentinha".
    A mania de rotularem em letras pequeninas, talvez afastasse as pessoas do uso e isso seria contraproducente. E aí surgiria alguém rotulado de contra-higiénico, sem ousadia.
    A ousadia faz tanto bem como o sabonete íntimo quando usados com preceito e na justa conta e medida, sem dar muito nas vistas e, sobretudo, sem "usar nas vistas".
    ...
    Usem e abusem! Não se neguem, só porque arde!

    ResponderExcluir
  13. kkkkkkkkkkkkkk
    Caraca amiga, sabonete intimo no rosto...Tadinha...
    Quanto a fase mais ousada,no meu caso...Acredito que minha fase mais ousada está sendo agora depois dos quarenta...heheheh.
    Bjos achocolatados querida

    ResponderExcluir
  14. Hahahahaha, Rê mas a fase mais ousada é essa, agora, nesse momento. Imagina viver sem ousadia. Quem sobrevive ?? Adorei o texto e observar os rótulos não custa nada, vai que se confunde uma coisa que arda a dita cuja, ui!!

    Beijinhos querida !

    ResponderExcluir
  15. Hahahahahahah, só você para me fazer rir agora cara amiga!!! Valeu,,,, como diria minha avó:" O que arde cura e o que aperta segura", não acha?????
    Aproveito para informar que, por motivos de dificuldades em gerir diversos Blogues, resolvi reunificar meus 3 Blogues de Hobbies num só e juntar o Artesanato à Terapia Culinária com Receitas e ao meu Aprendizado Para Tocar Violão com músicas e acordes.
    Agradeço visite algumas páginas do Novo Blogue de Artesanato e Hobbies já alteradas e actualizadas e me dê sua opinião a respeito num Inquérito que promovi. Obrigado, beijocas,,,, Zé Maria

    ResponderExcluir
  16. Querida Rê
    Posso imaginar a cena!!! rsrsrsrssss
    Ousadia, sempre. Faz parte da vida.
    O mais importanto, por vezes, está mesmo nas entrelinhas ou naquelas letras muito pequenininhas, que precisa lupa para conseguir ler :)))

    Continuação de boa semana. Beijinhos

    ResponderExcluir
  17. Querida Regina!

    Bolas mesmo, deve ter ardido bastante :)))
    Eu teria ficado, seguramente, com alergia!!!
    Há mesmo que ler bem as letrinhas todas, mesmo as invisíveis, principalmente aos míopes da minha idade :))))

    Beijo

    ResponderExcluir
  18. Oi Rê!!!
    Menina, essa foi de rolar de rir..rsrsrs
    Sem dúvida é muito necessário ler todas as letrinhas, principalmente aquelas miudiiiiinhas..rs
    Saudadona docê minha xará querida!!! :)
    Beijão

    ResponderExcluir
  19. Somos mulheres, portanto, ousadas em todas as fases...Mas, acho que existe uma fase, que sabemos rir até dos olhares críticos...rs Ahhh... essas letrinhas miudinhas...
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Bom diaaaaaaaaaaaaa RÊ, beijossssssssss

    ResponderExcluir
  21. Olá, Regina!
    Gostei da Vó Júlia!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  22. Adorei o post!! o q ri!!:)
    Ousadia...eis uma questão que me anda na cabeça estes dias....gostei de ler os comentários.
    Acho q ousadia faz falta e é bem divertida..o problema é quando a cabeça não deixa ir mais além...

    ResponderExcluir
  23. Pois num é? Fase mais ousada... qual? Mulher é bicho ousado e besta o tempo todo... Vive morrendo de rir... Eita paradoxo! Beijos

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget