Não importa onde estamos, numa mesa de bar ou no divã do analista, nossa mente nunca para e nossos medos e desejos nunca nos abandonam. Nem por um instante nos separamos do que realmente somos e, por mais difícil que seja, não controlamos cem por cento nossas atitudes. Se Freud, após 40 anos de estudo da mente humana, continuou com várias dúvidas sobre o ser humano, quem sou eu ou você para julgar as “crises histéricas” da melhor amiga? Só Freud explica!?!
Coisas simples que todos vivemos,pensamos,sentimos e nem sempre conseguimos partilhar. Assuntos, temas, extraídos da minha experiência clínica e do meu cotidiano. Em alguns você pensará: tô fora... Em outros: tô dentro...

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

CONSERVADA IX

“Para aumentar tua vida, diminui tuas refeições”. Benjamin Franklin



Quando estamos grávidas parece que só enxergamos mulheres grávidas em todo lugar; quando estamos com um braço quebrado, vemos outros tantos aparecerem na nossa frente, assim, do nada... E por aí vai. Não tem nenhum mistério: nosso foco de atenção está, quase que totalmente, voltado para aquilo que está nos acontecendo. Fui a uma livraria esse final de semana para comprar um livro, pedido por um amigo oculto, e aproveitei para ticar alguns da minha lista de espera. Minha atenção foi prontamente chamada para uma “ilha” repleta de edições sobre... adivinhem? EMAGRECIMENTO, DIETAS, REEDUCAÇÃO ALIMENTAR, etc. Um foi fatal: “A Fonte da Juventude”-Os segredos seculares dos monges tibetanos para o rejuvenescimento perene! UAU!!! Rapidamente me lembrei do último Globo Repórter, que tratava dos hábitos alimentares e exercícios físicos dos japoneses e ainda da Gabi que entrevistou o “papa” do rejuvenescimento Dr. Ítalo Rachid, no seu programa. Que perseguição... Tudo em função de deter a ação do tempo e minimizar os efeitos negativos do envelhecimento. É o apocalipse! Tudo bem que estou focada em melhorar minha saúde, baixar os níveis que a colocam em risco, me alimentar por prazer e não por preenchimento, perder alguns quilos que pesam meu bem estar! Não quero saber, nem beber da fonte da juventude. Quero que cada ruga em meu rosto conte dos dias que vivi. Que meus radicais livres permaneçam em merecida liberdade. Quero sentar à mesa rodeada pela família, amigos e me deliciar não só com os prazeres da gula – bendita – mas, com a conversa jogada pra dentro da alma. Convoquei todas as berinjelas, tomates cerejas, abóboras, repolhos e congêneres do meu abençoado "corpo conservado" e comuniquei: acalmem-se, ajeitem-se no vinagre porque a proprietária da conserva, autoritariamente, lhes informa que terá o tempo de vida que ela puder, sem diminuir em nada os prazeres que ela me dá. E B.Franklin que vá beber na Fonte da Juventude! Eu, tôfora!!! 

Um comentário:

  1. Ta certa meu bem!!!
    ja temos tanta coisa pra fazer
    que pelo menos comer bem, merecemos....
    bjo

    ResponderExcluir

Passou por aqui? Deixa um recado. É tão bom saber se gostou, ou não...o que pensa, o que vc lembra...enfim, sua contribuição!

Ocorreu um erro neste gadget